História Three Days to Love - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO, NU'EST, Originais
Personagens Kris Wu, Personagens Originais, Ren
Tags Kris, Ren, Romance
Exibições 7
Palavras 1.549
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Esta fanfic também está disponível no WattPad.

Capítulo 2 - Um encontro marcado.


Choi não demoraria muito para chegar em casa que ficava em uma rua comum na cidade, de classe média alta. Não esperava encontrar ninguém na casa, afinal seu pai havia saído para trabalhar, e provavelmente iria demorar alguns dias, afinal ele era piloto, vivia trabalhando, viajando por aí para conseguir se sustentar, e sustentar Choi, que na verdade nunca deu muito trabalho, sempre sendo um rapaz muito calmo e reservado. 
Antes que pudesse pisar no gramado de seu jardim da frente, sentia seu celular vibrando, e quando o pegou de seu bolso ele percebia ser uma mensagem de um número desconhecido, mas que já imaginava de quem iria ser. 

Com um suspiro ele leu e digitou em seguia uma mensagem de volta, nada sem educação, ele tentaria cooperar nesse acordo, e não ser aquele garoto mau educado que costumava ser com quem lhe cantava. 

"Ah, tudo bem. A propósito, caso lhe interesse, meu nome é Choi. Acabei não lhe falando antes devido a minha pressa e seus amigos intrometidos estarem te chamando. "

Aproveitou para depois salvar o número dele, e então, seguir pela pequena estrada de pedras que havia pela grama até alcançar a porta. Mesmo antes disso, ele era abordado por Mike, seu fiel cão que, mesmo sendo um filhote ainda já seria pra lá de enorme, e era ele quem dava o maior trabalho na casa, especialmente para Choi, que já se sentia como cuidando de uma verdadeira criança com a presença do animal. 
Quando enfim abriu a porta, ele adentrou e esperou o cão entrar também, para em seguida a fechar. Como de esperado, a casa estava deserta, seu pai não estava, e Choi aproveitaria para lhe preparar alguma coisa. 
 

Kris, ao chegar em casa, foi direto para seu quarto. Ele estava exausto já que havia acordado cedo naquele dia para um ensaio fotográfico na concessionária do pai de Sunyeon, um de seus amigos. Agora ele seria o garoto propaganda de uma famosa marca no país, e isso apenas levaria mais dinheiro para sue bolso.Por hora tudo que ele queria no momento seria tomar um banho e relaxar, tirar o estresse do dia e também poder pensar melhor sobre o que havia acontecido alguns momentos atrás. A mansão estava vazia e silenciosa, como geralmente ficava. Vez ou outra algum empregado passava arrumando os vários quartos desnecessários, mas tirando isso o único movimento ali era o de Kris. 
 

Chamou Nina, a empregada que cuidava dele  desde que se entende por gente, e pediu para que ela fizesse o seu jantar enquanto ele ia para o seu banheiro, se desfazer daquelas roupas e afundar em sua banheira.Algum tempo depois ele saía do seu banheiro, com o vapor abafando o quarto quando abriu a porta. 
Notou então que seu celular piscava em cima do colchão, e sem perceber, um sorriso se estampou no seu rosto ao perceber que era aquele mesmo rapaz de antes. 
 

"Choi... Então era esse seu nome?"
Questionou para si mesmo enquanto olhava a sua mensagem, só nesse momento então percebendo o sorriso, que logo desfez. O contato ficaria como princesa mesmo, mas seu nome era algo necessário saber.

"Oi! Ah, que bom que me respondeu. Achei que tivesse me dado o número errado hehehe"
"Ah, e claro que me interessa! Seria o próximo tópico da minha conversa de conquista: perguntar o seu nome todo."
"O meu é Yifan, como já te disse, mas pode me chamar de Kris."  

 

Ele mandava as mensagens uma atrás da outra, mas não queria demonstrar estar ansioso com isso, apenas queria conversar com ele. Kris também se questionava como que iria conseguir provar do acordo se nem mesmo sabia onde o loiro morava, eles precisavam se encontrar alguma hora, e essa ideia apenas fez com que mais possibilidades florescessem na cabeça de Yifan, que agora estava inseguro sobre o que poderia fazer ou não com relação à Choi.
 

O loiro nessa altura do campeonato já estava em seu quarto, deixando a mochila em sua cama depois disso saindo do quarto. Ele nunca parava quieto em sua casa, ainda mais que estava morrendo de fome por ainda não ter almoçado devido o imprevisto. 
Desceu suas escadas rapidamente, e chegando na cozinha ele pensara no que preparar, não era um rapaz muito saudável, e por causa dos hormônios que tomava até pouco tempo ele tinha um metabolismo acelerado, e não engordava.
No fim, pensou em apenas esquentar algo no micro-ondas, e quando colocou a comida desejada e deixou descongelando, novamente ele sentiu o celular vibrando. 
 

