História Through The Dark - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction, Zayn Malik
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Personagens Originais, Zayn Malik
Tags Gangues Zayn, Lily(emma), Romance, Zemma
Visualizações 33
Palavras 1.741
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Mistério, Musical (Songfic), Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Cross-dresser, Mutilação, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Fic Novaaa ♡

Capítulo 1 - A Proposta


Fanfic / Fanfiction Through The Dark - Capítulo 1 - A Proposta

Hotel

 Bom... o plano já estava pronto. Tudo planejado e organizado, porém não foi tão fácil assim para fazer com que Emma aceitasse fazer parte de um plano com o filho do maior traficante em Londres.

 Passado

 E lá estava eu, sentada tranquilamente com meu pai na varanda. Ouvindo músicas antigas e atuais, tipo agora está tocando "Crazy In Love" da Beyoncé  e ele tava todo animado e dançando também. Papai gostava daquela música, porque? Por que eu dancei essa música na escola, e ganhei vários prêmios. Muitos me insentivaram a fazer uma faculdade nessa área, mas recusei. Meu mundo era fotográfia, amava quando fazia as sessãos de fotos. Papai e eu conversamos muito sobre eu fazer uma faculdade ou não, e eu decidir não fazer porque pra mim é perdar de tempo. Bom, vocês devem se perguntar; Cadê a sua mãe? Bom, minha mãe morreu. Como? Eu não sei, mas sei quem fez isso. O único cara que odiava minha família, Yaser Malik.  Vou contar a história, minha mãe na mesma idade que eu sofreu num triângulo amoroso. Trisha era sua melhor amiga e Trisha era loucamente apaixonada por Yaser, porém o mesmo era apaixonado por Anna(minha mãe). Mamãe era apaixonada por papai e eles se davam muito bem. Yaser sentia raiva e ciúmes, mas nunca demostrava. Felizmente, mamãe sabia como era Yaser e a mesma saiu uma única vez e literalmente se arrependeu. Mas aquele amor por papai aumentava cada vez mais, então eles oficializaram um relacionamento e uns anos á frente eles se casaram. Yaser e Trisha se casaram logo depois, mas o amor que ainda tinha por mamãe era recíproco. Mas esse amor o cegou quando descobriu que eu vinha, e o ódio domou aquele homem. Então, Yaser e Trisha tiveram 4 filhos. 3 meninas e 1 menino. Porém, o amor de Yaser foi aumentando cada vez mais por mamãe. Basicamente, passou um longo período e hoje exatamente faz 3 anos que Yaser matou mamãe. Como eu sei disso? Porque eu estava lá e presenciei o assasinato. E como eu não era/sou burra, gravei tudo no meu celular. Mas , a polícia não sabe de nada ainda. Yaser não faz a mínima ideia de eu ter gravado o ocorrido, então pensei seriamente e enviei o vídeo num pen-drive ao Departamento da Polícia e logo chamaram eu e papai para depor. 

 - Bom Senhorita Emma, você tem alguma ideia de quem poderia ter enviado esse vídeo? - disse o oficial -

 Não, mas se eu soubesse vocês seriam os primeiros a saber. - digo e me "mantive" tranquila, aquilo tudo era uma farsa. 

 (...)

 Como vocês leitores, perceberam  que eu menti lá em cima sobre como mamãe morreu e eu ter precensiado aquilo. Ao voltarmos da delegacia, subi e tomei um banho quente e demorado. Coloquei uma calça jeans preta, uma blusa preta e minha jaqueta de couro preta, calço minhas botas pretas e ponho minhas luvas de motoqueira e pego meu capacete. Arrumo o cabelo e deixo o mesmo solto e passo uma base e uma lápis preto nos olhos e desço

. - Onde vai, mocinha? - perguntou papai 

 - Dar uma volta, ue. - digo - Relaxa, papai irei ficar bem e sem nenhum arranhão. - finalizei e ele assentiu e depositei um beijo na sua bochecha e sai pegando as chaves da minha moto e logo saio.

