História They Don't Know About Us - Capítulo 20


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction, Zayn Malik
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Personagens Originais, Zayn Malik
Tags Harry Styles, Harry!bottom, Larry, Larry Stylinson, Liam Payne, Lirry, Lirry Stayne, Louis Tomlinson, Narry, Narry Storan, Niall Horan, One Direction, Sadomasoquismo, Zarry, Zarry Stylik, Zayn Malik, Zianourry
Exibições 150
Palavras 1.126
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Lemon, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá gente!!! Bom, queria agradecer pelo apoio do capítulo passado e queria dizer que eu decidi não apagar essa Fanfic, então é isso, agora só falta mais alguns capítulos e eu prolonguei mais alguns para não acabar agora e eu farei o Q&A no próximo capítulo. É isso :)

Desculpem os erros e boa leitura!

Capítulo 20 - Chapter - Como assim?


O dia estava normal na pequena casa, o cacheado se encontrava no sofá, assistindo uma série qualquer, com um balde de sorvete na mão, enquanto os meninos estavam na cozinha, discutindo com Anne assuntos de "adultos".
    - Bom, não acho que ele esteja mudando tanto assim - falou Niall, meio entediado dessa conversa.
    - Como assim não está? você viu que semana passada ele nem quis ver a gente por três dias seguidos, e até ameaçou dormir no quintal se visse a nossa cara! - Louis falou, alterando a voz.
    - Meninos entendam, isso é complicado, eu lembro que eu ficava meio conturbada quando eu tive meus filhos, isso é completamente normal para gestantes. E vocês precisam entender que é uma gravidez arriscada, não podemos ficar brigando com ele só porque adotou esses comportamentos, qualquer coisa que fizermos pode comprometer futuro de seus filhos - Anne falou levemente preocupada.
    - Nós sabemos Anne, mas isso está completamente fora de questão e esses desejos que ele anda tendo estão cada vez mais impossíveis de conseguir! - Liam, que sempre esteve calmo, resolveu elevar a voz.
    - É, nisso eu concordo com você, eu não lembro de ter tantos desejos ou enjoos como ele anda tendo, talvez seja porque são gêmeos.
    - Nós temos que levar ele para o hospital! Faz exatamente quatro meses que ele não quer sair de casa, sem contar que sua barriga cresce de tamanho a cada dia, ele tem que ir no médico e eu vou levá-lo a força, pelo bem desses bebês! - Zayn falou irritado.
    - Zayn! - Anne chamou, mas o moreno já estava a caminho da sala, fazendo com quê os outros o seguissem.
    Harry, que estava em transe em frente a TV, se assustou quando o moreno apareceu em seu campo de vista, mas logo tratou de lançar um olhar de poucos amigos para o outro.
    - O que você quer? - perguntou com desdém.
    - Eu.já.cansei! Levanta daí agora! - Zayn gritou, fazendo o cacheado se arrepiar.
    - Não, eu não vou sair daqui!
    - Ah, mas você vai sair sim! Tem que ir no médico, até parece que não se importa com nossos filhos! - Nesse momento os outros já estavam ao seu lado, meios aéreos.
    - Zayn, se acalme, você sabe que qualquer... - Niall começou, mais logo ficou intimidado pelo olhar do moreno.
    - Eu sei disso! Mas você acha certo isso que ele está fazendo? Me responda!
    - Não, mas...
    - Então fique calado também! E você - apontou para Harry que já estava assustado. - Trate de ir se arrumar agora, estaremos esperando e nem pense em negar mocinho, você tem que ir no médico agora!
Harry não quis falar nada, ele apenas levantou com um pouco de dificuldade e colocou o pote de sorvete na estante. Caminhou até o seu quarto - que agora ficava em baixo da escada, pôs ele não podia ficar subindo a mesma.
Começou a tomar banho e gemeu quando sentiu chutes em sua barrigas.
