História Threesomes - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Hinata Hyuuga, Naruto Uzumaki, Sasuke Uchiha
Tags Colegial, Hentai, Naruhina, Naruhinasasu, Naruto, Romance, Sasuhina, Sasuhinanaru, Sexo A Três
Exibições 324
Palavras 2.577
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Ficção, Hentai, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Suspense, Universo Alternativo
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Quando a autora promete ela cumpreee!
Leiam as notas finais!!!

Capítulo 13 - Nós.


THREESOMES.

∙ ∙ ∙ ∙ ∙ ∙ ∙ ∙ ∙ ∙ ∙ ∙ ∙ ∙ ∙ ∙ ∙ ∙

∙∙∙ Nós.

Narrador.

Duas semanas depois.

 

Gaara diz: Você não acha isso loucura demais?

Hinata diz: Acho, mas isso não vem ao caso.

Gaara diz: E por que não?

Hinata diz: Porque nós conseguimos solucionar tudo da melhor maneira possível.

Gaara diz: Para você?

Hinata diz: O que você quer dizer com isso?

Esquece, só está tentando me confundir.

Gaara diz: Só estou tentando ser seu amigo.

Hinata deixa o telefone de lado por alguns momentos enquanto continuava a espera de Ino, a “amizade” que ela ainda não tem certeza se é realmente isso que ele quer, vem rendendo conversas interessantes e outras desastrosas, como essa de agora, a Hyuuga com ele tem o entusiasmo de nunca saber o que ele vai dizer ou se ela vai gostar do que ele tem dizer, completamente imprevisível, isso é bom, eletrizante por assim dizer.

“Ele pode ser um bom amigo ou o pior de todos”, ela sempre chegava a essa conclusão, porque o melhor, ele simplesmente era ele mesmo sem papas na língua e por isso o pior, ele nunca diria a ela o que ela gostaria de escutar, tampouco o que fosse mais confortável e agradável aos ouvidos e isso era difícil de engolir.

Hinata voltou a pegar o telefone, “Só mais alguns minutos”, Ino sempre se atrasava quando marcada um determinado o horário e agia como se estivesse tudo bem, desbloqueou a tela e começou a digitar.

Hinata diz: Você tem certeza?

Gaara diz: Claro, eu falei algo que desse a entender o contrário?

Hinata diz: Às vezes sim, às vezes não, é tão confuso.

Gaara diz: Você já pensou na possibilidade de você ser a confusa?

A morena revirou os olhos, para ela tudo bem que aquilo fosse uma probabilidade, mas ouvir de outra pessoa era ultrajante.

Gaara diz: Estou só brincando.

Ou não.

Hinata diz: Talvez eu seja.

Gaara diz: Admitindo? Isso é bom.

Hinata diz: Eu que deveria analisa-lo, eu que estudo psicologia.

Gaara diz: Então não sei ainda porque diabos não tentou?

Todos já tentaram, mas ninguém chegou a lugar algum, será você a pessoa de sorte.

Hinata não pode deixar rir, ele era engraçado de um jeito diferente, raramente soltava alguma piada, e quando soltava era de um jeito um nada convencional.  

– Ainda falando com aquele sujeito? – A voz era de Ino, bem humorada e sorridente, como o habitual, sentando ao lado da amiga que revirou os olhos, “O que deu neles hoje?”, todos estavam a provocando.

– Por que você acha que é ele com que falo? – Ela fingiu esconder o telefone colocando mais próximo de seus olhos.

– Sua cara de culpada já diz tudo – a loira disse soltando uma risada – pegar alguns dos rapazes – frisando o plural de maneira categórica fazendo as bochechas de sua amiga corarem enquanto sua boca formava um “o”, “Ino estava afiada naquela tarde” – não é suficiente para uma Hyuuga? – Disse soltando risadas descontroladas. Hinata tampou a boca de Ino com seus olhos arregalados de pavor.

– Fale isso baixo, céus.  – Se sua reputação já não era uma das melhores agora se alguém mais ouvisse isso seria seu fim.

– Eu não posso te culpar, ele é mesmo maravilhoso – a loira de olhos safira disse revirando os olhos com um beicinho fingindo se abanar de calor – mas a senhorita não está mais solteira, – apontando o dedo para ela – então afaste este cálice. – Fazendo um sinal de “xô” com as mãos.

– Ino, eu definitivamente não tenho interesse nele – a morena falou da maneira mais sincera que pode – mas eu não sei se posso dizer o mesmo que ele. – Sua fala agora trazia uma sombra de dúvida e mistério.

– Então porque não se afasta de uma vez?

– Porque eu quero entender o que há por trás desse interesse todo. – Sua voz se tornou sombria.

