História Till death do Us part - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Camila Cabello, Camren, Fifth Harmony, Lauren Jauregui
Exibições 67
Palavras 1.017
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 11 - 25 de Fevereiro


25 de Fevereiro.

Cá estou eu, levantando-me para ir para a escola e começar mais um ano. Minhas férias foram incríveis, ajudei meus pais a construírem casas para desamparados, foram três meses e foram intensos, todo santo dia mantinha contato com Camila, ela me contou como foi as férias dela em Toronto junto com a tia, a mesma todos os dias dizia-me que estava com saudades. Camila virou uma amiga incrível, e eu gostava da companhia dela que seria qualquer tipo de desperdício tentar algo com aquela garota, ela era a minha amiga, e eu gostava de ajudá-la como amiga. Durante esses três meses, conheci pessoas. Ela se chamava Jasmine, não ficamos nem nada, mas conversamos algumas vezes. A conheci quando fui em uma festa de uma amiga, ela era muito gente boa. Era ruiva, tinha uma boca incrivelmente linda e cabelo até a cintura, mas isso não vem ao caso agora. 

- Bom dia! - disse toda radiante 

- Bom dia filha, o que acontece pra todo esse humor maravilhoso? - meu pai fiz dando-me um beijo na testa 

- Nada demais, vamos Taylor? - levanto junto de Taylor e vamos para a escola. 

Taylor continuava dando aula lá, e isso me deixava feliz. 

- qual é a do sorriso? - Taylor 

- Nada demais -. 

- Sério Lauren, não é nada? Você nunca levantou com um humor tão bom desde que conheceu, você sabe quem -.

- Não fala daquela vagabunda, você que me apresentou ela - disse irritada.

- okay okay -. 

Ela estava falando da Ynara, e sorte que ela foi embora da minha vida, mas deixou um gigantesco buraco vazio na minha vida. 

Entramos na escola e fui conversar com meus amigos. 

- Bom dia para a garota que ajuda pessoas - Ally 

- Uma belezinha essa menina não é?-Dinah 

- Camila se amarra em trabalhos de livre e espontânea vontade -Normani 

Elas estavam próximas, saíram bastante durante as férias juntas, ficaram amigas.

- Do que está falando Normani? -. Ouço aquela voz tão conhecida, quando me dou conta de quem é a dona. Ela vem, está linda mesmo dentro de um uniforme, aquele cheiro de perfume chocolate, doce e que me embriaga facilmente. Estava com o cabelo jogado nos ombros, estava tão linda desde que a vi pela última vez. Estava feliz porque ia ficar na sala dela.

- Nada Camilinha, só sobre como você adora estudar - Normani diz tentando disfarçar 

- É verdade, eu e Dinah temos aula agora, tchau meninas. Normani ajuda a gente com aquela parada lá -. Ally disse piscando para Normani, percebi porque estavam fazendo aquilo, elas eram insuportáveis mas me queriam deixar só com Camila ali. Sentamos e ficamos conversando até bater o sinal, me sentei ao lado de Camila, como sentava do lado esquerdo da sala e no canto, me pegava olhando para a garota quase toda hora, mas sem tirar o foco da aula, eu amava demais aquela sala mesmo sendo o meu primeiro dia. Ficamos ali, até bater o sinal e fomos para o intervalo. Lá encontramos com Ally, que era da sala ao lado e já estava no terceiro ano. Ela e Demi não são mais amigas desde que Demi foi para mesma escola que a piranha de cabelo roxo. A escola estava bem tranquila, quando o idiota aparece do inferno pra vir atormentar.

- Oi gatinha -. Ele me irrita 

- O que você quer Shawn?-digo 

- A chance que você nunca me deu, sou louco pra ficar com você. -ele diz 

- me deixe quieta com as minhas amigas, volta pra onde você nunca deveria ter saído-. Digo irritada

ele me olha irritado e diz 

- E aí Camila, vamos sair qualquer dia? Quero ver se é tão boa quanto o Jason diz que você foi na festa da Katy-. Disse me olhando 

- Me chama de questão de matemática e me erra Shawn, você sabe que nunca aconteceu nada naquela festa-. Camila 

- Nao é o que ele fiz pra todo mundo não, tchau -. E sai batendo pé parecendo uma criança fazendo birra! 

Ele me irritava, e me irritou quando disse de Camila, mas não queria dizer nada, ela era minha amiga, mas amigas protegem amigas, não é mesmo? 

Voltamos para lá e continuamos assistindo aula, foram só mas três aulas e o abençoado sinal tocou. 

Amanhã é feriado e amém, será meu aniversário. Fico feliz por estar completando 16 anos, parecia um alívio! Estamos saindo às cinco da escola quando Dinah fala

-Lauren, o que vai fazer para comemorar amanhã? - Dinah

- Nada, só ficar em casa. Estou sozinha em casa, meus pais foram viajar para NY pra esquecer alguns transtornos da morte do meu irmão e Taylor vai ficar em outro lugar, eu acho que na casa do menino que está quase namorando.

- Que tal fazermos uma festa no pijama lá?- só nos cinco! - Normani 

- Adorei a ideia - Ally

- Tudo bem, podem ir. fazemos um grupo depois - Disse

- por mim tudo bem - Camila 

Chegando em casa e acabei dormindo,  fui arrumar toda a bagunça que a casa estava, as meninas iriam chegar a qualquer momento e eu dormi a tarde toda, porque graças a Deus mudaram o horário da escola. Arrumei tudo e fui tomar um banho, coloquei uma blusa com um top por baixo e um shorts bem confortável e fiquei à espera das minhas lindas que iriam chegar para dormir em casa depois e nem precisou de grupo, apenas marcamos o horário. 

20:00, toc toc 

aparecem as cinco todas juntas com diversas sacolas cheias de besteiras. Todas estavam felizes e com lindos sorrisos, todas elogiaram minha casa. Meus pais tinham empresas espalhadas por todo mundo, então somos muito bem de vida. 

Sentadas na frente de uma TV com vários colchões jogados ao chão, as meninas fizeram questão de me deixar no colchão ao lado do de Camila, lógico que eu adorei a ideia. 

Comecamos por filmes de terror, e me deixava rinhosa o medo de Camila por filmes de terror. Era muito fofo!

 

 

 

 


Notas Finais


Desculpa a demora
Não sei se vou fazer o salto no tempo ainda


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...