História Tinha que Ser Você? - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias SHINee
Personagens Jinki Lee (Onew), Jonghyun Kim, KiBum "Key" Kim, Minho Choi, Taemin Lee
Tags 2min, Jongkey
Exibições 171
Palavras 1.157
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Escolar, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


OOOOOIIIIIIII OLHA SÓ QUEM APARECEU DEPOIS DE SÉCULOS!!!!

É eu sei que demorei, peço desculpas por isso, mas travei bastante pra fazer esse capitulo, eu queria usar ele de ponte pro que vai acontecer mais pra frente, mas eu ainda não dei detalhes suficientes sobre os personagens, então vai demorar um pouco pra chegar no ápice da história (talvez mais 1 ou 2 capítulos)... Eu não vou falar minhas desculpas aqui pq vocês já devem estar cansados delas...

Queria agradecer a todos os favoritos (96 favoritos \o/ nem acredito que tanta gente assim lê essa coisa que eu escrevo), queria agradecer tbm a minha mais nova dongsaeng que me animou pra escrever e postar logo esse capitulo a linda, fofa e xerosa ~MinTae_S2 quero encher ela de beijos e amor, e é por isso que eu dedico esse capitulo pra ela, que por causa de um "surto de coragem" veio falar comigo e se tornou alguém importante pra mim <3

Enfim, chega de enrrolar, bora ler...

ps: desculpem pelo cap. pequeno

Capítulo 5 - Dias ruins também podem se tornar bons...


Pov’s Minho

Eu havia acabado de sair do treino de futebol, hoje era sábado então quis aproveitar e jogar um pouco mais com o time – já que eu era capitão eu podia chama-los em situações assim, mas eles gostavam tanto de jogar quanto eu, então ninguém se importava de treinar nos fim de semana as vezes, e nem eu os obrigava, ia quem queria – já estava voltando para o dormitório e quando cheguei no mesmo encontrei Taemin e assim q o vi sorri pra ele, mas meu sorriso se desmanchou no momento em que olhei pra expressão que fazia, ele não parecia bem. Perguntei o que tinha acontecido e ele me abraçou e começou a chorar.

No começo eu fiquei meio confuso, mas fui tentando acalma-lo e estava dando certo já que logo ele parou um pouco de chorar e olhou para mim, eu me senti estranho e por um instante parecia que só existíamos nós dois no mundo, eu encarei seus lábios e fui me aproximando – mesmo que sem perceber – ele também olhava meus lábios e eu estava tão próximo que sentia sua respiração bater em meu rosto. Eu não sabia o que estava acontecendo, mas eu sabia que queria continuar e eu teria continuado se no mesmo momento em que nós fechamos os olhos alguém não tivesse batido na porta assustando nós dois fazendo com que nos separássemos rapidamente.

Eu levantei e fui abrir a porta não me surpreendendo nem um pouco ao ver Kibum ali, mas ainda estando um pouco assustado e confuso com o que quase aconteceu ali. Ele havia ficado muito próximo de Taemin e vivia sempre aqui com o mais novo. Eu o convidei para entrar e ele foi conversar com o mais novo que começou a chorar novamente nos braços dele, eu percebi que não tinha mais o que fazer ali então sai do quarto discretamente, afinal eu precisava respirar.

Pov’s Key

Eu já estava sozinho e entediado, já que Jonghyun foi jogar futebol e me deixou aqui em pleno sábado. Então pensei em dar uma passada do dormitório do Minho e do Tae enquanto não dava o horário em que eu sabia que ele ia pra casa dos pais dele.

Quando cheguei ao dormitório notei Minho estava meio estranho, mas ignorei indo em direção ao meu bebê que estava chorando, quando perguntei o que houve ele apenas sussurrou um “meus pais hyung” entre as lagrimas, o que me cortou o coração. Continuei abraçado com ele por um bom tempo até ele se acalmar.

- Você esta melhor agora?

- Sim hyung – ele enxugou algumas lágrimas que ainda escorriam de seu rosto – o-obrigado.

Eu o olhei meio tristinho e tive uma ideia.

- Vai tomar um banho e trocar essa roupa – ele me olhou confuso – você vai sair comigo.

- M-mas... Pra onde hyung?

- Sem perguntas só vá logo tomar banho, eu pego uma roupa pra você.

Ele ia perguntar mais, mas com um olhar o mandei ir fazer o que eu mandava e ele foi sem questionar. Separei uma roupa pra que ele vestisse e o esperei sair do banho, quando ele saiu estava só de toalha e todo vermelho, provavelmente por ter esquecido pelo menos uma cueca.

