História This Is Love - (Jeon Jungkook) - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jungkook, Suga, V
Exibições 133
Palavras 1.357
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Escolar, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


ai to com sono
então não liguem se tiver algum erro hauahsus

Capítulo 13 - Festa II


Fanfic / Fanfiction This Is Love - (Jeon Jungkook) - Capítulo 13 - Festa II

P.o.v's Jungkook

Passei meus braços pela cintura da Isa fazendo ela ficar mais próxima de mim. Isa deu um sorriso para o Jimin que retribuiu da mesma forma, isso me irritou profundamente. Mas o que me irritou de verdade foi quando a Isabella saiu dos meus braços para abraçar aquele retardado.

-Não sabia que você viria. -Jimin comentou ainda a abraçando e me olhou, lancei um olhar mortal pra ele e cruzei meus braços.

-É, eu vim com o Jungkook. -Bella  falou desfazendo o abraço e me olhando com um sorriso lindo no rosto.

-Ah, está muito bonita hein. -Ele comentou olhando a Isa de cima a baixo e sorrindo fazendo a mesma corar.

-Obrigada Park. -O "Park" dela era doce, já o meu é arrogante.

-De nada pequena, quer dançar? -Será que ele não percebeu que ela está comigo, não?

-Não, ela não quer Park. -Estiquei meu braço e puxei a Bella de volta para mim. -Ela está comigo.

-Jungkook, pare. -Bella me repreendeu e eu revirei os olhos.

-Deixa ele Isa. -Ele me olhou com um sorriso divertido no rosto, o que me fez ter mais ódio ainda. -Gosto dos seus shows.

-Que show, Park? -Coloquei a Isabella pra trás de mim e cruzei os braços.

-Primeiro a Lee Hi, agora a Isabella? Quem mais, Jungkook? -Ele me provocou e eu levantei meu punho pronto para dar um soco naquela cara dele quando a mão delicada da Isa me parou.

-Jungkook, não, por favor. -Ela me olhou com aqueles olhos irresistíveis e eu abaixei minha mão.

-Vamos embora, Bella. -Entrelacei nossas mãos e caminhei pra fora da cozinha puxando a Bella pra perto de mim. Passei por aquelas pessoas malucas, e sai da mansão. Entreguei o capacete para Isa e montei na minha moto.

-Para onde vamos Jungkook-ah? -Ela perguntou montando na moto e agarrando a minha cintura com força.

-Para uma festa de verdade, sem pessoas indesejáveis. -Dei partida na moto e acelerei ela. Em questão de minutos já estávamos em frente a uma boate bem famosa em Busan, estacionei a moto e ajudei Bella a descer dela. Assim que conseguimos entrar nela fui a levando logo para o Open Bar. -Hoje você vai conhecer o que é festa de verdade. -Pedi duas vodcas, e entreguei uma a Bella.

-Não gosto de beber Kookie. -Ela disse com uma voz angelical, eu diria que a Isa é um anjo em pessoa.

-É bom, você vai gostar. -Falei tomando meu quarto gole.

-Mas eu não gosto. -Ela falou olhando para o copo colorido.

-Presta atenção, você quer se divertir? Vai por mim, assim vai se divertir pra valer. -Tentei encoraja-la a tomar, mas parecia que eu tinha deixado mais confusa ainda.

-Jungkook, eu nunca tomei nada, dizem que faz muito mal. -Ela falou balançando o copo de um lado para o outro.

-Toma logo Isa. -Falei por fim terminando de beber o meu copo e pedindo outro.

-É bom. -Ela disse por fim bebendo o líquido todo. 

-Não toma muito rápido, arde pra valer. -Falei e ela me obedeceu, dava para ver que ela estava começando a se acostumar. 

-Quero mais. -Ela disse sorrindo e colocando o copo em cima do balcão. Entreguei outro copo a ela que bebeu em questão de segundos, e lá estava ela no seu terceiro copo mais ainda consciente. -Jungkook, vamos dançar? -Ela pareceu observar a pista com um sorriso no rosto.

-Claro. -Peguei sua mão e a guiei até a pista. Paramos em um ponto fixo e eu agarrei sua cintura puxando-a pra perto de mim. No começo vi que ela estava com dificuldade, já que a música era agitada. -Se solta, Isa. -Sussurrei em seu ouvido e ela assentiu meio insegura. Como estava tocando "Only Girl" da Rihanna, era mais fácil de dançar. Percebi que Bella já havia se soltado e afrouxei meus braços da sua cintura deixando ela dançando perto de mim.

-É bom. -Ela comentou sorrindo.

