História Tinha que Ser Você? - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias SHINee
Personagens Jinki Lee (Onew), Jonghyun Kim, KiBum "Key" Kim, Minho Choi, Taemin Lee
Tags 2min, Jongkey
Exibições 93
Palavras 1.538
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Escolar, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


OOOOIIIIII!!!! Olha só quem voltou mais rápido dessa vez..
É isso é um milagre, mas aqui está um capitulo cheio de emoções, por favor não queiram me matar depois dele, eu fiz com muito amor apesar de tudo...
E é com muito amor que eu dedico esse capítulo a minha linda unnie ~Gelinho-shi (desculpa unnie, eu prometo que não vou repetir meu erro) saranghae unnie <3.
Bom, eu percebi que falo muito nas notas, então nem vou enrolar aqui...
Let's go read <3

Capítulo 6 - Apaixonado?


Pov’s Taemin

Depois de ficar quase 10 minutos só encarando a porta tomei coragem e entrei, soltei o ar que nem percebi que estava prendendo quando vi que o Minho estava dormindo. Entrei silenciosamente e fui em direção ao meu guarda roupa pegar uma roupa, tomei um banho rápido e logo fui dormir.

***

No outro dia acordei meio tarde já que era domingo e não fazia muito sentido eu acordar cedo, quando levantei Minho não se encontrava no quarto novamente, a maioria dos dias era assim. Ele saia sempre cedo para fazer sei lá o que, eu não me importava, mas era chato acordar sozinho todos os dias, me lembrava de quando eu morava com meus pais e tomava café da manhã todos os dias sozinho. Tentei afastar esses pensamentos e fui tomar café e encontrar Kibum.

Pov’s Minho

Quando eu retornei para o quarto Taemin já não se encontrava mais, então imaginei que Kibum o havia arrastado pra qualquer lugar, o que foi até bom já que eu estava muito envergonhado com o acontecimento de mais cedo para encará-lo.

Durante a tarde eu fui ao dormitório do Jonghyun e passamos praticamente o dia todo lá jogando e conversando, eu não mencionei meu quase beijo com o Taemin pra ele, na verdade eu nem pensei nisso durante o dia, eu estava evitando lembrar. Quando voltei pro dormitório já era um pouco tarde, mas o Taemin ainda não havia voltado, por isso deitei na cama e acabei dormindo. Acordei com o Taemin andando pelo quarto e entrando no banheiro. Quando ele saiu ele parecia fazer tudo com tanto cuidado para não me acordar que eu continuei fingindo que estava dormindo. Era fofo ver como ele tentava fazer as coisas em silencio.

***

No dia seguinte como sempre acordei antes do Taemin e fui correr, eu fazia isso todos os dias e depois eu ficava andando um pouco pela escola só pra passar o tempo mesmo. Era relaxante, além de ter virado um costume.

Quando retornei para o quarto Taemin não estava realmente então eu fui tomar um banho e fui me encontrar com Jonghyun em seu quarto.

Ao chegar lá Kibum abriu a porta e Taemin estava conversando com o baixinho animadamente, Jonghyun no começo não gostava muito de Taemin já que ele sentia ciúmes de Kibum com o mesmo, mas logo ele se acostumou com o mais novo e até mesmo se apegou a ele. Era engraçado ver como Kibum e Jonghyun ficavam bobos juntos, eles tinham um caso e eram apaixonados, mas ambos pensavam que não eram correspondidos, por isso não tinham nada sério e ficavam tendo ciúmes um do outro, mas nunca assumiam.

- Ah, Minho que bom que você veio, eu já ia te ligar... – o baixinho desviou sua atenção pra mim quando me viu – podemos fazer uma coisa os quatro...

- Eu fui para o dormitório, mas não tinha ninguém decidi vir pra cá...

- Então eu vou fazer pipoca – Kibum disse e foi pra parte do dormitório onde ficava a cozinha.

Quando voltou ele se sentou perto de mim com um pote de pipoca e deu outro para o Tae que havia voltado a conversar com Jonghyun e estava sentado ao seu lado. Escolhemos uns três filmes um de comedia, um de terror e um romance. Somente Kibum se opôs ao filme de terror, mas no fim como todos queríamos ele cedeu. Foi uma tarde agradável que serviu para nos aproximar mais. Quando já estava ficando tarde eu e Taemin fomos para o nosso quarto. O caminho todo foi feito em silencio, mas no meio do caminho começamos a conversar e o clima melhorou. Ele não parecia incomodado com o episodio que ocorreu ontem, por isso eu achei melhor não dizer nada, não era como se isso fosse se repetir mesmo.

***

Depois desse dia mais 3 meses se passaram e nós quatro estávamos cada vez mais próximos. O ocorrido com o Taemin não se repetiu e nossa convivência não mudou, o que mudou foram meus sentimentos em relação à ele. Era estranho como de repente eu passei a sentir ciúme de tudo e todos que chegavam perto demais dele. Até de Kibum eu já cheguei a sentir ciúmes. Eu não sei o que é isso, mas eu sei que não é normal.

Eu não queria sentir nada pelo mais novo, isso não é certo eu tenho que dar um jeito de esquecer isso.

