História Thorki ts1 - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Mitologia Nórdica, Thor
Personagens Fandral, Frigga, Heimdall, Lady Sif, Loki, Odin, Personagens Originais, Thor
Tags Amor De Irmãos, Drama, Fanfinc, Gay, Loki, Marvel, Romance, Thor, Thorki, Veneno, Yaoi
Exibições 117
Palavras 4.589
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Crossover, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Magia, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir culturas, crenças, tradições ou costumes.

Capítulo 16 - Planos Frustrados...ou não!


Fanfic / Fanfiction Thorki ts1 - Capítulo 16 - Planos Frustrados...ou não!

Logo no finalzinho da tarde, a rainha a muito custo  conseguiu baixar a febre que afetava seu filho caçula. Depois de tentar vários feitiços antigos, encontrou um encantamento que lhe serviu bem, e ao terminar, ficou na sala fazendo companhia aos filhos que não pareciam nada bem.

Loki durmia nos braços do irmão mais velho, que o manteve assim durante toda a tarde, esperando por qualquer sinal de melhora de seu irmãozinho, mas para sua total preocupação não notou nada, muito pelo contrário, pois o menor parecia preso em um sono sem fim, e isso estava deixando o loiro aflito. 


- Não fique preocupado, filho! Ele vai ficar bem! 
- Frigga levantou de onde estava e foi ao encontro dos filhos. 


- Estou tentando, mãe. Mas não esta dando certo. 
- Thor falava enquanto brincava com as madeixas de seu amado.
- Por que ele não acorda? 


- Ainda não completou vinte e quatro horas, a noite ele vai acordar! 
- ela sentou ao lado deles e fazia um carinho no loiro tentando acalma-lo.


O tempo ia passando e os dois permaneciam naquele lugar quase vazio e de uma tristeza angustiante, do mesmo jeito que eles estavam naquele momento.
Odin chegou ao local depois de ter terminado seus deveres para com o reino, e ficou preocupado ao notar o estado que se encontrava sua família. Ele foi até Frigga e sentou-se ao seu lado, enquanto fitava os filhos.
Ele até tentou animar os ânimos por ali, mas além de ser péssimo nisso ainda havia o fato dele mesmo estar angustiado, então o máximo que conseguiu fazer foi ficar ao lado da esposa enquanto tentava reconfortar o filho mais velho que parecia estar apavorado. Ficou ali até um guarda lhe informar que um dos conselheiros reas tinha assuntos importantes a tratar com seu rei, e sem muita opção ele tevê que deixar sua família a sós novamente. 


♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡ 


Já estava quase na hora que a curandeira disse que Loki acordaria, mas o mesmo não dava sinais de que faria isso tão cedo para o completo estado de angústia do loiro.

Thor o deitou na cama e sentou ao seu lado, tomando suas mãos entre as suas, o fitando atentamente a espera de seu despertar. 
Mas depois que haviam se passado dez minutos depois da suposta hora que Loki deveria acordar, o loiro não conseguia mais esperar que ele acordasse magicamente, e com isso tentou acorda-lo do seu jeito.

Ele segurou seus braços, o sacudindo levemente enquanto chamava por ele, mas mesmo assim Loki continuava a durmir.

- Pare com isso filho! 
- a rainha o afastou da cama e com muito esforço conseguiu senta-lo em uma poltrona ali próxima.
- Vamos esperar mais um pouco, e se ele não acordar vamos procurar a moça que o medicou para.....


- Eu vou atrás daquela cobra agora mesmo.
- se levantou rapidamente já seguindo até a porta.
- Ela vai ter que dar um jeito nisso, antes que eu dê um jeito nela.


- O quê pensa que vai fazer Thor? 
- Frigga até tentou mantê-lo na sala mas o loiro sumiu de seu campo de visão antes mesmo que ela chegasse até ele.
- Filho....o que eu estava tentando dizer a ele era para pedirmos ajuda a ela, não para tratala mal.
- diz sentando ao lado de Loki. 