– Não brinque com o fogo irmã. – Apesar de ser uma brincadeira, havia um fundo de verdade por trás da palavra da loira.

– Você sabe que eu não sou de brincar.

✿✿✿

Depois de uma tarde agradável e cheia de confissões de conversas Hinata finalmente chegou a casa, foi embora sozinha de ônibus, procurou os meninos e não os encontrou em lugar algum, quando abriu a porta pode sentir o cheiro agradável que vinha da cozinha, mesmo com seus pés exaustos, ela correu até a cozinha para saber o que estava acontecendo e lá presenciou seus dois rapazes colocando a mesa.

– Não acredito. – Murmurou com as mãos na boca, completamente surpresa.

– Surpresa? – Naruto disse um pouco desapontando por ela chegar mais cedo do que o previsto.

– Pedimos para a loira enrolar você o máximo que ela pudesse para tudo estar pronto quando você chegasse. – Sasuke murmurou um pouco descontente.

– E ela fez – ela ainda não conseguia acreditar, ela olhou para a mesa e viu a massa e seu molho, um pequeno bolo e uma garrafa de vinho, tudo do gosto dela – vocês são incríveis. – Ela sussurrou com a voz embargada de emoção.

– Temos que comemorar, é nosso dia. – Ela então percebeu, “Como pude ser tão desligada?”.

– Um mês juntos... – Sussurrou, sentindo as lágrimas invadirem seus olhos, rolando timidamente pela sua face, ela foi à direção deles e os abraçou, colocando um braço para cada um, que a envolveram formando um abraço grupal, tal como aquilo que para os outros era loucura, mas para ela era uma das poucas coisas que faziam e davam sentido a sua vida monótona e sem graça.

– Feliz mesversário para nós. – O loiro sussurrou fazendo os dois morenos caíram em um riso cheio de emoções e animado.

Sentaram-se à mesa devorando aos poucos a comida deliciosa.

– Se me disserem que foram vocês que fizeram, eu não vou acreditar. – Apontando o garfo para os dois que entreolharam um para o outro soltando um riso.

– Bem, sabíamos que não poderíamos te enganar, pedimos ajuda. – Admitiu o Uchiha, enquanto dava mais uma garfada.

Os três terminaram a refeição completamente satisfeitos e saciados, Naruto aproximou o bolo do centro da mesa com uma faca em mãos para cortá-lo.

– Não temos uma vela, mas em breve – fazendo um pequeno suspense – teremos, só faltam onze meses, já sinto chegando. – Hinata não pode deixar de rir, pegaram sua fatia generosa e foram para a sala ao som dos resmungos do Uchiha.

– Quem sujar meu sofá vai limpar.

– Uchiha cala a boca. – Naruto pegou um pedaço de bolo e jogou no rosto do moreno fazendo Hinata gargalhar de rir da feição que ele fez uma mistura de irritação e surpresa.

– É assim então, – fingiu jogar o bolo em Naruto e tacou em Hinata bem em seu cabelo deixando ela com uma expressão de fúria descontrolada, Naruto não se continha, caiu no chão de tanto rir, foi quando Sasuke e Hinata sujos se juntaram para jogar nele bolo minutos depois aquilo havia virado uma bagunça o que sobrou do bolo na cozinha também já tinha ido para o espaço e os três riam como crianças.

– Eu sempre quis fazer isso. – Sussurrou o moreno admitindo que adorou a brincadeira.

– Eu vou tomar banho – falou soltando um sorriso – alguém me sujou, sabe.

Hinata subiu as escadas e tomou um banho delicioso que fez seu corpo relaxar.

“Quase fim de período, quase seu aniversário e praticamente dois meses desde que sua vida mudou completamente e há um mês sentindo-se completa”. Ela suspirou tanto no que pensar e tanto no que agradecer, não saberia exatamente por onde começar sentia-se a pessoa mais feliz e sortuda no mundo, por mais egocêntrico que aquilo pudesse soar era verdadeiro. “Nenhuma verdade é maior do que aquela”.

Terminou o banho e enrolou-se na toalha macia.

– Droga. – Praguejou irritada, saiu tão apressada que se esqueceu de pegar as roupas, ao abrir a porta do banheiro tomou um belo susto. – Porra, vocês me assustaram. – Quase deixando a toalha cair, era um pouco constrangedor, já havia ficado nua para cada um deles, mas não com os dois juntos, eles estavam sentados em sua cama trajando apenas calças de moletom no mais completo silêncio tanto é que ela nem ouviu quando eles entraram. – O que houve?

Os dois não disseram nada, todo aquele mistério estava a intrigando, ela apenas continuou a observar até os que dois estenderam suas mãos esticando os braços em sua direção, “Era exatamente isso que estava acontecendo?”, questionou-se, “Não, não definitivamente” se negando a pensar em algo tão pervertido.

