História There is always hope for love- Emison - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Pretty Little Liars
Personagens Alison DiLaurentis, Aria Montgomery, Ashley Marin, Caleb Rivers, Dr. Rollins, Emily Fields, Ezra Fitzgerald, Hanna Marin, Jason Dilaurentis, Jessica DiLaurentis, Mona Vardewaal, Pam Fields, Toby Cavanaugh, Wayne Fields
Tags Emison, Pretty Little Liars, Romance, Serie
Exibições 176
Palavras 2.926
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: FemmeSlash, Orange, Romance e Novela, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Gente desculpa a demora eu quase que não postava esse capítulo hoje porque o dia foi corrido mais ainda consegui fazê-lo desculpa se não ficou tão legal até porque não consegui terminar na parte que eu queria, mas ta aí o Cap.

Capítulo 11 - Sim ou Não?


POV EMILY

Depois que eu acordei muito bem-disposta apesar de estar cedo e ainda está indo trabalhar, mas não consigo parar de pensar na Ali e na mensagem dela e no que ela está pensando em fazermos na terça mais nem respondi a mensagem dela porque vou tentar surpreende-la e da um pulo na empresa dela na hora do almoço e isso me deixa com um bom humor só de pensar em vê-la, desço e vou tomar café da manhã e logo vejo minha mãe na cozinha.

~Emily: Bom dia mãe – Falo indo dá um beijo nela.

~Pam: Bom dia filha, pelo visto acordou com bom humor né.

~Emily: sim, mãe acordei de bem com a vida hoje.

~Pam: Que bom minha filha, dá para ver no seu sorriso, que a tempos não ficava tão visível assim, você está conhecendo algum garoto filha. – Quando ela fala isso eu fico sem saber o que falar exatamente.

~Emily: Não necessariamente mãe mais estou começando a conhecer uma pessoa, pode deixar que depois trago ela até aqui. – Falo enquanto como um pequeno sanduiche e tomo meu suco e saio em direção ao trabalho e aposto que ela ficou um pouco curiosa, chegando no hospital a manhã passa super-rápido e consigo um tempinho na hora do almoço e saio para comprar almoço para mim e para a Ali e passo em um italiano e compro massa mesmo porque é mais fácil dela gostar, depois vou em direção a empresa dela e quando entro eu dou de cara com a Mona.

~Mona: Emily que surpresa, quanto tempo né. – Putz a Mona era a última pessoa que eu estava afim de ver, a Mona foi a pessoa que mais me machucou na minha adolescência porque ela era minha amiga mais ela sempre gostou de brincar com as pessoas como se elas fossem bonecas e eu fui apenas um efeito colateral.

~Emily: É Mona muito tempo mesmo, mas isso não importa muito, você pode avisar a Alison que eu estou aqui.

~Mona: não sabia que você conhecia minha chefe, até achei que você tinha vindo me ver – Ela fala em um tom imparcial porem eu conheço aquele modo dela falar e sei que tem um tom um pouco sarcástico.

~Emily: É não sei nem porque você pensou nisso porque a gente já não tem mais vinculo nenhum faz tempo e é bem melhor assim, mas não vim até aqui para falar sobre o passado, você vai ou não vai avisar a Alison que estou aqui. – Falo em um tom um pouco rude confesso mais não estou nem aí para isso.

~Mona: Eu conhecia uma Emily mais delicada no tempo de escola, mas vamos você pode me acompanhar eu levo você até a sala dela. – Quando ela fala isso penso em revidar e dizer que eu aprendi com a melhor a ser rude e fria com as pessoas que no caso seria ela, mas resolvo ignorar apenas e acompanha-la até a sala da minha Ali.

POV ALISON

Depois do dia de ontem perfeito eu acordei hoje bem-humorada e feliz quando cheguei aqui na empresa me deparei com alguns probleminhas com alguns contratos, nem me dei conta que a manhã já tinha se passado e provavelmente eu não iria ter tempo para sair para ir almoçar, quando já são umas 12:15 eu escuto alguém batendo na porta e logo já imagino ser a Mona e vou pedir para ela comprar algum sanduiche aqui na frente da empresa para ao menos para que eu possa disfarça a fome.

~Alison: Pode entrar.

~Mona: Alison você tem visita. – Quando ela fala eu fico curiosa, mas ela logo dá espaço para a pessoa passar e quando eu olho vejo a Em e o meu coração chega a palpitar.

