História This is a love song (Quintana, SwanQueen e Calzona) - Capítulo 29


Escrita por: ~

Postado
Categorias Glee, Grey's Anatomy, Once Upon a Time
Personagens Alexandra "Lexie" Grey, Arizona Robbins, Brittany S. Pierce, Calliope "Callie" Torres, Diretor Figgins, Emma Swan, Jane Hayward, Lacey (Belle), Mark Sloan, Mason McCarthy, Quinn Fabray, Rachel Berry, Regina Mills (Rainha Malvada), Ruby (Chapeuzinho Vermelho), Santana Lopez
Tags Calzona, Lesbicas, Romance, Swanqueen
Exibições 79
Palavras 1.084
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Lemon, Musical (Songfic), Orange, Poesias, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 29 - Machuque você ou machuque eu !


Fanfic / Fanfiction This is a love song (Quintana, SwanQueen e Calzona) - Capítulo 29 - Machuque você ou machuque eu !

¥Narrado por: Quinn¥
Chego em casa jogando meu corpo sobre a minha cama de forma brusca,Santana não tinha esperado nem 24 horas para fuder com outra,esse final de semana era casamento de Ruby e Rachel e eu não estava afim de ficar olhando para ela com aquele vestido que deixava ela perfeita.
Droga! Como eu podia só pensar nela 24 horas por dia.
Me levanto sigo até o banheiro e abro meu armário no mesmo pego meu anti depressivo,tomo um,penso em como me sentia e decido ignorar a bula,ponho três em minha mão, engulo e guardo o pequeno frasco,me deito na cama,me enrolo na coberta e ignoro os fatos de que as lágrimas molhavam meu travesseiro.
E neste dia eu chorei até dormi mas há dias que durmo para não chorar.
Sabe aqueles sonhos que você parece estar caindo? Então acordo completamente suada com o corpo todo grudento,minha respiração ofegante.
Me levanto meio com corpo mole,e me arrasto para o banheiro.
Mas antes que eu pense em me banhar a campainha toca e escuto a mãe de Santana me chamar,por algum motivo Callie não tinha deixado ela ir embora ainda.
Desço as escadas meio zonza e sem entender vejo Jane sentada no meu sofá.
Nunca tive intimidade com essa garota,oque ela está fazendo aqui? A única coisa que eu sabia dela era que namorava um amigo de Santana.
- Oque faz aqui? - Digo meio ríspida não estava para visitas neste momento.
- Eu quero sua ajuda,eu disse para Mason que o filho não era dele porque meus pais iriam mata-lo se soubessem e eu queria apenas proteger o amor da minha vida mas acho que foi a pior decisão da minha vida.- Ela dizia rapidamente como se o mundo fosse acabar.
- Tá  , mas a decisão mas certa não seria contar sobre seus pais e ele escolher oque queria fazer? Fugir ou ficar?
- Decisões não são sempre certas ou erradas as vezes apenas são só decisões.
- Mas porque prefiriu magoar ele assim?
- Quinn,Mason não é oque podemos chamar de um homem forte,eu preferi magoa-lo do que ver alguém magoar eu magoando eu posso conserta,quem ama faz de tudo para não machucar tanto quem ama! Mesmo que machuque eu ainda posso concerta o único problema é que as amigas dele não deixam eu me aproximar..
- Eu falarei com as meninas.- Digo vendo a mesma se levantar.
- Obrigada !!
Quando ela saí da minha casa,volto para meu quarto,abraçando Oliver o ursinho que Santana tinha me dado.
Acordo com meu corpo sendo movimentado brutalmente por minha irmã que tinha um feição assustada:
- E-emma? - Digo sonolenta.
- Quinn você está dormindo desde ontem à tarde.
- São que horas??- me levanto escorando minha cabeça em minha mão.
- Já está na hora da sua aula..
- Mas..- Olho no relógio dando conta da hora
- Droga..
Saio correndo para escola depois de me arrumar em 15 minutos.
