História They Dont Know About Us - Liam Payne - Capítulo 39


Escrita por: ~

Postado
Categorias 5 Seconds Of Summer, One Direction
Personagens Ashton Irwin, Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Zayn Malik
Tags Drama, Liam, Liam Payne, One Direction, Romance
Exibições 46
Palavras 3.504
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Agora eu voltei de vez! Sei que me desculpo toda vez e não mudo minha atitude, mas escrever é um hobbie e eu só escrevo quando tenho tempo. Eu parei de escrever um pouco por causa de série, mas agora posso dizer que sou formada em 11 temporadas de Grey's Anatomy e terei tempo! (Emoji de palminhas).
Vou começar a atualizar a cada 15 dias, porque estou com mais 2 projetos de fic... surpresa!

Capítulo 39 - They Don't Know About Us


31 de outubro de 2015, sexta-feira, cinco da manhã. 

Bella P.O.V.S 

Eram cinco da manhã e eu já estava de pé, minhas malas estavam encostadas ao lado da porta, minha filha estava sonolenta na cama que foi nossa durante um mês. Eu usava uma saia rodada preta, uma blusa branca com o símbolo 1D em preto, uma jaqueta vermelha e uma Anabela vermelha. Vesti Diana com um body branco de listras pretas, uma calça vermelha, uma jaqueta preta e um vans minúsculo que ela tinha ganho de Anna, branco. Hoje iremos para Sheffield, Inglaterra, fazer uma surpresa para Liam, era o último show da turnê e eu estava chateada como fã e feliz como esposa, iríamos no jatinho do Harry, foi ele quem me disse pra fazer a tal surpresa e se ofereceu para emprestar o seu jatinho particular. 

Desci as escadas e Anna estava com lágrimas nos olhos, coloquei minha filha na poltrona da sala e a abracei como nunca antes.

- Eu vou sentir sua falta! – ela disse manhosa.

- Você pode ir me visitar quando quiser! Será sempre bem vinda! – falei me afastando.

- Eu vou sim! Sempre que precisar, lembre-se que tem uma amiga bem aqui e que poderá te ajudar.

- Anna, obrigada por tudo! Você fez de tudo por mim, pagou pensão pra mim, pagou salão, pagou meu guarda-roupa! Eu te amo e sempre serei grata por tudo que fez por mim, o que precisar pode contar comigo, ok?

- Ok! – falou indo se despedir de Diana. E eu vi Lua passar voando na porta e parar de frente pra mim.

- Fui comprar uma lembrança pra você! – disse me entregando uma pulseira com um pingente de câmera fotográfica. – Não deu pra embrulhar, me desculpa.

- É linda e eu amei! Mas... eu tenho que ir, meninas! – falei abraçando Lua.

- Nós conversaremos sempre, ainda sou sua chefe! – Lua falou indo dar tchau para Diana e eu colocava a pulseira. O motorista de Harry em LA buscou minhas malas no quarto e levou-as até o carro. Peguei Diana, meu celular e a bolsa de coisas essenciais para minha filha. Me despedi das minhas amigas e fui até o carro que me levou ao aeroporto. Lá, já me encaminhei até a pista de vôo e entrei no avião. 

A viagem demorou boas horas e eu dormi 20 minutos apenas, já Dy só acordou para mamar quando estávamos aterrissando, alimentei minha filha e fomos para o estádio onde seria o show. Chegamos e eu entrei pelos fundos como o combinado com a produção, recebi um crachá de acompanhante e fui procurar o camarim. Eram por volta de oito da noite no horário local e pela agitação os meninos não tinham entrado no palco ainda. Achei o camarim e bati na porta, logo Lux veio ver quem era e deu um gritinho:

- TIO LIAAAAAM! VEM VER QUEM TÁ AQUI!!! – falou agarrando minhas pernas.

- Oi, pequena! – falei me agachando com cuidado.

- Eu não sou pequena, tia Bella! Ela que é! – disse apontando para Diana.

Lux era um amor de criança, desde que comecei a acompanhar Liam na turnê ela sempre ficava com o pai e eu nunca tive oportunidade de conhecê-lá, mas mesmo assim ela me chamou de tia e já soube quem eu era. 

Me levantei arrumando a saia e ajeitando Diana no meu colo, quando meus olhos encontram olhos caramelos, meu mundo para e eu saio em disparada para abraçar o amor da minha vida. Ele me recebe de braços abertos e me aperta o máximo que pode, o mesmo perfume de um ano atrás, o mesmo calor do nosso primeiro abraço, o mesmo homem pelo qual eu me apaixonei e o mesmo amor de sempre, só que maior. 

