História Time travel { Namjin } - Capítulo 2


Escrita por: ~ e ~Poxa_Bitch_Is

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jin, Rap Monster
Tags Bts, Jin, Lemon, Namjin, Namjoon, Rap Monster, Seokjin, Viagem No Tempo
Visualizações 234
Palavras 1.249
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Lemon, Romance e Novela
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa Leitura❤️
Boa leitur
Boa leitu
Boa leit
Boa lei
Boa le
Boa l
Boa
Bo
B
❤️

~~~POXA_BITCH_IS

Capítulo 2 - Twenty century


Fanfic / Fanfiction Time travel { Namjin } - Capítulo 2 - Twenty century

PV Seokjin

 Sabe aquele momento em que você não tem nada que lhe interessa para fazer?
 Sempre que isso acontece,eu procuro conforto em meus amados livros,eles são a única coisa que me mantém alegre,não sou bom em cultivar amizades,pois sou bem tímido e digamos que meu jeito é um pouquinho estranho para um homem.
 Minha cor preferida é rosa,escrever poesias é meu robe favorito,é bem melhor do que sair para matar bichinhos inocentes - caçar - como certos homens do século XX amam fazer.
 Eu moro com meus pais,minha Omma é ótima comigo,meu Appa é um pouco mais fechado e não demonstra tanto seus sentimentos,mas eu o amo,não somos ricos e muito menos pobres,gosto de chamar nossa situação de classe média alta.
Não tenho muitas coisas para queixar-me,minha vida é bem pacata.

 Parece que esqueci de apresentar-me adequadamente,Prazer,meu nome é Kim Seokjin,tenho 18 anos,moro em Seoul,Coreia do Sul.

Neste exato momento estou lendo o volume IV de uma enciclopédia,a minha vista é o melhor volume de todos os outros,sim eu já li e reli todos os volumes,mas eu não tenho nada de mais interessante para fazer.

-Seokjin?Pode vir aqui um instante,por gentileza!-Omma "grita" da cozinha.

-Mas é claro!-Marco a página que parei a leitura e me dirijo até ela-O que a senhora deseja Noona?

-Eu estava pensando em fazer o seu bolo favorito meu bem!O que acha?-Pergunta sorrindo para mim.

-Eu acho uma ótima ideia Noona!-Retribui o sorriso.

-Que bom meu bem!Você pode ir até a barraquinha do Senhor Min Taeseok comprar leite e alguns ovos para mim?

-Claro Omma!

-Ótimo!Pegue aqui o dinheiro!-Vou até ela,a mesma me entrega alguns Wons.Beijo sua testa e vou até a porta.-Não fale com estranhos e volte inteiro Seokjin!

-Voltarei inteiro sim Noona!-Ri,e então segui meu caminho até a barraquinha do Senhor Min.

Caminho lento,fitando meus pés  por algumas quadras,o tempo estava fresquinho é o sol pondo-se,esse com toda certeza é meu horário favorito do dia.Depois de virar mais uma quadra avisto meu destino.

-Bom dia Senhor Min Taeseok!-Digo sorrindo.

-Bom dia Seokjin!Como está a família?

-Está bem,obrigada!-As vezes eu tenho o costume de falar no feminino e algumas pessoas me olham torto,mas eu ignoro.

-O que o senhor deseja?-Pergunta.

-Eu gostaria de alguns ovos e leite.

-Ótimo!Espere aqui e lhe trarei!-Passaram-se alguns poucos minutos e logo eu já estava com os alimentos em mãos,deu-lhe os wons e ele sorriu.

-Obrigada senhor Min.Passar bem-Aceno antes de sair pela porta.Escuto um "obrigado você por ter vindo,volte sempre, e me retiro do local.

  Foi alguns passos e vejo algo incomum.Um garoto desmaiado em um dos becos que eu havia passado anteriormente.Solto as compras no chão e vou até o mesmo para ver se ele não esta morto.

Me aproximo dele,noto que o garoto não usava vestes adequadas,ele tinha coisas não identificáveis nas sobrancelhas,eram duas bolinhas de metal,nas orelhas ele tem uma argolinha,nunca vi isso na minha vida!O cabelo dele é branco!Mas não daqueles brancos que pessoas de idade costumam ter!É branco,branco,branco mesmo!E ele usa um treco quadrado com duas lentes nos olhos.Quem será ele?

Acho que fiquei um bom tempo o olhando,nem percebi que ele já havia despertado.Uma de suas sobrancelhas se levanta e ele me encara.

-Mas que porra...Onde é que eu tô?-Porra?O que seria isso?Não me parece ser uma coisa boa.-Vai ficar me encarando ou vai me responder?

-Perdoe-me,você está em Seoul,Coreia do Sul!

-Mas aqui não parece em nada com Seoul!

-Acho que você não bate muito bem da cabeça!Que tal um descanso?

-Não  tenho pra onde ir-Olha para o nada.

