História Time Line (VKook-Taekook) - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Abo, Jungkook, Kookv, Taehyung, Taekook, Vkook
Visualizações 163
Palavras 3.787
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Hentai, Lemon, Luta, Romance e Novela, Sci-Fi
Avisos: Álcool, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hi Bubbles
》Eu queria agradecer aos 24 leitores.
》Obrigado por estarem gostando da história.
》Fiquem com mais um capitulo e bye.

Capítulo 3 - Dias de casal, vidas ligadas


 

(POV Taehyung)

Eu estava na sala de jantar da família Jeon, Yoongi mexia em seu celular enquanto Jimin conversava comigo para descontrair, a voz da Sra. Jeon soou chamando pelo nome de três pessoas sendo uma delas Jungkook, fiquei olhando atenta para a porta. Escutei o rangir da mesma sendo aberta, meu corpo se arrepiou por completo e assim que meu campo de visão se encontrou com o do Alfa a minha frente e fiquei estatico, "O Alfa que havia me marcado era Jungkook".

-Taehyung. -A voz de minha mãe me tirou de meh transe, percebi que Jungkook estava no mesmo estado que eu. -Cumprimenta o Jungkook Tae. -Pediu por fim.

Eu me levantei e apertei sua mão, a mesma estava soada como a minha indicando que ele estava tão nervoso quanto eu.

O jantar se iniciou e nenhum de nós ousava trocar uma só palavra, por outro lado Yoongi, olhava e trocava gestos com o Ômega de cabelos rosas do outro lado da mesa. Uma vez que meu campo de visão se encontrava com o de Jungkook, eu desviava a atenção para qualquer lugar.

-Com licença, eu gostaria de mostrar a casa para o Tae. -Manifestou-se Jungkook me olhando, sua mãe permitiu. -Nanjoom, Seokjin vocês poderiam vir comigo? -Pediu fazendo seus amigos se levantarem.

Eu e os meninos nos levantamos em seguida, seguimos o Alfa até o segundo andar e entramos em um cômodo que aparentava ser seu quarto, era maior que minha casa, havia outros dois cômodos conectados um era o banheiro o outro era o closet, me sentei em sua cama e fiquei o encarando.

-Não da para acreditar. -Ele suspirou pesadamente. -Taehyung como eu pude marcar você? -Indignou-se passando a mão em seus cabelos. Eu olhei aquilo sem entender.

-Bem isso não importa, você me marcou e não tem como voltar no tempo. -Cruzei meus braços. -Agora me explica uma coisa. -Ele ergueu a mão em sinal que eu continuasse. -Porquê quando eu acordei depois do meu cio, um dos empregado lhe chamou pelo sobrenome Kim, por que? -Questionei.

-Desculpe. -O Alfa que estava ao lado de Jungkook se pos a minha frente. -Quando você acordou, você estava na minha casa. -Esclareu deixando um "Ah" se formar em minha boca. -Prazer eu sou Kim Nanjoom. -Apertei sua mão e exbossei um sorriso gentil.

-E agora o que vocês vão fazer? -Perguntou Jimin coçando a cabeça. 

-O mais certo a fazer agora é contar para o seus pais. -Respondeu o Ômega de cabelos rosas, pegando a cadeira que estava na escrivaninha e se sentando.

-O Seokjin esta certo, seus pais tem que saber que foi o Jungkook que marcou o Tae. -Concordou Yoongi, identificando o nome do Ômega. Eu apenas olhei para Jungkook e vi o mesmo suspirar.

Voltamos para o andar de baixo encontrando todos na sala, Jungkook se mostrava serio.

-Então vocês conseguiram recuperar o tempo perdido? -Perguntou meu pai.

-Acho que até demais. -Irônizou Jungkook. -Mas agora nós temos que falar algo sério. -Ele andou até a poltrona onde eu estava e sentou-se no braço.

Eu tirei meu casaco e virei meu pescoço revelando para todos minha marca.

-Vejo que contou para Jungkook sobre sua marca filho. -Ela sorriu para nós dois.

-Eu acho que ele já sabia antes de todos vocês. -Eu suspirei e olhei para o Alfa. -Foi o Jungkook que me marcou durante meu cio. -Fui direto e vi nossos pais ficarem estáticos.