-Muito bom. -Sorri de volta e a puxei pra perto de mim iniciando um beijo bem calmo mas ao mesmo tempo desesperado. Não me importava com as pessoas em volta, somente comigo e com a Bella e a música da Rihanna. -Ficou melhor ainda. -Falei quando nos separamos.

-Como não fui numa festa dessas antes? -Ela perguntou olhando em volta.

-Porque você ainda não tinha me conhecido. -Falei sorrindo e a abraçando. Ficamos mais alguns minutos na pista de dança apenas curtindo a música e a nós mesmo. Isa não queria ir embora então eu tive que a levar a força até a moto.

-Chato. -E ela ainda estava reclamando enquanto eu pilotava a minha moto.

-Amanhã vamos em outra. -Falei sorrindo.

-Sério? -Ela perguntou e eu assenti rindo. Foram mais ou menos dois quilômetros ouvindo a Isa falando da roupa que ela viria amanhã, e eu tive que aturar né. Chegamos em frente a sua casa, ela estava nos degraus que levava a varanda e eu um pouco abaixo.

-Gostou da noite? 

-Eu adorei. -Ela falou sorrindo e eu sorri ficando meio envergonhado pelas nossas trocas de olhares. -Kookie, quer entrar? 

-Jura? -Perguntei dando a ela a chance de volta atrás.

-Sim. -Ela sussurrou e eu entrelacei nossas mãos entrando dentro da sua casa. Tirei minha jaqueta. -Quer algo para beber?

-Não, obrigado. -Falei sorrindo.

-Então, o que quer fazer? -Ela perguntou e eu imaginei coisas não muito puras. -Jungkook! -Ela me chamou e eu me despertei dos pensamentos impuros.

-Você que sabe. -Falei e ela sorriu.

-Ótimo, vamos para o meu quarto. -Só eu que estou imaginando coisas inapropriadas?

-Tá bom. -Ela me puxou pelo pulso me guiando até a escada. Subimos bem devagar, chegamos na porta do seu quarto e ela abriu revelando um quarto tão delicado quanto ela mesma. 

-Esse é o meu quartinho. -Ela se pôs no centro e abriu os braços me fazendo rir.

-Muito bonitinho. -Comentei olhando em volta.

-Eu sei, fui eu que decorei. -Ela sorriu olhando tudo em volta. -Vou tomar um banho, fique a vontade. -Ela falou e logo depois foi para o banheiro, quando eu olhei ela tinha esquecido a porta aberta. Foi ai que eu pensei, ela tinha tanta confiança em mim e eu imaginando coisas inapropriadas, Isabella é um anjinho que nem se quer ver maldade em nada. Resolvi explorar seu quarto pra parar de pensar nessas besteiras, comecei explorando sua escrivaninha. Tinha muitos cadernos com anotações e livros abertos com alguns deveres, ela é muito estudiosa, com certeza vai conseguir a melhor faculdade de Busan. Logo após olhar toda a sua escrivaninha, fui olhar seus retratos que estavam expostos em uma cômoda. Tinha uma de uma criança muito fofa com um homem a segurando, ambos sorrindo pra foto.

-Esse é o meu pai. -Ouvi a voz de Isa soar atrás de mim e sorri. -Ele é o meu herói. -Ela falou passando suas mãos pelo meu ombro.

-Cadê ele? -Perguntei já que não sabia nada da Isa.

-Ele morreu. -Pude ouvi sua voz de tristeza e por um momento me senti triste também, triste por ela estar triste.

-Sinto muito anjo. -Me virei e a puxei para um abraço. 

-Vem deitar? -Ela passou as mãos pelo rosto e me puxou para sua cama. -Meu pai sempre deitava na cama comigo para me fazer dormir. -Ela se deitou na sua cama e me puxou para deitar ao seu lado, tirei meus tênis e minha jaqueta e deitei ao seu lado.

-O que ele fazia? -A abracei de lado e comecei a brincar com seus cabelos.

-Ele não falava nada, apenas ficava fazendo carinhos até eu dormir. -Ela falou com uma voz tão doce que eu me controlei pra não abraça-la bem forte. 

-Vem cá pequena. -A abracei de um jeito mas confortável e a selei. -Eu estou aqui, pra você. -Falei enquanto alisava seus cabelos e parei pra pensar, nunca tinha dito isso pra nenhuma garota, nem pra Lee Hi.

-Obrigada Kookie, muito obrigada. -Ela me deu um selinho e fechou seus olhos. Continuei a mexer em seus cabelos até ter a certeza que ela tinha dormido, como estava com muito sono e cansado, resolvi dormir aqui mesmo.


Notas Finais


gente
eu amo vocês demaisss
aaa


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...