História Time to live - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Arrow, Legião dos Super-Heróis, Supergirl, The Flash
Personagens Alura Zor-El, Barry Allen (Flash), Cisco Ramon, Dra. Caitlin Snow, Eobard Thawne / Flash Reverso, Felicity Smoak, Kara Zor-El (Supergirl), Mon-El / Valor, Oliver Queen (Arqueiro Verde)
Tags Snowbarry
Exibições 54
Palavras 1.287
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Crossover, Fantasia, Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Gente mais mistérios, e mais pessoas para Caitlin cuidar :-D

Capítulo 9 - Capítulo 9


Fanfic / Fanfiction Time to live - Capítulo 9 - Capítulo 9

Pov. Mon-El

Onde eu estou? Que dor de cabeça

- Oi você acordou – Kara estava me olhando, como aqueles olhos me fazem flutuar

-Oi, quanto tempo eu dormir? – Sabia que tinha dormido por um tempo, porque ela estava com roupa normal, não estava como Supergirl

-Por alguns dias, você me assustou, a todos nós na verdade, não sabia que era tão alérgico a chumbo – Seu olhar era de preocupada, por que?

- Nem eu, pelo menos estou vivo, onde estamos? – Na verdade só me lembro de a carregar para algum lugar

- Na terra-1, laboratórios STAR Labs – Disse sorrindo e chegando mais perto da cama e sentando no canto

- Bom vejo que você acordou, meu nome é Caitlin sua medica por enquanto, vejo que melhorou, o chumbo do seu sangue já está quase limpo – Era uma mulher de cabelos ruivos, lembro-me vagamente de pedir ajuda a ela e a um homem de cabelos morenos e é ele

Bar: Oi! Ele está melhor?

Cait: Sim, o chumbo já saiu quase todo

Bar: Pelo uma boa notícia

- Como eu vim parar aqui?

Kara: Você me trouxe aqui

- Não estou mais entendendo nada

Kara: Eu fui exposta a kriptonita, estava muito fraca, você me carregou, não sei como até outra terra para me salvar, obrigada – Disse dando um sorriso de canto que eu retribuo, eu pego sua mão para dar algum tipo de consolo, não tinha ideia que isso poderia causar um arrepio que percorre todo o meu corpo

-Não foi nada – E não foi eu faria isso de novo e de novo até não poder mais

Cait: Então... Cisco pode mandar vocês de volta para terra-2 se quiserem – Eu e Kara pensamos silenciosamente, trocamos um olhar de “Sim”

-Já podemos ir?

Cait: Amanhã de manhã você já pode ir, hoje você fica em observação

Kara: Isso é ótimo

Pov. Narradora

Já era de noite Mon-El e Kara estavam no córtex junto com Cisco, Caitlin, Nora, Henry, Leo e Barry, estava tudo calmo, até que o alarme toca

Bar: Meta-humano?

Cisco: Não, é alguma coisa que está caindo, está pegando fogo, Barry se continuar assim, nessa velocidade, isso vai causar estrago – E então um vento bagunça todos os papeis, Barry já tinha ido

Bar: Onde ele vai cair?

Cisco: Bem aí, não se mexa

Bar: É avermelhado, e azul? – Barry estava intrigado o que seria aquilo?

Cisco: Como azul? 1....2....3...

E lá vem, de novo, o vento do Star Labs e Barry carrega algo no colo

Bar: Quem é ela

Henry: Alura! – Ele sai de trás das outras pessoas presentes e chega perto onde seu pai carrega a menina

Bar: Quem?

Nora: A “Namorada” do Henry, ele ficou caidinho por ela

Henry: Eu…não…quer dizer…calada Nora – Nora só fez rir

Cait: Ainda bem que vocês saíram Kara, porque se não, não ia ter lugar para colocar mais pessoas aqui

Cisco: E bem-vindos ao hospital da mãe Joana... Opps mãe Caitlin- Ele rir da própria piada

Cait: Cisco! Vem Barry, foi uma queda feia

Assim que colocaram Alura na maca e começou a acorda, no começo sussurrando coisas sem anexo

Alu: Não, não eu já disse não tenho... pare – Ela diz se mexendo na cama, pondo a mão nos seus olhos e ficando sentada – Me diz que não é o que eu estou pensando que é

Kara: Dependo do que está pensando – Ela abre um dos dedos para ver um pequeno espaço entre eles, e lá ela viu ninguém mais ninguém menos que sua mãe, do passado

Alu: Por favor me matem – Disse jogando a cabeça no travesseiro, e começando a escorrer lágrimas – Não eu não fiz isso – Repetia como se fosse voltar para o seu tempo

Mon: Então quem é ela?