- Minha linda, o que você veio fazer aqui? – perguntou me soltando e distribuindo beijos por minha cabeça. 

- Queria te ver e fazer uma surpresa, você gostou?

- Eu adorei! Estava morrendo de saudade de vocês! – Liam falou brincando com Diana que deu gritinhos histéricos e então a pegou no colo. 

Eu puxei as mangas de minha jaqueta até o cotovelo e desamarrotei minha blusa da 1D. 

- Tio Liam, ela tem uma blusa de vocês! – Lux falou empolgada e Liam me olhou de cima à baixo.

- Ela está linda com essa roupa, não está Lux? – falou balançando Diana.

- Ela é muito bonita, tio! – Lux fala e sai saltitante. 

- Conversei com a sua mãe e fiz uma loucura! – Liam falou se sentando em uma poltrona ao lado da porta.

 - O que você aprontou? – falei preocupada e ele fez sinal para eu me sentar em seu colo. Logo que me sentei em uma de suas pernas ele prosseguiu.

- Comprei passagens para irmos pro Brasil na sexta...

- Você enlouqueceu??? – levantei atordoada.

- Eu achei que você fosse gostar!

- Liam, temos um compromisso com Lua, precisamos começar a ir atrás das coisas, não podemos simplesmente ir para o Brasil, do nada! – falei com a voz elevada.

- Mas eu achei que queria ver sua vó e se reconciliar com o seu pai e o seu irmão... – falou chateado.

- Liam, eu quero tudo isso, a surpresa foi maravilhosa, mas e a Lua? Não posso deixá-la na mão pela segunda vez. – falei me acalmando, aliás tinha um bebê no colo dele e outras pessoas do outro lado do hall do camarim.

- Em uma semana nós conseguimos comprar um imóvel e organizar as coisas antes de ir, sua mãe chorou no telefone Bella, ela vai conversar com o médico pra dar alta pra sua vó no sábado e nós a buscamos no hospital e levamos ela até uma festinha que sua família está organizando pra ela.

- Tem certeza que conseguimos? 

- Sim, segunda-feira assim que acordarmos vamos atrás de imóveis e de um arquiteto.

- Ok... – falei desistindo, aquela história da minha vó doente mexeu comigo, eu convivia com ela todos os dias e agora uma vez por ano e olhe lá. 

Liam se levantou com Diana e começou a pular com ela pelo camarim e os meninos chegaram.

- O que deu nele? – Niall perguntou com uma careta e veio me abraçar. – Senti saudades,  mommy!

- Eu também, loiro! – falei o soltando e indo até Louis. Iria fazer nosso toquinho mas ele me puxou pra um abraço, opa? Louis Tomlinson quis um abraço meu?

- Nunca mais fuja, entendeu? Ficamos malucos sem você! – assenti e o apertei de volta. – Já deu, né? 

- Ai Lou, achei que você estava mais sentimental! Me enganei. – falei fazendo biquinho e ele me deu um beijo na testa, logo fui até Harry que sorriu cúmplice. – Quanto tempo, migoo! – falei e ele me pegou no colo e me rodou no ar. 

- Deu né, gente? – Liam falou enciumado e se aproximou com Diana.

- Vamos tirar uma foto? Estou à caráter hoje! – falei apontando para minha roupa e dando uma voltinha.

- Claro! – Liam falou e pegou seu celular com a mão livre entregando-o para um segurança. Nós nos posicionamos da seguinte maneira: Harry com os braços cruzados e cara de bravo, Liam com Diana no colo, eu com as mãos apoiadas no ombro de Liam e a perna esquerda levantada, Louis ao meu lado me agarrando pela cintura e com a cabeça encostada no meu braço, não tenho culpa se ele é baixinho e eu estava de salto alto, e Niall com cara de interrogação e as mãos indicando o mesmo. A foto foi tirada e Liam me pediu para editar e colocar no Instagram dele. Assim que editei coloquei a legenda: “Melhores companhias! Sentirei saudades de vocês nos palcos. #NossasMaioresFãs” 

Os meninos me levaram até o camarim de verdade e tinha muita gente hoje. A mãe de Louis estava, Lottie, Felicity, as gêmeas e os gêmeos também, todos estavam conversando exceto Lottie que estava ajudando Louise, Gemma também apareceu trazendo alguma coisa em mãos. Mais afastada, em um canto, estava Briana, eu não a conhecia, mas sabia do ocorrido e lamentei quando descobri que Louis estava solteiro. 

