História This Light Between Us - Capítulo 21


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Personagens Originais
Tags Justin Bieber
Exibições 40
Palavras 2.366
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Gente shskncdvn eu tô boba com esse capítulo.
Passei horas escrevendo ele e minha amiga contribuiu demaais com o hot. O twitter dela é @fifthdaenerys
Espero que gostem!!!!

Capítulo 21 - Calabasas


Fanfic / Fanfiction This Light Between Us - Capítulo 21 - Calabasas

Justin's POV

Caminhava em passos rápidos até a garagem do prédio enquanto procura as chaves do carro. Era segunda-feira e eu acabara de sair de uma reunião com Scooter em seu escritório. Assim que destravei as portas da Land Rover preta, senti meu celular vibrar. Entrei no carro e o peguei:
Lexi: Jus
Justin: Eu
Lexi: Onde você tá?
Justin: Saindo do escritório do Scooter. E você?
Lexi: No hotel. Vem me buscar?
Justin: Já é tarde. Seu pai vai deixar?
Lexi: Ele voltou pro Brasil
Justin: Por que?
Lexi: Problemas com o restaurante.
Justin: Mas e você? Ele te deixou sozinha?
Lexi: Sim. Hoje pela manhã ele assinou um documento de permissão para que eu fique aqui até o próximo fim de semana, que é quando os ensaios fotográficos terminam. E ele disse que confia em você. Mas eu estou sozinha num quarto gigante.
Justin: Você quer vir pra minha casa?
Lexi: Sim
Justin: Tem certeza?
Lexi: Sim. Por que não?
Justin: Tudo bem. Chego em 20 minutos. 
Lexi: Posso levar minha mala?
Justin: Sim, babe.

Dei partida com o carro e procurei a rodovia mais próxima ligando Downtown a Santana Monica. Em quarenta minutos, por conta do trânsito, estacionei em frente ao luxuoso Oceana Beach Club Hotel e Alexia me esperava do lado de fora sentada na mala. Ri.
- E ai donzela - falei.
- Estou aqui a quase uma hora - falou me entregando sua mala.
- Não exagera. Atrasei vinte minutos.
- Mesmo assim. Eu poderia ser assaltada aqui, morta, estuprada. Eu não conheço ninguém, Justin.
- Quanto drama. Vamos - dei um beijo em sua testa
- Finalmente vou conhecer a grande Mansão do Bieber - falou animada.
- Então terei uma hóspede - falei.
- SIM - ligou o rádio, que tocava Cake by the ocean - quero tudo que tenho direito. Piscina, sauna, se tiver churrasqueira a gente faz um pagode. Você ainda tem contato com o Chaz ou o Chris? Chama geral.
- Faz um o quê? - perguntei confusa.
- Nada. Depois eu explico.
- Louca - eu ri.
- Feliz.
- Adoro seu jeito - olhei rapidamente pra ela.
- Obrigada - sorriu sem graça.

Mais meia hora na estrada e estávamos em Calabasas. Minha mansão ficava mais ou menos no meio de todas as outras, e a velocidade permitida era muito baixa, então foram mais alguns minutos até estarmos, de fato, em casa.
- Isso é grande pra caralho - ela desceu do carro - quantos carros tem aqui?
- São oito. Dois estão em revisão.
- Você tem um audi? Eu amo o audi. Pra mim é um dos carros mais bonitos.
- Sim. É o último ali - apontei e ela olhou - depois nos daremos uma volta nele.
- Ai meu deus. Ok. Você é o melhor amigo do mundo.
- Vamos entrar.
- Onde fica a piscina? - falou enquanto conhecia a sala.
- Ali - apontei para a porta de vidro ao lado do sofá e ela correu.
- Espero que se sinta em casa - falei rindo.
- Vou colocar um biquíni - falou indo até a mala.
- Já?
- Eu estou morrendo de calor - se abanou.
- Onde fica o banheiro? - perguntou já com a peça em mãos.
- Corredor. Segunda porta a esquerda.
- Já volto. Coloque algo também. Ou pode nadar nu, se quiser. Não reclamarei - sorriu maliciosa.
- Boba.

