História Till death do Us part - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Camila Cabello, Camren, Fifth Harmony, Lauren Jauregui
Exibições 73
Palavras 683
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Foi bem difícil contar sobre isso.

Capítulo 8 - Ele virou meu anjo


Eu sabia porque Camila tinha se machucado, a culpa era minha. A culpa era minha! Não podia me permitir isso, então ignorei ela de todas as formas possíveis, não trombar, não olhar, não conversas e não trocar contato visual. Juro que me chateei com Ynara. Mas não comentamos mais no assunto.

Hoje faz 2 meses e 3 semanas desde o acontecimento com Camila. Não sabia o que estava acontecendo com minhas notas que iriam de mal à pior, aquilo me deixava aterrorizada, porque eu só conseguia ter notas com a minha irmã. Eu estudava para todas as provas, achava que iria super bem, no final das costas, os professores não mostraram provas e nem falaram notas, apenas as jogavam no sistema e deixavam lá. Eu estava desesperada e com medo, eu sou inteligente! O que estava acontecendo? Eu estudava madrugadas para as provas e sempre a mesma resposta. "Você é uma ótima aula participativa, mas suas notas não são boas" af, os professores só poderiam estar de zoeira com a minha cara! O que eu ia fazer? Eu precisava fazer alguma coisa. Ynara cada dia que se pensava ficava mais próxima de mim, e poxa. Ela estava sendo legal até demais comigo. Falta duas semanas para acabar o ano, a resposta era óbvia. EU IRIA REPITIR DE ANO. Isso me irritava, mas eu não sabia o que estava acontecendo. Nesse exato momento era sábado e eu estava deitada em minha cama pensando no que eu iria fazer, eu sabia tudo, dominava tudo e ficava com 6 de média em várias matérias. Sério isso?! Ignorei tudo e decidi dar uma volta. Avisei minha mãe e fui. Fui caminhando, passei pelo salão onde foi a festa da Demi e o começo da desgraçada da minha vida, me dei conta que me apaixonei por uma aproveitadora. Deveria ter ouvido todos que me mandaram tomar cuidado, mas estava gostando dela. O que eu ia fazer? 

Percebi que do lado do salão, tinha uma casa muito linda com uma menininha linda brincando na frente, a garotinha me parecia com alguém, mas não conseguia dizer com quem. Apenas vi uma garota descendo e chamando a menina. Quando me dei conta de quem era, era tarde demais! Sim, Camila morava ali. 5 quadras de minha casa e eu nem sabia. Mas apensar continuei, e percebi que a mesma viu que eu estava do outro lado da rua. Virei o rosto e continuei. Cheguei em uma praça que havia ali perto, sentei e fiquei pensando sobre a escola, sobre Ynara e sobre o que estava chegando ao fim.. meu irmão. O dia passava e ele estava cada vez pior, eu estava com medo de perdê-lo, eu o amava demais e seria bem difícil superar a perda de um garoto que você viveu junto a vida toda falando aos seus namoradinhos que teriam que me levar junto quando fossem sair. Era muito difícil, mas seria uma ignorante de querer ele o tempo todo do meu lado sabendo que ele iria sofrer.

Sinto um corpo conhecido sentar ao meu lado, não diz nada apenas me abraça, estava triste.

- Não diz que aconteceu o que estou pensando - disse já chorando 

- Sim, acabei de passar em sua casa e sua vó me avisou, ele virou um anjinho - Ynara me disse dando um beijo no canto da minha boca.

Sai dali desesperada puxando ela para longe, cheguei em casa e fui atras da minha mãe. Ela estava desesperada, eu também estava ficando. Taylor chegou junto ao meu pai e contataram tudo. O meu menino não aguentou. Meu coração desmoronou. 

Eram 14:00 da tarde, minha mãe foi arrumar tudo. Ela tinha um funeral para resolver. Ynara não descolou em nenhum momento, ficou o tempo todo ali me dando apoio. Todos os dias eu ia ao hospital e ficava até tarde ali quando não estava estudando para uma prova e ficava conversando com meu irmão, e contava para ele sobre Ynara, sobre Camila, sobre absolutamente tudo. Ele gostava de saber como estava a vida fora daquele hospital. Me peguei pensando nele, e chorava.

[...] 

 


Notas Finais


Desculpem por qualquer coisa!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...