História Titans - Capítulo 22


Escrita por: ~

Postado
Categorias Novos Titãs (Teen Titans)
Personagens Asa Noturna, Ciborgue, Estelar, Mutano, Personagens Originais, Ravena
Tags Asa Noturna, Bbrae, Dick, Estelar, Gar, Garfield, Mutano, Rae, Ravena, Robin
Visualizações 79
Palavras 3.180
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Crossover, Famí­lia, Luta, Magia, Policial, Romance e Novela, Super Power, Suspense
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


(esse capitulo não é tão fofo quanto parece e bugou n deixando eu editar por isso que ta assim, pq preferi do que escrever um novo) ola seres humanos maravilhosos, aqui esta um novo capitulo


espero que gostem

Capítulo 22 - I love you


Fanfic / Fanfiction Titans - Capítulo 22 - I love you

Mutano on:

acordei ao lado da empata sentindo o quente da minha mão junta a sua, me levantei gemendo baixo com a dor nas costas que a posição que eu dormi porprocionava e suspirei sanbendo que tinha valido a pena, olhei novamente para empata sentindo um pouco de preocupação pelo fato de ainda estar "dormindo" mas dei de ombros e fui tomar café.

Cyborg: como a ravena esta?- corei violentamente atraindo olhares dos outros titãs que o olhavam com sorrisos maliciosos e sobrancelhas arqueadas.

Mutano: C-como E-eu I-iria S-saber?!?- falei gaguejando um pouco, ele sabe de algo?!

Cyborg: não dormiu no quarto da ravena?- falo deixando um sorriso brincar em seus labios enquanto asa noturna estava de olhos arregalados

Mutano: como tu sabe?- pergunto sabendo que negar não daria em nada

Cyborg: tu não tava no seu quarto e como a ravena não estava na enfermaria eu deduzi, tambem pelo fato de nós "esquecermos" vocês na nave- falou fazendo aspas

Asa: cyborg! tu é um otimo detetive- eles riram (menos eu) e deram um hi-five enquanto estelar dava pulinhos de alegria

Mutano: ta! ta! Ta! chega....cade os outros titãs?- falei mencionando os titãs da costa leste - eles não iam hoje a tarde?-

Cyborg: o cabeça de brocolis, olha o seu relogio- olhei e arregalei os olhos vendo que era 14:32, depois notei que eles não tomavam café e sim, almoçavam -Por que dormiu tanto?-

Mutano: não sei.....- falei enquanto via o que iria comer

Estelar: Garfield, tem tofu pra você-  ela sorriu apontando para a comida que ela mesmo tinha feito deixando os outros titãs com dó de mim sabendo que estelar não cozinhava bem

Mutano: É que estelar....- falei com a mão na nuca - tu não......cozinha bem- falou olhando pra baixo

Estelar: Mas....Amigo garfield....Vocês amavam minha comida, não é dick? victor?- falava virando pra eles

Cyborg: Desculpa.....mas é verdade- falou ele se resistindo pela cara fofa que ela estava fazendo

Asa Noturna: Mas amor.....tu é boa em varias outras cois...- ela o interrompeu

Estelar: mas eu melhorei de uns tempos pra ca- falou ela com voz chorosa

Cyborg: Desculpa star...-

Estelar: é serio!- falou se levantando um pouco chateada

Mutano: Estelar, desculpa mas....não- ela correu até mim e pegou pela gola

Estelar: olha aqui, vocês são meus amigos e eu amo muito vocês, mas ficar duvidando que eu mudei é muito maldoso, então senta nessa mesa e come esse tofu- falou me jogando na cadeira e botando o prato na minha frente, engoli seco e olhei para meus amigos que mexiam a boca dizendo coisas tipo "sentiremos sua falta" e "morra em paz" - come!- peguei e dei uma garfada olhando pra ela denovo e botei na boca fechando os olhos com força com medo, mas esse medo passou, e eu começei a mastigar melhor, engoli e olhei pra todos

Mutano: ta.....bom- falei impressionado deixando os outros amigos surpresos

Estelar: da proxima vez, vocês confiem em mim, não julgue uma capa pelo livro- falou correndo pra fora da cozinha com os olhos marejados