Aquilo era irônico, já fazia anos que eu não via o Jungkook, eu nem me lembrava de como ele era, agora o Alfa que me marcou foi ele, isso se torna um paradoxo.

Fomos dispensados para que meus pais conversassem com os de Jungkook, eu queria ter uma conversa assós com o Alfa então o puxei para o lado de fora da casa.

-Jungkook você esta bem? -Perguntei segurando em suas mãos enquanto sentavamos.

-Sim. -Respondeu soltando minhas mãos. -Você me puxou aqui para fora para saber se eu estava bem? -Arqueeou uma de suas sobrancelhas.

Eu não sabia o que falar então apenas acompanhei o de cabelos castanhos entrar. 

-Você esta bem? -A voz de Nanjoom se fez presente, eu cobri meus olhos com o braço.

-Nanjoom o Jungkook esta tão diferente do que era antigamente. -Me entritessi.

-Não precisa ficar assim. -Ele colocou a mã sobre minha cabeça e começou a bagunçar meus cabelos. -Tudo vai dar certo no final, agora vamos entrar. -Sorriu gentil em minha direção.

Chegamos na sala para saber qual seria a decisão de nossos pai.

-Bem, eu e os pais do Taehyung converssamos, e vocês sabem que de agora em diante terão que ficar juntos. -Nós acenamos em concordancia. -Então Jungkook, você e o Taehyung passarão a morar juntos. -Continuou. -Nós já escolhemos a casa, vocês passaram a morar juntos daqui a uma semana. -Foi a ultima coisa que ele falou antes de sentar.

-Agora em relação ao dinheiro, nós abrimos as suas contas no banco. -Foi a vez da minha mãe falar. -Nós tambem já adicionamos uma pequena quantia em dinheiro, vocês irão usar apenas em caso de emergência. -Concluiu.

Eu estava aceitando tudo de boa, por outro lado Jungkook parecia não ter gostado nada da ideia. Resolvemos todos os detalhes antes de encerrar a noite e voltar para casa.

 

¤《--~--》¤

 

As duas semanas se passaram e eu já estava arrumando minhas coisas, Jimin me ajudava e eu havia recebido a ilustre visita de Seokjin que também se dispoz a me dar uma ajudinha.

-Eu não queria que você se mudasse. -Falou Jimin fazendo um bico muito fofo se formar em seus lábios.

 -Não fica assim. -O abracei enquanto bagunçava seus cabelos. -Nós podemos nos visitar quando quisermos. -Beijei sua testa.

Os meninos me ajudaram a colocar tudo no carro, como não queria ir sozinhi pedi para que ele vinhessem comigo, Seokjin me guiou até onde seria minha nova casa já que eu não conhecia o caminho.

Chegamos a um bairro de casas muito lindas, Seokjin parou na ultima casa da rua, ela era bonita e aparentava ser o dobro da minha casa antiga.

(POV Seokjin)

Chegamos a nova casa de Taehyung, ajudamos o Ômega a tirar as coisas do carro.

-Deixa eu te ajuda. -Yoogi se fez presente ao meu lado assim que uma das caixas começou a escorregar de minhas mão.

-Obrigado. -Agradeci sem jeito, o Alfa sempre me deixava nesse estado. Yoogi era um Alfa bem bonito e eu podia estar sentido atrção pelo mesmo já que fazemos faculdade juntos.

Taehyung tocou a campainha que logo foi aberta por meu amigo, o Ômega de fios loiros deixou todas suas coisas na sala antes de ter que arrumar tudo, as coisas de Jungkook também estavam por ali.

-Quando vamos começar a arrumar tudo? -Perguntei me sentando no sofá.

-Estamos esperando o Nanjoom chegar. -Explicou Jungkook. -Ele esta saindo da faculdade. 

Esperamos até Nanjoom chegar, jogamos conversa fora e de longe eu conseguia ver Yoogi conversando com Jungkook, os dois estavam se dando bem.

-Chama ele para sair. -A voz de Jimin me tirou de meus pensamentos. -O Yoongi gosta de cinema. -Falou rindo para mim o que me fez corar.

-Eu não sei. -Olhei para outra direção. -Afinal nós somos apenas amigos. -Sorri sem graça.