Alexia's POV

Coloquei meu biquíni branco e saí do banheiro. Justin estava sentado no sofá da sala olhando em seu celular, e quando me aproximei ele se levantou.
- Quer ir na sauna primeiro? - perguntou.
- Estou morrendo de calor. Preciso de água gelada.
- Tudo bem. Vou ligar a cascata - ele disse e eu sentei na borda da piscina, colocando meus pés dentro da mesma. Justin desceu uma espécie de escada e ligou a bomba que ligava a cascata. Era uma peça de metal em forma de uma coisa que, depois de muito olhar, descobri ser um "j" de cabeça pra baixo. Amor próprio é tudo, não é mesmo?
- Pronto - falou e eu me levantei, mergulhando em seguida.
- Não vai vir? - perguntei.
- Estou só admirando.
- Sei que sou maravilhosa, mas vem logo.
- Me dê sua auto-estima - riu.
- Sei que você tem de sobra, Justin. Olha aquela cascata - eu ri.
- Pois é, babe - falou.
- É a segunda vez que me chama de babe. Está tentando me seduzir?
- Talvez - sorriu sem mostrar os dentes.
- Ok - sorri também - vem aqui logo - escorei meus braços na borda e Justin se sentou ao meu lado.
- Está gelada - falou colocando os pés, assim como eu anteriormente.
- Vem logo - segurei em sua cintura e tentei puxá-lo, mas foi em vão - gordo - revirei os olhos e ele soltou uma gargalhada alta.
- Tudo bem - se levantou e também mergulhou - vem aqui - fez menção que eu fosse até a cascata.
- Vai me afogar aí?
- Claro que sim.
- Então não.
- Vem logo AA - e então eu fui. Justin segurou minha cintura a me levou para debaixo da cascata, inclinando meu corpo e deixando minhas costas expostas a uma massagem maravilhosa.
- Isso é tão bom - falei.
- Eu sei. Faço sempre que tenho tempo - disse e me abraçou.
Ficamos em silêncio por alguns minutos, até que olhei para os meus dedos e os mesmos estavam cheios de pequenas rugas.
- Acho que ficamos aqui muito tempo - Justin falou se soltando. Senti um vazio com tal ato.
- É...
- Quer ir tomar banho? Vou pedir algo para comermos - falou.
- Tudo bem - nadei até a escada de três degraus. Assim que saí, senti um vento forte contra meu corpo e, por instinto abracei a mim mesma. Justin, que estava logo atrás, abraçou minha cintura e assim caminhamos, como dois patos, até uma das mesas da área da churrasqueira, onde tinha duas toalhas brancas. 
- Aqui é a cozinha - apontou para uma porta ao lado da sala de jantar - subindo as escadas tem os quartos. Amanhã eu te mostro o resto da casa. Vou te mostrar onde irá dormir. É uma suíte ao lado da minha.
- Wow - não me contive. Justin subiu na minha frente e eu o segui. Ele abriu uma das portas do lado esquerdo do corredor no ponto de vista da escada(??)
- Aqui, donzela - deu espaço para que eu passasse e foi o que eu fiz.
- Caralho. Isso é do tamanho da minha casa - falei.
- A sacada dá pra sua parte preferida da casa.
- Eu vou poder pular daqui até a piscina? - falei sem perceber indo até a mesma e Justin riu horrores.
- Se quiser morrer, com certeza - falou - aqui é o seu banheiro. Tem uma banheira ali. Cabem duas pessoas. Se quiser me chamar um dia desses - arqueou as sobrancelhas.
- Ah, claro Justin - falei irônica.
- Enfim, vou pedir nosso jantar. Te espero lá em baixo - jogou um beijo pra um e eu fiz um gesto com a mão como se fosse pegá-lo. Ri.

Bieber trouxe minha mala e eu tirei o biquíni, já procurando algo leve para vestir depois do banho. Los Angeles é quente demais. Dessa vez usei o chuveiro pois estava com pressa, mas ainda iria desfrutar daquela banheira maravilhosa.

                                                        (...)

Fiz questão de arrumar a mesa para comermos, enquanto Justin ia ao portão buscar nosso jantar. Era comida chinesa. Para lembrarmos de quando fui ao seu hotel.
- Aqui está - chegou com duas sacolas - tem refrigerante na geladeira, mas trás uma cerveja pra mim.
- Nada disso. Todo mundo vai beber refrigerando bem bonitinho.
- Revirando os olhos pra vocês. Quando completar 21 vou te levar pra tanto bar- ele disse.
- Falta muito ainda, amorzinho - falei.
- Um dia você chega lá.
- Vamos comer logo - dei-lhe um pequeno empurrão e abri as sacolas começando a nos servir.

                                     (...)
- Sabe - falei quando terminamos de comer - eu ainda quero um hamburguer.
- Por isso é gorda assim - falou.
- Claro que sou. Com muito orgulho a nós plus size.
- Como você é retardada.
- E você me ama - falei.
- Claro que sim - revirou os olhos.
- Senti uma ironia - falei.
- Claro que não, docinho - falou e eu me levantei.
- Repete - falei me aproximando.
- O quê? - perguntou e eu me sentei em seu colo, mais precisamente virado para ele com minhas pernas ao redor de sua cintura.
- Sinta o peso da rainha Plus Size - falei e com minha intimidade próxima a sua, apertando-as uma contra a outra. Fiz dois movimentos pra cima e pra baixo como se estivesse me esfregando nele.
- Não faz isso - fechou os olhos - Lembra quando falei sobre te foder na mesa? - falou e eu joguei a cabeça pra trás rindo e bati em seu ombro.
- Deixa de ser idiota, Justin - Murmurei e logo que voltei a manter meu pescoço ereto.

