História This I Promise You ( Norminah) - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane, Fifth Harmony, Lauren Jauregui, Normani Kordei
Exibições 299
Palavras 1.473
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Chegueeeii delícias

Erros corrijo depois. Boa Leitura.. 😍😏

Capítulo 14 - Surpresa


Fanfic / Fanfiction This I Promise You ( Norminah) - Capítulo 14 - Surpresa

POV DINAH

Quando a Mani entrou no quarto, senti meu coração errar as batidas, eu não sabia se era de alívio por vê-lá ali, ou nevorsismo. Ela veio sorrindo ate mim, e eu rapidamente a abracei. Foi fofo ver ela com os olhos brilhando, e sussurrar em meu ouvido que aceitava. Agora estou mais tranquila. Normani oficialmente é minha namorada. Mas é claro que as surpresas não tinham acabado.

- Amor, eu ainda tenho mais uma surpresa pra você.

Ela me encarou alguns segundos e eu sorri. Beijei sua boca e olhei em seus olhos.

- Senta na cama, eu volto já OK?- ela apenas assentiu. - Ótimo

Saí andando até meu closet e vesti um conjunto com calcinha fio dental em renda e cinta liga com pérolas. Sutiã estruturado valorizando o decote e com delicadas pérolas abaixo do busto, com uma meia-calça sete oitavos também na cor preta. Fui andando em direção a cama e Normani abriu a boca, eu sorri e coloquei a música da Beyoncé - At Last e fui dando passos lentos e sensuais até ficar de frente Normani. Ela sorriu maliciosa e eu retribui. Comecei a movimentar meu quadril de acordo com a música, com delicadeza e sensualidade. Fui passando a mão por todo meu corpo, enquanto observava a mulher a minha frente fitando todo meu corpo e meus movimentos. Andei ate a cama ficando em frente a Normani e levei minha perna ate a cama, apoiando meu pé direito em cima da mesma. Com as mãos fui alisando minha perna e de uma forma sensual, quando senti as mãos quentes de Normani em minha perna e sorri. Ela se levantou rapidamente e segurou minha cintura com a mão direita, e levou a esquerda para minha coxa que estava apoiada na borda da cama.

- Você quer me matar DJ.- sussurrou em meu ouvido e depois mordeu o lóbulo da minha orelha.

- Só se for com orgasmos - falei com carinha de inocente e depositei um selinho em seus lábios.
Mani levou a mão ate minha bunda e eu tirei, a mesma me molhou confusa e eu sorri.

- Deixa eu terminar de dançar pra você, é a sua surpresa.

- Podemos pular a parte da dança, eu quero te chupar amor. - falou com a voz rouca e me agarrando.

Neguei com a cabeça e tentei soltar de seus braços, mas a mesma segurava firme e começou a beijar meu pescoço me fazendo parar de me debater.

-ah!.. Isso é golpe baixo. - falei enquanto Normani beijava minha clavícula.

- Golpe baixo é você aparecer toda gostosa com essa lingerie, e ainda dançar na minha frente. Eu realmente amei a surpresa, mas eu quero te foder bem gostoso. - arfei e ela soltou beijos em meu pescoço. - quero te ouvir gemer meu nome enquanto estiver gozando na minha boca.

Tentei segura o gemido, mas foi em vão, ele saiu por meus lábios entre abertos. Tirei meu pé da cama e virei de costas para Mani. Com sensualidade e no ritmo da música que ainda ecoava no quarto, comecei a rebolar bem coladinha com Mani, roçando minha bunda em seu sexo, a mesma gemeu em meu pescoço. Estava adorando provoca-la e ver que ela estava com a respiração desregulada. O quarto estava ficando quente e meu corpo estava suando. Continuei rebolando e Normani alisava minha barriga e foi levando as mãos ate meus seios apertando-os por cima do sutiã.
Coloquei minhas mãos por cima das mãos dela e forcei um pouco para que ela apertasse mais forte, a mesma entendeu o que eu queria e começou a massagear com força. Acabei gemendo e jogando a cabeça pra trás. Normani me virou para que ficasse de frente pra ela. Começou a beijar minha boca com intensidade, e foi levando as mãos ate o fecho do meu sutiã abrindo-o. Meu corpo precisava de mais contato, eu queria mais de Normani. Tirei sua blusa, e depois o sutiã. Estava prestes a massagea-los mas ela segurou minhas mãos e negou com a cabeça, juntei as sombrancelhas confusa e ela sorriu.