Lou pegou Liam pelo punho e o sentou na cadeira em frente a um espelho, eu peguei Diana e fui cumprimentar as pessoas e todos a elogiaram e pediram se poderiam visitá-la em breve, já que não tinham conhecido ela ainda. Assim que terminei fui até Briana que sentou- se em um sofá no canto do camarim e me sentei ao seu lado.

- Ainda não nos conhecemos. – falei colocando Diana sentada em minhas pernas.

- Isso é bom, quanto menos pessoas me conhecerem, menos xingada eu serei. – falou desviando o olhar.

- Por que você fala isso? Você vai ser mãe, deveria estar feliz por isso. – falei alisando os cabelos de Dy.

- Eu estou feliz com o bebê, mas as pessoas julgam demais, acham que me aproveitei do Louis. Eu não fiz isso! – falou alterada e atraiu alguns olhares até nós. – Desculpa, mas estou cansada de ser humilhada por estar grávida e Louis mal olha na minha cara. A família dele é super atenciosa, mas ele só faz a obrigação dele, não liga pra saber se estamos bem, só vai uma vez por mês comigo no médico e boa.

- Eu sinto muito, mas Louis é assim. Ele é bem criança e acho que não estava preparado pra assumir essa responsabilidade.

- Eu sei. Como você consegue? – falou e eu franzi o cenho. – Todos te adoram, os meninos, as fãs, a produção, Liam...

- É só ser gentil, mesmo que você saiba que a pessoa não goste de você, tem que ser educada pra mostrar que ela não tem motivos pra te odiar.

- Eu tenho inveja de você, me desculpe. Eu vi a foto no Instagram de Liam e fui dar uma olhada nas outras fotos, tem uma sua que você está deitada na areia e já é noite, mas parece que você está tão feliz! Tão apaixonada... e a legenda era “Por quanto tempo vou te amar? Enquanto as estrelas estiverem em cima de você. E por muito mais tempo, se eu puder...” – falou abaixando a cabeça, fazendo com que seus longos cabelos loiros caíssem em seu rosto.

- Liam e eu demoramos pra construir isso, nós brigamos direto até hoje, o que acontece é que vivemos intensamente, aproveitamos cada momento e até hoje me pergunto o que ele viu em mim. Eu me achava nova pra ser mãe, na verdade eu era mesmo, eu tinha 19 anos e estava grávida de gêmeos, eu perdi um menino e me casei com 20 anos. Foi tão rápido, mas ao mesmo tempo tão lento. – falei me lembrando de tudo que aconteceu desde que cheguei em Londres. Diana tirou o cabelos do rosto de Briana e eu fiquei com pena pelo que ela estava passando com Louis, teria que conversar com ele mais tarde.

- Bella, eu não sabia que tinha perdido um bebê! Mas é óbvio saber porque o Liam te ama. Você é uma guerreira e tem apenas 20 anos! Você é bonita, simpática e o jeito como você muda sua expressão quando fala do Liam é tão lindo de ver. Vocês se amam muito e não precisa conviver com vocês pra saber. 

- VINTE MINUTOS! – uma voz grita no corredor e a correria aumenta. Liam vem até mim e pede para segurar nossa bebê antes do show. Ele se afasta e vejo que foi mostrá-la para algumas pessoas da parte técnica e sorrio vendo o quão coruja ele era.

- Não disse? Vocês são lindos juntos, mas tenho que ir no banheiro, sabe como é! – Briana fala se levantando e eu levando atrás dela.

- Boa sorte com o bebê! O parto não é tão terrível quanto falam, vale super a pena passar dor! – falo passando a mão na barriga de seis meses de Briana.

- Obrigada pelo papo, Bella! Você é muito legal e suas histórias foram verdadeiros encorajamentos pra mim! Tchau! – falou indo até o banheiro e eu acenei indo falar com Harry.

No caminho esbarrei em algumas pessoas que estavam perambulando e fazendo os últimos ajustes para o show.

- Harry, trouxe os protetores de ouvido pra Diana que eu pedi? – indaguei.

- Trouxe, está na gaveta do espelho!

- Obrigada! – fui até o espelho onde Lou estava guardando as coisas e eu resolvi ajudá-la, já que ela estava sozinha e estava uma bagunça. Em 5 minutos estava tudo guardado e pronto, era um sentimento triste saber que sabe-se lá quando é que sentiremos a adrenalina de um show de novo. – Vamos descer na grade? – perguntei sem mais nem menos.

