História Through my eyes - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Cut!au, Kookv, Mutilação, Taekook, Vkook
Visualizações 89
Palavras 2.388
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fluffy, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Mutilação, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olaaar!
Bem, não estou muito com clima de histórias felizes, então tentei transmitir algo de acordo com o que eu estou sentindo agora.
Espero que gostem
Chu ~

Capítulo 1 - You are perfect...


Fanfic / Fanfiction Through my eyes - Capítulo 1 - You are perfect...

_HYUNG, SE NÃO SE APRESSAR IREMOS NOS ATRASAR! - Jeon gritou do andar de baixo enquanto Taehyung terminava seus últimos retoques. Um leve brilho labial vermelho talvez lhe desse uma aparência mais saudável. 

_JA VOU KOOK. - Respondeu para o namorado, mas não ouviu mais nada de volta então voltou sua atenção ao espelho novamente , agora passando o brilho levemente nos lábios. _"Pronto!" - disse para si mesmo enquanto se olhava no espelho , respirando fundo. _ "É só uma festa e você está bonito huun. "

Sorriu forçado para o espelho, erguendo os braços para ajeitar alguns fios rebeldes no cabelo recém tingido. Quando a manga de sua blusa abaixou levemente , toda a pouco confiança que Taehyung estava criando se esvaiu. Era sempre assim. Arregaçou as mangas da camisa preta passando levemente o polegar nas diversas cicatrizes que se encontravam em seu pulso. Umas mais antigas, outras nem tanto... O suficiente para fazer com que Taehyung se distraísse ao ponto de nem perceber Jungkook parado na porta do quarto observando a cena. 

"_Quem eu quero enganar, eu sou patético !" - riu sem humor ainda dedilhando as cicatrizes do pulso. _"Horrivel! "

Se assustou quando sentiu braços em volta de sua cintura, Jungkook sabia deste seu "hábito" e lhe ajudava de todas as formas possíveis, porém Taehyung ainda tinha vergonha quando o namorado olhava suas cicatrizes , como estava fazendo agora. Jeon beijou os pulsos de Taehyung um de cada vez, depois olhou em seus olhos, tão carinhoso como sempre . 

_Voce está lindo! - Jeon disse dando um casto selinho no namorado e Taehyung sentiu aquela tão costumeira vontade de chorar . Ainda não havia se acostumado em ter Jeon Jungkook, o popularzinho do colégio, aquele que todos queriam como seu namorado. Na verdade, Taehyung sempre se perguntava o porquê de alguém tão lindo e desejado se interessar por "alguém como ele". Não , ele não entendia isso. 

_Kook, tem certeza que quer ir nesta festa? -disse colando seu corpo no do outro, fazendo com que sua sua voz soasse extremamente baixa no ouvido alheio. 

_Mas Tae é aniversário do meu melhor amigo, eu não posso simplesmente não ir. E já faz tanto tempo que não saímos de casa...

_Eu sei, eu sei. Tudo bem. - Respondeu depressa mas na verdade não estava tudo bem. Antes Jungkook sempre ia em festas , mas depois que ele e Taehyung começaram a namorar , as saídas se tornaram cada vez mais  raras devido aos problemas que Taehyung tinha com multidões e pessoas em geral. Ja tinha privado Jungkook de tanta coisa não iria negar ir na festa do melhor amigo dele, mesmo odiando este tipo de coisa. Jungkook sempre fez tanto por si, ele não merecia isso então queria poder retribuir pelo menos um pouco. _Vamos ? - Sorriu  forçado e começou a puxar o Jeon escada abaixo, este que estranhou um pouco mas acabou dando de ombros e deixado ser levado. 

_Nossa!

_É...

_Hoseok disse que iria ser algo pequeno. 

_Acho que você foi enganado ! - Taehyung riu de nervoso tentando não transparecer o quanto aquela multidão o apavorava . Havia pelo menos umas trinta pessoas no quintal , imagina la dentro. 