- Não precisa ter vergonha Tae... Eu tenho a mesma coisa que você. – eu tentei fazer o menor perder a vergonha, mas meu comentário só deixou mais vermelho.

Após o mais novo se trocar eu liguei para o meu motorista e disse para ele vir nos buscar, depois de uns 20 minutos ele já estava nos aguardando na frente da escola. Disse a ele onde nós iriamos e depois de um tempo conversando com Taemin que estava mais animado agora. Chegamos em frente ao shopping e ele me olhou animado.

- Yaa! Por que você não disse que viriamos ao shopping hyung?

- Eu pensei que você já tinha percebido durante o caminho – disse rindo dele – vamos bebê, fazer compras é o melhor remédio pra quase tudo... – dito isso saímos do carro e eu disse ao motorista que mais tarde ligaria.

Entramos no shopping e fomos de loja em loja, logo já estávamos cheios de sacolas rindo e andando pelo shopping.

- Hyung eu estou com fome – ele disse olhando pra mim e fazendo aegyo.

- Vamos comer... – ele me olhou como se perguntasse o que comeríamos e eu tratei logo de pensar em algo – que tal comida japonesa?

- Faz tempo que eu não como comida japonesa hyung... – ele disse com os olhinhos brilhando.

- Então vamos... – fomos para a praça de alimentação e fizemos nossos pedidos em um restaurante japonês onde eu não comia há um tempo, mas era muito bom. Quando terminamos de comer andamos mais um pouco pelo shopping e tomamos sorvete antes de irmos embora. E quando chegamos ao internato Taemin não parecia mais tão triste como antes.

- Obrigado hyung, eu estou realmente melhor agora... – Taemin disse assim que chegamos em frente ao meu dormitório que ficava antes do seu – eu não sei o que seria de mim sem você aqui hyung – e ao dizer isso ele me abraçou e em seguida se despediu indo embora.

Pov’s Taemin

Após deixar Kibum em frente ao seu dormitório eu fui em direção ao meu. Eu estava com um sorriso enorme no rosto, já que o meu dia havia sido tão bom quanto seria se eu tivesse visitado meus pais, eu ainda estava triste, mas não ia deixar que isso me abalasse.

No caminho para o dormitório não pude evitar pensar no que havia acontecido mais cedo entre eu e o Minho. Enquanto eu estava com Kibum eu evitei ao  máximo pensar no que quase aconteceu. Nós quase nos beijamos, e eu nem quero saber o que teria acontecido se Kibum não tivesse chegado na hora certa, provavelmente agora Minho não iria nem querer olhar na minha cara. Acho que a solução é tentar esquecer isso.

Estava tão distraído em meus pensamentos que nem percebi que eu esbarrava em alguém, mas não qualquer pessoa e sim Jinki – ou Onew como o mais velho preferia.

- Oh h-hyung, me perdoe, eu não te vi ai – sorri sem graça bagunçando meus cabelos.

- Tudo bem... Mas por que você estava tão distraído Tae? – ele me olhava curioso como se quisesse ver através de mim, confesso que fiquei um pouco incomodado com aquilo.

- Nada demais, só estava distraído mesmo... – ele não pareceu satisfeito com minha resposta, mas não insistiu no assunto.

- Entendi... Desculpe Tae, mas eu preciso ir... Até outra hora – e ele saiu sem nem esperar minha resposta.

Durante esses meses em que estive aqui, poucas foram as vezes em que encontrei Jinki e ele não estava com pressa para fazer algo. Não que eu me importasse com isso, no momento eu estava mais concentrado em encarar a porta do meu dormitório pensando em como eu faria para encarar o mais velho que se encontrava ali dentro. 


Notas Finais


Então... Como vocês estão??? Putos pq não teve beijo 2min? Já suspeitam de qual vai ser o papel do Onew nisso tudo? Se você quiser me xingar, me bater virtualmente ou ate me elogiar (eu me achando haahhaha) já sabe, deixa seu oizinho aqui...

E é isso... espero que tenham gostado, não vou prometer voltar logo pq vcs sabem como eu sou, e agora eu vou começar a trabalhar e vou ter menos tempo ainda... mas não vou abandonar a fic, isso é certeza....

Até o próximo, beijoquinhas de paçoquinhas no coração...

ps: te enganei mesmo saeng, queria ver sua surpresa ao ver que eu postei capítulo novo hahaha sorry, continue me amando <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...