História The Wings of an Angel - Capítulo 59


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtanboys, Bts, Justoneday, Wings
Visualizações 37
Palavras 1.644
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Visual Novel
Avisos: Adultério, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Só queria dizer que estou postando isso dentro do trem, a caminho da faculdade... Então se tiver algum erro, me perdoem ;-;
Boa leitura ^^

"A Garota e a Primeira Mentira"

Capítulo 59 - The Girl and the First Lie


Fanfic / Fanfiction The Wings of an Angel - Capítulo 59 - The Girl and the First Lie

- O que está acontecendo aqui?

Me virei e vi Jimin, ele vinha a passos rápidos até nós. Ao me encarar e ver meu rosto inchado virou-se para Namjoon com o rosto fechado e punhos cerrados, por um segundo pensei que fossem brigar ali mesmo, até Jimin ver que Namjoon também chorava e então se virar para mim, caminhando em minha direção.

- Porque ele está chorando? – Perguntou-me sério, não respondi, apenas abaixei a cabeça – PORQUE ELE ESTÁ CHORANDO?! RESPONDA!

Tremi, não esperava essa reação de Jimin. Eu sempre o vi me defender, estar do meu lado, mas dessa vez não, ele realmente me deixou de lado para defender Namjoon.

- Moon, porque meu amigo está chorando? – Perguntou mais uma vez.

- É minha culpa – Falei em um suspiro.

- Não é culpa sua – Disse Namjoon – Não é culpa de ninguém eu precisar pensar.

- Pensar sobre o que? – Jimin parecia desconfiado, com razão.

- Eu e Namjoon estamos namorando – Falei encarando o chão – E eu quase beijei o Yoongi.

Eu nunca pensei que me arrependeria tanto de algo quanto me arrependo de ter ficado com Jimin, mas ver Namjoon chorando doía mais do que o olhar de Nioky, doía mais do que tê-la matado, doía mais que toda a culpa, mais que todos os cortes. Era a pior dor de toda a minha vida.

Eu não estava pronta para a resposta de Jimin, nem para o seu olhar de reprovação, nem para nada. Eu só queria poder ter evitado tudo aquilo, queria voltar no tempo e ter contado a verdade... A verdade salvaria a mim, a Nioky e a todos, mas parecia que por minha culpa, por minhas mentiras, eu acabaria não destruindo só a mim, mas também todos a minha volta.

- O que?! – A voz de surpresa de Jimin não me surpreendeu, eu já esperava por essa reação, o que eu não esperava foi o que veio a seguir – Eu não acredito que você fez isso com ele.

Ele respirou fundo, parecia conter a raiva, sei que se tratando de uma situação normal ele iria correndo atrás de Yoongi para “resolver as coisas”, mas se tratando da atual situação, Namjoon parecia mais importante que eu.

- Eu não queria isso, não planejei nada – Falei finalmente encarando Jimin – Eu nem sabia que Yoongi gostava de mim.

- Você escondeu de mim – Disse ignorando tudo que eu disse – Porque não me falou que estava namorando?

- Suas mentiras estão começando a te enforcar – Disse Namjoon se pronunciando.

- Minhas mentiras me mataram e estão fazendo de novo – Falei sem pensar.

- Hyung, eu posso conversar com Moon? – Pediu Jimin ao mas velho.

- Claro – Respondeu com um sorriso fraco e deu as costas, segurei sua mão, fazendo o mesmo parar – Eu te procuro.

- Quando?

- Quando estiver pronto...

E com essas palavras, Namjoon se soltou de mim e correu pelo corredor. Senti meu coração apertar e pensei que morreria ali mesmo, naquele exato momento, meu corpo começou a pesar, senti minhas pernas fraquejarem e apaguei.

...

Quando acordei estava no meu quarto, olhei em volta e vi Jimin com uma toalha úmida, andando em minha direção. O mesmo se ajoelhou ao meu lado e passou a mão sob minha cabeça.

- Que bom que está bem – Disse soltando um longo suspiro.

- Você acha que ele vai voltar? – Perguntei ignorando meu estado – Dói tanto não tê-lo por perto.

- Você realmente gosta dele, né?

- Eu o amo – Respondi com um sorriso bobo no rosto.

- Porque não me disse nada? – Jimin acariciava meu rosto e pela primeira vez me senti estranha de estar tão próxima dele.

- Eu tinha medo de ser algo passageiro, tinha medo dos meus sentimentos não serem verdadeiros – Me sentei com dificuldade.

- Medo? Moon, você é a pessoa mais corajosa que eu conheço – Disse ele com um sorriso no rosto.

- Eu já fui corajosa, mas agora, tenho medo – Suspirei – Muito medo.

- Medo de que? – Perguntou preocupado.

- Medo de morrer presa nas minhas mentiras, medo dessas mentiras de me engolirem antes que eu possa me salvar dessas correntes – Jimin me encarava confuso, provavelmente achou que fosse alguma de minhas metáforas.

- Você ainda tem tempo, tem a vida inteira...

- Eu estou morrendo Jimin – Falei interronoendo-o – Eu não tenho todo o tempo do mundo, eu se quer sei quanto tempo tenho.

- Você não está falando sério – Disse um tanto desesperado – Não brinque com essas coisas Moon.

Como eu queria estar brincando, como eu queria que todas as coisas que estivessem acontecendo fossem apenas uma brincadeira, mas não eram, se tratava da mais dura realidade.

Senti meus olhos lacrimejarem, tentei esconder meu rosto, mas Jimin o segurou me obrigando a encara-lo. Assim que me viu, sua cara de surpresa se transformou em uma cara de choro, lágrimas brotaram em seu rosto e Jimin avançou em mim, me apertando em um abraço.