~Alison: Há obrigado Mona pode ir agora. – Quando eu falo a Mona sai e eu me levanto sem perder o contato visual com a Em, chego na porta e tranco ela até porque eu não quero ser atrapalhada.

~Emily: Espero não está atrapalhando eu consegui um tempinho entre um plantão e o outro, daí resolvi vir aqui para almoçarmos juntas. – Ela me fala olhando de um jeito meigo..

~Alison: Em claro que você não atrapalha. – Quando eu falo vou até ela e dou um selinho nela um pouquinho demorado e ela logo para o beijo.

~Emily: você gosta de italiano né? – Ela me pergunta mostrando a embalagem do restaurante.

~Alison: Eu amo comida italiana e ainda bem que você trouxe almoço porque eu iria comer qualquer besteira por aqui mesmo. – A gente fica conversando e almoçando, ela me contou que os pais dela vão viajar e vão passar duas semanas fora e ela justamente essas semanas não vai ter muitos plantões pela noite resumindo ela vai dormir sozinha em casa eu até me ofereci para dormi na casa dela para ela não dormir sozinha ela não disse nem que sim e nem que não, talvez eu esteja indo rápido demais, depois que comemos a gente ficou um pouco de tempo juntas deitadas no sofá que tem na minha sala entre beijos e carinho, mas ela não demora muito e tem que voltar para o hospital a gente se despede com vários beijos e eu bem que queria que ela não fosse mais eu tinha que voltar para os contratos e ela tinha uns pacientes para cuidar, mas amanhã vou tirar a tarde de folga e amanhã depois que ela levar os pais no aeroporto de 11:00 hrs  estará com o dia livre e eu já falei que vou passar na casa dela para buscar ela de 13:00 a gente não vai almoçar juntas mais vamos passar a tarde juntas e já planejei tudo, entre altos contratos o dia vai chegando ao fim e eu vou para casa, tomo um banho e capoto na cama simplesmente apaguei.

POV EMILY

Cheguei em casa as 07:40 da manhã o plantão de ontem foi exaustivo mais o dia foi bom porque passei um pouquinho da tarde com a Ali e estou curiosa para saber para onde ela vai me levar hoje mais resolvo pensar nisso depois porque já já eu vou ter que ir levar meus pais no aeroporto mais preciso ao menos descansar um pouco, cai na cama e nem tomei banho e não demora muito acabo pegando no sono, eu estava em um sono tão bom mais infelizmente o telefone toca com o despertador e logo vejo que são dez horas eu logo levanto e vou para o banho, depois do banho desço e como algo e depois espero meus pais descerem e quando eles descem vamos em direção ao aeroporto depois de algum tempo eles pegam o voo e antes da minha mãe sair ela me fez me prometer que iria me cuidar nesse meio tempo as vezes minha mãe me tratava como criança, logo que eles foram eu voltei para casa comi pizza que tinha na geladeira até porque eu não estava afim de cozinhar, depois que eu comi resolvi mexer um pouco no Snapchat e vi os snaps da Spencer que parece realmente estar gostando do Toby, depois eu vi o da Hanna e logo vi que ela estava em um apartamento acho que pensando em alugar ou coisa do tipo até que de repente eu vejo um rosto conhecido daí eu volto o Snap e vejo que é o Caleb e logo penso que pode estar tendo algo ali acho que depois vou perguntar a Ali, as horas vão se passando e eu logo escuto a campainha tocar e logo que eu abro vejo a visão mais linda a Ali toda linda com um vestidinho florido um pouco curtinho que realçava as pernas dela eu simplesmente não consegui não admirar a beleza dela.

~Alison: Em você quer um lencinho – Ela fala dando o melhor sorriso para mim.

~Emily: Ham o quê? – Falo tentando disfarçar.

~Alison: Em você estava quase babando olhando para mim.

~Emily: Ué eu não posso babar pela minha garota – Quando eu falo é que eu percebo que fui muito apressada eu acho e logo para disfarça eu chamo ela para entrar e digo que vou pegar a bolsa para sairmos.