-Isso não é problema!Venha comigo!-Estendo a mão e ele pega,o puxo para cima.

-Certeza?

-Absoluta!

 Peguei a sacola com os alimentos e Saímos daquele beco em alguns passos.

-Paraí!Por que tá tudo parecendo velho?Nem parece que estamos em 2017!-Me olha surpreso enquanto caminhava-mos.

-É por que não estamos em 2017,bobinho-Dou um tapa em seu ombro e sorri.

-Não?Como assim não?Em que ano nós estamos?

-Mil e novecentos.-O garoto fica tão branco que eu poderia facilmente o confundir com farinha.

-O que?-Me olha incrédulo.-Mas como isso?Aquela maquina...Não pode ser...

-O que você está falando?Sua fala me confunde.

-Eu sou de dois mil e dezessete!Eu deveria estar em dois mil e dezessete!

-Como assim?-Ele para,agarra meus ombros e os aperta,começa a me balançar.

-É tá difícil de entender que eu  viajei no tempo?-Aperta Ainda mais meus ombros balançando mais rápido.

-Por favor para!Isso machuca.

-Foi mal,não era minha intenção-Me solta-Eu estou confuso!

-V-você realmente veio de dois mil e dezessete?

-Sim!-Compreendi por que ele havia ficado tão branco naquela vez,pois agora acho que o superei,devo estar transparente.-Mas como?Como é possível alguém viajar no tempo?Como?

-Eu não sei...Eu estou cansado,podemos ir para sua casa agora?

-C-claro!-Eu estou confuso,nervoso e confuso!Eu...Ele...Eu...dois mil e dezessete...Mil e novecentos...Viajem....Tempo?...

 A curta "viajem" até minha casa foi um completo silêncio,o rapaz não era de falar muito,e eu agradeci a Deus por isso,pois eu também sou tímido,a caminhada foi boa para eu refletir em tudo que aconteceu.Eu achei um rapaz desmaiado em um beco,ele diz ter vindo de dois mil e dezessete,e um completo estranho e eu não sei nem seu nome,usa trajes muito diferentes dos que eu estou acostumado ver,alguns acessórios estranhos também,e o pior disso é que eu estou levando ele para minha casa!O que minha Omma vai pensar?

-Então...Qual seu nome?-O silêncio é quebrado e meus pensamentos interrompidos.

-K-kim Seokjin!E-e o seu?

-Kim Namjoon!-Como eu vou contar isso para a minha Omma? Acho que não posso contá-la sobre isso. Ela poderia surta ou nem sei oque ela poderia fazer. 
Chegamos em minha casa e eu o levo escondido para o meu quarto. 
-Você pode ficar aqui. 
-Onde que acende a luz? 
-C-como assim? 
-lam... A é, ainda não existe energia elétrica. 
-Energia oque? 
-Nada não. 
-O senhor pode explicar-me  c-como o  veio parar aqui?
-Não me chame de senhor. Assim eu me sinto velho. 
-Perdão. 
-De boas. E respondendo sua pergunta... Eu não sei direito. Tinha uma máquina e de repente estou aqui. 
-Hum... Oque é isso na sua sobrancelha? 
-Isso o que? 
-Essas bolinhas aí. -Aponto. 
-Ata,isso é um piercing. 
-Não sei oque é um piercing. 
-Coisa de dois mil e dezessete, não tenta entender. 
-Okay,mas como você vai fazer para voltar até sua época? 
-Não sei... Caralho... Tá calor aqui... 
Ele tira um... Uma vestimenta xadrez vermelha que ele usava que cobria os seus braços. Me envergonho um pouco. 
-É sério mesmo que estamos em 1900?-Ele parecia não estar acreditando... 
-Sim... Acho que você ainda não está acreditando... 
-A ficha ainda não caiu. Com certeza amanhã eu vou acordar desesperado, você vai ver... 
-Hum... Eu ainda não estou acreditando muito... Acho melhor irmos dormir... 
-Sim...Vou dormir na cama com você?-Ele pergunta e eu coro. 
-Isso seria estranho. 
-Estranho por que?-Franze o senho curioso. 
-Porque somos dois homens que vão dormir na mesma cama. 
-Hã...Isso é estranho em mil e novecentos,eu esqueci disso. Mas não se preucupe, eu não vou tentar nada não-Como assim tentar algo? Garoto estranho. Isso deve estar sendo um sonho. Amanhã eu devo acordar ele ele vai sumir, com certeza. 

Coloco uma roupa mais confortável e dou uma roupa adequada pra ele vestir. Ele se deitar de um dos lados da cama e eu do outro. Não consigo dormir porque fico pensando no que está acontecendo. 
Depois eu sinto uma mão em minha cintura e uma respiração no meu cangote. Ele tá me abraçando enquanto dorme? Okay,ele não é real, é um sonho meu. Tudo bem. Tomara que seja mesmo um sonho...


Notas Finais


Espero que tenham gostado❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...