Saíram do carro e Jungkook pegou na mão de seu hyung, apertando-a tentando passar o máximo de conforto ao namorado. 

_Prometo que vamos ficar pouco. Se começar a se sentir mal me avise que iremos embora na mesma hora okay?

Taehyung acenou com a cabeça e começou a caminhar de mãos dadas com Jungkook. Chegaram na porta e foram recebidos por um Hoseok claramente alterado.

_Hey criança, achei que não viria!

_E perder a festa do meu melhor amigo? Never! 

_Oowwn que criança mais doce... 

Hoseok abraçava e afagava os cabelos de Jeon que somente ria e tentava se desvencilhar do abraço desajeitado do amigo. Taehyung olhou aquela cena e depois olhou em volta. Como previra , várias pessoas estavam dentro da casa dançando algo que ele conhecia levemente, sorrindo uns para os outros... 

"Ele não pertencia aquele lugar, mas iria fazer isso por Jungkook".

_Tae! - se surpreendeu com Hoseok lhe chamando _ Fique a vontade e divirta-se okay? 

_Sim hyung! - disse alto devido ao som e viu os dois a sua frente sorrirem. Sorriu junto, afinal era só algumas horas, nada poderia acontecer. 

Havia se passado duas horas de festa e no meio disto tudo Taehyung e Jungkook se perderam em algum momento quando o Jeon foi buscar mais uma bebida para si. Ja Taehyung não bebia devido aos fortes medicamentos que tomava . Viu que Jeon estava demorando demais, então resolveu procurá-lo esbarrando nas pessoas que nem lhe davam atenção. De longe viu o namorado e quando ele iria se aproximar notou que Jungkook não estava sozinho, mas sim conversando e sorrindo alegremente com sua ex namorada Jiwon. Ela era bonita, os dois faziam um bonito casal, tanto que a escola toda ficou em choque quando eles terminaram. E Taehyung ainda se perguntava porque Jeon deixou uma garota linda e divertida como ela para ficar ao lado de alguém tão problemático como ele. Jungkook merecia algo melhor, ele sempre soube disso, mas lá no fundo de seu machucado coração ele ainda tinha esperança de ser feliz . Seus olhos lacrimejaram e o embrulho em seu estomago o fez sair correndo para o banheiro a fim de vomitar.

No banheiro, respirou fundo lavando o rosto e se olhando no espelho logo depois. Abaixou o olhar de sua face e pairou em seu pulso lotado de cicatrizes, se distraindo novamente com as mesmas deixando em seguida a melancolia lhe dominar. "Ele queria um estilete". Saiu de seus pensamentos quando uma voz bem conhecida por si lhe roubou a atenção.

_Ora ora, se não é o Kim viadinho Taehyung?

Sana era uma das várias admiradoras de Jungkook no colégio e assim como alguns outros odiava Taehyung por , segundos eles "fazer o Jeon mudar de time" já que Taehyung era o primeiro garoto que Jungkook havia beijado e diferente dos adolescentes que se sentem confusos e tentam negar para si mesmo, Jeon somente sorriu e logo admitiu pro colégio todo que gostava de garotos. De garotos não, somente de Kim Taehyung e não havia uma pessoa que não pudesse perceber o quando Jungkook havia se apaixonado, arriscavam até mesmo dizer que ele amava o namorado do fundo de sua alma. 

_O-ola. -Taehyung praguejou mentalmente por ter gaguejando , na verdade ele nem deveria ter respondido. Decidiu então sair dali e procurar Jungkook mas logo sentiu seu pulso sendo segurado pela tal garota que estava claramente alterada. 

Taehyung se amaldiçoou por não ter abaixado as mangas da camisa assim que percebeu que a garota agora olhava para suas cicatrizes. 