Asa noturna: vou falar com ela- diz saindo correndo

Mutano/cyborg: DIZ QUE SENTIMOS MUITO- gritamos pra ele que assentiu e fez joinha pra traz enquanto corria

Mutano: Então.....-

Cyborg: Que que você quer?- sorri

Mutano: você pode examinar a rae?- falei deixando meu sorriso sumir

Cyborg: ela realmente ainda não acordou?- acenti a cabeça e olhei pra mesa um pouco preocupado- ok, depois que você comer leva ela pra enfermaria- acenti e ele saiu da mesa

enfiei todo o tofu na minha boca por causa da preocupação e corri para o quarto da rae ficando um pouco aflito ao ver ela na mesma posição mais palida do que normalmente, peguei ela no colo sentindo seu corpo mole em meus braços. A levei para enfermaria e a deixei na cama vendo cyborg começar a examinar a mesma.

Cyborg: é....- falou quando terminou de examinar - ela ta naquele coma de cura quando se machuca, mas acho que sei um jeito de acordar

Mutano: isso não é uma ideia meio idiota pelo fato de ela estar em um coma de cura?- quando percebi ele ja tinha injetado um liquido preto em seu braço

Cyborg: é você tem razão, mas qualquer coisa ela fica em repouso....- olhei pra ele bravo sabendo que essa não era a melhor opção

Narrador on:

Os olhos da empata se abriram rapidamente na mesma velocidade que ela se sentou na cama e botou as mão na cabeça gemendo baixinho fechando os olhos denovo

Mutano: tudo bem?!?- falou ele preocupado

Ravena: claro que não! quem me tirou do processo de cura?- falou se virando e notando que cyborg coçava a nuca envergonhado, sentiu suas emoçoes de culpa e bufou -serio cyb?!- falou irritada

Cyborg: ok! desculpa- levantou as mãos se rendendo -deixa eu te examinar de novo-

ela acentiu cruzando os braços ficando com um biquinho em sua boca que fez os dois presentes rirem. Cyborg examinou ravena ficando mais ainda envergonhado com o que fez botando a mão na nuca ao ver os resultados.

Ravena: desembucha!- falou ameaçadora

Cyborg: você vai ter que ficar de repouso maninha, esta com sintomas de anemia e pode surgir sintomas de outras coisas, então precisa de repouso até se curar totalmente. Vou falar com o asa noturna pra você não lut....-

Ravena: A qual é cyb!!!! eu preciso ta bem ainda hoje pra ir pra missão-

Mutano: que missão?- perguntou desintendido

Ravena: Salvar meu irmão ué, ele deve estar morrendo agora- falou como se fosse obvio um pouco cabisbaixa

Cyb: depois tu pensa nisso ok ravena?- hesitando um pouco ela respondeu

Ravena: ta!- ela bufou tentando se levantar mas caindo logo em seguida se não fosse o metamorfo correndo para a segurar.

Cyborg: Fraqueza....- narrou anotando no caderno logo depois batendo a caneta no mesmo pra contrair de volta a ponta

Ravena: eu não to fraca!- falou olhando pra ele como se fosse um absurdo

Mutano: Serio?- soltou ela que tentou andar mas se agarrou no pescoço dele com força deixando seu rosto na dobra de seu pescoço quando caiu. Os dois presentes riram novamente

Ravena: Isso foi apenas cruel...- falou com voz chorosa apertando ele mais ainda que como  resposta abraçou sua cintura ficando serio e culpado

Mutano: Desculpa...- falou cheirando os seus cabelos que cheiravam a canela -vem- ficou com uma mão só em sua cintura a ajudando a andar

Cyborg: tchau....- disse sorrindo dando um suspiro ao ver o quão proximos eles estavam ultimamente

Ravena on:

Andava com mutano conversando sobre coisas aleatorias de vez em quanto botando a mão na cabeça e gemendo baixinho por causa das dores.
Mutano: Tudo bem?- falou pela quarta vez que eu fazia se virando pra mim agora com as duas mãos na minha cintura

Ravena: Sim....só dor de cabeça- fechei os olhos com força e abri denovo ficando bamba um pouco pros lados mas não caindo devido mutano-.....e tontura....-

Mutano: vem....estamos quase chegando...- falou ficando na mesma posição que antes enquanto voltava a andar