- Por que essa vontade louca, Isa? – Lou me perguntou com o apelido que ela insistia em utilizar.

- Sei lá! É o último show... – falei indiferente.

- Vamos, então! – pausou – LUX!!! – berrou e a menina logo apareceu. – Eu e tia Bella vamos descer na grade, vai querer ir junto ou ficar com a tia Lottie? 

- Vou junto, mãe! – a loirinha respondeu enquanto Lou pegava dois protetores de ouvido na gaveta e me estendia um.

Cadê o Liam? Ele sumiu com a minha filha, assim do nada, sem avisar onde ia. Por que quando eu preciso que ele seja responsável ele vira o oposto? 

Como se adivinhasse meus pensamentos, Liam brota na minha frente sorrindo feito bobo. Eu pego Diana e coloco os protetores nela, de repente sou envolvida por braços fortes e suspiro.

- Eu fiquei preocupada. Achei que não fosse dar tempo. Porque eu e a Lou vamos descer na arena agora.

- Vocês não vão descer na arena, não! É perigoso demais.

- Liam, por favor, é o último show, dá um desconto.

- Só se Henry for com vocês! 

- Tudo bem, amor! Henry vai com a gente. – Henry era gente boa, era o segurança dos meninos que eu mais gostava, ele era simpático e não era uma montanha ambulante, ele é discreto. 

- Mas quando ele pedir pra vocês saírem, vocês saem, ouviram? Façam tudo que ele mandar!

- Ok, amor! Bom show, aproveite muito e cante pra nós! – falei o puxando pra um beijo, ele se assustou com minha reação, mas logo cedeu e sua língua já explorava cada canto da minha boca, sentimos uma mãozinha nos cutucar e encerramos o beijo com alguns selinhos. 

- Se cuidem, por favor, mulheres da minha vida! – falou e eu, Diana, Lou e Lux fomos atrás de Henry que estava na saída para o palco.

- Henry! – exclamei quando me aproximei e ele sorriu. – Vamos descer na grade hoje e Liam quer que você tome conta de nós! – falei sorrindo e saímos em direção à saída para o estádio. 

A gritaria era imensa, faltavam 5 minutos pro show começar e nós escolhemos um lugar com a vista boa pro palco. Logo os seguranças começaram a nos encarar e redobraram a segurança ali. Coisa do Liam, tenho certeza.

A intro começou e com ela os gritos aumentaram, meu coração disparou e Diana começou a apontar pro palco, as luzes se apagaram e Clouds começou, meu coração disparou ao ver os meus meninos lá em cima e saber que demoraria pra vê-los assim de novo. As fãs nos encontraram e os seguranças não deixaram tirarmos nenhuma foto por segurança e impediram qualquer contato.

Mais tarde, quando ouvi toques iniciais de piano e a voz de meu marido cantando os seguintes versos...

“As pessoas dizem que nós não deveríamos estar juntos

Somos muito jovens para saber o que é eterno. 

Mas eu digo, eles não sabem o que estão falando” 

...meu coração aperta e eu lembro da noite em que eu e Liam decidimos que aquela era a nossa música. 

 FLASHBACK ON 

Me viro pela quinquagésima vez na cama e o sono não dá sinal de vida. Eu quero dormir, mais cedo acabei passando mal por conta da gravidez e me sinto fraca e sem sono agora. Meu coração e meu cérebro estão em uma batalha para decidir se acordo Liam ou não, mas por fim, meu coração ganha e eu levanto, colocando minha pantufas e caminho igual uma morta viva pela casa gigantesca de Liam. Quando chego a porta, dou três batidas e nada. Mais uma e nada. Decido entrar e tenho uma visão maravilhosa do meu noivo, ele está só com uma bermuda e está abraçado a um travesseiro, dizem que dormir assim é sinal de carência, mas ok. 

Retiro devagar o travesseiro e deito em seu lugar, logo uma mão grande percorre minha cintura e ergue minha blusa de seda, ele pousa a mão em minha barriga e eu sei que ele está acordado.

- Seu pervertido! – repreendo-o e ele solta uma risada abafada.

- O que aconteceu? – pergunta levantando e se apoiando no braço. 

- Insônia. – respondo.

- Motivos? – dava pra notar que Liam estava com sono apenas pela nossa conversa monossilábica.

- Talvez os boatos do golpe da barriga em você. 