_ O que é isso? -gargalhou alto, o som da risada da menina fez com que os pelos de Taehyung se arrepiassem. Podia sentir o veneno da garota naquela simples risada. _ Além de viadinho também é depressivinho? Aah por isso Kook-oppa está com você ! Ele é tão bom que aposto que ficou com dó das suas marquinhas. Ah Taehyung, você é esperto hein .

_Do-do que está falando? - respondeu com a voz falha devido ao choro que queria sair. 

_Se fez de coitadinho para o oppa sabendo que ele tem o coração bom demais para acreditar nessa sua palhaçada pra chamar a atenção! 

_N-nã... 

Foi cortado quando de repente a menina tirou do bolso da jaqueta um canivete lhe estendendo logo em seguida. 

_Aqui. Trouxe pra cortar os limões para caipirinha mas pode usar. Aproveita e faz mais fundo desta vez, assim Jungkook oppa se livra logo de você.

Taehyung entendeu. Seus olhos arderam , mas não se permitiu chorar. Pegou o canivete da mão da garota que ria em desafio e passou levemente por seu pulso. Viu o sangue vermelho sair devagar do local e logo depois ouviu palminhas o incentivando . Era o que ele precisava: Coragem. Apertou a ponta do canivete no pulso fechando os olhos para tomar coragem , porém se assustou com um baque forte na porta seguido de um gritinho agudo da garota que estava ao seu lado. Ambos olharam para a porta e a visão de um Jungkook realmente furioso intimidou os dois no local. 

_Taehyung que merda você está fazendo? - Jungkook foi na direção do namorado arrancando o canivete de suas mãos , logo segurando seu pulso com sangue. 

_Oppa, eu... 

_Cala a porra da sua boca! Já te disse mil vezes , eu não te suporto e não quero que chegue perto do meu Tae. -Jeon disse sem nem olhar para a menina! 

_Unf, você é um idiota Jungkook. Se privando de viver sua vida pra cuidar deste problemático ...

_Olha, eu não sei mais quantas vezes eu vou ter que repetir... -disse agora olhando para a menina que se encolheu um pouco. _Eu amo o Tae e vagabunda nenhuma vai me fazer desistir dele. Agora se você ainda tem um pingo de vergonha na cara , some daqui. 

As palavras do Jeon realmente fizeram efeito e a garota sumiu porta agora , deixando agora os dois namorados sozinhos no banheiro . Taehyung estava envergonhado , muito envergonhado e o fato de Jungkook estar extremamente bravo lhe deixava ainda mais desesperado.

_Ko-

_Vamos pra minha casa. Lá conversamos . 

Assim Jungkook arrastou Taehyung pela casa do amigo, sem ao menos se despedir de ninguém seguindo diretamente ao carro, onde o percurso foi feito em total silêncio. 

Em casa, os dois saíram da mesma forma , subindo ao quarto do Jeon, o silêncio ainda dominando o local e um Taehyung sempre de cabeça baixa. Jungkook sem falar nada sentou o namorado na cama (que mais parecia uma marionete) saindo do quarto para logo voltar com curativos. Ainda em silêncio, limpou o corte que era superficial e logo depois colocou uma bandagem no local.

Depois de tudo terminado Taehyung continuou com a cabeça baixa e Jungkook em pé, ainda furioso, mas não com Taehyung e sim com a menina estúpida que estava no banheiro com seu namorado. Devia telo-lo ouvido e não ido a aquela maldita desta...

_Kook, me desculpa!

_Tudo bem Taehyung eu- 

_Não, eu realmente quero me desculpar . Eu não tinha percebido antes e era tão óbvio, mas Jeon eu não queria perceber... 

_Do que você está falando? - Jungkook agora olhava Taehyung que ainda mantinha a cabeça baixa.

_Eu vi você e a Jiwon juntos conversando. Vocês fazem um casal bonito, ela é tão alegre o oposto de mim. 

_Eepera, eu não estou entendendo . 