Mutano/narrador on: (partes com narrador (poucas) e partes com mutano)

chegamos no quarto e eu ajudei ela a entrar, sua pele alem de palida estava quente e alem da fraqueza ainda tinha as dores de cabeça e tontura, tenho que falar com o cyborg pensei mas desisti do pensamento percebendo o quão encolhida ela estava na cama e o quanto seu corpo tremia, fui até ela e puxei um cobertor para que não tremesse tanto, mesmo sabendo que isso não ajudaria se fosse febre. Me virei pra sair mas escutei ela falando com uma voz mais rouca do que o normal

Ravena:fica.....- no mesmo momento me virei vendo aquele rosto sabendo que ela estava mal, o que me partia o coração, acenti com a cabeça e me deitei ao seu lado, a mesma deitou a cabeça em meu peito e eu abracei sua cintura forte como se o mundo dependesse daquilo, só isso que importava naquele momento, dei um beijo em sua testa e a observei adormecer, e de pouco a pouco eu tambem estava em um sono profundo.

 

acordei com a mão da rae tremendo em meu peito, olhei novamente pra ela vendo que ela suava frio e tinha uma expressão de medo.

Mutano: Rae...- falei mexendo ela- rae acorda!- falei ja me preocupando- Rae!-

ela acordou com os olhos marejados e se acolheu dentro de meus braços

Mutano: shiii, ta tudo bem......eu to aqui- falei puxando ela mais contra meu corpo, me sentei na cama segurando ela ainda- que que aconteceu?- a soltei e segurei seu rosto limpando as lagrimas

ravena: M-meu I-irmão- falou gaguejando parecendo muito chocada- E-ele...E-ele T-tava A-ali

Mutano: Calma ok? nós vamos salvar seu irmão, agora você precisa se alimentar ok?- ela acentiu e eu me levantei -eu ja volto- beijei sua testa e sai em direção a cozinha

andei até a cozinha lentamente e quando cheguei vi meus amigos ali

Asa noturna: Como ta a ravena? Cyborg nos contou-

Mutano: Ela ta mal, fraca ainda, teve dores de cabeça e tontura, hoje ela acordou assustada depois de um pesadelo, ela não ta bem-

Estelar: Você dormiu com ela?- acenti -que bom amigo garfield!!- ficou batento palminhas

Cyborg: Porque?- perguntou de olhos arregalados

Mutano: Ela pediu, e é melhor do que eu ir a cada uma hora la por que pode ter certeza que eu iria, me importo muito com o bem estar dela- falei deixando eles surpresos

Asa noturna: se não machurar nossa maninha, tudo bem- ele sorriu e sorri de volta, peguei uma bandeja com waffles, uma xicara de chá e outra de café

Estelar: onde tu ta indo?- falou enquanto eu ia pra porta

Mutano: Levar café pra rae- sai deixando eles suspirarem felizes.....eu acho.

cheguei no quarto dela e entrei vendo a mesma flutuando sobre a cama em pose de lotus com os olhos fortemente fechados

Mutano: Rae........?!-

Ravena: oi...-falou com sua voz baixinha e voltou para a cama suspirando, botei a comida na frente dela -valeu- ela pegou o chá e eu peguei um dos seis waffles e comi, bebi um pouco de café e notei que ela só bebia chá

Mutano: Come, precisa se alimentar-

Ravena: Eu não to com fome-

Mutano: bebe só chá não faz mal rae, come- ela suspirou e acentiu comendo um dos cinco waffles que tinham sobrado

Ravena: Odeio estar doente, da proxima vez mando cyborg pro inferno- falou com as mãos na cabeça e os olhos fechados

Mutano: Dor de cabeça?- falei dando mais um gole no café

Ravena: sim- tirou as mão e bebeu mais chá abrindo os olhos -brigada por tudo- deu um sorriso sincero -mas você sabe não precisava-

Mutano: Rae, eu vou continuar fazendo, eu me importo com você- sorri e corei um pouco

Ravena sorriu carinhosamente

Ravena: que tedio- deitou para traz deixando a xicara -ja vazia- de seu chá na mesinha

Mutano: Quer jogar video game?-

Ravena: Sim! vamos jogar Mortal Kombat 3d, eu tenho no meu computador, dai tu joga no teu quarto comigo porque nessa versão é obrigatorio a camera e se nós aparecemos juntos nas duas, iriam achar que é time e focar! quer jogar?- (autora: eu inventei essa versão do jogo ok, é tipo uma arena, uma mistura de mortal kombat e paladins)

Mutano: V-você.....Você é incrivel- a abraçei fazendo cocegas deixando ela rindo, parei acabando ficando em cima dela segurando sua cintura com as testas coladas e sorrisos, corei -eu vou la, qual teu nick?-

Ravena: RachelRaven0127....-falou um pouco corada, meu deuss ela ta muito fofa- e o teu?

