História The Wolfie Diáries - Sterek - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Teen Wolf
Tags Alisaac, Dethan, Lackson, Layden, Maleo, Morey, Sciles, Scisaac, Sterek, Stheo, Teen Wolf
Visualizações 60
Palavras 711
Terminada Não
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi gente, desculpem a demora e o capitulo curto. Estou muito ocupado, me perdoem e não desistam da fic ❤

Capítulo 5 - Lost Memóries


Fanfic / Fanfiction The Wolfie Diáries - Sterek - Capítulo 5 - Lost Memóries

Querido diário, me chamo Derek Hale. Acredito que quando se há razões para viver, tudo fica melhor e aquele dia chato já não é tão chato assim. É assim que me sinto com Stiles.

O dia estava fechado é a previsão era de chuva mas mesmo assim eu corria pela floresta, não é como se eu pudesse  pegar um resfriado.

De repente ouço um barulho  diferente, fui me aproximando para localizar e descobrir a causa desse barulho. Era um menino chorando e de certa forma aquilo me incomodou muito, eu não o conhecia, afinal sou novo na cidade.

Ele está sentado no tronco de uma árvore mas logo se deita e ouço sua respiração se acalmar,  aquilo me traz uma paz interior inexplicável.

Logo começa a chover e ele estava ensopado, espero afastado para verificar se aquele curioso garoto irá levantar, mas nada acontece. Corri para o tronco, verifiquei seus batimentos cardíacos e o tiro de lá e levo o mesmo em direção a uma cabana abandonada na reserva da minha família.

Coloco ele em uma cama é seco seus sedosos cabelos para que o mesmo na pegue um resfriado. Cubro o mesmo com cobertas e me deito do seu lado, aquele garoto curioso estava mexendo com o meu lobo interior de uma forma surpreendente que nem eu poderia explicar.

Fico observando aquela face serena que á algumas horas atrás chorava inconsolávelmente,  agora dormia com uma beleza de acelerar o coração de qualquer um.

Ouço um coração acelerado, eu não acredito que dormi. Abro meus olhos  e ele me encarava assustado.

- Quem é você?

- Boa noite para você também.

- Você me sequestrou? Por quê se você fez isso, você é um imbecil pois meu pai é Sheriff é vai te caçar até no inferno.

- Eu tenho cara de sequestrador?

- Pensando bem, não! - ele parecia estar pensando -  Oh meu Deus, um estuprador.

- Oh não, sério Isso? - tento me aproximar.

- Não encoste em mim senão, senão ...

Eu conseguia sentir seus sentimentos e tudo que ele sentia era tristeza, mas um tristeza devastadora.

Ele começou a chorar tão forte e desesperadamente que eu me desesperei também. Ele sentou em canto do quarto e continuou chorando com a mão no rosto.

Eu me aproximei e me sentei do seu lado, fiquei sem saber oque fazer e num simples impulso o abraço e o mesmo se desmorona em meu peito.

- Por-Por que está me consolando? Nem nos conheçemos. 

- Mas é como se eu tivesse que te conheçer a minha vida toda.

- É estranho, mas eu também sinto. É normal?

- É só a minha parte animal nos avisando algo que deve ser ignorado.

Ele parecia com dúvida e ia perguntar algo mas o interrompo me soltando do abraço. Senti um vázio.

- Bom, você deve ligar para o seu pai vir te buscar.

- Ok - ele pega o celular em seu bolso.

- Não fale sobre mim. Não sou muito popular nessa cidade, pelo menos não por coisas boas. - falo irônico.

Ele apenas acena com a cabeça em sinal de concordância.

Depois de conversar com seu pai, ele desligou.

- Estará aqui em dez minutos.

- Então... 

- Podemos marcar qualquer dia. Que tal? - ele parecia animado, mas eu sabia que o machucaria de alguma forma.

- Acho melhor não.

- Eu sou muito insistente quando eu quero.

- Eu sei disso, e é por isso que já peço desculpas pelo que farei.

O abraço.

- Não precisa pedir desculpas, seu abraço é b... - o interrompo fincando minhas garras em sua nuca.

Sinto todas as suas memórias me invadir, a morte da sua mãe tão recente, seu primeiro aniversário e finalmente hoje, quando nos conheçemos. Eu a apago e ele cai em meus braços, sinto as lágrimas caindo sobre o meu rosto mas as limpo.

Ouço um carro, o coloco cuidadosamente na cama e saio pela janela.

Até hoje o observo,  o protejo e garanto que não entrará nenhum babaca na vida dele. Até que ele conheceu meu irmão, ele está feliz e isso é o que importa.

Estou indo para casa, encontro com Scott na porta, que também está entrando.

Entramos e vou tirando meu casaco.

- Derek venha ver isso. Agora!

- O que foi? - entro na sala irritado.

Olho para o vitral da nossa sala de estar e está com um simbolo, mas não era um simbolo qualquer. Era o simbolo do Pack of Alphas.


Notas Finais


Espero que gostem! ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...