Mas minha pressa acaba quando Laurel vem até mim,ela tinha uma tala no nariz:
- Precisamos conversar!
- Não precisamos não- Digo mexendo em meu armário.
- Você é uma vadia Fabray,nunca mereceu a Santana.
- Agora ela está solteira.- Bato a porta do meu armário.
- Mas ainda te ama,agora é o seguinte você vai dar um fora nela no baile na dente de todos.
- Olha ela não é mais minha namorada,porque quer fazer isso?
- Porque você à magoando não corro mais risco de perde-la e vocês com certeza vão voltar.
- Eu não vou fazer isso. - Dou um falso sorriso e vou andando mas meu corpo parece congelar com as seguintes palavras:
- Então eu terei que machucar a sua latina.
- Porque faria isso?- Tentava esconder sem êxito algum a insegurança em minha voz.
- Porque agora é uma questão de honra.
E ela me deixa alí, sozinha pensando, sigo para aula Do coral.
Rachel logo que viu todos alí se prontificou:
- Como a maioria sabe,vou me casar daqui a 3 dias..e eu convido todos vocês para estarem nesse momento comigo. - Rachel estava super empolgada e resolveu fazer uma perfomace para sua amada que deixou todos de cílios molhados,Santana estava abraçada em Dorothy e ao mesmo tempo escondia que chorava,mas eu a conhecia como ninguém, sabia que ela estava emocionada.
Ela se levanta e delicadamente segue para fora da sala com a permissão de Mister Schue.
Enquanto o senhor Schue dizia dizia sobre nossos timbres de voz,ouve- se um estalo,mas não era um estalo apenas isso se confirma quando escuta se gritaria pela escola,O professor Will corria mandando todos abaixarmos e olhava para ver se faltava alguém: Santana! Droga !
Meus olhos começam a encher de lágrimas e meu corpo começa a se balançar,Ruby envolvia Rachel tampando o ouvido da mesma que chorava,Dorothy chorava junto com Belle e falavam algo sobre Santana,Brittany estava assim como os meninos embaixo das mesas olhando reparo que Laurel não estava alí, começo a me desesperar,me arrasto até a porta:
- Mrs Schue por favor deixa eu ir buscar a Santana.
Minha voz era embargada pelo choro.
- Desculpa Quinn mas não posso deixar você sair com um atirador aqui fora.
Começo a chorar enquanto meu professor acaricia minhas costas,todos estavam dizendo coisas como se fossem morrer e eu apenas observava soluçando mas ignoro  tudo quando se escuta mais um tiro,foda-se se eu fosse morrer eu morreria salvando o amor da minha vida.
Com toda minha força me desvencilho do Senhor Schue e sigo para o banheiro,no corredor encontro quem eu menos queria com uma arma na mão:
- Por favor atira em mim mas não machuca a Santana !
- Você sabe oque tem que fazer para tudo ficar bem.
- Eu faço só por favor, faça ela feliz.
Laurel dá um sorriso vitorioso.
- Lembrando que tem que ser no Baile.
Assim que ela saí escutasse outro tiro e gritos da polícia, corro para o banheiro e chamo baixinho:
- Sant..
Então escuto um choro baixo:
- Quinn...eu to aqui...
Então abrindo todas as cabines encontro Santana agachada sobre o sanitário,ela arregala os olhos:
- Eu te amo Tanto me perdoa pelo que disse.
Ela se joga em meu braços e eu deixo as lágrimas escorrerem quando ela me agarra.
- Eu também te amo tanto Santana,eu sempre vou te proteger.
Agora eu entendia oque Jane queria dizer,beijo a cabeça da mesma e aperto porque de uma forma ou outra eu tinha meu mundo em meu abraço.


 


Notas Finais


Então, esse é o cap de hoje ! Será que Quinn vai aceitar?
Magoar a Sant?
E será que se ela magoar,Sant irá aceitar ?
Comentem para me inspira.
Desculpa a demora ! Saí do hospital hoje.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...