Depois de passados exatos dois minutos desde que Thor deixou a sala, Akira adentrou a mesma encontrando para seu total alívio, apenas sua rainha ao lado do filho que ainda dormia como ela havia previsto.


- Minha senhora! 
- se aproxima da mesma lhe reverenciando. 


- Que bom que você veio! 
- ela se levanta ficando a frente da mulher. 
- Thor disse a você o que esta acontecendo? 


- Eu não o vi! Mas achei que devia vir me certificar de que o príncipe já havia acordado! 
- fala forçando um sorriso. 


- Como vê minha queria, ele ainda esta assim.
- ela volta sua atenção a Loki enquanto Akira se aproximava do mesmo. 
- Segundo o que você disse ontem, ele já deveria esta acordado! O quê deu errado? 
-a questiona passando a mão nos cabelos do filho.


- Deve ter sido só um erro de cálculo, mas isso não muda o estado de saúde dele! 
- fala enquanto tomava uma das mãos do menor.
- Se a senhora quiser, eu posso ficar aqui com ele até o príncipe Thor chegar! Algo me diz que ele não vai demorar muito. 


- Eu sei que não, mas acho melhor me certificar de que Loki esta realmente bem, como você diz.


- Não acredita em mim, senhora? 
- diz fingindo indignação. 


- Não me intérprete mal, meu bem!
- ela volta sua atenção a Akira e nota que ela acariciava a mão de seu filho como se estivesse segurando a joia mais preciosa dos nove reinos. 
- É só preocupação de mãe. 
- diz com o senho franzido. 


- Pois lhe asseguro que a senhora não têm com o que se preocupar! 
- ela larga a mão do moreno ao notar que a rainha a fitava com surpresa. 
- Então.....? Eu...eu vou....é....
- falava nevosamente fitando suas mãos. 


- Está tudo bem com você? 


- S-sim....sim estou bem! Em todo caso acho melhor ter certeza que o príncipe esta realmente bem! 
- ela retira de suas vestes seu livro de magia enquanto Frigga ainda a fitava atentamente. 

Quando ela estava prestes a começar a examinar como estava o estado de saúde de seu senhor, uma serva entrou na sala pedindo a ajuda da rainha para arrumarem os últimos detalhes do jantar que a mesma havia organizado. 
Frigga até tentou dizer a ela que preferia esperar seu filho acordar para poder cuidar da finalização, mas a moça alegou que ja estava tarde e eles precisavam da opinião da rainha para poder terminar naquele exato momento. 
Como Frigga sabia que Thor não demoraria a voltar, ela deixou que Akira ficasse com Loki enquanto seu filho mais velho não chegava, e tratou logo de seguir a jovem que pediu sua ajuda para que assim elas terminassem logo, para ela poder voltar a ficar com seu filho. 

A rainha saiu da sala deixando Akira com um enorme sorriso no rosto. Ela havia armado aquilo tudo em sua cabeça desde a hora em que estava preparando a poção para dar a Loki, e estava realmente surpresa por tudo ter saido como o planejado. 

A primeira etapa de seu plano, era dar a Loki uma quantidade um pouco a mais do que o necessário, pois assim ele continuaria a dormir por mais alguns minutos, já que sabia que isso faria Thor ir a sua procura por ele não ter muita paciência para esperar que Loki acordasse por si só. 
E no começo ela só queria ficar pelo menos um pouco que seja a sós com o moreno, mas depois de ouvir a conversa de seus soberanos, achou que aquela era a oportunidade perfeita para fazer seu amado brigar com aquele loiro aguado.

Então com isso só faltaria tirar o casal real da sala, e como por sorte apenas Frigga continuava no local depois que o loiro havia saido, ela pediu ajuda de uma de suas amigas para que ela tirasse a rainha de lá. 
E agora só faltava a última parte que ela seria encarregada de fazer e com muito gosto. 