- Eu quero te fazer gozar primeiro, depois eu deixo você fazer o que quiser.
Foi me levantando ate a cama e abriu minhas pernas pra ficar entre elas e com delicadeza beijava minha boca, chupava meu lábio inferior, pediu passagem e eu dei, a mesma não demorou para adentrar sua língua em minha boca. Começamos uma batalha pra ver quem iria dominar o beijo, o que resultou em ser ela como sempre. Nossas línguas estavam sincronizadas, enquanto puxava de leve os cabelos da nuca de Normani.

Foi descendo os beijos para meu pescoço e parou em minha clavícula beijando-a. Continuou descendo e abocanhou meu seio esquerdo, me fazendo gemer com o contato. Mordeu lambeu, massageou e ficou alternando entre os dois. Não conseguia me controlar,  eu queria mais, eu precisava de mais. Ela mordeu minha barriga e continuou descendo. E rapidamente tirou minha calcinha. Beijou minha coxa, minha virilha e parou de frente com meu sexo pulsante, assoprando e me fazendo gemer. Passou a língua de baixo pra cima em meu sexo e começou a me chupar, eu não conseguia segurar os gemidos. Ela separou minha dobras e sem aviso ela enfiou dois de seus dedos em meu sexo,  me fazendo gritar. Estava rebolando em sua boca e pedindo pra que ela metesse mais rápido e forte, e assim ela fez. Eu senti meu sexo convulsionar e o mesmo engolir os dedos de Normani, e ela passou a estocar lentamente e sua boca foi diminuindo o ritmo das lambidas e chupadas em meu clitóris. Levantei a cabeça bufando

— Não para de meter Mani - falei com a voz falha e baixa.

— Mas eu não parei. - sorriu

— Então mete mais rápido. - falei e a mesma acelerou os movimentos.

Comecei a sentir que estava prestes a gozar, e a mesma voltou a desacelerar os movimentos, me fazendo bufar irritada.

— Se você não me deixar gozar agora, a porta ta fechada mas você pode abrir ir embora. - falei irritada e levando minha mão direita ate meu sexo molhado massageando o mesmo. - eu posso gozar sozinha.

A mesma gargalhou do meu desespero e tirou minha mão.

— Garanto que você vai gozar gostoso na minha boca. - falou estocando seus dedos em meu sexo lentamente.

— Para de falar e me chupa agora. - falei colocando minha mão em sua cabeça forçando a mesma voltar a fazer o que estava fazendo. - e enfia forte e rápido.

Ela gargalhou mas não desobedeceu, começou a chupar meu clitóris e me estocar forte e rápido como havia pedido.

Ah! ... Assim Mani Oh! .. N-não para - disse entre gemidos - eu vou.. Ah! - ela enfiou mais um dedo e não segurei o grito de prazer. - eu vou g-gozar Mani

Não demorou muito para que eu viesse explodir em um orgasmo maravilhoso. Normani com calma tirou seus dedos de dentro do meu sexo, e levou ate sua boca chupando cada dedo, não deixou escapar nada. Meu coração estava quase saindo pela boca. Ela subiu em cima de mim e beijo minha bochecha.

— Eu amo te ver assim. Toda ofegante, com rostinho suado, cabelos bagunçados, boquinha entre aberta, respiração desregulada. - sorriu e beijou meu seio. - Bom, eu quero surpresas desse tipo no mínimo duas vezes por semana. - acabei rindo e a mesma gargalhou.

— Não prometo nada. - falei colocando algumas mexas de seus cabelos atrás da orelha. - Eu te amo meu amor. -beijei seus lábios - mas agora eu quero te comer.

****

— Eu desisto amor. - falei deitada em cima de seu corpo - Ah! - gemi quando ela tirou seus dedos de meu sexo.

— Somos duas então. Eu nunca achei que um dia eu chegasse ao ponto de dizer que não aguento mais. - falou ofegante - você tirou todas as minhas forças mor. - deitei minha cabeça na curva de seu pescoço.

— E você as minhas, eu acho que não vou conseguir andar por um bom tempo. Eu queria tomar banho, mas eu não vou conseguir me levantar. - falei ouvindo uma de suas melhores gargalhadas. Ela beijou em minha testa e falou

— Quer que eu te leve? Eu posso dar banho em você. -falou enquanto fazia um carinho em minhas costas.

— Super apoio. Mas você estar tão cansada quanto eu. E não quero sair daqui  - falei abraçando-a mais ainda. - Aliás, se você continua fazendo isso eu vou dormir. - disse enquanto ela fazia carinho em minhas costas.

— Dorme meu anjo, eu vou estar aqui quando você acordar. - beijou minha testa - eu te amo.

— Eu também te amo. - falei abraçando mais o seu corpo.


Notas Finais


Espero que tenham gostado. Hahaha


Ate depois. 😍😚


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...