História Those Eyes - Capítulo 3


Escrita por: ~ e ~GabiDilaurentis

Postado
Categorias Alex Morgan, Alexandra Daddario, Ariana Grande, Camila Cabello, Cara Delevingne, Fifth Harmony, Rodrigo Marim
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Ally Brooke, Baby Girls, Camila Cabello, Camren, Daddy, Dinah Jane, Lauren Jauregui, Normani Kordei
Visualizações 239
Palavras 1.361
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Festa, Ficção, Mistério, Musical (Songfic), Policial, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 3 - Nunca mais irei encontrá-la


Fanfic / Fanfiction Those Eyes - Capítulo 3 - Nunca mais irei encontrá-la

Acordei por volta das 8hs da manhã com o maldito despertador barulhento. Levanto contrariada, eu definitivamente odeio acordar cedo, afinal quem gosta?

- Merda... - suspiro exasperada - Por que temos que levantar de madrugada afinal?

- Alguém acordou de mal humor... Pelo visto ninguem te bulinou de noite, e pra sua informação já são 8 da manhã. - informou a Mani caminhando em direção ao banheiro com uma toalha em mãos.

- Meu amor sou diva... Qualquer horário antes das 10 da manhã pra mim ainda é madrugada. Ja estou estressada não vem me encher o saco dizendo que não é cedo.

Como ficamos até tarde vendo alguns filme e comendo pizza, acabamos domindo no quarto da Mani mesmo. Eu e minha Nega no futon improvisado, dormir agarrada a Mani é sempre tão bom, ela faz uns carinhos gostoso, sem fala que ela me encheu de beijo pra tentar amenizar meu mal humor, ela até conseguiu.

Mani estava tomando banho, pois logo teríamos que ir pegar o vôo para Londres. Ouço batidas na porta, saio do meu estado de transe matinal e praficamente rastejo pelo chão em direção a porta pra atender quem quer que fosse.

- Bom dia! - Era assistente da Hanna, eu nunca lembro o nome das assistentes dela. Sou dessas.

- Oie, bom dia - falo com a voz de sono - o que foi? -

- Ah, desculpe te acordar... eu achei que aqui fosse o quarto da Normani - ela fala com a cara de confusa, enquanto olha pra prancheta em suas mãos e confere a numeração do quarto.

- É que ficamos ate tarde assistindo filme e acabamos dormindo todas aqui - me adianto em falar antes que a menina ache que ela tá ficando maluca, ja que ela tava bem nervosa, se bem que trabalhar com a Hanna é loucura, estilo o filme o Diabo veste prada.

- Ahh... Então, eu so vim avisar que o vôo sai as 10h30, e que sairemos do hotel as 9h30. Como estão todas ai, você poderia por gentileza comunicar as demais?- Ela fala gentil, com um sorriso amigável no rosto.

- Claro, aviso sim, obrigada! - dou o meu melhor sorriso, eu com mal humor não sou nada amigável.

Fecho a porta e me deparo com a seguinte cena, o prego mal martelado da Ally toda esparramada no sofá, toda se babando. As sapinha agarradas na cama.

Nesse momento a Mani sai do banheiro enrolada na toalha e vai ate suas roupas que ela já havia deixado separadas. Começo a bater palmas e a gritar "acorda rebanho de putas" Mani da risada da situação.

- Porra Dinah vai se fuder - Lauren senta na cama coçando os olhos irritada. Essa foi facil de acordar.

- Fuder?! Adoro viado - falo enquanto ando pra o outro lado da cama, Camila so fez vira e se cobrir com o edredon. Arranco o edredón dela, a fazenda bufar e colocar a cabeça embaixo do travesseiro. Ela ta afim de testar minha paciência. Vou ate o sofá.

- Acorda Allyson!!! Bora levanta. - Falo sacudindo ela - o vôo vai sai as 10h e a gente vai sair do hotel as 9h - dou o aviso. Sim, eu menti o horário, mentir mesmo pra essas putas não se atrasar. Mani estava quase pronta.

Lauren da um beijo em camila e levanta - Meninas vou me arrumar - avisa e sai do quarto.

- Eu tmbm vou - chego na porta e olha pras belas adormecidas - Eu acho bom vocês levantarem logo - falo alto e bato a porta com força, pra acordar mesmo, eu ainda to com um mal humor terrível.

