História The young Witch and The angry Beta - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Teen Wolf
Personagens Allison Argent, Bobby Finstock, Breaden, Brett Talbot, Chris Argent, Cora Hale, Derek Hale, Isaac Lahey, Jackson Whittemore, Kira Yukimura, Liam Dunbar, Lydia Martin, Mason Hewitt, Melissa McCall, Personagens Originais, Peter Hale, Rafael McCall, Scott McCall, Sheriff John Stilinski, Stiles Stilinski
Exibições 46
Palavras 2.213
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Sobrenatural
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 10 - 10


Fanfic / Fanfiction The young Witch and The angry Beta - Capítulo 10 - 10

Quando todos se reuniram com o meu irmão eu percebi que o Liam estava um pouco desconfortável então decidi agir.

Me aproximei e entrelacei nossas mãos, ele olhou para elas e deixou um pequeno sorriso escapar.

-Se importa se eu dormir na sua casa hoje? - Pergunto olhando para ele.

-Não, nem um pouco na verdade. - Ele responde sorrindo.

-Lil se importa de ir para casa hoje? - Pergunto olhando para ela. - Leve o Jackson junto e se o Vlad perguntar diga que a ideia foi minha. - Falo em seguida.

Ela apenas concorda provavelmente por que percebeu que eu também precisava da minha folga.

Brett tem um livro no meu quarto, ela tem uma capa azul com estrelas em alto relevo, leia pra Lori antes dela dormir, vai acalma-la.

E o que eu faço para me acalmar?

Continue falando comigo, você tem o privilégio de me ter na sua cabeça, use-o.

Como vou saber que você está segura?

Só existem duas pedras da lua, uma está no meu pescoço e a outra está no seu, sem falar que você seria o primeiro para quem eu pediria ajuda, não se preocupe.

Cortei um pouco a nossa pequena conversa para abraçar o meu irmão, ele retribuiu o abraço de uma forma bem protetora.

-Nunca mais faça isso. - Falo séria.

-Soube que salvou todo mundo. - Ele diz me olhando.

-Nossa bruxinha está crescendo. - Isaac disse sorrindo.

-Awnt menino freezer também quero um abraço. - Falo rindo.

Acabamos tendo um abraço em família, fui abraçada pelos meus três irmãos, os dois de consideração e o de sangue, depois disso eu fui para casa com o Liam.

-Hey você continua inquieto, está tudo bem? - Pergunto preocupada.

Ele não me respondeu apenas me puxou e me beijou.

-Liam eu odeio interromper o nosso momento, mas o seu medo daqui a pouco toma forma. - Falo depois de parar o beijo. - O que está acontecendo? - Pergunto olhando para ele.

-Os Berserkers, é isso que está acontecendo. - Ele respondeu me olhando.

-Hey eles também me assustam. - Falo olhando para ele.

-Você dá conta deles. - Ele disse me olhando.

-Então você não precisa se preocupar, eu não deixaria nada acontecer com você. - Falo olhando para ele.

-Esse é o problema, eu não posso te proteger. - Ele diz parecendo chateado.

-Eu não preciso ser protegida. - Falo indicando o obvio.

-Já deixou isso bem claro. - Ele diz irritado.

-Você realmente está irritado por que não pode me proteger? - Pergunto olhando para ele.

-Estou. - Ele responde irritado.

Seus olhos já não estavam mais azuis e sim amarelos e suas garras estavam a mostra, e isso me fez decidir que aquela noite já estava acabada.

-Boa noite Liam. - Falo e saio da casa dele em seguida.

Liam realmente tinha me deixado chateada, eu ia andar até em casa já que a casa do clã era longe demais para ir a pé, pelo menos era isso que eu estava pensando em fazer.

Ouvi a briga inteira precisa de alguma coisa?

Só quero ficar sozinha Brett.

Mentir para mim a essa altura do campeonato é pura burrice, me espere onde você está, estou indo te buscar.

Resolvi fazer o que ele pediu já que não tinha muita opção, o que mais estava me assustando no momento é que eu deveria ser a âncora do Liam, aquela que o mantinha calmo e ele se transformou na minha frente por causa de uma pequena discussão, eu estava perdida em pensamentos quando senti alguém me abraçar pela cintura, não precisei me virar para ver quem era.

-Como eu disse sempre estarei aqui quando você precisar de um abraço. - Brett disse sem me olhar.

-Pode me levar para casa? - Pergunto.

-Claro, pula aí. - Ele fala indicando para eu subir nas costas dele.

Fiz o que ele pediu e ele começou a correr em seguida.

