História This Omega, Ah! - ABO - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Hobi!ômega, Jeon Jungkook!top!alfa, Jimin!alfa, Jin!ômega, Kim Taehyung!bottom!ômega, Namjin, Namjoon!beta, Sope, Taegguk, Taekook, Vkook, Yoongi!alfa, Yoonseok
Visualizações 170
Palavras 1.544
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Crossover, Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá Pessoinhas! ^^

Bem, está é minha primeira fanfic de Single Chapter/Capítulo Único.
Espero que gostem, realmente, escrevi-a com muito carinho e imaginação, se é que me entendem, haha.

Bem, boa leitura! <3

Capítulo 1 - Single Chapter!Capítulo Único!


Fanfic / Fanfiction This Omega, Ah! - ABO - Capítulo 1 - Single Chapter!Capítulo Único!

JEON JUNGKOOK P.O.V

Jungkook estava na sala, Taehyung sentado em um dos sofás e Jungkook no outro. Taehyung estava fazendo um trabalho para faculdade em seu notebook, já Jungkook em seu celular. Taehyung era marcado por Jungkook, então, moravam juntos. Jungkook, era um Alfa Lúpus, já Taehyung, um Ômega delicado. Tinham bastante intimidade, e se amavam. Havia bastante tempo que não tinham tempo para si, afinal, os amigos dos mesmo viviam os visitando, ou até mesmo, dormindo em suas casas. A única coisa que trocavam eram beijos e algumas mãos bobas, mas nada que os levassem a fazer sexo, afinal, havia visitas, como sempre.

Estava observando Taehyung. Vendo o quão lindo ele é, e o quão gostoso está com esta roupa. O garoto usará uma camisa branca larga no corpo, e uma calça jeans preta, que marcará totalmente as nádegas que tanto amava. Fiquei fitando-o sem o mesmo nem perceber. O garoto estava com o Notebook no colo, fazendo seu trabalho de faculdade. Aquele seu pescoço bronzeado, que amava marcar.

Levantei-me do sofá, e o mesmo nem ao menos percebeu. Sentei me atrás de seu corpo, e minhas pernas rodearam sua cintura, o impedindo de sair dali.

- O que houve, Gukkie-ah? - pergunta o garoto, ainda fitando a tela do notebook.

-Nada, amor! - digo, selando meus lábios em seu pescoço, chupando e marcando o local, mostrando a todos, que aquele Ômega é meu.

KIM TAEHYUNG P.O.V

Jeongguk e eu, estávamos em nossa residência, sozinhos. Jeongguk mexendo em seu celular e eu, fazendo um trabalho para a faculdade. Sou marcado por Jungkook. Fomos amigos desde a infância, mas essa amizade gerou nosso amor e a marca. Já vai completar 1 mês em que, eu e Jeongguk não temos um tempo para nós, se é que me entendem. Temos muitas visitas, e, quando realmente conseguimos um clima, a campainha toca, ou seja, nunca temos um tempo privado a nós dois.

De repente, Jeongguk levanta-se do sofá, e senta-se atrás de mim, rodeando minha cintura com suas pernas grossas, impedindo-me de sair dali. Continuei fitando o notebook, mas decidi falar.

- O que houve, Gukkie-ah? - pergunto para o garoto que rodeava minha cintura.

- Nada, amor! - responde ele.

De repente, o garoto selou seus lábios em meu pescoço, e fez questão de marcá-lo e chupa-lo. Tentei ignorar, fitando o notebook. Quando ele começou a massagear minha cintura, soltei uma arfada. Ele massageava a mesma e chupava meu pescoço, estava começando a ficar insano. Começava a arfar contra seu ouvido, o vendo se arrepiar. Ele deu uma chupada mais forte em meu pescoço, e soltei um gemido inesperado. O garoto sorriu de canto com minha ação. 

Ele abriu os botões da minha camisa sedutoramente, e expôs meus ombros, deixando a camisa pela metade de meus braços. Começou a meus ombros, massageando meu tronco. Até que, sua mão desceu para meu membro já duro, o massageando por cima da calça.

- Durinho assim para mim, Baby? - ele diz chupando meu pescoço.

- S-Só para... Awm... Você! - respondo entre gemidos, por sua mão em meu membro. Posicionei uma de minhas mãos em seus cabelos, o fazendo me chupar pelos ombros ainda mais.

Me levantei, e o deitei no imenso sofá. Sentei em cima de seu membro coberto, o vendo duro, e rebolei em cima do mesmo, o fazendo gemer. O garoto me puxou para um beijo necessitado, que, rapidamente, retribui. 

O garoto levanta-se, e, retira minha calça, deixando-me apenas de boxer. Faço o mesmo com ele. Sento-o no sofá e o beijo. Sua boxer estava molhada pelo pré gozo, passo a língua na mesma por cima do pano, o vendo arfar. Retiro-a, e seu membro pula para fora da boxer, vejo a cara de alívio de Jeongguk e ao mesmo tempo sedutora. 

Começo a masturba-lo, o vendo gemer baixinho. Rodeio minha língua em sua glande, o vendo arfar de prazer. Enfio todo seu membro em minha boca, o chupando. Sinto o seu gosto de pré gozo, mas não me importo. O Alfa começa a gemer pela minha boca habilidosa. 

De repente, uma de suas mãos vão até meu cabelos, ditando os movimentos das chupadas. Sua glande encosta em minha garganta, ele praticamente, me faz engolir seu membro. Ficamos um bom tempo assim, eu só queria dar prazer ao Alfa a minha frente.

- T-Tae... E-Eu vou... - ele não termina a frase e seu líquido se espalha por minha boca. Rapidamente engulo seu líquido doce e amargo.