Ao checar as mensagens, ele acabou rindo, era engraçado de qualquer forma. Na verdade, Choi havia pensado em dar o número errado apenas depois que já estava chegando em sua casa, então não daria tempo de mudar nada. 
Sua comida ficou pronta minutos depois, assim como a de Kris, e por um tempo ambos pararam de enviar mensagens um para o outro, a fim de comerem em paz. Ambos cansados, não demoraria para que eles pudessem ir dormir, mesmo que o loiro demorasse para pegar num sono, sendo que ainda era cedo ainda por cima. 
 

Quando Kris terminou de comer, ele se deu conta de que deveria responder Choi, por isso logo pegou seu celular, digitando uma mensagem de volta, mas depois dela, ele precisava perguntar se deveria ou não o convidar para algo, um jantar ou coisas do tipo. Afinal era só assim para ele conseguir provar e vencer aquela aposta de uma vez. 

"E ah, se você gosta de sair ao menos para isso, que tal sair para comer comigo hm?"
 

Ele enviou a mensagem, torcendo para estar no rumo certo das coisas e não pressionar Choi, a última coisa que ele queria seria parecer desesperado ou apressado de mais para isso. 
Do outro lado, Choi se mostrava calmo, já havia terminado de comer, e agora estava no seu quarto, com a televisão ligada passando algum desenho animado qualquer. Ele era muito infantil apesar de tudo.
Seu cão estava sendo usado como um travesseiro para seus pés, e ao receber a mensagem ele arqueou uma de suas sobrancelhas. Uma voltinha não seria nada de mais, e de qualquer forma ele imaginava que seria apenas algum restaurante qualquer para onde os dois iriam, com um sem jeito e o outro entediado.

"Tudo bem, eu topo, e quando poderia ser?" 
 

A mensagem mal chegou e Kris já estava a lendo. Ele estava realmente cada vez mais animado, e quando deixou a mesa de jantar ele seguiu rapidamente para as escadas. Quando viu que seu pedido não foi negado ele sorriu, gesticulando um movimento com o punho em comemoração quando terminou de subir os degraus, já estava querendo sair com ele mesmo hoje, mas sabia que não poderia, até porque nem sabia onde iria levar ele. 
Iria esperar para o dia seguinte, um jantar. E quando foi isso mesmo que ele pensou, logo enviou uma mensagem perguntando para ele se estava tudo bem com um jantar, e que iria o buscar por volta de 20:00. 
 

Em troca disso, Choi enviou uma mensagem aliviado, dizendo que não iria mesmo sair com ele de dia porque tinha aula, e que jogava video game na companhia de Mike. Nesse momento ele teve uma ideia. Não havia dito que Mike era um cão, e essa seria uma perfeita oportunidade para ver como ele reagiria em mensagens diante disso. 
Já com um sorriso, ele enviou de volta e esperou ansiosamente por alguma resposta. 
Kris a recebia, e o sorriso simplesmente sumia de seu rosto ao ler um nome estranho. 

"Mike"? Quem seria? 
Na mente de Wu ele deveria ser alguém muito importante, já que o loiro estava dando maior prioridade a ele do que para Kris, que se considerava o especial naquele momento. 
Tentando manter a calma ele respirou fundo, e então enviou uma nova mensagem para Choi. 

"Sério? Perfeito então, um jantar! Eu te busco na sua casa se me mandar o endereço."
"E Mike? Quem é? Algum amigo?"  

 

Aquilo foi como Choi esperava, e ele respondera apenas que seria um antigo amigo, que sempre lhe acompanhava em jogos e filmes. Essas respostas apenas aumentavam a curiosidade de Yifan, que agora faria questão de conhecer esse Mike, que ele achava se julgar melhor do que ele mesmo. 
Depois disso ele balançou a cabeça, se dando conta de que estava tendo ciúmes de alguém que mal conhecia, o que era estranho para ele mesmo. Não queria continuar desse jeito, e tentando esfriar a cabeça, ele optou por deixar o assunto por lá, e se despedir de Choi. 

  "Sabia que eu também posso ser uma ótima companhia para filmes e vídeo game? Hahaha, só avisando mesmo!"
"Enfim, acho que vou ir dormir. Tive um dia cheio de trabalho sabe!"  

 

Ele jogou o celular para o colchão depois disso, preferindo se afundar na vergonha e nos cobertores da cama. Não queria ver sue rosto, estava achando suas ações como as de um completo idiota. 
Choi não ligava, e apenas se despedia dele, com uma mensagem de boa noite para então desligar o celular. A noite do loiro só se encerrou algumas horas mais tarde, quando ele cansou de ver o desenho animado e desligou a televisão, se acomodando na cama para então adormecer, não muito cansado de seu dia, que fora até bem tranquilo. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...