História The Worst Fate - Capítulo 5


Escrita por: ~ e ~MoiSarita

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Baekyeol, Chanbaek, Chanhun, Hunhan
Exibições 69
Palavras 1.273
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Lemon, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Aeeee Peoples!

Então, esse cap deveria ter saído ontem...mas deixei o feriado pra adiantar algumas lições da facul

Gente! eu juro por GD que fui até o cu do mundo pra achar essa foto da capa do cap, mds!

Não deixam de ler as notas finais, pois quero falar uma coisa muito importante pra vcs

Capítulo 5 - Capítulo 4 - Aonde você está Baek?


Fanfic / Fanfiction The Worst Fate - Capítulo 5 - Capítulo 4 - Aonde você está Baek?

Voltar para minha cidade natal é uma das melhores sensações do mundo para mim. 

Bucheon era uma cidade tanto tranquila quanto agitada, então era um lugar muito bom de se viver. Mas infelizmente tive que me mudar quando eu tinha treze anos. 

Minha mãe estava crescendo na sua carreia de publicitária e meu pai conseguiu um ótimo lugar para montar seu escritório de advocacia em Seul, com isso, eles não pensaram duas vezes antes de se mudarem. Esse é o problema dos meus pais, não pensam nos sentimentos alheios, apenas nos próprios.

Foi muito difícil deixar Bucheon, foi muito difícil deixar meu melhor amigo Byun Baekhyun. 

Eu e ele éramos muito unidos desde o pré-escolar, e apesar dele sempre ter sido fechado para o mundo, sempre se sentia confortável ao meu lado e isso me alegrava.

Baekhyun foi uma pessoa muito especial pra mim, pois foi com ele que eu descobri o que eu realmente era de verdade, foi com ele que tive a oportunidade de descobrir o que é se apaixonar, foi com ele que eu dei meu primeiro beijo e foi com ele que eu queria passar o resto da minha vida. Mas o Destino quis ir contra todos os meus planos de vida.

Mesmo que já tenha se passado dez anos, meus sentimentos pelo pequeno Byun nunca morreram, na verdade só aumentaram conforme os anos foram se passando e fomos perdendo contato, mas tive que aprender a lidar com isso e seguir em frente. O pior erro da minha vida foi ter me afastado.

Me sinto terrivelmente mal por não ter tido tempo de voltar e reencontrá-lo como havia prometido, mas quero fazer diferente nesse fim de semana. Irei encontrá-lo, pedir perdão e ter nossa amizade de volta, já que não posso ter seu amor novamente.

Ao meu pedido, sempre ia alguém para manter minha antiga casa em ordem, obviamente não estava como antigamente, mas ainda havia muitas coisas como alguns móveis que não levamos para Seul.

Olho ao redor e respiro fundo lembrando de tudo que já passei nessa casa, ironicamente, muito mais momentos felizes do que triste.

-Como sinto falta desse lugar... -Digo e sento no sofá fechando meus olhos e sentindo meus músculos relaxarem. Quando sinto o sono vim, meu celular começa a tocar.

-Alô... -Digo com uma voz um pouco sonolenta.

-Oppa! -Voz de Sehun invade meus ouvidos. Acabo sorrindo e abrindo meus olhos. -Já chegou? Eu esperei você me ligar na hora que disse, mas como passou muito tempo resolvi eu mesmo ligar. 

-Já cheguei sim, não liguei por que esqueci... Me desculpe. -Digo e ouço ele suspirar. 

-Tudo bem, Chany. Eu queria poder ficar mais um pouco conversando, mas tenho muita lição da faculdade. -Ele diz e imagino o mais novo fazendo um pequeno biquinho e acabo rindo de leve.

-Sem problemas, Hunnie. De noite faço uma chamada no Skype, tudo bem? - Ele murmura um sim e logo nos despedimos.

Me levanto e estico meu corpo, vou em direção ao meu antigo quarto a fim de tirar um cochilo antes de sair pelo meu bairro.

Ao entrar em meu quarto, mil e uma nostalgias me passam na mente e a maioria delas, levam ao pequeno Byun.

Deito na cama e deixo o sono me consumir.
 

(...)
 

Mesmo depois de tantos anos, a faixada da casa de Baekhyun continuava a mesma, a diferença mesmo era que a tinta verde da casa estava gasta, mas de resto era a mesma coisa.

Subi as escadas da varanda confiante e toquei a campainha sentindo meu coração bater mais forte. E se ao invés de Sra. Byun me atender, for o próprio Baek? Como eu iria lidar? A chance de ser ele podia ser grande, pois até dois anos atrás eu fiquei sabendo que ele ainda morava aqui com sua mãe. Mas será que ele ainda estava aqui? 

Saio dos meus pensamentos quando a imagem de Byun Yasook surge na minha frente, mesmo depois de tantos anos, ela continua uma mulher linda apesar de beirar a casa dos cinquenta e ter uma aparência cansada.

-Senhora Byun? Lembra de mim? Sou eu o Park Chan. -Digo e ela me encara, talvez tentando lembrar, até que arregala seus olhos levemente e sorri me abraçando. 