 Meus olhos se encontraram com os de Justin fazendo que meu corpo se arrepiasse por inteiro. A tensão estava presente ali. Engoli em seco fitando os lábios do loiro rapidamente. Seus olhos repletos de luxúria estavam presos ao meu rosto deixando transparecer qualquer vestígio de desejo. Tomei a iniciativa de selar nossos lábios e logo ele retribuiu. O beijo era lento, mas ainda sim deixava claro a necessidade que ambos tinham um do outros.

Para minha surpresa meu corpo foi erguido, logo pude sentir o vidro gélido da mesa  entrar em contato com a pele de minhas coxas desnudas fazendo-me arrepiar ainda mais. As mãos de Justin buscavam com necessidade tocar cada parte do meu corpo - mesmo que ainda com limites -, suas mãos tocaram a barra de minha regata e então com meu auxilio a peça foi tirada. Parte de mim estava envergonhada, mas a outra estava tão excitada que mal conseguia pensar. 
Seus lábios em contato com a pele de meu pescoço me fizeram arfar, um chupão fraco foi dado na região enquanto ele se preocupava também em buscar o feixe de meu sutiã até conseguir abri-lo. Ri fraco o auxiliando novamente e logo meu seios estavam expostos. O sorriso malicioso em seus lábios denunciou a satisfação que ele teve com tal visão.

Justin's POV

Distribuía beijos pelo pescoço de Lexi,  chegando então ao vão entre seus seios. O corpo daquela garota era uma perdição. Agora eu entendia bem o porque da existência do pecado. Não existe homem na terra que não se deixe ser atraído pela loira, ela era fodidamente incrível. 
A puxei para mais perto de mim fazendo nossos corpos se chocarem com firmeza. Sorri tomando seus lábios novamente para mim, desci minhas mãos até seu short buscando tirá-lo o mais rápido possível. Transmitia entre meus atos plena segurança e ela parecia saber disso. Não queria força-la a nada, então iria apenas até onde ela quisesse. 
Tirei seu short juntamente a sua calcinha com sua ajuda logo fitando seu corpo completamente nu em cima de minha mesa, ela era tão sexy.

Debrucei meu corpo sob o seu até que estivesse completamente deitada na mesa, e então desci até seu abdômen, distribuindo alguns beijos até que pudesse enfim alcançar sua intimidade.

Já com plena visão do seu corpo, que já conhecera parcialmente, alguns minutos foram suficientes para que eu memorizasse cada curva dele. Soltei um riso nasal, tratando de separar suas pernas uma da outra com lentidão, me dando visão de sua intimidade. Umideci minha boca e separei os lábios do seu sexo, fixando meu olhar no que agora era meu alvo. Segurei uma de suas pernas contra seu corpo e aproximei minha boca da sua intimidade. Ergo meu olhar a garota antes de abocanhar seu sexo. Com minha língua, depositei toda atenção para seu clitóris, o chupando de início. Seu gemido baixo já dado me fez sorrir instantâneamente.
                        

    Lexi's POV

Seria um pouco - talvez muito - inacreditável o fato de Justin estar agora entre minhas pernas. Tudo parecia uma ilusão ou um sonho de uma adolescente, mas era tudo verdade.
Muitas coisas surpreendentes aconteceram comigo nos últimos tempos, então não era dificil imaginar. 
Justin era bom no que fazia. Meu gemido alto denunciou isso quando sua língua passou a desenhar meu clitóris lentamente, causando em mim uma tortura excitante. Ele intercalava os movimentos de modo em que eu já não era mais capaz de me controlar. Sua língua trabalhava bem explorando cada canto de minha intimidade e aquilo me fazia delirar.
Ele era meu delírio momentâneo.
Afundei meus dedos em seus cabelos assim que fui completamente penetrada por sua língua. Ela entrava e saía de forma lenta e miraculosa me fazendo gemer seu nome diversas vezes.
                     Justin's POV

Não demorou muito e a loira havia gozado em minha boca. Seu gemido alto ecoou por todo cômodo, fazendo eu me dar por satisfeito. Sua feição era tão excitante que era o suficiente para me deixar duro em segundos. Puxei ela para mais perto e senti suas mãos descerem pelo meu abdômen até que alcançasse o cós de minha bermuda, sorri instantaneamente assim que a peça foi retirada, escorregando até o chão. Abaixei meu olhar até minha boxer branca e recebi um murmúrio da loira confirmando o que queria. Selei nossos lábios auxiliando-a a tirar minha cueca e logo eu também estava nu. Me posicionei eu sua entrada sorrindo entre seus lábios e pressionei meus dedos em sua pele, trilhando arranhões leves até suas coxas ao sentir meu membro envolto em seu sexo. Levei minhas mãos ao seu quadril novamente, desenhando reboladas com intensidade, sentindo meu membro deslizar para dentro dela com calma e lentidão, o que me torturava.
                Lexi's POV

Eu estava pronta, eu tinha absoluta certeza. 
Senti seu membro me preencher com calma e então gemi baixo tentando abafar o som em seu pescoço, a dor era incomoda, porém suportável.
 


Notas Finais


Não esqueçam de comentar o que acharam e desculpa qualquer erro ortográfico.
Amo vocêees.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...