Ela sentou ao lado do moreno que ainda dormia, e ficou o admirando enquanto suas mãos percorriam os braços e dorso dele, que mesmo por cima de suas vestes ela podia sentir seus músculos levemente definidos e isso a exitava de um jeito que até a assustava.
Mas sabia que não conseguiria mas do que aquilo, a menos que conseguisse fazer com que ele a tomasse por vontade própria, e devido a relação que ele mantinha com o irmão naquele momento, seria uma coisa difícil de se conseguir, mas como a persistência corria em suas veias, ela não desistiria até conseguir que Loki a enxergasse com outros olhos. 

Pensando em como faria para que o moreno fosse dela, ela segurou sua mão direita enquanto fitava seu rosto a espera de alguma reação do menor ja que os minutos a mais estavam quase se acabando. 
E depois de mais alguns segundos, ela percebe que Loki parecia estar começando a despertar, pois ele apertou sua mão de leve retribuindo o carinho. 

Ele abriu os olhos lentamente, fitando ao seu redor até reconhecer a pessoa que estava ao seu lado.Akira parecia estar radiante, apenas por ele retribuir seu carinho mesmo não sabendo que era ela que estava ao seu lado.
Ela o fitava com um enorme sorriso no rosto, ja que mesmo depois dele notar que era ela que estava ali, ele não retraiu suas mãos para evitar o contato que mantinha com ela.
E aos poucos, Loki foi recuperando suas forças e com isso tentou se levantar da cama, e ao notar o que ele estava tentando fazer, Akira o ajudou no mesmo instante.

Ele ficou de pé, ainda apoiado a mulher que o segurava de um jeito que exalava uma intimidade que ela realmente não possuía com ele. 

- Como está se sentindo, senhor? 
- ela o ajudava a caminhar até a porta e para sua total alegria ele não a impedia de fazer isso.


- Um pouco tonto...mas vai passar.- disse com a voz abatida e em um tom baixo.
- Onde estão os outros? 


- Eles foram descansar um pouco, é que já esta tarde e eles passaram a noite e o dia inteiro aqui! 
- fala fingindo estar preocupada com eles.


- O que disse? 
- Loki para a metros de distância da porta da sala de cura.
- Thor deu fim a sua festa? 
- perguntou com pesar. 


- Sim senhor! Ele não saiu do seu lado um só segundo, e a rainha também não.
- Loki se desvencilha dela se apoiando na parede enquanto a ouvia.
- E eu fiquei com a leve impressão de ver seu irmão entediado durante a tarde toda, e sua mãe meio chateada por ter tido cancelado o baile que tevê tanto trabalho para organizar, eu acho que o príncipe Thor não ficou muito contente por não poder ir a sua festa.

Loki a ouvia enquanto fitava o chão e tentava sair dali, mas Akira o acompanhava enquanto falava coisas que estavam o deixando angustiado e o faziam se sentir culpado por ter provocado aquilo tudo, por ter estragado o dia de seu irmão, e esse sentimento se misturava a raiva que estava sentindo naquele momento, raiva do loiro por não ter o escutado, raiva de si mesmo por ter causado aquele problema, e isso o estava sufocando. 

Loki seguiu em direção aos jardins, sendo seguido por Akira que agora estava em silêncio só o acompanhando.
Ele fazia o caminho em direção a seu destino, pensando o quanto sua imprudência lhe custou caro, e se perguntando como olharia para o irmão depois do que havia feito, ele não sabia se pedia perdão por sua idiotice ou tacava outro frasco em sua cabeça para amenizar sua raiva.

Ao chegar ao jardim, estranhamente ele estava vazio e nem os guardas estavam lá.
Mas sem dar muita atenção para isso, ele sentou em um dos bancos e Akira fez o mesmo, fitando o céu estrelado assim como Loki fazia. 
Mas depois que o silêncio predominou entre os dois, ela tratou logo de terminar o que havia começado. 