    - Parem com isso, seus pestinhas! - falou com a própria barriga. - Eu não sou de ferro não sabiam?
Logo depois de banho tomado e devidamente vestido, Harry foi até a sala e encontrou os outros sentados no sofá, todos calados e sérios.
    - Então, eu fiz o que queriam, vamos?
Não recebeu respostas apenas levantaram de onde estavam e caminharam até a porta, Anne não levantou, preferiu ficar em casa e não arrumar mais confusão.
Já dentro do carro, Liam dirigia com calma, sem presa. Estava um silêncio terrível naquele lugar, ninguém queria falar nada por medo de iniciar uma briga para não prejudicar os bebês que não tinham nada a ver com isso... bom, eram eles os causadores dos comportamentos bizarros de Harry mas não significa que eles sabem o que fazem, né?
Demorou cerca de uma hora para chegarem no mesmo hospital de sempre. Depois de seguirem até o elevador e irem até a sala daquele médico, os meninos fizeram cara feia para o mesmo, que sorria alegremente ao ver o cacheado ali.
    - Harry, querido, quanto tempo! Eu achei que tinha acontecido alguma coisa com você - ele abraçou Harry, o que fez Louis quase voar em seu pescoço, se Niall não tivesse o puxado. - Calma aí cara, eu estou fazendo o meu trabalho aqui, sabia? Agora se nos darem licença, temos o que fazer, eu sei que os pais devem acompanhar tudo, mas vocês são muitos!
Ele puxou o mais novo para dentro de sua sala e mais uma vez, fechou a porta na cara dos outros no corredor.
    - Eu ainda mato ele! - Louis falou irritado.
Dentro da sala do médico, Harry estava deitado em uma cama que tinha em um canto.
    - Serio, eu não sabia que quatro meses de gestação seria tão... evoluída assim. Eu sei que são gêmeos mas isso é barriga de sete meses! Temos que fazer um ultrassom imediatamente.
E depois de ter arrumado um monte de aparelhos para conectar a TV, ele pegou um pequeno aparelho e colocou sobre a barriga dele. Contendo uma pequena quantidade de gel.
Depois de alguns minutos, Luke parecia uma estátua e deixou o aparelho que segurava cair no chão. Encarou a TV novamente e logo voltou a olhar para o cacheado, que se encontrava assustado.
    - O que foi que aconteceu? O que é que o senhor está vendo aí?
    - Harry, querido, não entre em pânico, mas aconteceu uma coisa praticamente impossível em gravidez masculina, eu nunca vi isso antes.
    - Como assim? Eu não entendo o que quer dizer.
    - Bom, acontece que posso ver mais de dois pontos aqui na TV.
    - E o que isso quer dizer?
    - Os pontos que aparecem é de acordo com a quantidade de bebês que pode ter.
    - Isso quer dizer que... - Harry começou a tremer. - Não diga que é o que estou pensando, eu não vou suportar isso!
    - Calma, você precisa ter calma nesse momento. Realmente, você terá mais de dois bebês - Harry suspirou e tentou se acalmar.
    - Quantos?
    - Quantos o quê?
    - Quantos bebês eu vou ter? - perguntou alterado.
    - Harry, se acalme, sua pressão está baixando - falou mexendo em alguns aparelhos.
    - Não quero saber disso, fale logo de uma vez!!
    - Certo. Você terá quíntuplos.
E como se já tivesse previsto, Harry desmaiou, a máquina começou a apitar.
    - Isso não é bom, isso realmente não é bom! - Luke correu até a porta e encarou os meninos que o olharam preocupados. - Rapazes, algo muito grave aconteceu com Harry!
    - O que foi?? - Liam se aproximou desesperado. - Fala!!
    - Ele corre um grave risco de vida!
 


Notas Finais


É isso, espero que tenham gostado. Podem dá uma olhadinha na minha nova história? Obrigada :)
https://spiritfanfics.com/historia/contos-eroticos-harry-bottom-7153763

Devo continuar?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...