História The wolf boy and the dark prince.- Jikook. - Capítulo 3


Escrita por: ~ e ~mim_panda

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Jikook, Kookmin, Lemon, Menção A 2jae, Menção A Chanbaek, Minkook, Romance, Shoujo, Yaoi
Visualizações 27
Palavras 1.159
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishounen, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpa a demora.
Não tenho motivos pela demora.

Capítulo 3 - Capítulo dois. Senta, rola, dê a pata, late.



Me pergunto o que fiz de tão errado para o universo querer meu cu.


Estava tudo tão perfeito, por que aquele idiota, imbecil, mal amado, gostoso da porra... Calma Jimin, controle estes hormônios! Enfim, por que ele tem que estudar aqui nessa merda? Aish...


-Vai lá chamar ele! - YoungJae sorriu.


- É Jimin, vai lá chamar ele..- Soltou Jin de uma forma simplesmente sinistra, sério, às vezes esse maluco me assusta apenas com seu olhar ameaçador.


-O-Okay... - Prevejo minha morte.


Sem pensar duas vezes me aproximei dele, e ele me olhou, AISH! Por que tão lindo?!


-Eu, você não é o...- O interrompi, o puxando para um lugar mais afastado, onde não tinha mais ninguém. Não me diga...


-Poderia me explicar o que está acontecendo?


-Bem...- Comecei a contar tudo pra ele na maior cara de pau, sim fui direto porque comigo não tem essas frescuras.


-Nossa, você se meteu em uma enrascada com estes seus amigos.- Concluiu atensioso.- Eu não vou hesitar em ajudar você com isto, sabe? Sendo seu namorado de mentirinha...- Abriu um sorriso doce, 


 Deus, que sorriso lindo foi esse?


-Sério?- Assentiu com a cabeça, sorrindo.


 Ele é um humano? Além de lindo é bondoso...


...PARE! Já ouviu falar em não tirar conclusões precipitadas? Pois é!


-Claro que eu vou querer algo em troca...- Suspirei, é, estava bom demais pra ser verdade.


- Aish... O que você quer? - Sim, eu perguntei isso porque eu sou trouxa.


- Você vai fazer tudo o que eu mandar, vai ser meu escravo, não...- Fez uma expressão pensativa. - Meu cachorro! - Sorriu maldoso.


- E por quê eu faria isso?


- Porque, eu sou o mais popular dessa escola, então posso muito bem espalhar isso pra todos... - Riu. - E talvez eu distorça um pouco a história pra você perder as chances de ter uma boa reputação.


Minha avó me disse uma certa vez um ditado. “Não julgue um livro pela capa.” desculpe vovó, eu não ouvi seus ditados de velhos. Digo, anciões, sou uma pessoa de respeito.


- Okay...- Suspirei.- Não deve ser tão ruim assim...- Murmurei.


Uma risada maldosa, aish, essa risada me enlouquece.. Por quê? Por que Park Jimin tem de ser trouxa?


- Não se iluda. - Ele ouviu meu murmúrio?! - Vamos começar, Perro¹ - Engoli em seco.

Por que sinto que me fodi? Se Jin estivesse aqui provavelmente diria, “Você só faz  merda” perro, ora perro...

Ele é bilingue esse desgraçado?!


- Diga logo. - Bufei.


- Já está me desafiando? Que eu saiba, cadelas como você deveriam ser leais a seus donos, não uns filhos da puta.- Arregalei os olhos. CADELA?! Eu tenho ROLA seu idiota! E eu não sou seu! Eu acho...- Vamos lá Ookami Shounen²! Sente!


- É o que?! Cê tá fumando?!


- Olhe como fala comigo, qualquer deslize, já sabe...


- Tá bom! Que seja...- Me sentei no chão como um cachorro. Que merda!


- Role.- Sorriu maldoso, já disse que esse sorriso me destrói?

Se eu abraçasse a sua perna e começasse a me esfregar ele me puniria? Acho que não, vou estar agindo como um cachorro no cio... Se bem que eu gostaria que ele me punisse...

...Melhor parar, só atração já está de bom tamanho.


E rolei no chão. É, Park Jimin é a pessoa mais trouxa do mundo.


Ouvi sua risada. Oh, desgraçado.. Ele está se divertindo!


-Meu Deus! Isso foi tão ridículo que eu não consigo nem ficar sério!- disse entre gargalhadas infantis, ele parece uma criança.