Após alguns minutos, Nanjoom chegou o Alfa não estava sozinho, um Ômega de cabelos castanhos estava acompanhando o mesmo, Taehyung foi até a porta e a abriu para os dois.

(POV Taehyung)

Assim que Nanjoom chegou resolvemos arrumar tudo, subimos até o segundo andar e entramos em uma suíte em tons dee preto.

-Esse aqui é o meu quarto. -Falou Jungkook caminhando até o centro do cômodo. Coloquei minha mochila proximo a porta e indo até a janela.

-Nossa é lindo e bem espaçoso. -Olhei pela visão que tinha pela janela. -Mais vai caber tudo aqui? -Levantei uma de minhas sobrancelhas.

-Vocês poderiam me dar licença, eu preciso falar com o Taehyung. -Pediu Jungkook e todos aceitaram sem questionar.

-O que foi? -Perguntei sem entender o jeito como ele me olhava.

-Taehyung esse é o MEU quarto. -Ele colocou enfasse na palavra "meu". -Só eu vou dormir aqui. -Ele cruzou os braços e eu copiei o gesto.

-E por que isso? Onde eu vou dormir? -Interroguei o Alfa o fuzilando com os olhos.

-Taehyung, nós estamos marcados não casados, não vamos ter nenhuma conecção alem disso. -Esclareceu seu ponto de vida de como viveriamos daqui em diante. -Mas você vai ter onde dormir, o seu quarto fica ao lado. -Ele abriu a porta e eu fui até o quarto ao lado.

Seokjin, Jimin e o Ômega do qual eu não havia perguntado o nome ainda, vinheram me ajudar, começamos pelo básico já que os móveis só chegariam amanhã, me apoiei na parede e joguei a cabeça para trás.

-Eu estou morrendo de fome. -Hoseok como era conhecido o Ômega falou, todos concordamos em relação ao comentário do Ômega.

-Vamos pedir uma pizza? -Sugeri e todos aceitaram.

Jimin pegou o celular e discou o numero, assim que fez o pedido descemos até a sala.

Eu olhei em direção ao quarto de Jungkook quando passamos pelo mesmo e vi que ainda havia muitas caixa por ali. A sala era o único cômodo completo, me joguei no sofá repousando a cabeça no colo de meu amigo Alfa, enquanto todos conversavam e mexia em meu celular, como Jimin havia pedido a pizza nada mais justo que todos pagassem, me levantei e subi as escadas.

-Entra! -A voz de Nanjoom deu permissão para mim. -O que foi? -Perguntou colocando a caixa que carregava no chão.

-Bem, nós pedimos pizza, então nada mais justo que dividimos a conta. -Expliquei.

-E quanto deu o total? -Foi a vez de Yoongi perguntar.

-R$ 145,00. -Respondi simples.

-Bem como nós somos sete cada um tem que dar R$ 21,00. -Decidiu Nanjoom.

-Mas como eu e o Tae contamos como um e o Jimin e o Yoongi são irmãos cada um deveria pagar R$ 29,00. -Retrucou Jungkook.

-Eu não vou deixar você pagar por tudo. -Me aproximei do Alfa.

-Então paga minha parte você. -Ele virou as costa e pegou uma caixa que se encontrava ao seu lado.

-NÃO, eu vou pagar um parte e você a outra. -Resmunguei cruzando os braços, Jugkook sorriu em irônia.

Todos nos reunimos na sala já com o dinheiro já reunido, iniciamos uma conversa animada, eu olhava para Jungkook de um jeito diferente, o Alfa não se parecia nada com aquela criança de anos atrás, comcei a ter flash de memorias de nossa infancia que foi interrompida pelo som da campainha. Hoseok e Jimin se disponibilizaram a carregar as pizzas e Nanjoom os refrigerantes, o cheiro de cinco sabores diferentes de pizza invadiram meu olfato, jogavamos enquanto comiamos Yoongi e Jungkook eram os melhores no jogo de luta, subi para meu quarto com a intuição de tomar banho.

(POV Jungkook)

Eu estava jogando contra Jimin, eu não queria pausar o jogo para pegar mais um pedaço mesmo querendo muito comer mais.

-Nanjoom. -Chamei por meu primo. -Pega um pedaço de mussarela para mim. -Pedi e assim ele fez, olhei para o lado e percebi que Taehyung não estava mais presente. -Cade o Taehyung? -Perguntei para Jimin.

