História Those of Mars - Capítulo 27


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amizade, Amor, Banda, Humor, Jovem, Romance
Visualizações 20
Palavras 1.402
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Festa, Romance e Novela

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Espero que curtam❣
Boa leitura!!!

Capítulo 27 - Se fosse o que você quisesse.


Fanfic / Fanfiction Those of Mars - Capítulo 27 - Se fosse o que você quisesse.

"Eu quero ser sua loção hidratante
Segurar o seu cabelo em devoção profunda
Pelo menos tão profundo quanto o
Oceano Pacífico." (I Wanna Be Yours-Arctic Monkeys)


- Hippie? - olhei para os cartazes do baile.

- Sim! - disse Sam com um dos cartazes do baile - Gostou?

- Adorei! - respondi - Acho que vai ser bem legal me vestir como uma hippie - Sam deu risada.

- Foi ideia do Nick!

- Aquele dos cabelos mais sedosos do que todas nós meninas juntas?

- Esse mesmo - Sam riu.

- Ele é bonito, estiloso, tem cabelos incrivelmente hidratado.

- Ele é bonito mesmo.

- Falando na figura - apontei com a cabeça na direção de Nick, que estava vindo até nós.

- Garotas! - ele sorriu.

- Garoto! - dissemos juntas.

- Sam Davis eu preciso de você para uma coisinha.

- Diga meu bem, farei o que estiver ao meu alcance. É alguma garota que você está interessado? - Sam balançou as sobrancelhas - É só dizer...

- Sam - rindo pelo nariz a interrompeu - Você sabe que jogamos no mesmo time, não sabe?

- Como? - Sam piscou várias vezes.

E eu caí na gargalhada.

- Eu ia falar para ela mas acabou que não deu...

- É que você não parece gay.

- Você é uma fofa Sam - ele riu - Então... Preciso que você ajude a Chelsee com as luzes que estão faltando.

- Claro, ela já está lá?

- Sim.

- Ok, então vou indo.

- Vou com você.

- Tchau loira - Nick acenou.

- Tchau Nick.

Estava caminhando em direção ao meu armário quando senti alguém se aproximar.

- Oi boneca - Chace passou o braço pelo meu ombro e começou a caminhar comigo.

- O que você quer, Daniel?

- Seu humor me encanta.

- Você monta um plano, bem ruim por sinal, com​ a Vicky ela beija meu namorado e você quer que eu fique como? Te beije e te agradeça?

- Eu não me importaria com isso.

- Seu vadio - disse abrindo a porta do meu armário - O que adianta ter essa carinha bonita, porém uma personalidade podre?

- Ah boneca! Eu só quero dizer que não tenho nada a ver com o que a Victoria fez, a gente não se fala muito.

- E você espera que eu acredite?

- Eu espero que você acredite no que quiser. Mas você percebe que no fim das contas eu não sou vilão dessa história.

- Chace... - estreitei meus olhos - O que você quer dizer com isso?

- Eu não sou seu maior problema. Nora não é seu maior problema, eu tenho até dó porque ela é melhor do que mostra ser, já a Vicky essa é o seu problema.

- Então deixa ela atravessar meu caminho - Chace riu pelo nariz.

- Está explicado porque ele gosta de você.Sabe, se pudesse fazer diferente faria.

- Você escolheu o errado - peguei o livro de Física e fechei a porta do armário - Tudo tem consequências e as suas foram perder a amizade dos meninos e acabar com o seu relacionamento com a Sam. Ela gostava de você.

- Mas nunca como gostou dele - se referiu ao Drew - E a Vicky não valia mais do que eu tinha!

- Nada do que aconteceu vai mudar. Só que você pode concertar isso! - virei e sai andando.

- Boneca? - virei para encara-lo - E como eu faço?

- Deixa de ser um babaca.

- Que fé você coloca nas pessoas - ele riu.

- Eu? Não! Mas acredito que você vai pensar muito nessa conversa. Tchau Daniel!

- Tchau Jessie.

***

- O que você acha de eu ficar ruiva? - estava em uma farmácia com o Alec.

- Acho que você vai ficar linda de qualquer jeito.

- Que fofo - sorri - E que meloso! - ele riu.

- Você poderia me ajudar a escolher algum, né? - Alec balançou o pacote de abesorvente.

- A Sammy, gosta de algum tipo em específico?

- Sei lá... Ela disse algo sobre abas - ele fez careta - Me diz se eu não sou o melhor irmão que aquele louca poderia ter? Quem mais faria isso?

- Convencido - franzi o nariz rindo - Leva esse aqui - peguei dois pacotes do abesorvente que uso - Eu uso, é bom! - ele fez careta. Garotos!