Mas não saberia se não arriscasse concluiu por fim, caminhou até eles, esticou o braço e sua mão foi segurada por ambos, ele a olhavam com desejo, ela ainda estava perplexa demais para entender.

Ela pode sentir os lábios de Sasuke em sua mão beijando com carinho e cuidado, Naruto beijou logo em seguida subindo um pouco para seu pulso e seu braço, deixando algumas sutis marcas em sua pele alva.

“Ela exatamente isso”, concluiu.

Sasuke foi chegando para trás e a puxando para cama, enquanto Naruto abria espaço para ela subir, deixou a toalha cair que escorregou delicadamente em seu corpo por fim ficando nua, eles a olharam de cima abaixo, Naruto muito apressada não se conteve levando a mão na bunda da morena massageando e apertando, ela soltou um grunhido de prazer, “Até onde eles pretendem?”.

Naruto a puxou para um beijo apaixonado cheio de malicia e ardor, fazendo-a perder o folego, ele agarrou sua cintura apertando-a puxando para si o corpo sensual e irresistível da morena que gemia, ela logo o deixou e foi para Sasuke que a aguardava sentando apoiado na cabeceira da cama, tão comportado e com seu sorriso de canto tão apaixonante e envolvente, “Ele é uma delícia” pensava enquanto ia à direção dele sedenta.

Foi engatinhando em sua direção como uma gata manhosa, ele a puxou para si beijando sua boca com suavidade e delicadeza sentindo cada centímetro daqueles lábios tão tentadores, enquanto ela o beijava podia sentir Naruto se encaixando atrás dela e acariciando seu corpo, suas mãos iam de suas coxas e a sua bunda, subindo para as costas em uma massagem deliciosa, o beijo com o Uchiha ia esquecendo e ele ia descendo com os lábios pela sua clavícula até chegar aos seios fartos da moça beijando-os e chupando fazendo seu corpo inteiro se arrepiar, Naruto ia descendo pela cintura até chegar à parte intima da moça que já gemia como uma cadela no cio com as investidas do moreno em seus seios, mas que foi a completa loucura com as mãos hábeis do loiro em seu clitóris, ela estava completamente excitada tendo seus dois amores e amantes juntos para lhe dar prazer.

Naruto beijava o pescoço dela fazendo-a sentir-se ainda mais excitada e louca para tê-los dentro de si.

Quando o Uchiha parou de “brincar” com seus seios virou-se para Naruto, sentando no moreno de olhos ônix, rebolando compulsivamente em seu pênis já ereto e latejando, podia sentia mesmo pela calça grossa calça de moletom que usava, beijava Naruto se deliciando enquanto descia pelo peito do rapaz lhe arrancando suspiros e gemidos conforme ia mordendo e lambendo deixando um caminho de saliva delicioso por ele, até chegar em seu abdômen, ela deslizava com sua língua quente e macia por toda a extensão de sua barriga deixando-o arrepiado, agora eram as mãos do moreno que não tinham descanso, ele a penetrava com o dedo arrancando gemidos ainda mais altos que pareciam música ao seu ouvido.

Para provoca-lo ergueu a bunda ficando de quatro mais inclinada na direção do membro do Naruto que arfava conforme as mãos delicadas de Hinata passavam por cima da sua calça também de moletom, com um sorriso malicioso o Uchiha tendo a intimidade da morena em sua face, levou os dedos até ela a penetrando enquanto com sua língua habilidosa estimulava seu clitóris, era fascinante tê-la rebolando daquele jeito tão a mercê dele.

Hinata mal conseguia suportar tanto prazer, suas pernas já estavam bambas, deslizou com a ajuda do Uzumaki a calça e seu pênis latejante pulou para fora em sua direção, ela lambeu a glande com cuidado e carinho, olhava para ele em seus olhos e podia vê-los nublados pelo prazer e sensações que somente a boca dela proporcionava e começou a chupa-lo com movimentos árduos e compassados engasgando por um gemido e outro, devido à estimulação que o Uchiha fazia do outro lado.

Era a segunda ou terceira vez só naquele dia que chegava ao ápice.

Eles a enlouqueciam.

Ela parou de chupar o loiro com um sorriso nos lábios, voltando-se para o moreno, ela nem precisou aquecê-lo, ele estava tão duro como uma rocha, ela ergueu a bunda para o Uzumaki enquanto com as mãos estimulava o moreno apenas provocando enquanto passava a língua de vez em quando em sua glande fazendo-o apertar os lençóis.

