História The Wings of an Angel - Capítulo 58


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtanboys, Bts, Justoneday, Wings
Visualizações 31
Palavras 1.676
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Visual Novel
Avisos: Adultério, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Antes de tudo já quero me desculpar por possíveis danos ao psicológico de vocês... E dizer que eu amo todos ;-;
Não é minha intenção em momento nenhum fazer vocês sofrerem, mas nw tem como evitar ;-; o show tem que continuar.
Obrigada por tudo ❤
E desculpe mais uma vez...
Boa leitura

"O Garoto e o Amigo"

Capítulo 58 - The Boy and the Friend


Fanfic / Fanfiction The Wings of an Angel - Capítulo 58 - The Boy and the Friend

Pov. Namjoon

Assim que voltamos para o dormitório, tratei de jogar Yoongi em sua cama, ele estava completamente bêbado, juro que se pudesse bateria nele até recobrar sua consciência habitual.

Em quanto o via encher a cara como se não houvesse amanhã, bebia pequenos goles de uma cerveja qualquer e me perguntava o que havia acontecido para ele estar daquela forma. Yoongi sempre foi cauteloso, fazendo de tudo para não chamar muita atenção, mas hoje parecia nem ligar para a descrição.

Em quanto bebia fazia seu show de ofensas a estranhos e flertava com toda garota que se aproximava do mesmo, eu sempre precisava lembrá-lo que tínhamos que voltar, mas era óbvio que ele me ignorava.

- Rápido – Falei, já cansado de Yoongi – Vá tomar banho, você precisa fazer o monitoramento do corredor.

- Talvez eu prefira ser expulso – Disse rindo, seu hodor de bebida estava impregnando o quarto.

- O que aconteceu? – Perguntei, provavelmente nesse estado de embriaguez ele me respondesse algo.

- A garota que eu gosto me deu um fora – Disse fazendo biquinho, de que garota ele estava falando?

- Não sabia que estava gostando de alguém...

- Claro que não – Ele riu escandalosamente – Se você soubesse que gosto da sua namorada, me mataria.

- Que? – Ele só podia estar alucinando, ele e Moon? – Está completamente bêbado.

- Estou bêbado, não burro – Ele se levantou e foi direto para o banheiro, cambaleando e batendo com os braços em todos os lugares.

- Está dizendo que está afim de Moon?

Ele confirmou com a cabeça e entrou no banheiro. Preferi pensar que foi mais um daqueles papos de bêbado que não sabem do que estão falando, me recusava a achar que aquilo era verdade. Ele teria me contato, não teria?

Algum tempo se passou até que Yoongi finalmente saiu do banheiro, ele parecia com sono, mas com certeza estava mais sóbrio. Eu provavelmente me arrependeria disso, mas não podia deixar isso simplesmente passar.

- Hyung – Chamei e o mesmo me encarou confuso – Você me disse que gostava da Moon, antes de entrar no banheiro, isso...

- Sim – Respondeu seco – Eu gosto dela.

- Porque não me contou?

- Faria alguma diferença para você? – Seu olhar era distante e triste, ele realmente gosta dela.

- Somos melhores amigos – Respondi óbvio – Se soubesse, eu não...

- Não importa agora – Disse me interrompendo – Vocês namoram, ela...

- Ela o que? – Perguntei curioso, já não aguentava mais esses segredos que os dois tinham – Ela o que, Hyung? Responda!

- Ela me empurrou hoje – Ele deu um longo suspiro – Quando eu tentei beija-la.

Eu não sabia se ficava triste por ter namorado Moon sem saber que Yoongi gostava dela, se ficava bravo com ele por tentar beija-la, ou se ficava feliz por ela tê-lo empurrado.

- O que? – Me fiz de burro, esperava do fundo do meu coração que fosse brincadeira.

- Foi o que você ouviu, eu... – Não esperei que ele reinasse de falar.

Avancei contra o maior, agarrando seu colarinho e prensando-o contra a parede. Aquilo só podia ser piada, ele não podia estar falando isso para mim na maior cara de pau, com esse olhar indiferente e essa voz tediosa.

