História Three is never too - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jin, Rap Monster, V
Tags Namjin, Taejin
Exibições 111
Palavras 886
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Escolar, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Juro que quase morro escrevendo esse capítulo.

*Foto amorzinha do otp, pq sim."

Capítulo 6 - Six


Fanfic / Fanfiction Three is never too - Capítulo 6 - Six

         Namjoon P.O.V

Acordei com Jin deitado em meu peito, já faziam três dias que eu estava na casa dele, já que a faculdade estava sem aula. Nossa, como ele era lindo e ainda mais quando acabava de acordar.

-"Bom dia Namjoon."- O sorriso meigo dele fez realmente o meu dia ser bom, quer dizer ótimo.

-"Acho que você já pode me chamar de Nam, somos íntimos o bastante, não acha?"- Nessa hora eu podia jurar que vi o rosto dele ir para um tom fraco de vermelho.

Jin se levantou da cama em um pulo e foi escovar os dentes. Eu pedi uma toalha e fui tomar um banho. Já tava me sentindo da casa, como se meu lugar fosse ali, ao lado dele. Enquanto eu tomava banho Jin invadiu o banheiro e resolveu que pra "economizar água" deveríamos tomar banho juntos. Mas eu sabia que aquilo era só uma desculpa para roçar nossos corpos um no outro, mas eu não reclamaria.. longe disso.

Já tomado banho e sentado à mesa, Jin preparava panquecas para nós dois. Eu não estava ajudando já que fui expulso da cozinha após quebrar dois pratos. Eu não tinha culpa se eles eram atraídos pelo chão, não sou o dono da gravidade. Sentamos juntos à mesa e tomamos café enquanto trocavamos carícias. O beijo dele tinha gosto de calda de caramelo misturado com café preto, mas era o melhor beijo de todos.

Depois que acabamos de comer por muito sacrifício fiz com que Jin concordasse em aceitar que eu pelo menos lavasse os pratos. Enquanto eu lavava ele me falava sobre diversas coisas, até sobre um tal amigo que apoiava a paixão "platônica" dele por mim. E eu me perguntava como não conheci alguém tão maravilhoso como ele antes? Aquilo era como um sonho e olha que não tínhamos nem um mês juntos.

De repente a campainha soou e Jin foi abrir a porta. Ouvi ele falar com alguém algo como "estava falando sobre você", deduzir ser o tal amigo dele. Acabei com os pratos e sequei as mãos no pano de prato e joguei-o por cima do ombro.

-"Jinnie eu acabei."- Falei enquanto ia direto pra sala.

-"Taehyung, esse é o Namjoon. Lembra que te falei dele?"- Meus olhos encontraram os do garoto sentado no sófa daquela sala e eu podia jurar que fiquei pálido na mesma hora.

Era ele, o anjo de cabelo vermelho. Seus olhos estavam tão assustados quanto os meus. Eu não conseguia dizer palavra alguma, mas a todo momento meus lábios se abriam em tentativas falhas.
Jin nos observava e eu até podia jurar que ele falou algo como "O que foi gente? Parece que viram um fantasma." Mas ele também percebeu o clima que rondava aquela sala. Ficamos segundos calados, mas eu poderia jurar que foram horas, quem sabe dias.

-"Então você é o garoto que o Jinnie gosta."- Taehyung falou quebrando o silêncio. Sua voz era baixa e seus olhos eram direcionados aos próprios pés.

-"Vocês são amigos."- Quando eu disse essa frase em voz alta foi como se não tivesse volta, foi como se eu não mais pudesse anular o fato deles serem amigos. -"Vocês são amigos Taehyung."- Repeti mais uma vez, mas não pra ter certeza que era real como antes. Mas pra impedir que Tae falasse algo que não fosse necessário ser dito, para evitar machucar Jin.

-"Você sabia disso desde quando?"- Os olhos de Taehyung voltou a encarar os meus, só que agora eles estavam vermelhos. -"Quando estávamos naquela praça, você sabia disso?"- Encareio perplexo e com um espanto aparente no rosto. Eu não podia acreditar que ele achava que eu faria isso. -"Me fala Namjoon, você sabia?"- Dessa vez a voz dele soou alta e suas lágrimas não se conteram em sair. Abracei-o forte e sussurrei um "Não" em seu ouvido.

Jin veio até nós e eu achei que ele me bateria ou tentaria tirar satisfações, mas ele apenas nos abraçou forte e acariciou o cabelo vermelho afundado em meu peito. Nossos olhares se cruzaram e eu pude perceber que ele estava sendo forte para não chorar. Eu me senti quebrado, por minha culpa os dois seres humanos mais lindos de todo o mundo estavam tristes. Sorri fraco para ele que apenas selou meus lábios de forma demorada. Taehyung ainda estava entre nós e se virou de frente pra Jin. Achei que ficaria um clima estranho, mas Jin forçou um sorriso para ele que apenas abraçou o amigo forte.

-"Jinnie, você me prometeu que sempre estaria comigo."- A voz de Taehyung soou extremamente manhosa e Jin deixou que uma risada baixa lhe escapasse.

-"E eu estou com você meu Taetae."- Taehyung levantou o rosto e encarou os olhos de Jin como se pensasse se deveria ou não falar.

-"Então me beija, por favor."- Nessa hora Jin olhou pra mim que apenas sorri pra ele como resposta.

Jin aproximou lentamente seu rosto até o de Taehyung e selou seus lábios. Um beijo calmo e doce, que eu estranhamente sentia felicidade em ver, não como se fosse dois amigos que eu fiquei feliz em juntar, mas sim como se fossem dois namorados que eu tinha acabado de ganhar.. e nesse momento eu pedi baixinho para qualquer estrela cadente que estivesse vagando pelo céu que o motivo da minha felicidade fosse real.


Notas Finais


Eu não sei se a história tá indo rápido demais, mas qualquer coisa vocês podem me perguntar.

Me digam o que acharam❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...