Vai ficar brava se eu disser que o seu namorado é um idiota?

No momento não, ele parecia não se importar se estava me magoando ou não fazendo aquilo... dizendo aquilo...

Ele deveria começar a se importar, uma pessoa como você merece algo melhor.

Vamos parar de falar dele, como foi com a Lori?

Ela adormeceu, segui seu conselho sobre ela e o Chris, os dois adormeceram juntos segurando o livro.

Tem que admitir que deve ter sido algo bem fofo de se ver.

Você não desiste não é mesmo?

Nope.

Ela perguntou de você, poderia passar no quarto dela e dar sei lá um beijo de boa noite.

Claro, poderia me fazer um favor?

Diga.

Poderia ficar comigo hoje? Pode não parecer, mas os Berserkers também me assustaram.

Claro, quando eu saí o Vlad e o Jackson estavam discutindo então dormir está meio difícil.

Eles se entendem, se alfinetam, mas se entendem, pode ter certeza que quando chegarmos tudo estará na santa Paz.

E eu estava certa, quando chegamos em casa um perfeito silêncio reinava, Brett foi se trocar para ir para o meu quarto e eu passei no quarto da Lori para dar boa noite para ela, quando beijei sua testa ela piscou preguiçosamente e me olhou parecendo aliviada.

-Hey pequena. - Falei baixo.

-Eu estava preocupada. - Ela diz me olhando.

-Eu sei, Brett me contou, desculpe não ter vindo direto para cá. - Falo olhando para ela.

-Tudo bem, você está segura. - Ela disse sorrindo.

Eu apenas sorri de volta e apaguei as luzes para ela voltar a dormir, quando cheguei no meu quarto me deparei com o Brett deitado na minha cama acompanhada por várias gordices.

-Onde arranjou esse arsenal? - Pergunto olhando para ele.

-Na cozinha. - Ele responde me olhando.

Vou pro meu banheiro e depois de trocar de roupa ataquei as gordices com ele, decidimos tentar assistir um filme e acabamos dormindo, quando acordei o Brett estava abraçado a mim, estávamos de conchinha e eu acabei voltando a dormir daquele jeito mesmo, achei que seria um sono tranquilo mas assim que fechei os olhos um pesadelo me atingiu, e por incrível que pareça ele não era meu, pude ver todo o sonho do Brett, no sonho dele eu estava ferida e ele não podia me ajudar, acordei suando frio e pude sentir ele tremendo ao meu lado, decidi acorda-lo antes que ele de fato entrasse em pânico, mas ele abriu os olhos antes que eu pudesse fazer qualquer coisa.

Ele estava assustado, assim que acordou tentou levantar, mas eu o segurei.

-Brett eu estou aqui, estou bem. - Falo tentando tranquiliza-lo.

-Mas você estava...- Ele não conseguia terminar as próprias frases.

-Eu sei, vi o pesadelo, não era real, eu estou aqui, sempre vou estar aqui. - Falo olhando para ele.

Ele me puxou para um abraço apertado, pude sentir a insegurança que ele estava sentindo e o medo também, o abracei com a mesma força e não soltei mesmo quando percebi que estava sendo observada, ele precisava de mim, o resto não era tão importante.

-Vim tentar me desculpar por ontem mas pelo jeito você está acompanhada. - Liam disse irritado.

Prendi minha respiração assim que ouvi a voz dele, Brett me soltou e eu encarei meu namorado.

-Estou acompanhada sim, é a casa do meu clã Liam, raramente estarei sozinha aqui, você se posicionou sobre o meu poder ontem, não quero discutir antes de tomar meu café da manhã. - Falo olhando para ele.

-Foi justamente por isso que eu vim, você é poderosa e parte de mim não quer aceitar isso, mas outra parte quer, e essa parte me fez vir aqui para conversar, mas eu encontrei minha namorada deitada com o cara que claramente me odeia. - Ele disse me olhando.

-A sua namorada estava ajudando um membro do clã dela, é o que os líderes fazem Dunbar. - Lilith disse da porta do quarto.

-Liam você precisa entender que ele vai estar aqui daqui para a frente, ele é parte do meu clã, eu não sei como o Scott lidera a matilha dele, mas aqui nós ajudamos uns aos outros, Brett teve um pesadelo, eu estava tentando acalma-lo, e agora tenho que acalmar você também. - Falo séria.

-Ele teve um pesadelo enquanto estava deitado na sua cama. - Liam disse seco.

