História The Wolf - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Beyoncé, Demi Lovato, Fifth Harmony, Miley Cyrus, Selena Gomez
Personagens Ally Brooke, Beyoncé, Camila Cabello, Dallas Lovato, Demi Lovato, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Miley Cyrus, Normani Hamilton, Selena Gomez
Tags Beyoncé, Camren, Delly, Demi Lovato, Fifth Harmony, Norminah
Visualizações 21
Palavras 564
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Violência, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 9 - Parabéns


-Eu me nego a participar.

-Lauren Jauregui, ou você vem ou a gente te carrega do jeito que tu tá e esse teu pijaminha tá horrível. 

-Dinah, qual o problema?! A garota nem me conhece.

-Mas fez duas cirurgias, sua imunda.

Aposto que meus vizinhos me amam. Desde as 10 da manhã essas três gritam. Hoje Sofia vem pra cá, não que ela tenha concordado, a informação só chegou aos seus ouvidos ontem. Mas tudo bem. Lauren diz não ser importante, mas Dinah se animou e disse que quando Taylor chegar vai ser recebida apenas por Lauren que, segundo ela, seria a pior pessoa existente. 

Normani tentou acalmar as duas mas, infelizmente foi por água abaixo. Desisti de tentar convencer Lauren ou parar Dinah depois de duas horas.

Agora, 05:04 PM, me olhando no espelho tento não enlouquecer. Acabo de arrumar o cabelo num coque simples e vou até a sala. Paro no penúltimo degrau e admiro a bela cena que parecia me esperar.

Normani estava sentada no chão, próxima à tv e sorriu quando me viu. Já fazia algum tempo que havia aceitado a presença dela e até comecei a gostar. Dinah se encontrava no meu sofá, por cima de uma Jauregui sem blusa que tentava, inutilmente,cobrir um dos seios que havia sido arrancado do sutiã que Dinah insistia em puxar. As duas soltavam frases como "Não vou", "Arranco seus cabelos", "Me larga", "Taylor que se foda".

Desci calmamente e busquei pela blusa de Lauren que Normani fez o favor de me apontar, entreguei-a à Lauren, que junto à Dinah assistia minha calmaria.

-Se você não for, garanto, vamos arrancar a sua orelha, branquela. -Dinah sussurrou para Lauren que agarrou a blusa e subiu correndo dizendo voltar logo.

 

15 minutos depois, todas dentro do carro, Normani no volante, Dinah no banco do passageiro e Lauren e eu atrás, tentando evitar mais brigas entre as morenas. Ao chegarmos no prédio tive que brigar para subir pois, aparentemente, Sofia disse que não queria visitas e que, caso fosse eu, deveriam educadamente me colocar pra fora. Deixei Dinah assumir a briga e, num momento de distração do homem, corri em direção ao elevador, sendo acompanhada por Lauren e recebendo ajuda da vizinha de Sofia que realmente me ama. Ela só nos acompanhou até o primeiro andar, e Lauren me chamou de louca até o terceiro.

Em frente a porta de Sofia consegui calar Lauren e bati na porta. Quando abriu a porta tinha olhos cansados, vermelhos e parecia estar cheia de medo. Pulou em cima de mim e chorou. Parecia querer expor suas dores apenas com lágrimas. Segurei sua cintura e a tirei do chão, caminhando pra dentro da casa. Lauren me acompanhou, sentei no sofá e pedi-lhe pra buscar algumas roupas no quarto dela, indicando-lhe algumas e a mochila de Sofia.

-O que aconteceu, Sofia? Sabe que pode falar qualquer coisa pra mim.

Ela apenas negou. Sua cabeça continuou em meu ombro. Ficamos assim por algum tempo até Lauren voltar mais branca do que estava quando chegamos.

-Você não vai acreditar... -Sofia se levantou e começou a falar coisas, rápido o suficiente pra ninguém conseguir entender. -Fica calma. Quem fala?

Elas me olharam e Sofia pareceu abrir caminho para Lauren que me chamou para ir até o quarto. Ela me apontou a pia e quando cheguei perto pude entender.

-Dois riscos... É positivo? 

-Parabéns, titia...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...