História The Wolf Girl — Imagine Jeon Jungkook. - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Jeon Jungkook, Jungkook
Visualizações 52
Palavras 892
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fantasia, Ficção, Fluffy, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem do capítulo!

→ Recomendo ler ouvindo música <3

Capítulo 2 - Capítulo 2


Fanfic / Fanfiction The Wolf Girl — Imagine Jeon Jungkook. - Capítulo 2 - Capítulo 2

O garoto tremia perante a água quente sobre o seu corpo, o ambiente era frio e nevava lá fora, temperatura que só os lobos e alguns dos garotos já acustumados conseguiam aguentar. 


A água estava vermelha pela quantidade de sangue em seus ferimentos, que ardiam quando eram tocados, já percebi que seria difícil lidar com o garoto em tais situações. 


— Jungkook, seus ferimentos doem muito? — Me pronunciei na tentativa de acabar com todo aquele silêncio tenso e ele confirmou com a cabeça, logo engolindo em seco, peguei alguns panos umidos e quentes, até mais quentes que a água da pequena banheira que o mesmo se encontrava, passei-os por cima dos ferimentos com cuidado vendo o pobre garoto cerrar seus dentes e dar um grunhido de dor. 


— D-Dói!! 


— Vai passar... — Continuei apertando seus machucados com calma, cuidando para não machucar ainda mais ou então faze-lo sentir dor, quando percebi que os ferimentos já estavam limpos, que já não sangravam mais, e após ver que o garoto já não estava mais tenso, se encontrava mais relaxado, parei oque estava fazendo e joguei os panos dentro de um pequeno balde. 


— Noona...muito obrigado pela ajuda. 


— Tudo bem.


— Eu...eu ouvi você e um daqueles garotos brigando, quem era? 


— Kim Namjoon. Ele é um pouco desconfiado das pessoas, mas ele sabe liderar muito bem e é super inteligente, ele é realmente calmo e quieto, mas as vezes ele demonstra o quanto está frustado, principalmente quando está com seu namorado, eles são um casal de dar inveja, juntos a tantos anos e nunca tiveram muitos conflitos. — Ele dá um suspiro e abri seus olhos. 


— Aquilo que falou sobre mim, é verdade? — Falou aproximando seu rosto do meu, senti minhas bochechas arderem por tamanha vergonha. Virei meu rosto para o lado e senti sua respiração gelada pela minha pele, causando alguns arrepios.


— Você...sim é verdade. 


— Acha que sou igual a vocês, então? — Falou em um sussurro.


— O que você está tentando fazer? — Ouvi sua risada baixinha e me virei para ele que sorria mostrando seus dentinhos de coelho, realmente fofo, mas talvez nem tanto assim pela proximidade do nosso rosto. 


— Sei lá, as vezes tenho mania de fazer isso. 


— Jungkook... 


— Tá bom, tá bom! Mas que coisa...só, bem, estou brincando, tentando brincar. 


— Idiota... — Falei rindo e ouvindo ele rir junto. 


— Já da para mim sair daqui? Está frio! 


— Sim...me desculpe, vou pegar uma roupa e uma toalha para você. — Saí do banheiro e peguei uma roupa quente de um dos garotos e uma toalha qualquer que não fosse branca, para não correr o risco de manchar com sangue, voltei ao banheiro e coloquei em cima do vaso e sai dali. — Cuidado na hora de secar seus braços e peitoral, se esfregar demais voltará a sangrar, quando sair me avise, irei fazer os curativos. — Falei um pouco alto, pois já estava em meu quarto e ele no banheiro. Troquei o lençol e o cobertor da cama e os coloquei em um cesto de roupas e tecidos sujos. 


— Noona! Poderia me ajudar? — Ele fala já entrando no quarto, com a toalha em cima dos ombros, já vestido com calça e meia. 


— Tudo bem, venha aqui. — Falei me sentando na cama e ele veio até mim, se sentando ao meu lado, me virei para ele e puxei uma caixa com algumas faixas e medicamentos, sequei seu peitoral e seu peito levemente, passei alguns medicamentos e enrolei as faixas em cima dos seus ferimentos. — Pronto, se sente melhor? — Olhei para ele e corei ao perceber que o mesmo não tirava seus olhos de mim. 


— Sim, eu estou. — Afirmou e colocou uma blusa branca por cima. 


— Quando você estiver melhor, irei lhe ensinar em como sobreviver aqui, pelo jeito não te treinaram nas aldeias. 


— Realmente, meu pai me afastava de qualquer coisa perigosa, vivia trancado em casa e nunca tive muitos amigos, acho que irei precisar mesmo. 


— Ótimo! Faz tempo que estou no tédio, todos os garotos se tornaram independentes e já sabem lidar com os lobos, senti saudade de ensinar algo para alguém. 


— Como conseguiu mais experiência primeiro que eles? 


— Meus pais também me afastavam de qualquer perigo, mais eu fugia e ia brincar com lobos, mechia nas armas dos caçadores e coisas do tipo, me acustumei mais rápido com os perigos e com a temperatura. 


— Você é realmente muito interessante, não me arrependo de ter fugido e de quase ter sido morto por caçadores. — Rimos alto.  


— Deite-se e se cubra, não quero que morra de frio, está ventando muito. Irei fazer algo para você e os outros tomarem e comerem, já volto. 


— Espera! É você que cuida de tudo nessa casa? 


— Jimin, Jin e Lídia me ajudam a cuidar de tudo, os outros cuidam dos trabalhos mais “perigosos” e eu sou a única que pode cuidar dos lobos, não se arrisque a tocar neles, eles irão lhe machucar se se sentirem ameaçados e pode morrer se fizer isso sem eu estar perto então, por favor, se mantenha seguro longe deles. Aliás, irei lhe apresentar aos outros depois. Temos muita coisa para fazer hoje. Mais alguma pergunta?


— Sim, mas lhe falo depois!!




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...