~Alison: eu gostei dessa parte que você  me chamou de sua garota – ela fala e vem ao meu encontro e me beija mais como ela queria que saíssemos logo ela parou o beijo e fomos em direção ao carro dela e quando entramos eu logo pergunto para onde vamos ela diz que é surpresa, seguimos todo o caminho entre conversas e carinho, quando ela para em um trilha e eu logo pergunto se vamos fazer trilha porque eu não vim de roupa para trilha, mas ela logo diz que é para ficar tranquila que hoje não vamos andar muito e ela logo vai ao porta mala e pega uma cesta e uma tolha.

~Emily: Vamos fazer piquenique? – Assim que eu pergunto ela afirma com a cabeça e depois que pega tudo ela trava o carro e eu pego a cesta da mão dela e vamos caminhando ainda não sei para onde exatamente, mas eu logo resolvo pegar na mão dela e assim seguimos para onde ela quiser me levar de mãos dadas, depois de alguns minutinhos caminhando a gente chega em uma cachoeira linda e totalmente deserta sem ninguém por perto.

 ~Alison: E aí o que achou – Ela fala rodopiando e mostrando toda cachoeira.

~Emily: Eu amei Ali, mas se eu soubesse que víamos para cachoeira teria trazido roupa de banho porque é simplesmente um desperdiço não dá ao menos um mergulho.

~Alison: totalmente desperdício né, por isso mesmo que eu trouxe biquínis para darmos um mergulho, o problema aqui é que só não temos banheiro para nos trocarmos, vamos ter que fazer isso aqui mesmo. – Ela me diz totalmente tranquila e vai forrando a toalha e abrindo a cesta que estava cheia de frutas e doces ela realmente sabe como agradar porque além dessa perfeita paisagem, ela pensou na roupa de banho e no lanche, depois que ela arruma eu me sento em cima da tolha se juntando a ela e a gente fica assim durante boa parte do tempo entre caricias e beijos até que decidimos dar um mergulho ela logo tira da bolsa dois biquínis e um maiô.

~Emily: Porque três roupas de banho?

~Alison: porque eu não sabia se você iria preferir biquíni ou maiô daí resolvi trazer os dois.

~Emily: Eu prefiro maiô Ali – Ela logo me entrega e ela fica me olhando mais eu fico sem graça e ela fica de costa para que possa trocar de roupa ali mesmo, logo depois é a vez dela e eu repito o que ela fez e fico de costas, mas depois que ela se troca que eu viro e vejo ela de biquíni eu realmente me perdi naquele corpo dela, logo de biquíni que realçou todo o corpo dela principalmente os seios dela.

~Alison: Tem uma coisinha aqui Em. – Ela fala apontando para a minha boca e eu entendo bem o que ela quis dizer.

~Emily: Porque você não limpa? – Entro na vibe dela.

~Alison: Porque não é sujeira, mas pode deixar que eu limpo – Ela vem até mim e me dá um beijinho no canto da boca e depois simplesmente me dá aquele beijo de molhar a calcinha. Depois de nos beijarmos por curtos minutos entramos na cachoeira e ficamos curtindo a vibe de romance só nos duas ali e ninguém e nada para atrapalhar.

Uns dias depois...

POV ALISON

Hoje já é sexta, depois que eu e a Em fomos para a cachoeira a gente se viu algumas vezes e cada vez é melhor que a outra pena que ainda estamos ficando em segredo é chato porque eu quero que todo mundo saiba que ela é minha e eu sou dela apesar do pouco tempo parece que nos conhecemos a muito tempo eu não quero atropelar as coisas mais eu já tenho vontade de falar o que eu sinto mais também não quero assustá-la, mas hoje talvez eu fale ela me chamou para jantar na casa dela hoje e mal posso contar as horas para estar junto dela, as horas se passam e logo eu vou para casa e aviso a minha mãe que não tenho hora para chegar ela logo me enche de perguntas se eu estou conhecendo alguém e logo falo que sim, mas não dou muita corda para a conversa não se prolongar eu acho que vou seguir o exemplo da Han vou procurar meu lugarzinho para morar sei lá ter o seu próprio espaço as vezes é bom, não que a minha mãe invada o meu mais é que é diferente morar sozinho já que você não tem que dá satisfação de coisas do tipo que horas você vai voltar por exemplo, depois de pensamentos sobre o assunto foquei em escolher a roupa para sair e logo escolho um vestido azul que eu simplesmente amo porque ele me deixa sexy e ao mesmo tempo menininha eu tomo banho me troco e faço uma maquiagem um pouco mais marcante que o normal quero está linda para a Em, depois sigo em direção a casa dela e quando chego lá toco a campainha e logo ela abre a porta e eu dou de cara com a Em naquele vestido lindo preto que cai perfeitamente nela e mostra aquelas pernas perfeitas.