Mutano: BeastGar7210- sorri -to indo, vou te adicionar, quer ficar em call pelo skype?-

Ravena: Uma coisa melhor- logo apareceu uma fumaça no meu lado -skype magico- sorri

Mutano: ok- sai do quarto dela ainda a escutando, me sentei na cadeira e abri meu jogo na tv, adicionei a rae e começei uma partida online, fui com o raiden e a rae foi com a sindel, começamos a partida e sempre quando sobrava nós dois, faziamos uma luta final que ela ja tinha ganhado uma vez e eu duas, estavamos em outra batalha final mas derrepente o personagem dela fica parado, a conexão magica some e na camera ja não dava pra ver ela, corri para seu quarto desesperado abrindo a porta e vendo ela ali na frente.

Mutano: Caralho que susto rae!!- falei rindo fraco

Ravena: desculpa, queria te assustar- fiquei serio, vou entrar no jogo tambem

Mutano: Não fala mais comigo, isso foi extremamente cruel- ela cruzou os braços e antes de eu sair fingindo ela falou

Ravena: Sou empata, gar- ela riu e eu tambem

Mutano: Ah! tu pode me assustar e eu não posso- fiz bico

Ravena: Que que você quer para te recompensar?- ela passou os braços pelo meu pescoço

Mutano: você estando bem é a unica coisa que eu quero- segurei sua cintura sorrindo vendo ela retribuir o sorriso tambem

Ravena: queria poder ficar aqui pra sempre- ela colou nossas testas

Mutano: eu tambem- olhei em seus olhos e a beijei carinhosamente, nos soltamos pela falta de ar

Ravena: Acho que perdemos o jogo- falou ainda de olhos fechandos rindo um pouco

Mutano: É....verdade.....- notei ela em pé -você ja consegue ficar em pé?-

Ravena: sim, porque?- perguntou ela desconfiada

Mutano: A nada......só que você não consegue ficar mais- ela não entendeu até que eu a peguei no colo deixando ela dar um curto gritinho, ri e levei ela correndo até a sala

Ravena: Me solta gar!!!- gritou ela rindo puxando a camisa do metamorfo com medo de cair, o grito chamou atenção dos titãs na sala que começaram a correr pra porta mas pararam ou ver mutano passando correndo com a empata no colo, ele e ela riam alto e os outros só observaram, mutano deixou ela no sofá e sumiu em cima fazendo cocegas, os dois sorriam carinhosamente - para gar!!- falou entre risadas

Mutano: ok, rae- nós sorrimos um pro outro e me deitei ao lado dela no sofá, nós dois ofegantes

Cyborg: Pelo jeito você melhorou ravena- notei ele ai e nós dois coramos

ravena: não completamente mas sim- ela sorriu, amo esse sorriso

Asa notura: fecha a boca pra não entrar mosca garfield- notei que estava de boca aberta e fechei rapidamente fazendo os outros rirem

Estelar: Por que vocês estão tão felizes- nos olhamos ao mesmo tempo e depois pra eles

Ravena/Mutano: Não sei- rimos, me levantei e estendi a minha mão pra ela

Mutano: Me acompanha?- ela segurou minha mão enquanto eu beijava a mesma (a mão)

Ravena: claro- ela fez referencia e rimos saindo correndo pela porta

subi no terraço com ela e fomos até a borda nos sentando ainda de mãos dadas, o sol ja estava se pondo e sua cabeça estava em meu ombro, tudo estava perfeito.