  (...)

 Dou umas voltas e encontro uma galera fazendo algumas rachas e vou até lá. Desço da minha moto e coloco o capacete dentro do porta malas e vou até o povinho ali. Vejo Jessie e vou até ela. Jessie é minha melhor amiga, conheci ela no Ensino Médio quando um garoto do time zoava ela e dei um jeitinho nele. E dei uma pequena transformada nela e fomos populares. Bom, até hoje somos.

 - Eae, loka. - disse Jess

 - Oi, maluquinha. - digo e dou um abraço nela.

 - Não imagina ve-la por aqui. - Nem eu, mas você sabe como é o Louis. - disse ela 

 Sim, se você pensou no Tomlinson merece uma balinha. Lou e Jess namoram desde o Ens. Médio e não se desgrudam. Porém, Louis é da gangue do Malik mas Jess controla a boca dela e não conta nada do que fazemos. Ambos, sempre querem qualquer pista sobre nossa gangue.

- Mas, o que faz aqui? – disse ela - Vim, correr Jess. Você sabe que eu não aguento viver dentro de uma jaula. – digo e sento em cima do capo do carro dela.

 - Sei. – disse ela e logo vêm em nossa direção a gangue do Malik. - Olha, seu namoradinho ta vindo com os amiguinhos dele. – sussurro para ela e reviro os olhos

 - Olá meninas. – disse Lou e da um beijo em Jess e uma abraço apertado em mim.

 - Pensei que iria arrancar meus pulmões, Lou. – digo e ele ri. – Oi meninos mudos que não falam comigo. – digo 

 - Oii. – dizem eles juntos menos o Malik. 

– Vão participar da corrida? – pergunta Harry

 - Eu com certeza, vou. – digo - Hoje não, meninos. Tenho que ficar de olho, nessa daqui. – disse se referindo a mim 

- Desde quando eu preciso de babá, Jess? – digo

 - Desde que você ficou obcecada por ódio. – disse ela

 - Eu estando obcecada ou não, eu não preciso de babá. – digo e ela revira os olhos.

 – Não sei como não tem um buraco ai dentro, de tanto você revirar esses olhos Jess. – digo 

- Vamos manter a calma, né garotas. – disse Liam

 - Bom, eu vou procurar uma pessoa e já volto. – digo e levanto e saio andando.

 - Ela está estranha. – disse Jess e todos os meninos concordaram

(...) 

- BOM PESSOAL, ESTÁ NA MAIS ESPERADA CORRIDA. O DESAFIO ENTRE EMMA E KAROL. – gritou Luke e a galera vibrou.

 - Preparar, apontar... VAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAI – gritou uma garota e eu saio com tudo na moto.

 (...) (Vou deixar vcs imaginarem a cena) E lá estava eu, com meu maravilhoso troféu. Ai que orgulho, de mim.

 - Olha a nossa vencedora, aqui. – disse Lou e me abraçou e eu sorri - Olha, ela também sorri. – disse Harry zoando e rindo

 - Ai ai, tirem seus olhos gordos do meu amiguinho. – digo rindo - Onde você vai levar o troféu? – perguntou Jess

 - Vou deixar no meu esconderijo, junto com os outros. – digo

 - Outros? – disse ela

 - Ta muito desatualizada, hein miga. – digo. 

– Consegui acho que mais que 10 em uma semana, que eu estava disponível.