~Emily: vai ficar aí babando DiLaurentis ou vai entrar? – Ela me fala com o tom mais convencido possível.

~Alison: Eu não estou babando Fields para de ser convencida – Falo e dou um selinho nela.

~Emily: Você está mais linda que o normal, coisa que eu achava impossível. – Ela me fala e eu me derreto toda e ela logo me dá passagem para que eu entre e quando eu vejo que as luzes estão desligadas e a casa está cheia de velas eu logo percebo que vai um jantar romântico e ela logo me leva até a sala de jantar e quando vejo estar tudo em clima romântico a Em não cozinhou mais pediu sushi coisa que eu amo muito nos jantamos e depois tomamos um pouco de vinho e ficamos entre conversas até que a Em me chama para subir para o quarto dela eu fiquei um pouco nervosa porque eu sei muito bem o que iria acontecer. Quando chegamos no quarto dela a surpresa foi grande eu vi a cama cheia de pétalas de rosas e velas no quarto todo e eu logo olho para ela que estar com um olhar indecifrável.

~Alison: isso tudo é para mim?

~Emily: Claro que sim gostou?

~Alison: Claro que sim Em.

 

POV EMILY

Eu já sentia necessidade de dar mais um passo com a Ali e eu resolvi fazer um jantar especial depois que jantamos entre um bom papo chamei ela para subir para o meu quarto que no caso eu tinha o decorado todo com rosas e velas eu realmente queria deixar um clima romântico e quando entramos no quarto ela parece ter gostado e realmente chegou a hora e então eu resolvo falar.

~Emily: Ali eu simplesmente não consigo definir em palavras o quanto está sendo bom conhecer você com esse seu jeito doce, delicado, mas também ousado que já está se tornando indispensável para mim, você realmente entrou na minha vida na hora certa para agregar o que estava faltando a muito tempo em minha vida, vontade de viver e ser feliz vontade de descobrir cada vez mais esse nosso sentimento, vontade de passar o máximo de tempo ao seu lado desfrutando do melhor que a vida pode nos proporcionar, com você me sinto segura para enfrentar qualquer obstáculo que venha a nos atrapalhar, com você eu tou me sentindo mais completa do que nunca, na verdade eu nunca me senti completa de qualquer outra maneira mais foi só você entrar em minha vida para que fosse preenchendo todo o vazio que eu tinha aqui dentro do meu peito – Nesse momento deixo apenas o sentimento falar e peguei a mão dela e coloquei em meu peito para que ela sentisse meu coração.

~Emily: você está colando os caquinhos desse meu coração Ali e eu quero você para a vida toda, talvez eu esteja metendo os pés pelas mãos mais eu nunca quis algo como eu quero você Ali, mais eu não quero você só quando estivermos sozinhas eu quero poder te beijar onde eu ver você, quero poder andar de mãos dadas e poder falar para todos que eu sou a pessoa mais sortuda do mundo por ter uma mulher especial como minha namorada, então Alison DiLaurentis quer namorar comigo? – Nesse momento já saiam algumas lágrimas dos olhos dela e dos meus também eu nunca abri meu coração assim para ninguém até porque eu nunca senti um sentimento tão avassalador como esse que a Alison despertou em mim em tão pouco tempo.

~Alison: Minha doce Em, namorar com você é tudo que eu mais quero eu achei por muito tempo que eu conhecia o amor mais eram apenas distrações da vida até que eu encontrasse você, você não tem noção de como eu quero que todo mundo saiba que eu tenho você e você me tem, nos temos muitas coisas para desfrutar desse nosso sentimento, talvez a gente esteja indo rápido demais, mas sei que não posso aguardar nenhum minuto a mais para vivermos tudo que temos para viver.

Emily: isso é um sim?

Alison: Claro que sim – Quando ela falou que sim a gente se beijou porém tenho certeza que esse beijo irá tomar novos rumos.


Notas Finais


Boa noite, comentem aí o que acharam espero que tenha ficado pelo menos um pouco legal.
Até logo! bjs amores


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...