Deixo escorrer um pouco de seu líquido em minha boca, e ele rapidamente, puxa-me e lambe o local com o líquido escorrido, em seguida, beijando-me. O garoto tira minha boxer, e a joga em algum canto da sala imensa. Deita-me no sofá, e começa a me masturbar. De repente, sua língua invade meu umbigo, fazendo me contorcer de prazer. Logo em seguida, rodeia sua língua em minha glande, e o enfia na boca inteiramente. Começo a gemer, algumas vezes alto, mas não me importei. Ficamos assim por algum tempo, até que, ele tira o membro de sua boca e começa a masturba-lo rapidamente.

Minhas pernas estavam totalmente abertas, dando a visão de minha entrada totalmente exposta e molhada. Sinto algo molhado rodear a mesma. Ergo minha cabeça, e vejo Jeongguk dando atenção para a mesma. Começo a gemer mais alto, sua língua habilidosa me dará muito prazer, eu poderia gozar apenas com aquilo. De repente, sua língua invade minha entrada, enquanto masturbava-me. Soltei um gemido e logo em seguida, um sorriso safado. Ele continuou enfiando a mesma, enquanto amava me ver contorcendo-se no imenso sofá. 

Sua língua abandonou o local, e voltou a meu membro, o chupando deliciosamente. Após algumas chupadas, senti meu ápice próximo.

- Ah... Gukkie-a-ah... E-Eu vou... Awm... Gozar. - disse entre gemidos.

O mesmo ignorou e continuou chupando-me. Acabei por soltar todo meu líquido em sua boca, o mesmo fez questão de engolir sedutoramente.

O garoto levantou-se e disse.

- Vira. - pediu-me, e logo, fiz questão de obedece-lo.

Minha entrada, novamente, totalmente exposta para ele, totalmente molhada pelo lubrificante natural. 

- Ah, molhadinho assim para mim, Tae? - perguntou-me com uma voz grossa e sexy.

- Só para você! - respondi no mesmo tom.

A este ponto estávamos totalmente nus. Senti seu dedo invadindo minha apertada entrada, gemi de dor, mas com o tempo, acostumando-me.

- M-Mais... Ah... - peço gemendo, vendo Jeongguk sorrir.

Ele enfia mais um de seus dedos e faz movimento tesoura, fazendo-me gemer de dor. Logo seu movimento era de vai e vem, eu queria mais. Mais do que dedos. Retirei seus dedos do local e disse.

- Gukkie-ah... Eu quero... M-Mais... Ah... - digo sentindo um tapa em minhas nádegas.

- E... Como é que eu lhe ensinei a pedir, Kim Taehyung? - ele perguntou me provocando.

- Fuck Me, Daddy! - sinto mais um tapa em minhas nádegas.

- Bom garoto! - diz o garoto com uma voz extremamente sexy.

O garoto sentou-se no sofá, e bateu suas mãos em uma de suas coxas, pedindo-me para ir até ele. Sento-me em seu colo, me encaixando em seu grande membro, e bota grande nisso. 

Esperamos alguns minutos para começar a me mover. Após minutos, dou uma rebolada em seu membro, e, rapidamente o garoto começa a ajudar-me a mover sobre seu membro. 

Recebo um tapa em minhas nádegas, e, em vez de ganhar dor, ganhei prazer. Beijei-o, vendo o mesmo retribuir.

Pausamos os beijos. Sua boca foi em meu pescoço marcando-me totalmente. Ficamos um bom tempo nesta posição.

Sinto seu membro abandonar minha entrada, e suspiro frustrado.

- Vira! - Manda Jeongguk, e logo obedeço a seu pedido.

Fiquei totalmente exposto apenas para ele, ganho outro tapa nas nádegas. Logo sou invadido por seu membro, movendo-se dentro de mim. Gemiamos descontroladamente, alto ou baixo, sem nos importar.

Ficamos boa parte do tempo daquela forma. Logo senti meu ápice próximo novamente, bastou mais algumas estocadas, e jorrei meu líquido gemendo seu nome, sujando o sofá.

Jeongguk saiu de mim frustrado. Empurrei-o no sofá, e botei seu membro em minha boca. Puxei sua mão em meu cabelo, pedindo para o garoto ditar os movimentos. Rapidamente o garoto atendeu ao pedido, começando a gemer. Fiquei algum tempo assim, quando, seu líquido jorra-se em minha boca e gemendo meu nome, fazendo-me o engolir novamente.

O garoto, com as mãos ainda em meus cabelos, puxou-me em seu colo, abraçou-me e disse.

- Te amo! - ele diz.

- Também lhe amo, Gukkie! - digo retribuindo ao abraço.

Ele selou nossos lábios em um beijo longo e carinhoso. Rapidamente retribui.

- Agora... Vamos nos limpar, e arrumar nossa bagunça. - disse levantando-me, vestindo minhas roupas espalhadas pelo chão. O garoto fez o mesmo.

Acabamos por terminar de arrumar e limpar a bagunça. Quando, de repente, a campainha toca. Jeongguk levanta-se abre a porta, revelando todos nossos amigos.

- Caraca!  - disse Namjoon

- Tudo tão arrumado! - disse Jin

- Nem parece que ouvimos um gemendo o nome do outro lá de fora. disse Yoongi.

- Pois é, a foda estava boa? - perguntou Hoseok em um tom malicioso.

- Claro que estava, não? - disse Jimin.

Seria uma tarde de visitas de amigos doidos, mas que amo!

 

"- Fuck Me, Daddy! "


Notas Finais


Haha, exagerei né? Sorry

Espero que tenham gostado, Littles!

Até a próxima! <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...