- Não... Você não pode ir – Gritou com a voz esganiçada – Por favor, fique aqui.

- Desculpa – Disse correspondendo o abraço e deixando minhas lágrimas escorrerem – Desculpa por tudo, eu não queria isso.

- Você tinha que estar com a gente – Disse ainda me apertando em seu abraço – Para a sempre, era pra gente se ver sempre, ir no shopping, beber... Droga Moon, era para você se casar com um de nós.

Não conseguia dizer mais nada, aquilo acabava comigo, cada palavra de Jimin me destruía. De alguma forma eu me via nele, quando Nioky morreu essa havia sido minha reação, nós havíamos planejado tanto que, depois que vimos que nada poderia acontecer, foi como se nosso futuro também morresse junto com a pessoa.

Eu sabia que ele agiria assim, ele era de longe o que mais me conhecia, provavelmente o mais apegado a mim. Não haviam palavras a serem ditas, nem explicações a serem dadas, eu ia morrer e Jimin iria aproveitar suas lágrimas.

Diferente de Yoongi, com Jimin eu consegui chorar, não sei ao certo porque, mas as lágrimas não paravam de cair e a dor que eu sentia não passava. Meu coração doía como se estivesse furado, sangrando... Eu queria que essa dor parasse, mas não sabia porque doía tanto, quem dirá como fazê-la parar.

- Quem sabe disso? – Perguntou me soltando, mas ainda chorando, Jimin soluçava e cada soluço era uma pontada em meu coração.

- Você e Yoongi – Respondi secando minhas lágrimas.

- Não contou para Namjoon?

- Eu ia contar, mas... Você viu com ele está, não quero piorar isso – Disse em um suspiro – Seria tão mais fácil se eu não estivesse tão cercada de mentiras.

- Você é a melhor mentirosa que conheço – Brincou em quanto tentava parar de chorar.

- Bons mentirosos não se afogam em suas próprias mentiras.

- Então diga a verdade - Explicou-me – Diga tudo, Moon nossas mentiras já feriram muitas pessoas.

- Nossas mentiras já mataram uma pessoa – Corrigi – E vão matar de novo.

- Uma dupla de mentirosos? Não passamos disso? – Perguntou preocupado, o encarei e vi seu olhar longe, perdido em algum lugar do passado.

- Um casal de mentirosos, vamos nos casar lembra? – Brinquei, lembrando de algo que tínhamos prometido.

- Eu não quero me casar com você – Ele riu, finalmente vi o riso sobrado de Park Jimin, mesmo não sendo seu lindo eye Smile, já valia algo.

- Porque não?

- Porque você é comprometida, que tipo de cara eu seria se fizesse isso? - Disse brincalhão.

Sei que não foi sua intenção, mas aquelas palavras machucaram um pouco, Jimin talvez não tivesse essa noção, mas eu já havia feito isso, com minha prima.

Deixei esse pensamento de lado que vi o outro lado, eu estava comprometida... Estava? Namjoon realmente perdoaria a mim e a Yoongi? Ou ficaria do lado do amigo, ou pior... Ficaria do meu lado e condenaria Yoongi pelo que fez, desfazendo uma amizade de anos.

- Eu não posso deixar isso acontecer – Falei perplexa, eu não podia ser o motivo do término de uma amizade.

- Deixar o que acontecer?

- Vocês, vocês são melhores amigos. Não podem desistir disso por minha causa – Falei me levantando da cama – Vou resolver isso, agora!

- Resolver como? – Perguntou curioso.

- Vou acabar com as minhas mentiras – Sorri e ele retribuiu, com seu lindo eye smile – Vamos?

- São 20:00 Moon – Ele riu – Daqui a pouco bate o toque de recolher.

- Então começamos amanhã – Disse decidida, tentando esconder a vergonha de não saber o horário.

- Começamos por onde?

- Ora... Pelo começo – Acabei rindo – Vamos contar tudo a todos.

- Eu te amo – Disse e, pela primeira vez, aquelas palavras me soaram estranhas.

Ouvir Jimin dizendo que me amava sempre me fez bem, me fazia sentir aquecida, mas hoje foi diferente. Tudo que consegui sentir foi repulsa, ele não deveria se dirigir a mim dessa forma, não éramos tão íntimos assim, ou éramos? Já fomos, no passado. Porque isso me incomodava tanto, porque parecia tão errado? Eu deveria responder?

- O que foi? – Perguntou-me.

- Não sei, é... Estranho – Respondi confusa, ele riu.

- É porque, não é de mim que você quer ouvir isso – Explicou-me se aproximando.

- Como sabe? – O encarei, ele parecia sério.

- Porque toda vez que ouvia Nioky me dizer isso – Sua mão passou pelo meu rosto, acariciando-o – Era de você que eu queria ouvir.

Empurrei sua mão, no mesmo instante Jimin riu e se afastou. Suspirei aliviada, pensei que ele tentaria algo, mas não. O que foi aquilo?

- Não se preocupe, entendo que acabou de me riscar da sua lista – Ironizou.

- Qual o meu problema? – Perguntei suspirando – Até ontem eu... Gostava de você.

- Muitas vezes, as pessoas precisam perder para dar o devido valor as coisas – Respondeu com um sorriso forçado e então saiu.

O que ele queria dizer com aquilo? Perder o que? Perder quem?

...



Notas Finais


Moon... Sabe isso que você tá sentindo? É SAUDADE, alguém ajuda essa garota kkkkkk
Até sexta u.u

💙CORES AZUIS💙


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...