- Você sabe que é mentira, não sabe? – assenti. – Quer que eu cante pra você? – perguntou se sentando e me fez sentar junto. 

- Não é pergunta que se faça.

- Tenho uma perfeita! – pausou e levantou indo em direção ao guarda-roupa e pegando um cobertor. – Vamos lá fora? Os meninos resolveram dormir aqui hoje e não quero acordar eles.

- Tudo bem. – falei me levantando e Liam fez o mesmo. Ele se sentou no sofá da varanda e eu fiz o mesmo abraçando o seu tronco e tombando a cabeça em seu peito nu.  

- “As pessoas dizem que nós não deveríamos estar juntos

Somos muito jovens para saber o que é eterno

Mas eu digo, eles não sabem o que estão falando

Porque esse amor só está ficando mais forte

Então, eu não quero esperar, por mais tempo

Eu só quero dizer ao mundo que você é minha, garota

Eles não sabem sobre as coisas que fazemos

Eles não sabem sobre os "eu te amo"

Mas eu aposto que se eles soubessem

Eles simplesmente ficariam com inveja da gente

Eles não sabem o que é ficar acordado todas as noites

Eles não sabem que eu esperei toda a minha vida

Somente para encontrar um amor dessa forma

Amor, eles não sabem sobre, não sabem sobre nós

Apenas um toque e eu era um crente

Cada beijo, ele fica um pouco mais doce

Está ficando melhor, cada vez melhor o tempo todo, menina

Eles não sabem sobre as coisas que fazemos

Eles não sabem sobre os "eu te amo"

Mas eu aposto que se eles soubessem

Eles ficariam apenas com ciúmes de nós

Eles não sabem sobre o todas as noites

Eles não sabem que eu esperei toda a minha vida

Apenas para encontrar um amor que parece certo

Amor, eles não sabem sobre, não sabem sobre nós

Eles não sabem o quanto você é especial

Eles não sabem o que você fez para o meu coração

Eles podem dizer o que quiserem porque eles não nos conhecem

Eles não sabem o que fazemos melhor

É entre mim e você, nosso pequeno segredo

Mas eu quero dizer a eles, eu quero dizer ao mundo que você é minha, menina

Eles não sabem sobre as coisas que fazemos

Eles não sabem sobre os "eu te amo"

Mas eu aposto que se eles soubessem

Eles ficariam apenas com ciúmes de nós

Eles não sabem sobre o todas as noites

Eles não sabem que eu esperei toda a minha vida

Apenas para encontrar um amor que parece certo

Amor, eles não sabem sobre, não sabem sobre nós 

Eles não sabem sobre as coisas que fazemos

Eles não sabem sobre o "eu te amo"

Mas eu aposto que se eles soubessem

Eles só vão ficar com ciúmes de nós

Eles não sabem sobre o todas as noites

Eles não sabem que eu esperei toda a minha vida

Apenas para encontrar um amor que sente esse direito

Amor, eles não sabem sobre, não sabem sobre nós

Eles não sabem sobre nós” – Liam termina de cantar e eu estou deitada em seu colo enrolada no cobertor, durante toda a música ele olhou pra mim e eu senti o peso daquela música sobre nós. – Você também está pensando que essa música tem tudo haver conosco?

- Essa vai ser a nossa música, Liam! – falei sorrindo e tocando seu queixo com a barba rala. 

- Vai sim. Pra sempre!

FLASHBACK OFF 

Não acreditava que Liam tinha mudado a setlist apenas para incluir a nossa música, ele era maluco! Diana estava pulando em meu colo e eu nem fiz questão de acalmá-la, apenas olhei pro palco e meus olhos se cruzaram com os dele, como se fosse a primeira vez, um choque percorreu meu corpo e ele sorriu pra mim. Lágrimas embaçaram minha visão, mas eu sorri retribuindo. A música se encerrou e o show prosseguiu cheio de brincadeiras e de nostalgia. 

Faltando-se duas músicas para o show se encerrar, eu, Dy, Lou e Lux voltamos para o camarim e ouvimos de lá o fim do último show temporário da One Direction.


Notas Finais


Gente, eu preciso do apoio de vcs agora. Tenho 2 capítulos de duas fics distintas. A primeira é pesada, tem putaria e afins; porque eu tô numa fase dark. E a segunda ela é mais leve, mais paz e amor! Vou postar uma delas semana que vem e preciso saber qual vcs preferem ler e se leriam de verdade!
Obrigada por terem lido até aqui e um beijo no core de vcs!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...