História There is no love without suffering. - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Alexy, Castiel, Dakota, Debrah, Iris, Kentin, Leigh, Lysandre, Rosalya
Tags Amor Doce, Castiel
Exibições 100
Palavras 608
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Essa é a primeira vez que escrevo um hentai gente desculpem se não ficou bom.
Boa leitura 😘

Capítulo 9 - Te amo


.....Castiel me puxou colando nossos corpos, senti o cheiro de seu perfume sua respiração estava ofegante e aquilo já estava me deixando instigada.

Ele me pega no colo beijando minha boca, pediu passagem com a língua e eu cedi, nosso beijo estava muito quente. 

Entrelaçei minhas pernas em seu quadril, ele caminhou até a cama e me deitou subindo em cima de mim. Em seguida segura meus braços a trás da minha cabeça impedindo que eu os mova, ele desce da minha boca e passa pro pescoço,  ele chupava com tanta força e eu sabia que ia fica muito roxo, depois do pescoço tira minha camiseta a jogando longe então começa a massagear meus seios por cima do sutiã. Ele passa a mão por dentro do meu short esfregando meu clitóris fazendo com que eu soltei alguns gemidos, em seguida trilha um caminho de beijos até minha barriga, tira meu short e me chupa por cima da calcinha fazendo com que eu ficasse louca.

Ele sobe de novo pra minha boca,  enquanto me beijava tira meu sutiã e desce até meus seios, abocanha o seio direito e massageia o esquerdo,  sua boa era quente e me chupava com tanta vontade fazendo com eu o desejasse.

Subi em cima dele e seu pênis estava apertado na calçada,  abri o zíper e abaixei até o joelho,  fiz o mesmo com a cueca,  peguei em seu membro e coloquei na boca,  não tudo de uma vez fui descendo e subindo devagar com a mão e a boca. Ele estremecia na cama e eu sabia que estava dando prazer a ele, abocanhei todo seu membro fazendo com que ele soltasse um gemido bem alto e prazeroso pra mim.

Castiel: - J-ju.... Hm.... Vou....

Ele não terminou a frase e eu pude sentir seu gosto em minha boca,  engoli tudo deixando deu membro limpinho. Quando terminei ele me coloca por baixo novamente tira minha calcinha e começa a enfiar seus dedos em mim me dando uma sensação maravilhosa só que eu queria mais,  ele passou a língua por toda minha vagina.

Juliana: - Castiel.... Mais...  - Minha voz saiu como um sussurro. 

Depois de minhas palavra ele me vira me deixando de quatro então enfia seu membro dentro de mim,  fazia um tempo que não tinha relação e era como se fosse minha primeira vez, a cada estocada era como se ele me rasgase um pouco. 

Castiel: - Você é fechadinha.... - Ele disse no meu ouvindo, quese num sussurro. 

Com o tempo ele foi dando estocadas mais fortes e profunda tirando muitos gemidos de mim. Trocamos de posição e eu fui por cima,  calvaguei em seu membro ereto até sentir minha pernas ficarem bambas e sabia que iria ter um orgasmo, pedi pra mudar de posição pra ser melhor pra mim então ele me colocou por baixo,  ele já estava prestes a gozar e iríamos juntos.  Suas estocadas aumentaram assim como meus gemidos que eu tentava abafar mordendo os lábios. Estava tendo meu orgasmo, meu corpo se estremecia e Castiel tirou seu membro de dentro de mim gozando encima de minha barriga. 

Castiel: - Essa foi a melhor da minha vida.  - Ele falava enquanto tentava controlar sua respiração. - Vem tomar banho comigo.

Ele se levantando e me ajudou a me levantar não conseguia parar em pé,  entramos no box e tomamos banho abraçados,  ele me limpou e me secou eu não fiz nada estava realmente cansada. 

Voltamos para o quarto e deitamos na cama.  

Castiel: - Te amo.  - Ele disse acariciando meus cabelos. 

Não respondi porque não sabia o que dizer então preferi fingir que estava dormindo,  depois de alguns minutos eu e ele acabamos dormindo. 

 


Notas Finais


Sei que está pequeno, não estou inspirada hoje e também estou sem tempo.
Prometo que o de amanhã será maior
Bjos 😘
Desculpem qualquer erro espero muito que tenham gostado


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...