História This Is Love - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jungkook, Suga, V
Exibições 50
Palavras 829
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Escolar, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


hoje ninguém me segura

Capítulo 6 - Piscina e Nando's (parte 2)


P.O.V Isa

Guardei o celular no bolso do meu short e comecei a observar a praça tranquila. Quando olhei no celular percebi que já era 08:10, voltei caminhando tranquilamente pra casa. Pus um biquíni de franja e um vestido branco com alguns detalhes. Calcei uma rasteira brilhante e pus tudo que precisava dentro de uma bolsa. Escovei meus cabelos os prendendo em um rabo de cavalo e por fim estava pronta. Senti meu celular vibrar e era uma mensagem do Jungkook avisando que já estava em frente a minha casa.

"Mãe, sai pra tomar banho de piscina com uns amigos, volto até a noite. Xx.Isa"

Deixei esse bilhete pra minha mãe tirando a parte de sair com o Jungkook. Saí de casa e encontrei Jungkook encostado em sua moto, desta vez ele estava sem sua jaqueta de couro e possuía apenas uma camisa branca com uma bermuda preta, cheguei bem perto dele e de surpresa o dei um selinho, coisa que me deu vontade.

- Oi Isa. -Jungkook sorriu.

- Oi Kookie. -Ele desencostou da sua moto e montou em cima dela.

- Sobe aí e olha o que eu trouxe pra você. -Ele me entregou um capacete rosa cheio de florzinhas. -Comprei já que você agora só anda comigo de moto. -Montei em sua moto.

- Obrigada Kookie. -Coloquei o capacete e segurei a sua cintura. Estava mesmo virando hábito sair com o Jungkook de moto e sabia que a qualquer hora iria me machucar sem o capacete, Jungkook nunca foi um bom motorista.

- O terreno fica a alguns minutos daqui, tem problema? -Ele perguntou.

- Nenhum. -Respondi. Jungkook ligou a sua moto e acelerou com tudo. Apertei sua cintura e novamente ele não reclamou, deitei minha cabeça mesmo com aquele capacete em suas costas e fechei meus olhos sentindo o seu cheiro. Como Jungkook disse foi mais ou menos uns 30 minutos andando de moto até chegarmos em um terreno gigante. -É aqui? -Perguntei descendo da sua moto e o entregando meu capacete para que o mesmo penduradas na moto.

- Sim, você vai amar. -Ele segurou minha mão e me puxou delicadamente até o portão de ferro que protegia a mansão que havia lá dentro. -Essa família é muito rica, porém abandonaram esse lugar. -Ele informou e começou a balançar o portão. -Como esse portão está velho, ele vai abrir. -Jungkook disse persistente. Olhei os muros e percebi que eles não são tão altos, dava para pular com facilidade.

- Jungkook, acho que dá pra pular esse muro. -Apontei pro muro de somente um metro e meio e ele parou pra pensar.

- Não quero que se machuque. -Ele disse olhando em meus olhos.

- É melhor do que arrombar um portão. Vamos logo. -O puxei até ficarmos em frente ao muro. Pulei e com o impulso consegui subir no topo do muro. -Vem Kookie. -O chamei. Ele olhou para os lados se certificando que não havia ninguém e conseguiu subir. Pulamos juntos para o outro lado dando de cara com uma piscina limpinha e uma mansão encantadora. -Tem certeza que a família não está aqui?


- Tenho, eles abandonaram essa maravilha. -Ele abriu os braços e eu ri.


- Tô com calor. -Joguei a blusa em cima da mesinha e me preparei para tirar o vestido. Após tirar meu vestido, eu pulei dentro da piscina sentindo a água aliviar todo o calor que estava sentindo. -Vem Jungkook. -O chamei e ele riu se sentando na borda da piscina e colocando os pés na água.


- Não sei nadar. -Ele deu de ombros e eu olhei incrédula.


- Eu te ensino, por favor. -Fiz bico e ele riu.


- Tudo bem. -Jungkook pulou na piscina já sem blusa e percebeu que dava pra ele ficar em pé sem dificuldade. 


- Viu? Você é um medroso. -Eu disse rindo e ele deu a língua.


- Medroso nada, sou o mais temido dessa cidade.


- Temido menos por mim.


- Sério? -Assenti sem ao menos pensar. Quando eu pisquei, Jungkook já estava afundando comigo, comecei a me debater e o idiota não se levantava, apenas ficava olhando em meus olhos. Comecei a entrar em desespero, bati algumas vezes em seu peito mesmo não tendo força. Jungkook pareceu se tocar que eu estava começando a ficar sem ar e se levantou.


- SEU MALUCO, GAY, GAZELA, IDIOTA, RETARDADO. -Gritei quando subi novamente pra superfície.


- Você me chamou de gay? -Jungkook perguntou.


- Sim, gay...é isso que você é. -Dei língua pra ele e ele fechou a cara. -Jungkook? -Perguntei me aproximando dele. -Kookie? -Cutuquei sua bochecha. -Jungkook-ah, desculpa. -Apertei suas bochechas. Jungkook não fez nada, nem mudou sua cara de bravo.


- Você me chamou de gay, vou te mostrar que não sou gay. -Ele me puxou para um beijo de repente.


- Parasita. -Falei assim que me afastei dele o fazendo rir.


- Que foi? Não gostou? 


- Você é muito idiota Jeon Jungkook. -Disse sorrindo. 


Notas Finais


jungkook parasita


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...