-Aish, acabe logo com isso!- Bufei.


-Você é atrevido com seu dono, não?- Me olhou entediado.- Dê a patinha.- Riu novamente, ele é bipolar?!


Dei a mão pra esse imbecil. QUE DROGA! 


No momento em que nossas mãos se encostaram, pareceu que o tempo parou. Uma corrente elétrica percorreu meu corpo. Ficamos nos encarando. Seus olhos estão brilhando.


Mas voltei a realidade quando o Moreno pareceu se tocar, pigarreando pra me chamar atenção.


-Agora late.- Ah não...


- aish!


- Cachorros não fazem Aish.


- *Wolf! Wolf!*


-Que tosco!- Que risada, linda.


- Já acabou?


-Por agora sim.- Ah não.


[•••]


Fomos em direção a mesa com os dedos entrelaçados. Parecia que minha mão pequena foi feita para viver junta de sua mão grande.
 
 Tenho que parar com isso pra não sentir coisas erradas.


-Voltamos.- Disse nervoso.

 

-Vocês estavam se pegando em algum canto?- Disse Baekhyun sorrindo malicioso.


-Eehh... - Fui interrompido.


-Sim, nossa, não consigo resistir a ele, principalmente nesse uniforme...


-Nossa... - Jin arregalou os olhos. Me olhando. Sorri fraco. 


- Ah, sim, o Jimin disse que você é um sádico, sabe? Amarra ele na cama, bate nele durante a transa...- Baekhyun começa a falar o que eu disse, cada vez chamando mais atenção de quem estava no refeitório. Jungkook me olha repressivo. - E que...- Jeon o interrompe o puxando pela gravata. Aproximando seu rosto do dele.


- Sim, eu o faço, eu o amarro, e ele ama isso, e o deixo sem andar por uma semana, algo que segundo ele, é realmente doloroso. Você não gostaria de sentir a dor que ele sente...- Falou curto e grosso. Várias pessoas olhavam a cena curiosos, e algumas garotas, e também garotos. Frustrados, já que faziam muito esforço pra este os notar. - E VOCÊS?! O QUE ESTÃO OLHANDO?! - Ele parecia bem irritado.


- Meu Deus...- Ouço a campainha do fim do intervalo tocar, me levanto juntamente de Jin e Jungkook.


Ando até minha sala. Porém sou empurrado para a parede.


-Você está me devendo uma. - riu. - E não vai ser uma tarefa simples.


Me deixou sozinho com os olhos arregalados.


Resolvi voltar pra sala, porém acabo me esbarrando em alguém.


Era um garoto. Ele era adorável, moreno, de estatura baixa, e pálido bem pálido, seus cabelos cobriam seus olhos. Era realmente bonito. Era da minha sala.


-M-Me d-desculpe...- Ele estava nervoso

.
-Não, tudo bem...- Sorri doce, ele corou.- Sou Jimin, e você?


- Yoongi.-Sorriu. - Você é da minha sala não é?


-Sou. - sorri.- Vamos.



[•••]


Estávamos na frente da escola. Chovia muito. Nossa, como eu queria que o Jin estivesse aqui pra pegar chuva comigo...


Baekhyun e YoungJae estavam aqui.


-Ah, que bom que meu namorado vem me buscar de carro.- Riu Baekhyun...- Sorte que namoro com um adulto...


-Aish...- YoungJae bufou.- Cadê Jungkook, Jimin?


- Eeh...- Sou interrompido.


- Vamos Jimin? - Jungkook aparece com um guarda-chuva, me estendendo sua mão.


- V-Vamos. - Sorri tímido, pegando sua mão. Sua respiração falhou.- Tchau YoungJae, Baekhyun.


Andamos próximos um ao outro. Com os dedos entrelaçados debaixo de um guarda-chuva.


Ao fundo ouvi as vozes dos dois.


-YoungJae, o que você vai fazer?!


-Alô?!- Gritou.- JaeBum?! Im JaeBum, vem pra cá agora com um guarda-chuva!


Eu queria rir. Mas não ri. Eu riria se o que as pessoas vêm entre mim e o Jeongguk fosse real. 

Mas não é. 

Por isso eu não ri.
 


Notas Finais


¹Cachorro em espanhol.
² Garoto lobo. Ookami=Lobo. Shounen=Garoto.

Até a próxima bb's!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...