História Tinha que ser assim? - Capítulo 25


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7
Personagens Jackson, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Mark, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtanboys(bts), J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Minyoongi, Rapmonster, Suga, Yoongi
Exibições 157
Palavras 1.171
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Escolar, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Não tenho nada a dizer sobre isso...

Capítulo 25 - Só faço merda!


Fanfic / Fanfiction Tinha que ser assim? - Capítulo 25 - Só faço merda!

_ Gio...
_ não fala nada agora Mark... Só vem comigo.
Mark P.o.V
Deixei que Gio me guiasse pelos jardins da escola provavelmente em busca de um lugar para se esconder.
Sempre que olho pra essa menina fico tentando imaginar o motivo que aquele idiota do Min a trata desse jeito, ela é tão doce e fofa, realmente não entendo.
_ Gio que lugar é esse?
_ é aqui que venho quando quero ficar sozinha, virou meu esconderijo.
_ é muito lindo, não sabia que flores podiam fazer isso.
_ realmente é muito lindo. - a menina se abaixou e encolheu as pernas abraçando as mesmas. Me aproximei para repetir seu gesto porém em suas costas.
_ sabe o que é mais lindo do que esse lugar?
_ o que Mark?
_ você princesa. - desfiz meu abraço e me sentei ao seu lado passando somente meu braço sobre seu pescoço.
_ Mark...
_ não fala nada, só me deixa te fazer esquecer, por favor.
_ eu... Tudo bem.
Me senti muito feliz no momento, mas não foi nada comparada a felicidade que senti quando me aproximei e encostei meus lábios aos da menina em um beijo calmo.
Ela é tão doce, acho que o apelido de Suga na verdade seria pra ela, tirando a parte da pele branca. Sua boca é viciante e quanto mais a beijo, meu eu desejo beija-la. 
Sabe aquela maldita falta de ar? Isso não estava acontecendo nem pra mim e muito menos pra ela. Não era um beijo violento ou desesperado, então não há como ter falta de ar, o que pra mim era um alívio.
_M-Mark...
Ela começa a chorar e eu a abraço novamente. Sinto que fizemos algo errado, pois de certa forma ela ainda está com o Yoongi, ela deve se sentir culpada por ter "traído" o namorado, também me sinto por ter feito isso com ela, mas eu queria tanto isso que não teve como evitar.
_ ei Gio, vai ficar tudo bem, não se preocupe.
_ eu trai ele Mark. - dizia soluçando. - eu o trai.
_ não pense nisso pequena, não foi nada de mais.
_ ele não vai querer olhar pra minha cara Mark, eu não devia ter feito isso.
_ ele preferiu acreditar na Mia não foi? Pense nisso como uma vingança.
_ eu não queria me vingar, me sinto péssima. - as lágrimas escorriam em seu rosto e eu não sabia o que fazer para acalma-la.
_ não chore, seu rosto é lindo de mais pra ser tomado por lágrimas, apenas finja que não aconteceu ok?
_ tá bom, obrigada por tentar me consolar Mark!! Te amo por isso. - me abraçou novamente.
_ eu também te amo pequena. - finalmente consegui ver um sorriso se formar em seus lábios, aquele que durou pouco, pois logo a vi sair correndo do pequeno esconderijo e quando decidi ir atrás já tinha a perdido de vista.
Gio P.o.V
Não consigo acreditar que o Mark me beijou, pra mim realmente ele só me via como amiga, mas fiquei tão feliz ao ouvir um "eu te amo" sair da boca dele.
Agora nesse exato momento estou correndo pelo gramado verde da escola igual uma loka desesperada sem saber pra onde ir ou o que fazer. Os portões da escola estão fechados e não tem como sair, minha vontade de assistir aula agora passou para 0 totalmente.
_ ora ora ora, o que temos aqui, parece que você estava chorando.
_ Mia não estou a fim de falar com você.
_ eu não estou nem aí para o que você quer, o importante é o que eu quero e o que eu quero é que você me escute.
_ meu dia já está uma merda mesmo, o que você disser não vai mudar nada.
_ então vou começar: fiquei sabendo que foi falar com o Jackson.
_ fui, e dai?
_ ele te contou alguma coisa?
_ não.
_ ainda bem que aquele inútil não disse nada, pelo visto não foi perda total contrata-lo.
_ como assim contrata-lo?
_ falei de mais. - ela ia se virar, mas a segurei pelo braço.
_ me conte agora o que você sabe Mia.
_ não vai fazer diferença mesmo. Eu ameacei de demitir o pai do Jackson da filial de meu pai na China se ele não fizesse você e o Suga brigarem e vendo a situação em que você se encontra posso deduzir que ele concluiu o combinado.
_ você não presta sabia? Eu desejo mesmo que você nunca morda a língua, se não você pode morrer engasgada com o próprio veneno.
_ vamos ver se o Suga vai dizer o mesmo.
_ ele não se atreveria.
_ veremos.
Ela saiu rebolando sua bunda seca indo em direção ao corredor. Aproveitei então meu momento de solidão para pensar em tudo que estava acontecendo.
_ então essa era a verdade que o Jack tava falando, ele realmente não fez por querer, eu sou uma idiota. - falei para mim mesma. - alô... Jack... Onde você está?... Não faz isso, eu preciso te ver... Tá, já chego aí... Vou dar um jeito. - desliguei o celular e corri para o murro da escola no intuito de pulá-lo.
Como sou extremamente sedentária ficou um pouco difícil, mas eu consegui pular e correr para o aeroporto desesperada, não posso deixar o Jack ir sem me desculpar antes.
Em menos de 30 minutos já estava na em frente ao ser loiro.
_ JACK... - ele se virou para mim e correu em minha direção, pelo visto estava com pressa.
_ fala. - foi a única coisa que disse.
_ me desculpa Jackson, agora eu entendi tudo, devia ter deixado você explicar, desculpa mesmo.
_ tudo bem, eu sei que deve ser ruim, não precisa ficar assim, pra mim só de você ter reconhecido já é o suficiente.
_ sinto muito.
_ para de se desculpar!!! Quem te deve desculpas sou eu, o Mark e a Mia.
_ o Mark sabia né? 
_ sim, foi ele que passou meu número para aquela cobra.
_ como se conheciam Jack?
_ ele estudou na minha escola por um tempo e viramos amigos.
_ entendi, você tem que ir agora? 
_ sim. - olhou para trás de mim rapidamente e voltou seu olhar para mim. - mas antes que preciso fazer algo.
Segurou meus braços e me beijou da mesma forma que Mark havia feito, o que deu nesses meninos de quererem me beijar hoje?
_ Eu. Não. Acredito. - escutei a voz de Lumy no fundo.
_ Como. Isso. Tá. Acontecendo. - dessa vez foi a voz de Bia que falava pausadamente assim como Lumy.
_ eu vou embora. - dessa vez a voz raivosa de Yoongi ecoou pelos meus ouvidos e me separei de Jackson o mais rápido que consegui.
O que o Suga tava fazendo aqui? Como ele sabia que eu estava aqui? Quer saber, isso não importa agora, eu só preciso esclarecer as coisas.
_ YOONGI...


Notas Finais


Espero que tenham gostado e não me matem por isso, prometo que vai dar tudo certo... Ou não né!!
https://spiritfanfics.com/historia/let-me-love-you-6905462


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...