- Se me permite expressar minha opinião senhor....eu acho que não devia se sentir triste ou culpado pelo que aconteceu. 
- começou meio tímida já que ele não lhe dava atenção. 
- A culpa não foi sua! Eu estava lá quando o senhor tentou convencê-lo de não cancelar sua festa....justo ele que adora uma boa festa, e logo a sua própria festa que....
- ela para ao ver que não estava "ajudando".
- Me desculpe senhor!...Mas o que eu estou tentando dizer....e que ele foi o culpado. 


- Eu sou um idiota. 
- fala a si mesmo voltando sua atenção a Akira. 
- Eu sou um idiota! 
- diz a ela.


- Não diga isso porque o senhor sabe que não é verdade! Me ouça quando digo que ele que tevê a culpa. E também não é bom o senhor ficar se preocupando, ainda não sabemos se esta curado ou não. 
- diz fitando aquele par de esmeraldas que as fitavam de volta. 
- E falando nisso....me deixa ver se o veneno ainda esta ai? 

Loki a fitava parecendo que realmente estava prestando atenção no que ela dizia, mas seus pensamentos estavam muito longe dali.

- Senhor....?
- ela tenta chamar sua atenção ao notar que ele estava distraído. 
- Eu posso examina-lo? 
- pergunta de novo.


- Sim.
- diz sem emoção voltando realmente sua atenção a ela.


- O que posso fazer para convencê-lo a não ficar tão triste assim? 
- ela toca em seu braço direito lhe fazendo um carinho mas para ao notar que ele parecia não aprovar o que ela estava fazendo. 
- Me dê suas mãos! 
- diz com um sorriso o fazendo a olhar com cenho franzino. 
- Eu aprendi a examinar meus pacientes através desse método! 

Loki estranhou mas mesmo assim lhe deu suas mãos que foram prontamente acolhidas pelos toques macios e carinhosos das mãos de Akira. 
E quando ele menos esperava, já que estava distraído com o que ela fazia em suas mãos, ele sentiu mãos firmes segurarem um de seus braços o pondo de pé. 


♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡


Ele já havia procurado por todo palácio, mas não obteve êxito algum, e quando notou que tinha gastado um bom tempo fazendo aquilo, Thor desistiu de continuar procurando por Akira e resolveu voltar para ficar com Loki. 
Mas ao chegar a sala, ela estava totalmente vazia e isso o deixou sem saber se aquilo significava uma coisa boa ou ruim, pois assim como pensava que Loki poderia ter acordado e sua mãe havia o levado dali, também pensava que algo grave poderia ter acontecido com seu irmãozinho. 

E as pressas ele se pôs a procurar por respostas, precisava urgentemente saber o que tinha acontecido e com isso em mente ele caminhava entre os corredores rapidamente a procura de seu amado.
Ele foi até seu quarto mas estava vazio, foi a sala do trono que também estava vazia, foi a todos os lugares que vinha a sua cabeça e nada de encontrá-lo, até que achou sua mãe em um dos salões que se encotrava todo enfeitado e com uma enorme mesa de vários metros de comprimento repleta de comidas e bebidas variadas.

Ele foi até ela que estava cercada de mulheres com bandejas, enfeites, e utensílios em mãos enquanto aguardavam ordens de sua rainha. 


- Mãe? 
- Thor chamou sua atenção a fazendo sair do meio delas.
- Onde esta o Loki? 


- Como assim onde ele esta? Pensei que você estivesse com ele agora! 
- falou enquanto notava o quando o loiro parecia preocupado.
- O que ouve filho? 


- O quê ouve? Eu achei que a senhora poderia me responder isso. 
- diz a fitando com o cenho franzido. 
- Fui até a sala de cura mas vocês não estavam mais lá. 


- Eu deixei seu irmão com uma de nossas curandeiras, já que você não demoraria a voltar.
- fala inocente mas isso fez com que a preocupação desse lugar a raiva fazendo Thor assumir uma expressão furiosa. 


- Me diga que não foi com....com aquela.....Akira.
- ele se conteve a muito custo para não chigala na frente de sua mãe. 


