História The Word of Turns - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Visualizações 9
Palavras 575
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Drama (Tragédia), Festa, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Boa leitura!!

Ficou ruinzinho mais tamo ai!

Capítulo 4 - The beating


P.V Lucas

 

Cheguei na boate, não tinha muitas pessoas. Tranquei-me no escritório esperando o Guilherme e o informante.

Depois de um tempo eles chegarão e foram para o escritório.

 

- Senhor Sparks! – disse o informante sorridente - a que devo a honra do convite?

 

- Vou ser direto com você- falei cortando sua onda -  um cara chamado Allan Rice invadiu um dos meus galpões e tentou roubar um dos meus estoques. Preciso saber de informações dele!

 

- E o que ganho com isso?

 

-Menos um inimigo! E uma mala de dinheiro também...

 

-Qual seria o valor da quantia?

 

- $100,00 mil

 

-Quero $200,00

 

-Você vai ganhar uma bala na cabeça se continuar nesse ritmo – disse tomando um gole de Wisky - $150,00 mil e não se fala mais nisso.

 

-ok, eu aceito!

Ele me contou que esse Rice era um dos gangsteres que estavam se unindo para derrubar os maiores, e eu faço parte desse grupo.

Ele saiu e um tempo depois eu saio do escritório junto com o Guilherme, ouvi um barulho e me escondi juntamente com o Guilherme e fomos ver o que estava acontecendo!

 

P.V Laíse:

 

Eu e a Meg entramos na tal boate, era bem grande e tinha umas meninas dançando e servindo as  mesas. Nós fomos pro bar e tomamos uma rodada de  Vodka e fomos dançar, estava tocando Sua Cara da Anitta e Pablo Vittar, nos dançamos sensualmente em algumas partes. Falei que ia ir ao banheiro pra Mel.

Quando estava andando um cara tentou segurar minha mão, eu me soltei rápido e continuei andando. Eu estava na porta do banheiro quando o mesmo cara segurou meu braço de novo, mas dessa vez me prensou na parede fazendo um barulho.    

 

-Me solta! – Eu falei seria e calma, mas por dentro já era outra situação.

 

-Ah, que isso? Vamos nos divertir um pouquinho –  disse sorrindo

 

- Você acha mesmo que eu quero me... “divertir” com uma pessoa feito você?

 

-Olha aqui garota – ele me prensou mais na parede – você não sabe com quem esta falando, e melhor ter muito cuidado.

 

-Digo o mesmo- sorri e dei um chute em sua barriga, quando ele abaixou um pouco dei uma joelhada em sua cabeça e o empurrei pra ele cair no chão.- Eu pedi pra me soltar.

 

-Sua vadia! Você vai pagar caro por isso!

 

- Oi? Tudo bom? Eu te conheço? Acho melhor você ligar pra um medico, isso ai ta feio!

 

Sai de lá peguei na mão da Mel e fui embora, talvez ele fosse realmente perigoso, e eu não to querendo problemas. Cheguei em casa e a Megan foi pra dela logo depois de eu ter contado tudo.

 

P.V Lucas

 

Depois que a garota terminou de bater nele e de se fazer de desentendida foi embora. Aquela era das minhas. Sai do meu esconderijo rindo da cara do Scotty.

 

-E ai gostou da surra? – disse o Gui(vou escrever abreviado a partir de agora) rindo

 

-Da pra calar a boca?! Tenho que admitir a garota tem talento! – disse ele se levantando meio tonto.

 

-Tem mesmo e é gostosa de mais também! – eu disse sorrindo malicioso e lembrando da garota, ate que me dei conta que foi a garota de mais cedo – Caralho! Ate que estranha é gata!

 

- O que?

 

Ah, nada não coisa minha! Agora vamos beber, hoje eu quero pegar geral!

 

-Como sempre Lucas – o Scotty disse e todos rimos

 

Descemos e começamos a nossa noite!

 

Continua

 


Notas Finais


Ate a próxima meus Darks lindos!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...