Alu: Você está aqui também? – Ela arregalou os olhos e ficou mais branca que um papel

Mon: E o que perece – Disse meio confuso, olhando para si mesmo como se estivesse faltando algum pedaço

Nora: Alura calma, vai ficar tudo bem, você vai voltar – Disse segurando a mão da amiga – Além do mais agora eu não sou a única menina do time do futuro

Alu: Nora

Nora: hum?

Alu: Não está ajudando

Nora: Desculpa

Kara: Como assim do time do futuro?

Barry: Nora...?

Nora: É ela – Cisco, Caitlin e Barry logo entenderam

Barry: nossa como elas são parecidas, depois ela fala de mim – Ele começa a rir

Nora: Pois é

Alu: Dá pra vocês pararem de dar dicas do futuro por favor? – Alura estava quase suplicando

Bar: Eu não falo mais nada – Disse levantando a mão em rendimento

Depois de uma boa-noite de sono todos chegaram no córtex e estavam prontos para Cisco abrir uma fenda para Kara e Mon-El irem para terra-2, todos estavam perto dos computadores monitorando a viajem, Caitlin estava do computador, quando alguém liga para ela, que atende

- Oi

Cait: Oi, quem é?

- Oi, é a Kara, queria saber se é o Star Labs que está falando

Cait: Sim, é a Caitlin que fala, qual o problema?

Kara: Eu acho que a Alura foi parar aí sem querer, ela está ai?

Cait: A você é do futuro, desculpa não perceber, sim ela está aqui, um pouco nervosa e preocupada por ter voltado para o passado

Kara: Eu sei, eu também estava preocupada com ela, estávamos em uma missão no espaço quando um meteoro a atingiu e ela foi caindo muito rápido, e depois sumiu, procuramos por todos os lugares, e estão a localizamos nesse tempo

Cait: Pera – Ela olha e vê Alura jogando xadrez com Henry- Alura! – A garota logo olha e vai ao seu encontro

Alu: Que foi?

Cait: Tem alguém querendo falar com você- Caitlin se levanta e deixa Alura sentar para olhar para o computador

Alu: Mãe!

Kara: Alura estávamos tão preocupados com você

Alu: Mãe eu não queria vir para cá, e agora eu estou em uma enrascada

Kara: Em que ano você está?

Alu: 2016, Nora, Leo e Henry estão aqui também.... E .... Talvez

Kara: Talvez...?

Alu: Você e o papai...

Kara: Isso não é bom, Alura se nós descobrimos isso pode mudar seu futuro...

Alu: Eu estou com medo disso – Disse em quase a beira das lágrimas

Kara: Calma, vai ficar tudo bem, você vai voltar, está bem? Todos estamos tentando achar um jeito de você voltar, e procure manter contado

Alu: Está bem, tchau mãe eu tenho que ir – Disse tristonha

Kara: Tchau, cuide-se e não se preocupe vamos trazer você de volta

Assim Alura desliga a chamada e vai para a poltrona, ela tira da blusa um colar, não é um colar, está mais para o colar, esse colar a mãe de Kara deu para ela no dia da explosão de krypton, Kara havia dado de presente em seu aniversário, ela ficou olhando para ela e deixou uma lágrima escorrer, uma coisa que ela não percebeu é que tinha outra pessoa sentando do seu lado, que ficou muito surpresa ao olhar o que a garota tinha na mão

-Onde conseguiu isso? – Dando um susto em Alura

Alu: Aí, M-Kara! Quer me matar do coração- Disse dando tempo para guardar o colar

Kara: Não, desculpa, só queria saber onde conseguiu esse colar – Disse olhando para ela

Alu: Eu não posso disser

Kara: Por que?

Alu: Eu sou do futuro lembra

Kara: Entendi, é que esse colar foi minha mãe que me deu, no dia da explosão do meu planeta krypton

Alu: Eu sei – Ela arregalou os olhos

Kara: Como sabe de krypton?

Alu: Essa não... eu falei demais

Kara: Como assim falou demais? – Alerta de metra humano

Cisco: Gente vocês não vão querer ver isso

Todos correm para as telas de computadores na parede

Cisco: Tem um grupo de seis meta-humanos na rua


Notas Finais


Mais capítulos aguardam


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...