- Foi com ela, mas por quê....?
- ela mal terminou de falar e Thor saiu dali pisando como um elefante sobre o piso.
- Aonde vai filho? 
- fala tentando chamar a atenção dele mas foi em vão. 


♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡


Thor não sabia exatamente onde eles poderiam estar, mas nem se importava com isso, deixou que sua raiva o conduzisse enquanto pensava que já tinha problemas de mais impedindo seu relacionamento com Loki, para ele se dar ao luxo de deixar mais um o incomodar, e já que ele havia tentado se conter com toda sua força de vontade para não fazer nada contra aquela mulher e mesmo assim ela ainda insistia em brincar com fogo, então ele achou que não devia mais se conter e sim resolver aquele problema de uma vez.

E quando ele chegou ao jardim, e viu ela de mãos dadas com Loki, sentiu como se não estivesse mais no controle de suas próprias ações e com isso partiu em direção aos dois segurando com força o cabo do mjölnir a ponto de seus dedos perderem a cor por conta da pressão que ele fazia.

Ao chegar ao lado deles, ele puxou Loki pelo braço o pondo de pé enquanto o segurava firme.


- Eu fui muito...muito mais muito paciente com você sua cobra, mas tudo tem um limite!
- ele fitava Akira com puro ódio enquanto Loki o olhava com surpresa. 
- Com você eu converso depois. 
- diz encarado Loki que o olhava de volta. 
- Já você não terá um futuro sua atrevida.
- diz soltando Loki e andando em direção a Akira que se afastava totalmente trêmula. 

Ela tropeçou em uma das raízes da árvore atrás de si, enquanto o loiro estava prestes a alcança-la.Quando ele chegou até ela, a levantou do chão pelo pescoço pensando em fazer com ela o que deveria ter feito com aquele homem na taverna. 
Ela gritava em total desespero, ao ver que o loiro não estava brincando e ia mata-la a qualquer momento, e como não havia ninguém além dos três naquele jardim, então suas chances de sair viva dali eram quase nulas.
E como ela só tinha duas opções naquele momento, que eram ou aceitar sua morte ou pedir ajuda, ela escolheu a opção que ainda lhe dava um fio de esperança. 


- S-SOCORRO......LOKI...? POR...POR FAVOR!!!
- ela gritava fitando Loki em desespero com o ar que ainda lhe restava.
- LOKI!!! L.....


- CALA BOCA! FOI VOCÊ QUE PROCUROU POR ISSO!!!
- Thor a corta no mesmo tom de voz enquanto apertava ainda mais seu pescoço. 


Mesmo atordoado com toda aquela situação, Loki juntou forças para conjurar um feitiço que lançou em direção aos dois a sua frente, fazendo Akira desaparecer bem diante do loiro que ficou ainda mais raivoso ao ver o que Loki tinha feito. 
Ele seguiu em direção a ele e segurou seus dois braços com firmeza além do que era preciso, arrancando um gemido de dor do menor. 


- POR QUE VOCÊ FEZ ISSO? 
- perguntou o loiro fitando o moreno com a mesma raiva que direcionava a Akira. 


- Porque....você esta....louco! 
- diz ofegante fitando seus pés enquanto tentava recuperar as forças depois de ter se esforçado ao conjurar um feitiço no estado que estava.


- VOCÊ ME DEIXA ASSIM, LOKI!!!
- ele o sacudia enquanto gritava. 
- POR QUE VOCÊ ADORA FAZER ISSO COMIGO? 
- Loki não respondeu e continuou a olhar para baixo fazendo o loiro ficar ainda mais transtornado. 
- ME DIGA LOKI!!!
- ele suspende seu queixo forçando o menor a fitar seus olhos cheios de ódio. 


- Seu ciúme vai acabar fazendo com que eu odeie você! 
- diz com amargura o fitando fixamente. 
- Ou você realmente acha que vou deixá-lo me tratar como um objeto qualquer, que você ostenta ao chamar de seu? 

