História The World Is Mine (Nisekoi) - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Nisekoi
Tags Chitoge, Chitoraku, Fluffy, Nisekoi, Raku, Romance
Exibições 72
Palavras 1.481
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Fluffy, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Espero que gostem desta Oneshot!

Capítulo 1 - A princesa número um do mundo (Capítulo Único)


Fanfic / Fanfiction The World Is Mine (Nisekoi) - Capítulo 1 - A princesa número um do mundo (Capítulo Único)

Após Kosaki ter desistido de Raku por causa da Chitoge, a situação não havia mudado. Raku e Chitoge continuavam na mesma. O namoro falso continuou; as brigas sem sentindo não pararam; os apelidos de ambos continuavam... A mesma coisa de sempre, sem contar com a Marika na cola do Raku, a irmã da Kosaki duvidando e desconfiando do mesmo.

Chitoge não queria que as coisas fossem assim, ela queria que seu "príncipe" te notasse, notasse quando estivesse diferente.

Sou a princesa número um do mundo.
Saiba me tratar dessa forma de coração,
ok? 

N° 1 - Você deve perceber quando meu estilo de cabelo está diferente do habitual.

Em mais uma manhã comum e monótona, a loira acorda um pouco descabelada e com preguiça. Suspirou e em seguida se espreguiçou.

-Nha... Mais um dia de aula... - Comentou com um pouco de desanimo. - Pelo menos tem algo bom nisso... - Começou a pensar num certo garoto - Pare de pensar essas coisas! - Balançou a cabeça negativamente.

Levantou-se de sua cama e foi se arrumar. Primeiro o banho, depois se enxugar e se trocar e então arrumar seu cabelo... Comer o café da manhã, escovar os dentes... Muita coisa.

Chitoge caminhou sonolentamente até o banheiro e adentrou o mesmo. Lá se despiu e entrou no chuveiro, ligando a água morna.

Passou-se uns 10 minutos e a Kirisaki já estava se enxugando, enquanto se olhava no espelho com um sorriso de canto.

- Talvez eu devo mudar meu estilo de cabelo hoje... - Pensou, encarando-se no espelho já seca, com a toalha em volta de seu corpo. - Agora o secador... - Pegou o secador e começou a passa-lo nos seus cabelos loiros.

Após ter feito isso, pensou no que poderia fazer em seu cabelo. Pensava e pensava, mas nada vinha em sua cabeça. Até que enfim apareceu uma ideia em sua cabeça, amarrar o cabelo num rabo de cavalo*. Claro, não é muito original, mas é o que tinha para hoje. Então a mesma fez o penteado que lhe agradou muito, também decidiu mudar a fita vermelha que usava sempre, para uma fita de oncinha**.

-Perfeito - Pensou com um sorriso de uma orelha a outra.

E finalmente a loira saiu daquele banheiro, indo até o guarda roupa e colocando seu uniforme. Já pronta e preparada, vai até a cozinha e pega apenas uma fruta para comer, a come rapidamente e vai correndo até o banheiro novamente.

Lá ela escova seus dentes e começa a fazer sua maquiagem.

-O que eu passo? Gloss? Batom? Sombra? Blush? O que?!!! - Estava indecisa. - Se acalma... Não pode ser uma maquiagem muito forte... Então um gloss rosa fraco e um blush claro deve servir, assim fica bem natural mas notável né?

Passou a maquiagem. Estava pronta e um pouco nervosa, pegou sua mochila e saiu de casa, se despedindo de Claude.

Na sua correria, acabou encontrando Raku que andava distraído sem prestar tanta atenção.

-Broto de feijão! - O garoto pode ouvir o que a loira gritou, enquanto a mesma corria na direção dele. - Me espera! - Resmungou.

-Ah, oi Chitoge - Eles continuavam andando.

-Vamos perceba... - O coração da garota palpitava enquanto ela fitava o seu namorado falso.

-O que foi? - Perguntou Raku, percebendo que a garota o secava.

-N-nada! - Chitoge desviou o olhar, corada. - Broto de feijão idiota! - Pensou, um pouco irritada.

Quebra do tempo

Ambos já estavam na classe, Raku estava sendo atormentado pela Marika, Ruri batia em Maiko, Chitoge e Kosaki riam da bagunça e conversavam, sem nada diferente.

-Oi Chitoge e Kosaki - Ruri cansou de bater em seu namorado.

-Bom dia Ruri! - A loira falou animadamente.

-Bom dia! - A morena sorriu.

-Você está bonita Chitoge - A Ruri comentou.

-Sim! Tem algo especial hoje? - Kosaki ficou curiosa.

-Ah... - A loira fechou um pouco a cara mas voltou a sorrir - Não, nada - Conseguia perceber que seu sorriso era torto.

Conversa vem, conversa vai... A aula havia começado e a Chitoge estava inquieta.

-Perceba, hey hey! Me deixar esperando está fora de questão! Quem você pensa que sou? - Pensava enquanto olhava para Raku, emburrada.

E assim passou a aula...

Quebra do tempo

N° 2 - Certifique-se de olhar para os meus sapatos, ok?

