História Three Times A Day ~2yeon - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias TWICE
Personagens Jungyeon, Nayeon
Tags 2yeon, Twice
Visualizações 129
Palavras 672
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia)
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Pansexualidade, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


eu espero que vocês gostem. me deem dicas melhorar faz tempo que eu não escrevo histórias e nunca escrevi uma baseada em homossexualidade muito menos baseado em uma música. 😩 então digam o que acharam, quem sabe eu não escrevo uma fanfic? rs aproveitem, obrigada nenes xx

Capítulo 1 - Capítulo Único


(Mwohagillae jongil yeonragi eopsneunji?

Bappeuda gillae Jeonhwa haryeoda chamasseo) 

 Faz dias que não falo com Jeongyeon e isso está acabando comigo de certa forma. É se a mesma coisa "Estou ocupada, Nayeon!". Eu juro, que eu tento entender mas ela não faz ideia, doi tanto, doi tanto amar alguém que não dá a mínima pra você, que não manda mensagem nem 3 vezes ao dia. Eu evito, eu evito muito, ligar e atrapalhar Jeongyeon, mas isso está me cansando. Não iremos para frente assim, mas eu sou tão idiota ao ponto de não sentir um pingo de ódio por Jeongyeon. Ela só vive naquele escritório, que por sinal, eu nem sei do que se trata. Nós parecemos desconhecidas que se encontraram casualmente para transar. 

 (Tonghwa hanbeon haneunge Geureohke eoryeopni? 

Geukkat myeot geulja sseuneunge Songarak apeuni? 

Nae saenggak najido anhni?)

 Parece um castigo para ela me ligar, sempre com a voz arrastada e nos primeiros dois minutos tem que desligar, pois, tem que voltar ao trabalho. É tão difícil assim? Será que ela está com problemas de fraqueza nos ossos que não pode escrever um "Bom dia!". Será que ela sequer pensa em mim? Ou melhor, ela pensa em mim como algo além de seu brinquedo sexual? Se pensar, não parece. 

 (Chinguga joheumyeon, chingurang sagwieo 

Nolgiman hamyeonseo, wae bappeuncheo)

 Sinceramente se ela gosta tanto do trabalho dela, ou melhor, dos amigos do trabalho dela, porque não namora com eles?

(Deo deo deo saenggagi jakku manhajigo (hoo) 

Nae sangsangryeogeun jeom jeom jeom 

Haepiendinggwan meoreojigo (so bad) 

 Mesmo quando eu encontro Jeongyeon, eu me sinto ainda assim só. Mesmo com seu abraço quente que faz eu me sentir segura, eu ainda me sinto só. Mesmo na companhia da pessoa que eu mais amo. Ela parece tão pensativa, fora de si, em outro mundo, desanimada por estar ali fazendo o mesmo papel durante anos. Estamos mesmo namorando? Parece tudo tão superficial quando estamos juntas sem estar na cama. Eu só queria que ela me tratasse bem enquanto eu estou aqui, me tratasse bem enquanto eu não fui embora. Pois eu estou me cansando. 

 (Tonghwa hanbeon haneunge

 Geureohke eoryeopni?

 Geukkat myeot geulja sseuneunge

 Songarak apeuni? 

Nae saenggak najido anhni?)

 Ouço a campanhia tocar, enxugo as lagrimas ainda soluçando e fungando.

 (Naboda geimi deo jaemitna bwa 

Na eopsi honjaga deo pyeonhanga bwa

 Neoege, dodaeche, naneun mwoya?)

 Eu estava acabada maquiagem nenhuma escondia as noites em claro chorando que eu havia passado, pensando nela. Droga Jeongyeon, olha o que você faz comigo! Ainda de cabeça baixa, abri a porta. Senti um corpo em baque com outro, ele era quente e aconchegante, logo senti beijos em meu pescoço que me faziam arrepiar. Logo empurrei o corpo e vi quem eu menos queria ver agora, Jeongyeon, espantada. Não era pra menos, eu nunca agi dessa forma, nunca neguei sexo à ela.

(Cheot beonjjae, ije ireonatdago 

Du beonjjae, eodi jom nagandago 

Se beonjjae, jamdeulgi jeone good night 

Deodo malgo, naega wonhaneun geon)

 - Precisamos conversar - suspirei - Eu não quero mais isso. Eu não quero mais esperar por três mensagens no dia e não recebe-las, eu não quero continuar me machucando Jeongyeon. - suspiro - Eu quero parar de amar você, parar de pensar loucamente em você e seu perfume, parar de dormir com seu moleton porque eu não posso dormir com você. Eu não quero mais ser sua garota Jeongyeon. 

- Nayeon... - disse baixo, como uma suplica.

 - Jeongyeon, por favor, só... Vai embora e não volta mais.

 - Bunny, por favor só... - disse de aproximando de mim com os olhos cheios de lágrimas, então eu acreditei, ela me amava, mas não do jeito que deveria. - Nossa última noite. - passou a mão em meu rosto. - Por favor. - grudou nossas testas, oh, isso era tortura! 

Eu daria isto à Jeongyeon, não por ela. E sim por mim, eu esperava ve-la mais vezes. Mas eu sem ela e ela sem mim.

 (Harue se beon, ttak se beon

 Geuge mwoga daedanhae? 

Geugeotdo mothae Harue se beon, ttak se beon...) 


Notas Finais


muito obrigada por ler até aqui, me desculpe se ficou muito grande 💗
me digam o que acharam aqui nos comentários.
muito amor pra vocês, espero que vocês sejam muito abençoados pela godjihyo!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...