Ravena: confia em mim?- perguntou ela com os olhos fechados calmamente

Mutano: sim...- segurei seu rosto

Ravena: pula- sabia o que ela iria fazer, sabia que era pra provar que eu confiava, sabia, então apenas dei um beijo segurando pela nuca e sorri

Mutano: até daqui a pouco- e pulei

senti o vento bater contra meu corpo inteiro e fiquei observando,  sabia que ela me pegaria, ela sempre me pegaria, vi que estava cehgando no chão mas fiquei sem medo, se eu morresse pelo menos morreria feliz, mas sabia que não morreria, por que quando cheguei ao chão, eu entrei em um corvo preto, que acabou me rodiando em uma bola de magia negra, e me deixando em cima de um predio, olhei pra cima vendo meu anjo ironico, minha luz sombria, meu amor que eu amo tando

Ravena: você confia em mim- ela sorriu descendo até mim

Mutano: é claro que sim- beijei ela em um selinho rapido e logo nos sentamos na beirada

Ravena: ta vendo a torre?- ela apontou e eu olhei -aqui, no nosso ponto de vista, ela é pequena e pra nós aqui é pequeno, muitas pessoas só pensam nas coisas grandes, mas se você for pensar, tudo é grande dependendo do ponto de vista, é por isso que eu amo essa cidade, mesmo eles nos vendo bem pequenos, eles tem fé na gente, como agente tem fé neles- sorri

Mutano: Rae.....isso é lindo- ela voo pra frente dele ficando no ar

Ravena: essa cidade foi a melhor coisa que me aconteceu- falou ela ja olhando as estrelas

Mutano: por que?-

Ravena: foi aqui onde eu encontrei meu lugar, minha familia, vocês, titãs, me acolheram, e eu sou muito grata por isso- sorrio

Mutano: e saiba que nós sempre seremos uma familia.....rae....eu te amo- falei sincero em um suspiro, sorrindo

Ravena: você sabe que eu tambem de amo né?- ela se aproximou de mim e botou uma das mão em meu pescoço me beijando (autora:tipo a foto mas um pouco diferente, tipo ele mais crescido e ele estando sentado)

encostamos nossas testas, tudo estava perfeito e ia continuar assim, ela se sentou em meu lado e tossiu piscando e deixando os olhos meio abertos, se apoiou com a mão no lado. Ao perceber que a mesma estava mal eu perguntei

Mutano: tudo bem rae?- vendo ela tremer

Ravena: Um pouco de tontura, mas to bem- após um tempo vendo que ela não melhorava e percebendo que estava tambem com dor de cabeça pelos movimentos que fazia com os olhos eu falei

Mutano: vem, ta muito frio aqui e você não pode piorar- peguei ela no colo e fiquei pulando de predio em predio até chegar no chão, la eu virei uma baleia e cheguei na ilha, virei eu mesmo e a peguei no colo, a mesma ja não reagia, ou tinha dormido ou desmaiado, levei ela para o meu quarto e a aconcheguei, me deitei ao lado dela e senti ela me abraçar, fiz o mesmo com sua cintura e ali dormi.

acordei sem a rae no meu lado, levantei e fui até a sala onde todos estavam ali ouvindo a rae

Mutano: que que ta acontecendo??-

estelar: a amiga ravena esta falando um plano pra salvar o irmão dela-

Mutano: mas a rae não ta mal?-

Ravena: eu to bem- mentiu

Cyborg: ja curou tudo?-

Ravena: sim..- mentiu me deixando indignado, cara é a saude dela!!

Mutano: não! tu passou mal ontem rae, e quando eu te trouxe pra casa você ja estava desmaida- ravena veio até mim e segurou meu rosto

Ravena: olha eu sei que você ta preocupado mas eu estou bem, eu preciso realmente salvar meu irmão, porfavor-

Mutano: ok- sorri e me sentei esperando ela começar a falar

Asa noturna: ta, ravena, qual é o plano?- ela voltou pra frente

Ravena: bom, eu descobri onde meu irmão esta e não é bom, é horrivel, o plano seria o seguinte, eu iria fazer um portal progamado, ele iria abrir e nos levar e depois alguma hora, iria abrir para conseguimos sair-

Asa noturna: qual é a estrategia-

ravena: tente não morrer- arregalamos os olhos pelo fato dela falar isso sem emoçoes

Cyborg: afinal onde nós vamos?-

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ravena: vamos reunir a familia-


continua....

 

 

 

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...