Naruto colocou a bunda da morena em seu rosto, sentindo o cheiro delicioso que vinha de sua intimidade e enfiou a língua dentro dela enquanto se masturbava, “Ela era deliciosa, desde a ponta dos pés até dentro de si”, ele refletiu enquanto ela sentia arrepios e um prazer descontrolado, decidiu chupar o moreno chupava-o com desejo e ardor.

Sem aguentar mais um momento que fosse o loiro a penetrou sem aviso arrancando um gemido agudo e um grunhido de prazer da moça, era uma delicia senti-la molhada com sua intimidade comprimindo todo seu pau apertando-o conforme ele a penetrava com mais e mais ímpeto.

Hinata masturbava o moreno quase sem folego Naruto sabia o que fazer e como fazer, deu sua bunda deixando marcas vermelhas, a morena avançou no loiro o beijando com ardor continuando a masturbação, Naruto ia mais e mais fundo a completando por inteira, então se afastou, ela entendeu, virou-se costas sentando no Uchiha em cheio sentido seu pau preenche-la latejando de desejo, enquanto subia e descia em movimentos rápidos, o moreno agarrou seus seios a deixando mais animada ainda, Naruto ficou de pé na direção da boca da moça para que ele a chupasse e ela o fez, enquanto rebolava toda gulosa no pênis do moreno que arfava beijando seu pescoço marcando-o deixando um rastro visível de marcas avermelhadas e bem roxas, mas ela não se importava nem um pouco, a única coisa era o agora.

A morena pode sentir o Uchiha chegando ao ápice dentro dela a preenchendo ela estava tão exausta quando Naruto gozou em sua boca fazendo-a engolir para sentir seu gosto, provocando-a ela lambeu a última gota que escorria de sua glande arrancando um gemido e calafrio, cansados e exaustos deitaram um ao lado do outro, Hinata no meio como de costume com suas pernas e braços entrelaçados um no outro sem que pudesse ser dito com certeza onde um começava e o outro terminava, seus cabelos colados na testa de suor, um sorriso de satisfação nos lábios e coração preenchido com algo que era indescritível.

– Amo vocês. – Sussurrou quase adormecendo, percebendo que ainda não havia dito isso, mas saiu de um jeito tão natural e despretensioso, sentia dentro de si que não podia mais guardar aquelas palavras um dia que fosse, era estupidez. – Eu estou perdidamente incondicionalmente apaixonada por vocês.

– E nós amamos você. – Sussurram juntos, o loiro e o moreno de sua vida, e nenhuma outra fase até então a fez sorrir do jeito que ela sorriu como aquela e nenhuma outra pessoa além deles conseguiu fazer com que ela acreditasse que era verdadeiro realmente como eles, em poucos minutos dormiram no calor dos braços e do aconchego um do outro. 


Notas Finais


GENTE quero agradecer primeiramente mesmo que com atraso aos 100 favoritos vocês são maravilhosos, amo vocês ♥.

Já tenho uma pá de ideias para uma próxima fic, entretanto não sei qual usá-las minha cabeça não pára de trabalhar. Cês poderiam me ajudar falando algumas coisas sei lá que gostariam de ler XD.
Tenho algo de zumbis, sobrenatural e fofocas -Q


1. Gaara tem um segredo? Hinata só está sendo paranóica?
Tenho algo para ele, uma coisa ruim e outra boa.
Não sei qual escolher. Definitivamente.
Ele têm um potencial enorme para ambos.
Mas vocês perceberam não é mesmo? Ele não concorda com certas coisas e tentou fazer Hinata pensar como ele.

2. ROLOOOOOU A FORNICAÇÃO A TRÊS QUE EU TANTO VINHA PROMETENDO.
Eu não sei se ficou a altura que vocês merecem, mas eu me esforcei até o último segundo, eu nunca escrevi algo assim, sério.
Tô desde o primeiro caps pensando como fazer isso.

3. ELES DISSERAM QUE SE AMAM PELA PRIMEIRA VEZ, mas eu deixei tão claro isso que não precisava nem dizer, não é mesmo?

4. É MUITO PROVÁVEL que a festa comece no próximo capítulo a não ser que eu coloque algo antes, mas quase 99% de certeza que teremos uma festa com surpresas, N surpresas, vocês vão amar, vocês vão odiar ♥

5. Acredito eu que Hinata não vai pegar mais ninguém neste site, já pegou quatro, assim não dá -Q Kiba mesmo que antes da cronologia, Gaara, Sasuke e Naruto,acho que chega minha irmã.

5 O SPIRIT NÃO QUERIA QUE EU PUBLICASSE!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Por favor, não deixem de comentar, é muito bom e gratificante saber o que estão achando?

Sou pidona mesmo DDD:

Beijos de mousse de morango com calda de morango ♥ amo vocês de coração, gigantão.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...