-Menino Chan! - Seu abraço era forte e confortável. Yasook sempre foi muito carinhosa comigo, me tratava realmente como se eu fosse seu filho, eu a amava muito.

Ela desfez o abraço e ficou me olhando com os seus olhos brilhando.

-Não acredito que é você... Olha só como cresceu e ficou um rapaz tão lindo. -Ela dizia sorrindo enquanto me admirava, rio de leve. 

-A senhora continua linda como sempre. -Ela sorri e nega. 

-Ande, ande. Entre, meu querido. -Ela me puxa e entro na sua casa. Só pelo fato de ter entrado, sinto meu coração bater forte novamente e lembrar dos momentos que passei ali. 

Ela me indicou o sofá para me sentar e assim eu fiz, começamos a conversar sobre vários assuntos, desde que eu me mudei até o motivo de ter voltado para cá.

Vejo uma foto em sua estante, a última foto que tinha tirado com Baek, meses antes de me mudar, a olho e sorrio. 

-Senhora Yasook.. .E o Baek? Aonde ele está? -Pergunto ansioso e sua expressão alegre se transforma em uma expressão triste.

-Eu... sinceramente não sei direito, Chan. -Ela diz e eu a olho confuso. Como assim ela não sabe? 

-Como assim? -Ela respira fundo e se ajeita no sofá.

-Depois que você foi embora, Baek ficou muito estranho... Eu entendia que ele sentia sua falta e tentava ao máximo anima-ló, mas nada funcionava... O tempo foi passando e ele não tinha mais noticias suas, isso só piorou. - Engulo em seco ao ouvir isso.

-Logo se mudaram uns garotos novos para escola dele no Ensino Médio e Baek começou a andar com eles, logo... Meu Baek não era mais o meu Baek, era outra pessoa. -Ela diz em tom amedrontado.

-Defina isso. 

-Ele se transformou em uma pessoa ruim, arrumava briga na escola, roubava lojas e mercados sem necessidade, foi detido algumas vezes e usava drogas. Eu tentei fazer ele se afastar daqueles garotos, mas tudo que eu dizia a ele, o revoltava e... Até chegava a me agredir. -Seus olhos se encontravam cheios de lágrimas, pego em sua mão e sinto que ela está trêmula. - Muitas vezes eu achei que ele fosse me matar, o olhar dele... Parecia psicótico. 

O que tinha acontecido com o meu Byun? Eu sabia que ele era reservado e não gostava muito de ter contato com as pessoas, mas saber disso tudo parece tão surreal, me sinto tão culpado.

Eu não sabia o que dizer, só tentava absorver cada palavra que ela dizia.

-Dois anos atrás ele simplesmente saiu de casa e nunca mais voltou, os garotos também sumiram... Já fiz uma busca por ele, mas foi mesmo que nada. Meu filho se transformou em outra pessoa e eu o perdi. - Disse antes de começar a chorar desesperadamente. A abraço fortemente tentando passar alguma calma.

-Eu irei encontrá-lo, senhora Yasook. Eu não vou descansar até achá-lo! Eu prometo. -Digo limpando suas lágrimas.

-Encontre ele, cuide e traga meu pequeno Byun de volta. - Eu assenti e voltei a abraçá-la.


 

Depois que a senhora  Yasook se acalmou, achei melhor ficar com ela até que dormisse.

Saí de seu quarto e segui para sala, olho para foto na estante e a pego. Passo meu dedo indicador no rosto de Baek e sinto meu coração se apertar. Meus olhos arderem, devido as lágrimas que estavam se formando.

-Aonde você está, Baek? 


Notas Finais


As coisas estão começando a ficar interessantes 😏

Enfim, acredito que a maioria sabe que logo teremos o MAMA e talvez vcs saibam que estão planejando um Black Ocean para o BTS por causa de alguns canceres que tem no fandom...
E gente...sou Army e Exo-L e ver isso me machuca demais!
Eu concordo que foi muita sacanagem o que fizeram com o nosso Lay e eu realmente fiquei puta com isso e muito chateada pq veio de um fandom que faço parte...sei que elas devem pagar por fazerem essas brincadeiras de mau gosto, mas não é justo os meninos do BTS terem que pagar por isso! eles não tem absolutamente NADA a ver com isso!
Então, se ñ for pedir demais...vamos dar apoio ao BTS, ainda mais agora devido ao seu comeback, vcs ñ precisam gostar ou ser do fandom, basta respeitar eles e não sair culpando eles dessas coisas.
Se isso acontecer no MAMA, os nossos meninos vão ficar chateado com isso pois, querendo ou não, ambos os grupos são amigos, então tentem ao máximo passar essa mensagem que eu passei aqui em suas contas no tt usando a tag #BTSDontDeserveBlackOcean

Sei que talvez isso não cause um efeito grande a ponto de impedir isso, mas pelo menos para as pessoas terem noção de quem realmente merece ser culpado nisso tudo.
Não iriamos querer que o EXO recebesse um Black Ocean, então vamos nos colocar no lugar dos outros...
Bem...é isso
Espero que tenham gostado do cap
COMENTÁRIOS?? KERO MUY!

Bjs da Sary 💙


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...