- Me diz que está brincando – Falei encarando fundo em seus olhos, ele não disse nada, nem mesmo desviou o olhar – Diz!

- Eu estaria mentindo se dissesse – Respondeu indiferente, puxei seu corpo e o bati com força na parede.

- ME EXPLICA ISSO DIREITO YOONGI! – Gritei tentando ao máximo me controlar para não socar a cara do maior ali mesmo.

- Hyung! - Corrigiu-me bruto, ele me empurrou, fazendo com que me afastasse – Eu sou seu Hyung!

- Aqui temos a mesma idade – Falei dando as costas – Dá licença.

- Volte aqui – Ele me segurou pelo ombro.

Assim que me virei, nem pensei duas vezes, dei um soco no rosto de Suga, acertando seu nariz. Ouvi o mesmo soltar um urro de dor em quanto segurava seu nariz com o rosto abaixado.

- VOCÊ É UM GRANDE FILHO DA PUTA MIN YOONGI! – Gritei.

- E você é diferente? – Perguntou me encarando – Olha o que fez, acabou de socar seu melhor amigo por uma garota.

- Não é por ela, é por mim, pela nossa amizade que estou fazendo isso. Eu não conseguiria mais olhar nos seus olhos se não fizesse isso.

Nem esperei a resposta dele, simplesmente saí do dormitório. Em cinco minutos seria o hora do jantar, eu iria tirar aquela história a limpo, não aguentava mais esses segredos malditos.

Pov. Moon

Meu rosto estava completamente inchado de tanto chorar, tentei disfarçar lavando-o, mas não deu certo. Olhei no relógio, faltavam cinco minutos para o jantar, suspirei e rezei aos deuses para que meu rosto voltasse ao normal durante esse tempo.

- Moon? – Chamou Jimin na porta.

- Entra – Falei saindo do banheiro.

Jimin estava com Taehyung, ambos pareciam animados com alguma coisa, acabei sorrindo também, vê-los felizes me animava, mesmo sabendo que provavelmente essa felicidade duraria pouco. Afinal, eu teria que contar toda a verdade.

- Seu rosto – Disse Taehyung me encarando – Você estava chorando?

- Meus pais me ligaram – Falei soltando um riso fraco.

- Você não costuma chorar quando fala com seus pais – Disse Jimin desconfiado – Está de calça...

- Eu estou bem – Menti – Foi só saudade.

- Tire o casaco – Pediu Jimin, dava para ver em seus olhos que ele não queria me pedir isso, parecia prestes a chorar.

Eu não o culpo, ele tinha medo que eu me ferisse de novo, temia que eu e a lâmina tivéssemos tido outra conversa. Taehyung parecia muito confuso, ele provavelmente não entendia as atitudes de Jimin.

- Não precisa – Disse Taehyung – Pode ficar com o casaco.

- Por favor, Moon – Pediu Jimin se aproximando de mim.

Suspirei e abri o casaco. Eu não queria isso, mas também não queria deixar Jimin preocupado, sei que ele só fazia isso para não se sentir culpado, para se sentir bem consigo mesmo.

Assim que tirei o casaco, Jimin viu meus braços expostos e soltou um longo suspiro de alívio, claro que eu poderia ter cortado as pernas, mas ele não pediria que eu tirasse a calça na frente de Taehyung.

- Pra que isso? – Disse Taehyung um pouco horrorizado.

- Eu preciso saber se ela está bem – Respondeu Jimin – E ela nunca vai admitir o contrário.

- Só... Vamos comer – Respondeu dando as costas e saindo do dormitório.

Fomos caminhando e brincando até o refeitório, encontramos Jungkook, Hoseok e Jin conversando em um canto, nos juntamos e ficamos conversando sobre assuntos aleatórios e como o dia de castigo havia sido tedioso é cansativo.

- Posso falar com você? – Disse Namjoon aparecendo do nada, me assustando.

