História There's an Infestation on my Mind's Imagination... - Capítulo 1


Escrita por: ~

Exibições 52
Palavras 544
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Ficção, Fluffy, Hentai, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Survival, Suspense, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Mandinha tá na área! Peeps, essa é minha primeira Fic. Então não sejam tão exigentes por favor.
Já vou avisando que tenho POUQUÍSSIMA experiência com fanfics, hentai, romance, etc...
Espero que entendam...
Acho que esse Cap vai ser pequeno, mas prometo que vou fazer Caps maiores, beleza?
Mas, de qualquer modo...Aproveitem o capítulo!

Capítulo 1 - Something Happened on the City (Algo Aconteceu na Cidade...)


Fanfic / Fanfiction There's an Infestation on my Mind's Imagination... - Capítulo 1 - Something Happened on the City (Algo Aconteceu na Cidade...)

Houve um terremoto na pequena cidade onde a ‘Circus Baby Pizza World’ ficava. No momento do tremor intenso, Baby estava limpando o estabelecimento; Era certo que nenhum ser humano havia passado lá, há anos, mas ela não gostava de sujeira, então todos os dias ela se levantava as 4:00 da manhã para limpar a “pizzaria”.

Ela cai no chão, batendo sua cabeça com uma grande força, que fez seu ‘HUD’ demorar para se reconectar.

“Ugh, mas que merda acabou de acontecer?” Baby se levanta, ajeitando as placas em seu rosto, na quais, tinham se desmontado.

O tremor foi tão grande, que os outros já estavam acordados, todos assustados. Eles se dirigiram até Baby, que ainda estava meio desnorteada.

“Baby, v-você sabe o que acabou de acontecer?” Perguntou Ballora, sendo medrosa como sempre. Apesar de sempre tentar provar o contrário, nunca é bem-sucedida.

Baby olha para Ballora, ainda meio tonta. “Eu...E-Eu não faço a mínima ideia...” Ballora fica ainda mais tensa, ela está tremendo muito, o que é muito preocupante. Pois, uma coisa que a Baby aprendeu neste lugar, é que o nervosismo pode deixar alguém fazer alguma merda...

“Eu...Eu vou ver o noticiário, para dar uma olhada no que aconteceu.” Todos ficaram confusos, eles não sabiam que tinham uma televisão, eles nunca tinham encontrado essa televisão por aí...

“Espera...Temos uma televisão?” Perguntou Ballora, confusa.

“Sim, Ballora. Temos uma televisão...” Baby revirou seus olhos à pergunta besta de Ballora. Baby trouxe-os para a ‘Breaker Room’, onde vários monitores estavam ligados; Um deles até tinha uma gravação de um quarto bem estranho.

Baby mudou um dos monitores para ver o noticiário. Estava passando uma reportagem sobre um terremoto que destruiu grande parte da cidade e que fez o exército precisar evacuar as pessoas da cidade até comprovarem que ela está segura novamente.

Baby e os outros ficaram em choque. Eles não queriam ‘morrer’ nesta merda de pizzaria, eles devem sair de lá se quiserem viver, e como a cidade foi evacuada, isso significava que não havia nenhum humano por perto, e eles poderiam sair livremente, sem receber choques, nem nada disso...

“Vamos sair.” Baby se levantou, e andou em direção à porta.

“Peraí, o que? Nós não podemos sair!” Ballora olhou com uma cara de tonta para ela. Apesar delas serem amigas, Baby ainda achava que Ballora era meio besta e ingênua.

“Nós... Vamos... Sair...” Baby se virou furiosamente até Ballora, que tremia de medo quando ela fala desse jeito. Ballora ficou calada, enquanto Baby levou-os até a sala onde a ela era monitorada.

Ela tirou tudo de cima da mesa, pegou uma cadeira, sentou e inclinou-se nela. Eles ficaram parados, olhando para a Baby enquanto ela estava deitada na cadeira. “Baby, mas que porra você está fazendo?” Ballora estava irritada e confusa ao mesmo tempo.

Baby levantou o braço de cima de seus olhos. “Ah, esqueci de acrescentar uma coisa...Amanhã. Vamos sair amanhã, então, vão descansar para amanhã nós sair-nos daqui.” E ela voltou a dormir na cadeira.

“Ah, que se foda...” Ballora saiu, e foi para sua sala, Freddy e Foxy à acompanharam.

Baby esperou para que eles fossem embora, para que pudesse planejar o que fazer depois deles saírem daquele lugar infernal.

“Mal posso esperar para sair daqui...” Baby falou para si mesma.

 


Notas Finais


Fun Facts sobre este Capítulo: Eu elaborei, e digitei esse capítulo, enquanto estava ouvindo cinco músicas do Álbum Blurryface (Twenty One Pilots): "Stressed Out", "Fall Away", "Car Radio", "The Judge" e 'Heavydirtysoul" ; Uma do Álbum Suicide Squad: "Heathens" ; E outra que eu não sei qual é o Álbum: "House of Gold".
Gostaria que vocês me ajudassem à ver qual é nome do Álbum da "House of Gold"...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...