-Ele disse que ia tomar banho. -Respondeu sem tirar a atenção do jogo.

-Seokjin, joga aqui no meu lugar. -Entreguei o controle para o de fios rosados.

Subi as escadas em direção ao quarto do Ômega, entrei sem bater na porta e me surpreendi com o que vi, Taehyung se assustoi com minha presença e se cobriu com a toalha.

-Você não sabe bater seu idiota. -Xingou o loiro ao mesmo tempo que corava.

-O que foi? -Dei uma risada sinica enquanto ele me fuzilava com os olhos. -Alem do mais não tem nada o que esconder. -Me aproximei do mesmo e toquei sua cintura. -Eu já vi todo seu corpo nu Taehyung. -Colei nossas testa o fazendo me olhar no olhos.

-O que... o que você quer? -Senti sua respiração tocar meu rosto. -Alem do mais eu não sinto nada. -Ele se distanciou de mim.

-Eu só vim lhe dizer que nossos banheiro não tem chuveiro, apenas o que fica no final do corredor. -Voltei em direção a porta. -E se você não sente nada o que me explica esse volume na sua toalha? -Questionei irônico o que o fez corar mais e ranger os dentes, Taehyung tinha mesmo o corpo bonito.

 

¤《--~--》¤

 

Duas semana após a mudança e a casa ja estava totalemte pronta, eu tomava meu café tranquilamente antes de Taehyung entrar a passos fortes na cozinha e me encarar com frieza.

-O que foi? -Perguntei tomando um gole do meu café.

-Por que você não me acordou? -Ele se sentou na cadeira a minha frente.

-Não é minha obrigação te acordar, se eu tive que perder o hábito de alguém me acordando, você também vai ter que perder. -Dei atenção a meu celular.

-Não é hábito, você poderia ter feito uma boa ação pelo menos. -Resmungou pegando um prato.

-Por que você esta com raiva hoje é Sábado. -Comentei rindo.

-Mais eu gosto de acordar cedo nos finais de semana. -Pegou os biscoitos recheados e os colocou em seu prato. -Nossa como isso é bom. -Ele fechou os olhos passando a língua entre os lábios.

-Se você gostou desse esperimenta esse agora. -Me inclinei sobre a mesa colocando o biscoito em sua boca, o rechei do morango escorreu pelo canto de sua boca onde eu passei o polegar.

Terminamos o café sem trocar nenhuma outra palavra, lavamos a louça e nos dirigimos até a sala, Taehyung  subiu até seu quarto eu fiquei sentado no sofá assistindo a televisão. Quando o Ômega voltou eu o olhei de forma boba, o de fios loiros usava uma causa justa a seu corpo, uma blusa que mostrava suas costelas e tênis de corrida.

-Aonde você vai? -Me levantei e fui até ele. -Correr com o Jimin nós fazemos isso todo final de semana. -Ele abria uma pequena mochila que carregava.

-Vestido desse jeito. -Me exautei um pouco.

-Sim, por que esta com ciúmes? -Ele ficou na ponta dos pés e passou a mão por volta de meu pescoço.

-De você, não. -Ri soprado. 

-Assume Jungkook, você fica louco por mim. -Taehyung me encarou sorrindo.

-Taehyung, é você quem tem que assumir que gosta de mim. -Beijei seu pescoço e o fiz arrepiar. -Você ira ceder ao meu prazer. -Sussurrei em sua orelha e mordi seu lóbulo antes de solta-lo.

O Ômega terminou de arrumar sua mochila antes de sair, eu apenas o acompanhava com o olhar.

(POV Taehyung)

Eu e Jimin começamos a corrida a parti da minha casa, conversavamos sobre o festival que ocorreria na faculdade no final do semestre, demos uma pausa assim que chegamos a um parque.

-Como esta sua convivencia com o Jungkook? -Perguntou ao que sentavamos próximo a fonte do parque.

-Esta sendo difícil porem suportavel, ele as vezes é imaturo e crianção e... -Eu dei uma pausa e respirei fundo. -As vezes ele consegue ser fofo e carinhoso. -Relembrei da cena do café da manhã.

-Que sorriso é esse? -Ele me encarava com um largo sorriso.

