História They Don't No About Us - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Camren, Dinally
Visualizações 56
Palavras 975
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fluffy, Orange, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Hey Boo, demorei né? Então, eu tive alguns -muitos- problemas que bloquearam minha criatividade, ou seja, não consegui escrever nada, mas tô aqui né, o capítulo tá horrível, bem ruim mesmo, mas relevem, ainda terá mais um

Capítulo 2 - Allz & Dih


Fanfic / Fanfiction They Don't No About Us - Capítulo 2 - Allz & Dih

Pov Dinah

- Sabe que uma hora vai ter que falar não é?- Reviro os olhos ao ouvir pela milésima vez a mesma frase vinda de Camila.

- Sim, eu sei, mas porque insiste tanto nisso Camila?- Pergunto me virando para ela e me arrependo em seguida voltando para a posição inicial.

- Primeiro por que você fez o mesmo comigo e não sossegou enquanto eu e Lauren não estivessemos juntas, e depois, eu não quero ver você sofrendo quando aquele branquelo que acha que é o próprio Golias pedir Ally em casamento.- Arregalo os olhos ao ouvir aquilo.

- Ele comentou algo com você Camila? Quando ele pretende fazer o pedido? Por que não me disse antes?- Vou para perto dela esperando a resposta.

- Céus Dinah, é forma de falar, mas do jeito que aquele relacionamento está não vai demorar muito pra que isso aconteça.-

- Isso o que?- Lauren aparece atrás dela a abraçando e depositando o queixo em seu ombro.

- Nada, eu vou pro quarto meninas, se perguntarem digam que eu tive um mal estar.- Vejo Lauren ficar confusa mas logo saio indo em direção ao elevador, aperto o botão do último andar e encosto a testa na parede gelada do mesmo, respiro fundo e logo saio entrando no quarto

1 ano, um longo ano se passou e eu não tive coragem de falar para ela tudo o que sinto, pode parecer idiotice, mas eu não posso conter meu coração. Quem diria que eu me apaixonaria pela garota de rosa neon que corria como louca nos corredores do X-Factor, hoje aqui estou, 17 anos e apaixonada por uma garota que namora um gigante.

Eu não tenho coragem de falar para Ally tudo o que sinto, não mesmo, Ally é o tipo de pessoa que me daria um fora de forma gentil e calma, e se for pra isso eu prefiro guardar os meus sentimentos pra mim, Camila é a única que sabe, a pior coisa que fiz foi contar para ela sobre os meus sentimentos pela baixinha, agora ela me atormenta todos os dias me dizendo para contar logo à ela tudo o que sinto.

Tiro os saltos e me jogo na cama do hotel pensando em como a minha vida estava uma bagunça, passo tanto tempo inerte em pensamentos que nem percebo quando alguém bate na porta.

- Não quero mais falar sobre isso Camila, já disse que não vou falar nada.- Deito novamente após gritar.

- Sobre isso o que?.- Dou um pulo ao ouvir aquela voz doce se aproximar.

- Ally? O que faz aqui? Devia estar aproveitando a festa!- Falo nervosa ao vê-la se sentar na ponta da cama.

- Meu aniversário não é o mesmo sem você lá pra animar tudo e dançar loucamente.- Ela coloca a mão na minha perna e se apoia apenas naquele braço e eu me arrepio com aquele contato.

- Não estou muito bem Allz, acho que foi aquele macarrão que comemos no almoço.- Minto.

- Eu sei que não é só isso Dih, pode falar, eu juro de dedinho que não conto pra ninguém.- Ela fala me empurrando para o lado e se deitando ali.

- Não é nada Ally, sério, só não me sinto bem.- Isso não era uma total mentira.

- Brigou com a Mani? Camila? Laur? Sua mãe?  Alguém que gosta?- Ela insiste.

- Não. Não. Não. Não. Um pouco disso.- Respondo.

- Quer falar sobre?- Ela pergunta e eu suspiro pesado.

- Eu gosto de alguém, mas essa pessoa não sabe, e ainda por cima namora, e isso está me matanto.- Falo tudo de uma vez.

- Porque não tenta dizer a essa pessoa que gosta dela? É melhor se arriscar do que morrer na praia.- Ela fala fazendo carinho em meus cabelos.

- Ally, eu gosto de você.- Digo apreensiva.

- Não pra mim boba, pra pessoa.- Ela ri e logo ficamos em silêncio até ela se sentar rapidamente e me olhar para mim surpresa.

- Como é? - Me sento puxando o ar com um pouco de dificuldade.

- Já tem um tempo, eu percebi isso quando notei que não conseguia mais ficar sem te olhar, ou sentir seu cheiro, quando estava perto de você meu coração parecia querer sair do peito, eu nunca quis te dizer isso Ally, eu te entendo por achar estranho, eu também achava quando descobri, só não me afaste de você, por favor.- Peço com os olhos marejados e de cabeça baixa.

- Você tá brincando? Oh meu deus, como eu esperei por isso, Dinah, eu sempre fui apaixonada por você, sempre achei que as possibilidades de o sentimento ser recíproco fossem nulas, Dinah, eu namoro com o meu melhor amigo gay, só pra que ele faça ciúmes no garoto que ele gosta na faculdade.- Ela fala levantando o meu queixo.

- Não está brincando, está?- Pergunto e vejo ela negar com a cabeça. Sorrio e coloco minhas mãos em seu rosto fazendo um carinho de leve.

- Ally, talvez seja cedo, mas pra mim não é, eu espero por isso à um bom tempo, talvez eu seja um pouco imatura, e eu nem tenho alianças aqui mas, você quer namorar comigo? Eu prometo tentar te fazer feliz todos os dias.- Falo com os olhos cheios de água.

- Eu não me importo com alianças Dinah, você é perfeita pra mim do jeito que é, é claro que eu aceito. -Ela sorri e eu logo a puxo para um beijo, sinto suas mãos em minha nuca e me deito por cima dela no colchão, sinto suas mãos descendo para minhas costas e depois ouço o barulho da maçaneta

- O que é isso aqui?- Saio de cima de Ally ao ouvir a voz de Jerry, olho para a porta e vejo as meninas e Troy junto com ele, olho para Ally que segura em minha mão tentando me passar uma confiança que era claro que nem ela mesma tinha.

Uma única coisa passava na minha cabeça

FODEU


Notas Finais


Até a próxima babies

All the love 💚

Love only 💚

Unicorn ama vocês


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...