Thor o solta ao ver verdade em seus olhos, Loki não estava falando aquilo no calor do momento, ele realmente pensava assim e isso assustou o loiro. 

- Eu só quero que você aja como uma pessoa comprometida! É pedir muito, Loki? 
- lhe diz com o mesmo sentimento.


- Não sou comprometido...não com você. 
- protesta fazendo Thor serrar os punhos tentando se conter.


- Não sei, eu realmente não sei mais o que fazer Loki! Porque uma hora você me trata como se eu fosse o ser mais importante da sua vida....e outra você me trata assim...como se eu não significasse nada pra você. 


- Eu estou sendo bem claro, Thor! Você é que não quer entender. 
- diz lhe dando as costas e se afastando do loiro.


- Então seja mais claro ainda Loki.- Thor o puxa de volta fazendo o menor ficar colado a si.
- Me diga com todas as letras....me diga o porquê de você agir assim.

O moreno o olhou como se estivesse tomando coragem para dizer algo muito difícil de ser entender. Mas quando viu aqueles olhos raivosos sobre si, pensou duas vezes antes de dizer.


- Você não merece saber!...Eu realmente achei que pudéssemos ser felizes juntos....mas nunca vai dar certo, irmão. 
- ele puxou seu braço do aperto do loiro que o olhava sem reação ao ouvir aquilo. 
- Você sempre vai estragar tudo com esse seu ciúme sem motivo. 


- Loki....?
- o loiro até tentou argumentar mais o moreno o corta.


- Não diga nada. É melhor assim, irmão!...é melhor não começarmos uma coisa que sabemos que não vamos conseguir manter.
- diz desviando seu olhar do par de olhos azuis que os fitavam brilhando ao começarem a se encher de lágrimas. 


- E-eu...eu sinto muito irmão! Mas lhe pesso que tenha paciência, eu sei que sou muito.....
- Loki o interrompe novamente. 


- Eu sei que você me ama! Vejo isso em seus olhos, em seus atos, mas não consigo aceitar seu jeito de ser....sei que não é culpa sua....que é mais forte que você, mas....
- Thor o segura interrompendo seu relato enquanto o trazia pra mais perto de si.


- Não faça isso comigo irmão....eu estou tão feliz por você esta bem! Não sabe o quanto fiquei preocupado com você enquanto velava seu sono, e eu estava esperando ansiosamente você despertar para levá-lo ao jantar que nossa mãe preparou! Loki eu quero pedir você em....
- Loki o cala saindo de seus braços novamente. 


- Você acabou com sua festa mesmo depois do tanto que eu implorei para que não fizesse isso, então não se atreva a implorar por que se não eu vou fazer a mesma coisa que você fez....não vou ouvir! 


- Eu fiz isso porque era o melhor a ser feito, e você sabe disso! Como pode pensar que eu o deixaria naquela sala vazia, triste, sem vida, enquanto eu me "divertia" com pessoas que na sua maioria eu nem conheço? 
- diz fazendo aspas com as mãos.
- Eu te amo, Loki! É tão difícil entender isso? 


- Não seja fingido, eu sei que se arrependeu de ter feito isso. A tarde toda ficou se lamentando internamente por ter cancelado aquela pocaria de festa.
- diz entre dentes. 
- E o que me dá mais raiva, é que eu disse a você pra não fazer isso! 


- O quê o faz pensar que eu me importo mais com essa bobagem do que com você? 
- Thor fala enquanto se aproxima novamente do menor.
- Eu estava me consumindo de preocupação desde ontem, e em nenhum momento passou pela minha cabeça nada além de você! 
- ele o segura novamente fitando seus olhos que agora se encontravam tão raivosos quantos os seus. 


- MENTIROSO!...você é um fingido que acha que pode mentir pra mim! 
- Loki tentou sair de seus braços outra vez mas o loiro o manteve firme impedindo sua fuga.


- Quem o envenenou contra mim? Por que é óbvio que você não tinha como saber do que estava acontecendo enquanto estava inconsciente. 