Entro no meu quarto e vou direto para o banheiro, tomo um banho rápido, minhas roupas também ja estavam separada. Pego meu estojo de maquiagem e vou pra o banheiro, faço uma maquiagem leve, dou uma último olhada no espelho e gosto do resultado final. Convencida? Eu? Magina! Eu sou um arraso até vestindo uma fantasia de Pokémon.

Lembrei do filme que assistimos ontem, automaticamente a morena dos olhos azuis veio a minha mentes.

- Merda, porra. Essas coisas so acontecem em filmes!! - Falo irritada. Olho meu reflexão no espelho com cara de espanto, eu não tava irritada porque acordei cedo, porque 8h da manhã nem é tao cedo assim, eu tou irritada porque nunca mais vou ver a mulher dos olhos azuis.

- Que porra Dinah, toma jeito. Voce ta precisando de férias viado! F.U.D.E.R... Férias! - falo pra mim mesma saindo do banheiro, arrumei alguma coisa e fui chamar as meninas pra tomar café no restaurante do hotel. Na mesma hora que saio do quarto a Gótica do Paraguai também sai.

Caminhamos uma em direção a outra, ela leva suas mãos ate minha cintura e eu dou um beijo na bochecha dela.

- Que tal a gente curar esse seu mal humor com uma rapidinha - fala com maior cara de safada.

Dou um selinho nela e sussurro no ouvido dela - Quem sabe depois do desejum - e saio andando. Ela da um tapa na minha bunda e segura minha mão, vamos em direção do quarto da Mani. Voce deve ta se perguntando. E a Camila?. Primero isso e só brincadeira, segundo eu dou selinho em todas as meninas. Eu sei, sou fodona.

Uma camareira nos pedi pra tira fotos com ela, e autógrafos. É assim em todas os hotéis, pousadas, restaurantes, enfim em todos os lugares que vamos.

Entramos no quarto da Mani e me deparo com a seguinte cena Camila e Ally ainda estavam dormindo.

- Eu ja chamei varias vezes, não vou me estressar não - Mani se junta a nois na porta do quarto - vamos toma café, estou com fome - fala dando de ombros pro fato das meninas ainda está dormindo.

- Camz levanta, a gente vai se atrasar. Tô te esperando no restaurante. - Lauren fala com uma paciência que me irritou ainda mais, se isso for possível. Reviro os olhos e vou ate o quarto ao lado, pedi um balde com água emprestado a camareira, ela não entendeu nada mais emprestou.

Laur e Mani me observam da porta do quarto com umas cara de confusas. Vou ate a cama e jogo o balde de água em cima da camila, eu disse que ela testa minha paciência.

- Pronto Cabello, não precisa mais tomar banho. - Falo caminhando ate a Allyson que me olhava assutada

- E você vai preferir o banho tradicional ou vai querer inovar também?? - falo com cara de poucos amigos

Ela passa por mim como um foguete para o seu quarto, Camila tambem ja não estava na cama. Olho pra porta e vejo a camareira, Normani e Lauren morrendo de rir. Posso por elas entrego o balde a camareira, agradeço, e vou desfilando ate o elevador.

(...)

Estamos agora no saguão do aeroporto sercadas por fãs, sendo escoltadas pelos nossos seguranças. Quando senti um frio na barriga e uma sensação de felicidade invadi meu ser, olho para o lado e vejo aquela morena dos olhos azuis intensos me observando, meu mal humor volta para o inferno, e a alegria toma conta do meu coração, mais uma vez nossos olhos se cruzaram, ela estava descendo as escadas rolantes, vestia um calça vermelha, uma bata branca com mangas longas, um casaco xadrez amarrado na cintura, e um gorro preto na cabeça, estava com a mochila no ombro direito, nos lábios aquele sorriso tímido lindo.

Mais uma vez meu mundo para, aquela sensação de borboleta no estômago, minhas mãos geladas, meu coração acelerado. Nossos olhos não ousavam se desviar, e eu mergulhava sem medo naquele azul. Ela susurra um "oi", e eu com uma cara de abestalhada e um sorriso de boco que eu tenha certeza que eu estou só consigo responder um "oi".

Até que sou puxada pra realidade com os seguranças praticamente me carregando, estava me sentindo como gado sendo guiada no pasto ,so que nessa caso estava sendo empurrada pra área de embarque enquanto somos seguidas por mais de 100 fãs. Ainda sob o efeito das sensações causadas por aquela estranha de olhos azuis, segui rumo ao avião.

- Vai ser um longo vôo. - suspirei.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...