- Mas para que tantos?

- Você acha que usamos quantos em um dia? E outra ficamos alguns dias...

- Entendi - me cortou.

- Vamos para o caixa, namorado!

Nos aproximamos do caixa e a moça sorriu educadamente.

- Boa tarde! Algo mais?

- Boa tarde - dissemos - Só isso - Alec completou.

- São... - disse digitando algo no computador - Cinco dólares.

- Beleza - Alec pegou a carteira e entregou o dinheiro a moça - Valeu - sorriu sem descolar os lábios.

- De nada.

Alec entrelaçou a sua mão na minha e caminhamos até o seu carro.

- Vamos passar na cafeteria antes de ir para o galpão.

- Sim, senhorita!

***

- Seu pai me odiou? - disse pegando as balinhas azedinhas que Alec que estava comendo - Que cor está minha língua? - disse mostrando a mesma.

- Azul - riu - Meu pai não te odeia, ele odeia tudo o que envolva eu, música e a banda.

- E por quê com você?

- Ele acha que meus irmãos já estão fazendo o que querem da vida. E não é verdade meu irmão Caleb, apesar de às vezes ser meio babaca, ele faz o que meu pai queria que eu fizesse. Ele sim quer seguir os passos do meu pai. Porém, ele insiste que eu devo fazer isso.

- Isso é egoísta.

- Pra caralho - resmungou - Eu quero música Jessie! Eu quero ir para Los Angeles, trabalhar em alguma gravadora, descobrir artistas...

- Isso é bem legal - sorri - Você vai ser o que quiser, amor!

- Com o meu pai no meu pé?

- Depois das férias vamos começar a ganhar os panfletos e buscar universidades, eu procuro com você nós vamos até Los Angeles se você quiser.

- Obrigado - sorriu - Queria que meu pai esquece de mim só um pouco e só às vezes.

- Ele não implica com a Sammy, também?

- Não. A Sam quer medicina, isso é ótimo no ver dele! Talvez ele surte um pouco quando souber que ela quer sair do país.

- E sua mãe?

- Ela já me disse para eu fazer o que quiser da vida, que ela estará feliz pelo o que eu escolher, eu estando feliz ela vai estar também, só que quando meu pai está me dando o sermão ela não fala nada.

- Ela não quer problemas...

- Mas podia dizer que é contra o que ele faz.

- Você sabe que ela é e isso já é alguma coisa.

- Eu sei.

- Tudo vai dar certo, sr. Alec Davis.

- Espero, senhorita Lewis.

***

- Isso é bolinho? - perguntou Sam - De frutas vermelhas - revirou os olhos se deliciando com o bolinho.

- Seu café, amore! - entreguei o café do Drew.

- Valeu, gata!

Me joguei no puff e peguei meu celular dando uma olhada para ver se tinha mensagem.

Tinha uma do meu irmão me pedindo o número da Brooke e outra da minha tia Kat me dizendo para chamar a galera para o jantar.

- Minha tia está chamando vocês para o jantar! Querem ir?

- Por mim tudo bem - disse Drew.

- Por mim também - disse Alec.

- Também - disse Sam.

- Beleza, vou avisar aqui.

Mandei mensagem dizendo que eles iam, ela disse que faria alguma coisa para eu comer já que queria frango com batatas para a galera e também me perguntou se eu como torta de morango. Quem não come torta de morango?

- Vamos ensaiar - disse Sam.

- Agora - eu disse me levantando.
Peguei o baixo, Sam as baquetas, Drew a guitarra e Alec o microfone.

 "Eu vou encontrar os lugares onde você se esconde

Eu serei o amanhecer na sua pior noite
A única coisa que eu gosto
Eu mataria por você, é verdade"

"Se fosse o que você quisesse
Se fosse o que você quisesse
Se fosse o que você quisesse
Se fosse o que você quisesse"

"Eu vou colocar o seu veneno em minhas veias
Dizem que o melhor amor é louco, sim
Vou acender o seu fogo até o meu último dia
Vou deixar os seus campos queimarem ao meu redor
Ao meu redor"

"Se fosse o que você quisesse
Se fosse o que você quisesse
Se fosse o que você quisesse
Se fosse o que você quisesse"

"Eu vou correr agora, dessa vez
Oh, meu amor é verdadeiro
Me diga, alguma coisa que eu não faria"

"Se fosse o que você quisesse
Se fosse o que você quisesse
Se fosse o que você quisesse
Se fosse o que você quisesse"


Notas Finais


Músicas:

What You Wanted - OneRepublic


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...