- Então você assume que ficou desde ontem naquela sala, desperdiçando seu aniversário e depois se arrependeu do que fez.


- O que eu estou tentando dizer a você, é que te enganaram....
- Loki o interrompeu o empurrando para trás mas mesmo assim não conseguiu fazer com que o loiro o soltasse. 
- CHEGA!...PARE PARA OUVIR O QUE ESTOU DIZENDO! 
- Thor perdeu a paciência ao ver que o menor não entenderia assim tão fácil.


- Não quero ouvir nada de você, não quero vê-lo...não até minha raiva por você.....
- Thor o interrompeu ao tentar beija-lo para dar um fim aquela discussão mas o moreno virou o rosto impedindo o ato.
- Não se atreva! 


- Só quero que você pare de falar essas coisas sem sentindo. Foi aquela cobra venenosa que o jogou contra mim, não foi? 
- o loiro o aperta com mais força enquanto o fitava já sem paciência.

- Me solta! Agora. 
- ordena o olhando em desafio. 


- Não!...não até você me ouvir, me entender e parar de dar ouvidos as besteiras que aquela desgraçada disse a você! 


- Se não me solta eu vou.....
- Loki para ao ouvir uma voz doce atrás do loiro. 


- Filhos! Que bom que encontrei vocês! 
- Frigga se põe ao lado dos dois mais mesmo assim Thor ainda mantinha o menor preso a si.
- O que estão fazendo aqui? Por que ainda não foram se arrumar para o jantar? 


- Porque Loki acha que me arrependo por ter cancelado o baile de hoje. 
- Thor diz sem tirar os olhos de cima do menor.


-Que bobagem, filho! Seu irmão não liga para a festa! Ele assim como eu e seu pai, só queríamos que você ficasse bem logo, e nem estávamos pensando isso!
- ela estranha o fato do loiro segurar o moreno com firmeza sem nenhuma intenção de solta-lo.- Vamos lá meninos! Deixem essas bobagem de lado e vamos comemorar seu aniversário, Thor e a sua melhora Loki! 


- Agora só o quê quero é ficar sozinho! 
- diz o moreno fitando seus pés. 


- Chega irmão! Chega...pare com isso. Por que você têm que fazer isso justo no dia do meu aniversário? Você não se importa comigo mesmo não é? 
- Thor o sacudia de leve em puro estado de angústia.


- O que ouve aqui? Por que vocês estão falando desse jeito um com o outro? 
- diz ela pousando suas mãos na cintura. 


- Você não faz isso, por que eu terei que ser obrigado a me importar com você? 
- fala puxando seu braço mas o loiro em vez de solta-lo se pôs a arrasta-lo para dentro do palácio. 


- Você vai me ouvir e me entender, mesmo que não queira! 
- Thor o puxava contra sua vontade fazendo sua mãe se preocupar com aquela situação. 


- Não sei o que ouve entre vocês, mas isso não é motivo para você tratar seu irmão assim, Thor! Não precisa fazer isso.
- diz os acompanhando. 


- Precisa sim, mãe. Ele é um cabeça dura que só entende desse jeito.
- continua a arrasta-lo sem olhar para eles.


- Vai se arrepender do que esta fazendo! 
- Loki diz entre dentes. 


- Você é que vai, irmão. Vai se arrepender de esta me tratando assim sem motivo....justo hoje que eu ia....deixa pra lá. 
- fala desanimado enquanto adentra o castelo. 


- Vocês dois precisam parar com isso e agora! 
- Frigga tenta amenizar a situação mas não deu muito certo.


Thor não deu ouvidos a sua mãe, muito menos aos protestos de Loki. Ele simplesmente continuou segurando o moreno com firmeza enquanto o levava consigo até chegarem ao seu quarto, onde ele entrou soltando Loki enquanto trancava a porta.

Frigga preferiu não interferir mais, já que sabia que não daria certo e também Thor parecia mais entristecido do que raivoso, por isso achou melhor  deixar que eles se entendessem sozinhos.  



...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...