Chitoge já havia chegado em casa e estava entediada.

-Aquele broto de feijão idiota! Nem notou meu cabelo, minha maquiagem e minha fita... IDIOTA!!! - Bufou, enfiando o travesseiro em sua cara e começando a sussurrar "Broto de feijão idiota" com muita raiva.

E então ela recebeu uma mensagem.

Raku: Ei, vc lembra que ainda estamos fingindo namorar, então... Temos que ir num encontro, vc pode sair hoje comigo?

Chitoge: Aff... Broto de feijão... Tá, eu saio com vc

Raku: Menina gorila...

Chitoge: O que disse?

Raku: Nada... Bem, esteja preparada aqui meia hora passo ai, até!

Chitoge: Até...

-Ótimo, tenho que me arrumar - Suspirou, saindo de sua cama e apenas indo ver uma roupa no seu armário. - Vejamos... - Ela escolhia uma roupa. - Essa é boa! - Pegou a roupa e foi direto se vestir***. - Ótima! - Falou, olhando-se no espelho. - Agora o sapato... - Voltou a pensar. - Aquele salto branco!**** - Se animou.

Logo passou o tempo e a loira estava pronta, com o cabelo preso, a roupa pronta e a maquiagem também. Ela esperava Raku chegar na sala, Chitoge estava na maior euforia/alegria.

Sem demorar, ouviu a campainha e foi atender rapidamente, se deparando com ele.

-Oi querido! - Sorriu.

-Olá querida - Ele disse, com um sorriso de canto - Vamos?

-Sim! - Chitoge respondeu, andando lado a lado que ele.

Eles andavam e andavam, já estavam na cidade e nada do Raku reparar no salto novo dela.

-PERCEBA!!! - Se frustou.

Então eles foram comer sorvete numa sorveteria próxima, a loira tinha uma cara emburrada.

-Qual sabor você quer? - Raku perguntou gentilmente. 

-Tanto faz - Ela respondeu fria e grossa.

-Nossa... O que eu fiz? - O garoto pensou.

Pegaram seus sorvetes e se sentaram numa das mesas que tinha lá. Chitoge comia seu sorvete enquanto encarava friamente e mortalmente Raku, que engolia tudo aquilo em seco.

-Ahh, por que ele não percebe??? - Era frustante a ponto de chorar.

Então eles terminaram os sorvetes e voltaram a caminhar pela cidade.

N° 3 - Para cada coisa que eu falar, responda com três palavras.

No tanto que andavam e andavam, Chitoge ficava aborrecida e frustada, "Por que ele não percebe?" "Ele me irrita" "Quero que ele note!" se passava na cabeça dela. 

-Ah, Chitoge, você pode me aguardar nesse banco já volto! - Avisou Raku, correndo até algum lugar que a loira nem ligou, apenas fez o que ele pediu.

Alguns minutos depois, apareceram três garotos que queriam impressionar ela.

-Sai! Eu já disse! Idiotas! - Ela respondeu friamente eles.

-Ah vai gatinha, sai com a gente - Pediu um dos babacas.

-Não! Que saco! - Esbravejou.

-Com licença rapazes, mas vim buscar minha namorada! - Raku pegou na mão de Chitoge e saiu correndo com ela.

Já longe daqueles garotos, a loira fala:

-Não precisava, você sabe que eu poderia muito bem dar uma surra neles!

-Sei, mas seria pior! - O garoto explicou.

-E além do mais, como você ainda não notou nada diferente em mim?! Sou a princesa numero um do mundo. Saiba me tratar dessa forma de coração, ok? N°1 - Você deve perceber quando meu estilo de cabelo esta diferente do habitual. N°2 - Certifique-se de olhar para os meus sapatos, ok? N°3 - Pra cada coisa que eu falar,responda com três palavras. Se você entende,minhas mãos estão soltas então faça alguma coisa!

Raku acabou corando e muito, sem saber o que responder na hora, mas mesmo assim, deu uma resposta:

-Eu percebi sim! Seu cabelo, você o amarrou, seus saltos são novos, você está com uma nova fita no cabelo, passou blush hoje cedo... Mas, não vi necessidade de falar. E... As três palavras... - Corou novamente, desviando o olhar da loira. - Seriam... Eu... Te amo... - Sussurrou num tom audível para a loira, que ficou mais vermelha que um tomate. - E você disse algo egoísta no início - Mudou o assunto.

-Não, eu realmente não estou dizendo nada egoísta. Só quero que você pense de coração que sou linda genuinamente. - Ela sorriu, corada. - Vamos indo? - Perguntou.

-Sim... - Raku, com muita vergonha e timidez, pegou na mão de Chitoge.

Mias um tempo andando, os dois foram atravessar uma rua. Mas um carro quase atropela a loira, no entanto...

-Repentinamente fui abraçada...eeh? - Raku a abraçou, puxando para a calçada, assim ela não foi atropelada.

-Tome cuidado é perigoso... - Ele diz desviando o olhar, ainda abraçado a ela.

-Eu diria que você é perigoso... - Ela corou.

Fim.


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...