História This I Promise You ( Norminah) - Capítulo 36


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane, Fifth Harmony, Lauren Jauregui, Normani Kordei
Exibições 181
Palavras 712
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Cheguei 😬

Erros vou corrigir depois.

Capítulo 36 - Norminah // Hot ( parte 2)


POV Normani

Dinah mordeu forte meu lábio inferior, e eu soltei um grunido de dor e a olhei incrédula, ela sorriu e soltou um " para de me tortura, e me fode logo" sorri com sua fala e abocanhei seu seio, a mesma jogou a cabeça pra trás e me ofereceu mais ainda seus seios, mordi seu mamilo e ela segurou o gemido. 

— Você estar com muita roupa amor - disse segurando a borda do meu vestido e puxando o mesmo para retirar, estiquei os braços para que ela conseguisse se livrar dele e assim ela fez.

— Melhorou? - sorri maliciosa e ela mordeu o lábio inferior

— Prefiro você nua - disse e eu levei as mãos até no fecho do sutiã e ela segurou os meus pulsos - Não, eu tiro.

Assim que terminou a frase inverteu as posições ficando por cima de mim. Dinah sentou em minha barriga e eu senti meu sangue ferver quando ela rebolou em cima de mim, esfregando seu sexo quente em minha barriga, soltei uma lufada de ar e reprimi o gemido que estava prestes a sair, gravando as unhas em sua volumosa bunda.  Dinah foi abrindo calmamente o fecho frontal do meu sutiã, mordia meu lábio inferior e rebolava em minha barriga. Assim que abriu meu sutiã ela mordeu meu seio com vontade, me fazendo puxar seu cabelo e gemer

— Sua vagabunda isso dói - disse ofegante e com um pouco de dor depois de sua mordida

— Não me importo. - deu de ombros

— Mais eu sim - segurei firme eu seu maxilar, fazendo-a olhar para mim e assim ela fez - Isso não vai ficar assim Dinah - ela sorriu inocente e beijou meus lábios

— Vai fazer o que? - perguntou com uma voz rouca que me desmonta inteira

— Te foder ate você não aguentar mais e pedir para eu parar

Não deixei a mesma responder, segurei uma de suas coxas e com minha outra mão, segurei em suas costas trocando as posições, ficando por cima dela. Apertei seus seios com força fazendo gemer e dei um chupão em seu pescoço que sem dúvidas vai ficar marcado. Espalhei chupões e mordidas em seus seios, fazendo Dinah se contorcer e gemer baixinho. Desci os beijos ate sua barriga e passei a tortura-la. Depois de deixa-la toda marcada, fui me aproximando de seu sexo que já estava bem encharcado e séria bem fácil penetra-la.

— Sempre pronta pra mim - sorri e beijei sei clitóris, fazendo a tremer - vem, quero você rebolando na minha cara

Me deitei e segundos depois, Dinah se ajoelhou na cama, deixando com minha cabeça no meio de suas pernas, ela foi sentando com cuidado e gemeu alto, quando sentiu minha língua lamber sua entrada e subir ate seu clitóris, abocanhando o mesmo, com certa força. Apertei sua bunda e depois deixei um tapa na mesma. Dinah gemia alto e rebolava na minha boca, penetrei um dedo em seu sexo encharcado e ela se contorceu. Dinah estava tão molhada que meu dedo deslizava facilmente dentro dela. Ela já estava suada, seus cabelos estavam colando em seu rosto, e ela gemia pedindo mais. Não demorei para dá o que ela pedia e penetrei mais um dedo, ela passou a rebolar mais rápido e gemer mais alto, a penetrava rápido e fundo, não deixando de chupa-la em nenhum momento. Seu clitóris estava inchado e ela estava prestes a gozar, já podia sentir meus dedos serem espremidos e foi ai que enfiei mais um dedo fazendo a explodir em um maravilhoso orgasmo.

Continuei a penetrando ate que Dinah parasse de tremer, e mesmo ainda tendo espasmos a mesma não parava de rebolar. Retirei meus dedos cuidadosamente de dentro dela e Dinah soltou um gemidinho manhoso e eu deixei um beijo em seu sexo antes que a mesma saísse de cima de mim. Levei meus dedos, ate minha boca sentindo o gosto maravilhoso e único da minha namorada. Mesmo ainda se recuperando de um orgasmo ela olhava atenciosamente meus movimentos.

— Nunca vou me cansar do seu gosto - disse e ela sorriu ainda ofegante.

— Não desisti OK? Só preciso um pouco de ar. - riu baixinho

— Tudo bem, eu espero você se recuperar.


Notas Finais


Hot meio pombo, mais é isso ai mesmo.. Sou péssima com hots, mas n desistam de mim 😬❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...