_Ah Kook você é tão bom! Mas eu juro, eu não faço isso pra chamar a atenção de ninguém , não fiz isso pra você ficar com dó de mim e ficar comigo. E eu te privei de tanta coisa. Você ainda está ao meu lado e eu realmente não entendo o porquê . Você tem o coração bom, mas eu não quero que tenha do de mim , a Jiwon ela é muito bonita.

Jungkook demorou alguns segundos para entender aquele monte de palavras confusas , até se dar conta do porque tudo aquilo. A insegurança de Taehyung... Sentou- se ao lado do mesmo na cama retirando o sapato de ambos e fazendo com que se sentassem um de frente para o outro. Jeon segurou as mãos do namorado e fitou aqueles olhos castanhos agora cheios de água e dor. Jungkook não suportava ver Taehyung assim, principalmemte porque ele era tão maravilhoso em todos os sentidos. Jeon jamais ficaria com alguém por dó, achava aquilo egoísta demais, mas mesmo sabendo dos problemas do namorado ainda se irritava um pouco em ter a desconfiança do mesmo. Mas ele era paciente e se fosse preciso iria provar para Taehyung todos os dias o quanto ele era perfeito e o quanto Jeon o amava, até que suas feridas (tanto do corpo como da alma) cicatrizassem.

_Tae. Eu te amo , amo muito. A Jiwon estava me contando do novo namorado dela e Tae , só Deus sabe o quanto me machuca te ver assim meu bebê, eu faço tudo por você , porque não pode acreditar em mim? 

Havia magoa na voz de Jungkook e Taehyung se sentiu ainda mais triste, deixando agora as lágrimas presas rolarem soltas por seu rosto . 

_Eu só não entendo . -disse de olhos fechados sentindo o polegar do namorado secando suas lágrimas suavemente .

_O que você não entende meu amor ? 

_Kook, seja sincero. O que você viu em mim ? -Tae perguntou pela milésima vez , tendo novamente a insegurança tomando seu coração. Mesmo que a resposta fosse sempre a mesma, de certa forma, Taehyung sempre esperava o pior. 

Jeon suspirou pesado antes de responder.
_Ah amor... -Jungkook diz abraçando seu loirinho _Se pudesse se ver com meus olhos, veria o quão maravilhoso você é. Eu te amo Tae, amo tudo em você , desde suas cicatrizes até a sua franjinha cobrindo seus lindos olhos castanhos. Amo cada pedacinho seu , até seus defeitos pra mim são perfeitos. 

Taehyung sorriu mínimo, mesmo com suas inseguranças e crises Jungkook sempre o acolhia e cuidava de si. 

Jeon deitou Taehyung devagar sobre a cama, logo ficando por cima do mesmo. Beijou o mesmo da forma mais apaixonada que pode, tentando transmitir todo o amor que sentia pelo outro. Nem em mil anos se cansaria de beijar o loiro ... Taehyung era como uma droga. Droga esta que Jungkook tinha certeza que não poderia mais viver sem. 

_Te amo Kookie!  - Tae disse baixinho depois de separarem o beijo.

_Eu te amo muito Kim Taehyung, nunca duvide disso.

Naquela noite eles se amaram de uma forma lenta , e Taehyung poderia ver estrelas sentindo seu corpo ser invadido por algo tão quente que era o Jeon. Isso , quente e carinhoso , Jungkook era isso é muito mais. Sabia que suas inseguranças e problemas não iriam se resolver de uma hora pra outra, mas ele tinha Jungkook e ah, isso já valia muito a pena.

Já Jeon jurou a si mesmo que iria curar todas as cicatrizes do seu amado, independente do quanto iria demorar ele o faria, afinal tinha a vida toda pra isso! 

A vida toda juntos e com certeza as próximas vidas também ...

 

 

 

 


Notas Finais


Tá!
Tudo bem ?
Então... Espero que tenham gostado! Beijos 😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...