 - UMA SEMANA? – gritou Jess. – Então, quando eu ia na sua casa e você não estava.. você estava aqui, correndo? – perguntou intrigada

 - Sim, Jess. – digo. – Jess, porque você está assim? – pergunto -

- Você me fez ficar preocupada, enquanto você estava correndo com essas criaturas? – perguntou ela

 - Sim, Jessie. – digo irritada já. – Olha Jess, não sei porque tanto escândalo. Eu te mandei mensagens naquela semana e a bonita estava na casa do Louis e nem por isso eu fiz um vexame. – digo. – E outra, você mais do que ninguém sabe que eu preciso desse dinheiro. Porque infelizmente, eu não nasci numa família rica e em alta sociedade. Minha mãe morreu, enquanto você tinha a sua mãe na hora em que precisasse. Você não percebe que todos me conhecem por ser “filha órfã de mãe, enquanto o pai está abatido e se culpa pelo o ocorrido”. Eu, Jessie podia ter me isolado de você e não ter compartilhado minha dor com você. Eu poderia estar ai nas ruas, sendo uma prostituta ou estar nas drogas mas não, eu me mantive longe dessas porcarias porque ai eu afundaria mais e mais. A corrida é a única coisa que me faz esquecer os meus problemas. – digo. – Eu esperava um abraço e palavras bonitas vindo de você Jessie, mas eu me enganei. Achei que fossemos melhores amigas e que não tínhamos segredos, até umas semanas atrás. Quando você ia me contar, que estava grávida? Quando a barriga começasse a crescer ou depois que a criança nascer? Ou melhor, você não iria me contar. Eu estou desapontada, Jessie. Eu poderia, contar todos os seus segredos para eles mas não eu guardo todos eles. Se quiser contar os nossos planos, vá em frente mas a nossa amizade acaba aqui. – finalizo e saio de lá indo em direção a minha moto e vou para casa.

 (...) 

Já em casa, vou até o meu esconderijo e coloco o troféu lá e vou para o meu quarto. Pego minha toalha e entro no banheiro, tiro minha roupa e faço um coque nos cabelos e entro na água morna e deixo ela escorrer. Fico mais ou menos, uma hora lá dentro e saio. Vou até o meu closet e ponho minhas roupas intimas e meu short, pego uma blusa comprida de papai e visto. Saio do closet e levo um susto vendo Zayn ali.

 - O que faz, aqui? – digo sussurrando 

- Vim fazer uma visita, não posso? – disse ele 

- No meio da madrugada? – digo e ele assenti. 

– O que você quer? 

- Fazer uma proposta. – disse ele - Que tipo de proposta? – digo 

(...) - Okay, eu topo. – digo e ele sorri.

 - Acho melhor eu ir. – disse ele se levantando

 - Concordo. – digo e ele se vai. Passado Off

 E lá estávamos, fazendo o maior assalto de todos os tempos. Concluímos o assalto, sem que ninguém visse ou suspeitasse. Logo Harry, Liam e Niall estavam indo para a Mansão Direction e aguardar eu, Zayn e Louis. Vocês se perguntam, ue cadê a Jess? No decorrer da história, irão saber. Logo, repararam que algumas câmeras pararam de funcionar e chamaram Erik Vinci. Quando o mesmo, foi ver o cofre quando teve uma parada cardíaca o dinheiro a via sumido. Algumas horas depois..

 E lá estava a polícia, interrogando todos. Porém, como Zayn, eu e Louis não trabalhávamos de verdade lá conseguimos fugir pelos os fundos e entramos no carro de Zayn e saímos de lá. 

- Ai que idiotas, como esqueceram de colocar polícias atrás do Hotel. – digo rindo 

- Tivemos sorte, hein. – disse Lou e eu coloco a cabeça para fora(no teto solar) e grito :

 - EU TO RICAAAAAAAAAA – e logo volto para dentro rindo - 

Se acalma, Emma. – disse Zayn rindo 

- Ai como eu to feliz. – digo 

- Todos nós estamos. – disse Zayn e sorriu Logo chegamos na Mansão Direction e entramos.

 - Até que enfim, chegaram. – disse Chloe uma das minhas integrantes. 

(...)


Notas Finais


Espero que gostem...

Lily Collins é a Emma..


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...