-Nada! -Tentei difarçar. -Eu vou comprar um suco para a gente. -Sai de la antes de dar algum sinal que acabasse me entregando.

Cheguei a barraca onde se vendiam os sucos, havia uma pequena fila por ali, haviam fotos de sucos diferente no painei.

-Ai eu não sei o que pedir. -Reclamei.

-Se você quer uma opnião eu lhe aconcelho a pedir o de laranja com menta e gelo. -Um Ômega muito gentil se aproximou.

-Obrigado, meu nome é Kim Taehyung. -Me apresentei.

-Lee Sung-min. -Ele extendeu a mão e eu a apertei. -Vejo que é marcado. -Eu acenei. -Ele deve ser um Alfa de sorte. -Antes que eu pudesse responder minha vez chegou.

Fiz o pedido que Sungmin havia aconcelhado e me despedi do mesmo, voltei para onde Jimin se encontrava e lhe entreguei um dos sucos.

-Que demora. -Brincou passando a mão em meh cabelo.

-Eu  conheci um Ômega. -Falei relacionado a Sungmin. -Ele chama Lee Sung-mi. -Lhe disse o nome.

-Ele tem cabelos castanhos? -Perguntou e eu acenei. -Ele é da sala da Jisoo. -Esclareceu minha duvida.

 

¤《--~--》¤

 

(POV Jimin)

Terminamos a caminhada na casa de Taehyung, havia um carro estacionado próximo a casa, o Ômega abriu a porta nos fazendo encontrar Jungkook e Jisoo na sala, os dois gargalhavam.

-Oi! -Cumprimentou a Ômega de cabelos violetas bos abraçando. -Nossa vocês estão suados. -Brincou soltando uma risada fofa.

-Eu vou subir e tomar meu banho, vocês ficam para almoçar. -Pediu Tae antes de subir até seu quarto.

-Agora eu preciso falar com vocês. -Me sentei no sofá fazendo os dois se aproximarem ao ponto de eu ter que sussurrar. -Quando eu e o Tae estavamos caminhando nós paramos em um parque e ele foi sozinho até uma barraca de sucos. -Expliquei e todos acenaram em entendimento.

-Tá mais e dai. -Reclamou Jungkook. -Ele foi atacado por uma maquina de suco. -Ele riu em irônia.

-Não ele conheceu o Sungmin. -Fui direto e vi o sorriso de Jungkook desaparecer.

-Como isso pode acontecer? Ele desconfiou de algo? Ele ameaçou o Tae? -Jungkook me interrogou.

-Eu não sei, o Tae pediu para ir sozinho. -Expliquei e vi Jungkook puxar os cabelos.

-Eu não consigo acreditar. -Ele voltou a se sentar, Jisoo passou a mão em suas costas para acalma-lo. -Eu vou ter que falar com o Taehyung. -Disse assim que o Ômega apareceu na sala.

Tivemos um almoço focado em outros assuntos, eu conseguia perceber a tensão no rosto de Jungkook, o Alfa estava preocupado com Taehyung.

 

¤《--~--》¤

 

(POV Jungkook)

Segunda feira havia chegado, Taehyung estava terminando de arrumar seu material, peguei as chaves e coloquei nossas coisas no porta malas, fizemos o caminho até a faculdade com o Ômega cantando as músicas que tocavam na rádio e sua voz era grave porem afinada.

Chegamos a faculdade e pegamos nossas mochilas, eu entrelacei meus dedos ao de Taehyung.

-Você esta gentil comigo hoje. -O de cabelos loiros colocou a cabeça em meu ombro e eu beijei o topo da mesma.

Estavamos nos corredores, hoje nenhuma das classe teria o segundo horario devido ao concelho escolar. Estavamos no pátio antes de sermos surpreendido pela voz de Sungmin.

-Taehyung. -Ele puxou o Ômega para um abraço. -Vejo que já conheceu o Jungkook. -Falou sorrindo para mim.

-Na verdade eu conheço o Jungkook a muito tempo, nossas famílias se conhecem e nós nascemos juntos. -Respondeu voltando a se sentar.

-E caso você não tenha percebido. -Me manifestei me levantando e puxando Taehyung nos deixando de frente para ele. -Eu marquei o Taehyng. -Toquei gentilmente o pescoço do Ômega onde ficava a marca.