***

Eu estava indo para o dormitório após meu treino quando uma menina me parou e pediu pra conversar comigo. Eu a conhecia de algum lugar. Acho que tínhamos aula de coreano juntos, não sei bem.

- Então o que queria falar comigo? – perguntei quando chegamos ao jardim da escola.

- E-eu... Q-queria te dizer uma coisa o-oppa... – ela me olhou e ficou vermelha de vergonha e nervosismo – E-eu... Eu... Eu gosto de você oppa – ela finalmente disse e depois olhou pra baixo. Eu estava sem reação, eu já havia recebido varias declarações antes, mas essa garota parecia diferente. Eu não queria magoá-la, e de repente com meu silencio ela começou a chorar e eu fiquei desesperado.

- Calma... Sulli, não é? – ela assentiu com a cabeça – e-eu não posso corresponder seus sentimentos, eu não te começo direito ainda.

Ela voltou a chorar, mas me olhou quando eu terminei minha frase.

- A-ainda?

- Sim... Por mais que eu ainda não te conheça eu sinto que devo cuidar de você – ela sorriu com os olhinhos brilhando – então... Você quer sair comigo amanha?

- Sim! Eu quero oppa! – ela me abraçou me pegando de surpresa – Aqui esta meu telefone! obrigada por me dar uma chance.

Ela me entregou um papel com um numero escrito e saiu quase que correndo ainda com um sorriso no rosto, que eu achei bem fofo.

Depois eu parei pra pensar no que tinha feito e eu realmente gostei dela, mas por um momento pensei em Taemin, mas logo o afastei de meus pensamentos. Uma garota muito bonita e que parecia bem legal iria sair comigo amanhã eu não devia estar preocupado com ele.

***

No dia seguinte eu mandei uma mensagem pra ela dizendo para que me esperasse no pátio da escola às 10h da manhã. Eu queria levá-la ao parque de diversões, assim poderíamos nos divertir o dia todo.

No horário combinado ela já me esperava, então logo fomos pro meu carro e partimos em direção ao parque.

- Onde vamos oppa?

- Ao parque de diversões, por isso eu pedi pra que viesse tão cedo – eu disse sorrindo pra ela que corou na hora.

- Faz tempo que eu não vou a um parque de diversões – ela me olhou com os olhinhos brilhando.

Quando chegamos ao parque já era quase hora do almoço, então compramos os bilhetes e fomos comer algo dentro do parque.

- Você gosta de cachorro quente?

- Gosto sim oppa. – ela sorriu pra mim e eu percebi que ela era bem fofa fazendo isso e não pude evitar sorrir de volta.

- Então vamos comer – peguei em sua mão a puxando em direção a barraquinha de cachorro quente.

Nós comemos e eu reparei que ela estava bem vermelha, provavelmente de vergonha e eu sorri pra ela.

- Em que brinquedo você quer ir primeiro – eu disse pegando em sua mão novamente para caminharmos pelo parque.

- Eu... Eu quero ir lá – ela apontou para a casa do terror e então seguimos nessa direção.

Eu pensei que ela ficaria assustada, mas ela só ria das pessoas que tentavam nos assustar, e eu só acompanhava a mesma já que seu riso era completamente contagiante. Após a casa do terror, ainda fomos à casa de espelhos, na montanha russa, no carrossel, e vários outros, incluindo aquelas barraquinhas onde se tentava ganhar um prêmio onde eu ganhei um ursinho pra ela. Durante o dia todo permanecemos de mãos dadas e agora já estava escurecendo então eu a levei em direção à roda gigante. Nada melhor do que ir numa roda gigante durante a noite em um encontro.

Após entrarmos na cabine estávamos no alto observando a paisagem, ela estava de um lado e eu de outro.

- Linda não é?! – eu disse me aproximando.

- Sim o-oppa – ela gaguejou com a minha aproximação, e me olhou sorrindo pra mim que fazia o mesmo. De repete o clima ficou meio tenso e eu não sabia o que fazer agora, estava com medo de ir rápido demais.

- Será... Eu posso te beijar?

- S-sim... – e então com sua confirmação eu me aproximei lentamente e a beijei devagar logo pedindo passagem com a língua. Foi um beijo lento, mas para nos conhecermos. Quando o ar faltou eu parei o beijo olhando em seus olhos e sorrindo – isso f-foi bom oppa... – ela disse completamente vermelha.

- Sim isso foi bom... – ao dizer isso nós olhamos mais um pouco da vista e logo tivemos que descer da roda gigante, como já estava tarde nós decidimos ir embora.

Quando chegamos à escola eu a acompanhei ate seu quarto ainda de mãos dadas com ela e ao nos despedirmos demos mais um beijo. Eu não sei bem como vai ser de agora em diante, mas vou deixar rolar.


Notas Finais


Bom... E é isso... não me odeiem, mas agora vão começar as tretas, esse capitulo é só pra começar... Ah outra coisa que eu já ia esquecendo, eu não disse aqui como os meninos são nessa fic. O Tae esta com o cabelo comprido tipo em Sherlock, o Minho moreno, Jonghyun loiro (pq eu amo) e o Kibum moreno.
Me desculpem por esse capitulo... E não me odeiem por favor...
Até o próximo, beijinhos de paçoquinha no coração <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...