- Claro – Respondi desconfiada, o que aconteceu?

- Nossa, o que aconteceu que você precisa conversar a sós com ela? – Perguntou Hoseok em tom de brincadeira.

- Palhaço – Respondeu Namjoon grosso.

- O que será que aconteceu naquele quarto de hotel em? – Disse Taehyung recebendo um soco de Jimin.

- Pare de dizer besteiras – Disse Jimin me encarando, desviei o olhar.

- Vamos logo – Falei puxando Namjoon pelo braço, fugindo daquele assunto.

...

- Yoongi me disse que ele tentou de beijar – Disse ele sem olhar nos meus olhos.

- Eu... Não aconteceu nada – Falei um pouco desesperada, eu não acredito que Yoongi abriu a boca.

- Ele me disse que você o empurrou...

- Não foi bem assim – Suspirei e encarei Namjoon, seu olhar era uma mistura de confusão e indignação – Antes de eu te dizer o que aconteceu, tem que me prometer que não vai surtar.

- Eu já surtei Moon – Ele estava sério, me encarava com um olhar matador – Me diga logo, antes que eu decida ir em bora.

- A gente estava conversando e ele me segurou pelos ombros, me levou até a parede e ficou com o rosto próximo do meu – Falei deixando os detalhes de lado – Jungkook apareceu e ele se afastou.

- Jungkook? O que ele fazia lá? – Dei de ombros, eu não tinha essa resposta – Então você não o empurrou?

- Fisicamente não – Eu provavelmente iria me arrepender disso, mas não podia inventar mais uma mentira – Mas também não o correspondi, nem corresponderia. Eu gosto de você.

- Gosta? – Ele riu irônico – Até ontem você me amava, eu não posso acreditar que mesmo depois do que a gente fez, você fez isso.

- Eu não fiz nada Namjoon.

- Poderia tê-lo empurrado imediatamente, parece que você só não o beijou porque Jungkook apareceu – Disse negando com a cabeça.

- Não foi isso – Menti, foi exatamente por isso – Namjoon, você é meu namorado, é você que eu quero, Yoongi não tem nada a ver com isso.

Me aproximei dele na tentativa de abraça-lo, mas o mesmo segurou meus braços e me afastou de si, me deixando um tanto confusa.

- O que foi? – Perguntei temendo a resposta.

- Desculpa – Disse me encarando – Eu preciso de um tempo.

- Tempo? Está terminando comigo?

- Não – Respondeu quase em desespero – Nunca, mas agora não... Por favor, me dê esse tempo para pensar.

- Pensar no que? – Eu não entendia o que ele queria dizer com aquilo.

- Ele é meu melhor amigo Moon – Vi seus olhos lacrimejarem – Meu melhor amigo tentou beijar minha namorada, meu melhor amigo mentiu para mim, me escondeu que gostava de você... Sabe como eu estou me sentindo?

Não respondi, eu sabia muito bem como era. Senti meus olhos se encherem de lágrimas, me abracei tentando meanter firme e não chorar, mas me lembrei de tudo.

Era como se a história estivesse se repetindo, com os papéis misturados. Namjoon desolado como Nioky, Yoongi perdendo o melhor amigo como eu, e eu me sentindo um lixo manipulador como Jimin.

- Um tempo né? – Disse encarando o maior que confirmou com a cabeça – Ainda juntos?

- Não quero te perder – Disse depositando um beijo em minha testa – Nunca.

- Eu te amo – Falei tentando secar as lágrimas – Não chore, por favor, dói muito ver você chorar.

- O que está acontecendo aqui?

...



Notas Finais


!EU NUNCA ME SENTI TÃO DESTRUÍDA!
.
Quem chegou? Dêem seus palpites :3
Se vocês acham que não tem como piorar, estão completamente enganados... Ainda vai piorar.
.
Perdoem meu excesso de drama e não desistam de mim *-*
Mais uma vez desculpa por fazer vocês passarem por isso ;-;
Amo vocês
Até quarta

💙CORES AZUIS💙


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...