-Kook como você pode. -Falou entre dentes. -E você Taehyung eu pensei que poderiamos ser amigos. -Ele foi a passos fortes para fora do pátio.

-Jungkook, o que foi isso? -Taehyung se soltou de meu abraço.

-Taehyung, o Sungmin é ciúmento eu tive que fazer isso, se ele ficasse sabendo por outro iria ficar no seu pé até a formartura. -Esclareci para o de fios loiros.

-Então quer dizer que nada disso foi verdade, todo esse "carinho" que você me deu hoje foi falso. -Vi seu olhos marejarem e fiquei sem palavras, me aproximei dele o tocando pela cintura.

-Taehyung não é isso. -Tentei me defender.

-Não Jungkook é exatamente isso você me usou. -Ele se defez do meu toque e secou a lágrima em seus olhos antes de voltar para dentro.

Eu estava me sentido um completo idiota e isso me impedia de prestar atenção nas aulas, tretei o Ômega de um jeito qualquer, assim que o último sinal tocou arrumei minhas coisas e me despedi de Jisoo.

Cheguei ao estacionamento e Taehyung já estava próximo ao carro, o loiro desviou o olhar assim que me viu chegar.

O caminho foi feito agora em silêncio, Taehyung mantinha sua cabeça apoiada a janela.

-Taehyung. -Chamei pelo Ômega mas acabei sendo ignorado. -Olha para mim. -Toquei em sua mão ao que paramos em um sinal vermelho.

Fui ignorado até o momento em que chegamos em casa, Taehyung se jogou no sofá e eu fiquei em pé o olhando.

-Para de me ignorar. -Pedi me sentando a seu lado e sem sucesso, o Ômega não falava uma só palavra, puxei ele fazendo o mesmo ficar de frente para mim. -Eu não queria que você se sentisse usado. -Toquei nossas testas.

-Você agiu que nem um retardado. -Foi a primeira coisa que ele falou. -Você não precisava ter feito isso, só precieava ter me dito a verdade. -Eu toquei em sua cintura. -Eu... eu pensei que... você. -Percebi o nó se formar na garganta de Taehyung.

O Ômega se inclinou no sofá e eu o guiei, coloquei as mãos por dentro da camisa do mesmo, Taehyung se arrepiou e antes que eu pudesse fazer o que queria o celular do de fios loiros começou a tocar. 

Taehyung foi para outro cômodo para ter mais privacidade, eu me deitei, fechei os olhos e passei a mão por meus cabelos, imaginei no que teria acontecido se o celular dele não tivesse tocado.

-Quem era? -Perguntei quando o Ômega voltou para sala.

-Meu pai. -Respondeu se sentando a meu lado. -Jungkook nós vamos ter que começar a trabalhar. -Falou por fim.

-O que mais por que? -Me mostrei indignado.
-Jungkook nós temo que pagar nossas faculdades e as contas da casa. -Explicou cruzando os braços.

-Mas nossos pais falaram que iam bancar nossas faculdades. -Me levantei ficando de frente para o Ômega.

-Não, eles falaram que iriam depositar uma quantia em dinheiro nas nossas contas, que seria usado apenas para emergência. -Segurou minhas mãos. -Nós vamos bancar nossas faculdades e pagar as contas, nós mesmos. -Eu me dei por vencido e aceitei suas exigencias.

Taehyung fez o almoço e nós comemos senlm tocar no assunto que havia acontecido. Liguei para Jisoo e Jimin para comessarmos  a fazer nosso trabalho para o festival, e após algumas horas os dois chegaram, aquela tarde foi demais, decidimos o que fazer e demos inicio ao trabalho. Assim que a noite caiu nos despedimos dos dois e fomos para nossos quartos.

-O dia foi longo hoje. - Taehyung se expriguiçou, eu me limitei apenas há acenar com a cabeça. -Boa noite. -Falou de forma gentil, balancei as mãos me despedindo dele e indo para meu quarto.

Me joguei na cama e rapidamente peguei no sono, Taehyung tinha razão, hoje tivemos um longo dia mas a cena que tivemos na sala martelava minha cabeça, logo eu que havia falado que seria o loiro que iria ceder a mim.


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...