-Eu só estou na cama dela por que você foi um idiota ontem à noite e não percebeu a garota que estava na sua frente, só olhou para o poder dela em vez de perceber o quão assustada ela estava, por isso eu estava na cama dela, estarei ao lado dela sempre que ela precisar, é o que um beta faz, é também o que alguém que se importa com você faz, vou deixar os dois sozinhos. - Brett diz sério.

Ele e a Lilith deixam o quarto e eu fico sozinha com o Liam.

-Você precisa aprender a controlar a boca do seu beta. - Liam disse me olhando.

-Por que? Ele apenas disse a verdade, eu pedi para ele passar a noite comigo por que eu estava com medo Liam, você não se importou com o meu medo ontem à noite, só se importou com os meus poderes, você se quer se preocupou em ir atrás de mim. - Falo sem olhar para ele.

-Eu fui atrás de você, quando consegui te encontrar você já estava aqui dentro, preferi deixar você descansar. - Ele diz parecendo se sentir chateado.

-Sabe quem foi me buscar quando eu saí correndo da sua casa? O Brett, ele se preocupou comigo, me trouxe para cá, o cara assistiu Ps: Eu te amo comigo Liam, nem eu aguento esse filme, ele vê a garota e não a bruxa e espero que comece a fazer o mesmo antes que as duas fiquem sem paciência. - Falo olhando para ele.

Deixei ele sozinho no quarto, entrei no banheiro e tomei meu banho, me vesti, quando voltei para o quarto ele não estava mais lá.

Seu namorado saiu bem chateado, você está bem?

Estou, apenas com fome, Liam precisa encarar a realidade, ou ele aceita as duas ou não fica com nenhuma.

Espero que ele não seja idiota ao ponto de largar as duas, já que as suas duas faces são bem incríveis.

Acabei sorrindo involuntariamente com o comentário dele, desci para tomar meu merecido café da manhã e segui para a escola, tudo isso para ser encurralada pelo Mason e impedida de assistir minhas aulas, fui literalmente arrastada até o campo de Lacross.

-Por que você e o Liam brigaram? - Mason perguntou sério.

-Por que ele aparentemente não aceita que eu posso tomar conta de mim mesma. - Respondo sem olhar para ele.

-Foi só isso? Tem certeza que não tem um certo Talbot metido nisso? - Ele perguntou desconfiado.

-Liam me viu abraçando o Brett e ficou com ciúmes, eu tentei explicar a situação, mas o seu melhor amigo não quis entender. - Respondi.

-Por que estava abraçando o Brett? - Mason perguntou confuso.

-Ele teve um pesadelo, eu só estava ajudando o cara, ele é parte da minha família. - Respondi.

-Kath o Liam e o Brett brigam desde sempre, a disputa não ia desaparecer só por que o cara é parte da sua família, o Liam gosta muito de você, o cara não está comendo por que está com medo de perder você, vocês dois precisam se entender. - Mason diz tentando parecer calmo.

-Eu não tenho nenhum problema com ele Mase, ele sabe o que fazer se não quer me perder, eu também não quero perder ele, mas tudo tem limites. - Falo olhando para ele.

-Então não vai ter problema se eu tiver chamado ele para vir aqui. - Mason diz sério.

Assim que o Liam chega ele se levanta.

-Vejo os dois na fogueira, e sim vocês vão, alguém do time de vocês deve jogar no meu. - Ele diz sério e sai em seguida.

-Eu não quero perder você. - Liam diz parecendo triste.

-Não vai me perder se tiver entendido o que eu disse mais cedo. - Falo olhando para ele.

-Eu entendi, só que é difícil. - Ele disse me olhando.

-Não é fácil para mim também. - Falo olhando para ele.

-Prometo tentar não surtar sempre que ele estiver por perto, prometo entender os seus poderes, só não me largue. - Ele pediu me olhando.

-Eu não vou te largar. - Falo olhando para ele.

Depois de fazer as pazes com o Liam eu pude assistir o resto do meu dia de aulas e depois de parar na minha casa para pegar algumas coisas eu fui para casa do clã onde me deparei com o Brett treinando no jardim.

Levante a perna um pouco mais na hora de chutar, a força sobrenatural te ajuda mas se um bruxo te machucar você vai ter que usar o que sobrar.

Como aprendeu a se defender?

Com uma amiga, uma Argent, te conto a história dela qualquer dia desses, vou me arrumar para a fogueira você vai?

O time inteiro vai, alguns caras estavam se perguntando se você iria com uma camiseta do Liam.

Por que usar a de um cara quando você tem a sua?

Ele acaba não respondendo a minha pergunta e entra junto comigo.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...