História Titãs - Capítulo 21


Escrita por: ~

Postado
Categorias Aquaman, Arqueiro Verde, Batman, Esquadrão Suicida, Justiça Jovem, Lanterna Verde, Liga da Justiça, Mulher Gato, Mulher Maravilha, Novos Titãs (Teen Titans), Supergirl, Superman, The Flash
Personagens Alfred Pennyworth, Arthur Curry (Aquaman), Asa Noturna, Barbara Gordon, Barry Allen (Flash), Bruce Wayne (Batman), Cassie Sandsmark (Moça-Maravilha), Ciborgue, Clark Kent (Superman), Comissário James "Jim" Gordon, Coringa (Jack Napier), Damian Wayne, Diana Prince (Mulher Maravilha), Dick Grayson, Estelar, Garth (Aqualad / Tempest), Harleen Frances Quinzel / Harley Quinn (Arlequina), Harvey Dent (Duas-Caras), Kon-El (Superboy), Mutano, Oliver Queen (Arqueiro Verde), Ravena, Robin, Roy Harper (Arsenal), Wally West (Kid Flash)
Tags Bbrae, Robrae, Robstar, Supermartian, Wajinx
Exibições 108
Palavras 1.561
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Luta, Magia, Mistério, Policial, Romance e Novela, Sobrenatural, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Linguagem Imprópria, Mutilação, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Primeiro eu quero pedir desculpas !
É realmente desconfortável estar aqui, mas eu preciso abrir meu coração.
Quando eu comecei essa fanfic eu estava num momento muito bom da minha vida, eu tinha todo um planejamento de como ela deveria recorrer, assim como outras fanfics, tinha vários capítulos escritos e ficava muito entusiasmada.
Mas certas coisas aconteceram e me desanimaram totalmente.
Além de eu perder todo o meu planejamento e isso desanima muito.
Eu amei todos os comentários, que para mim foram muitos, e os favoritos, mesmo nessa minha época meio morta.
Isso aconteceu com outras fanfics antigas minhas também.
Então resolvi mudar os ares, tentar escrever outras coisas para me livrar de pensamentos ruins que me rodeavam e realmente funcionou
Quero pedir desculpas desde agora
Eu consegui me estabelecer mas preciso admitir, sou uma pessoa bem neurótica e não podia voltar a fic sem um planejamento completo pelo menos para essa fase !
Sim, como eu disse antes a fanfic se divide em fases e essa é uma fase nova.
Quero saber teorias de vocês, eu adoro ler os comentários de vocês !
A fanfic vai tomar um rumo meio dark por agora e peço desculpas por isso...
Sobre os casais, eu tentei por uma visão bem simples do que está acontecendo entre eles, mas vou focar um capítulo para cada um deixando uma visão de cada personagem sobre os acontecimentos e tudo mais...
Agora eu preciso falar, sei que cada um tem seu casal e que cada um tem seu personagem preferido mas agora a fanfic vai tomar um rumo já previsto a muito tempo e planejado.
Já peço desculpas, de novo, pelos futuros acontecimentos.
Muitos pedem a chegada do BB
Sim gente, ele vai aparecer na fanfic, está bem próximo na verdade, próximo até demais
Espero que gostem da origem dele
Bom, acho que é só isso. Podem me xingar a vontade, eu mereço.

Capítulo 21 - 21 - Hora de voltar


NOTAS INICIAIS IMPORTANTES, POR FAVOR NÃO IGNORAR !

 

-Você está brincando com minha cara... só pode !_Rachel reclamou com a proposta do amigo.

-Por que eu estaria brincando ?

-Por que é a ideia mais estúpida que eu já ouvi sair da sua boca._ Rachel bagunçou os cabelos._ Olha que você fala muitas besteiras...

-Você precisa me ajudar... preciso conhecer minha salvadora !_ Rachel revirou os olhos para a fala de Roy.

-Provavelmente as fitas foram queimadas junto com o resto do shopping o inteligência !_ Roy pareceu pensar melhor na ideia e logo desanimou.

-Não tinha pensado nisso... como vou encontra-la !?_ Roy se desesperou.

-Já pensou em causar um atentado terrorista ? Talvez ela apareça de novo..._ Disse num tom carregado de sarcasmo.

-Isso !_ Gritou como se fosse uma ideia realmente boa.

-Eu estava brincando idiota... _ Rachel disse um tanto preocupada, já que dependendo de Roy, ele poderia fazer qualquer coisa.

Depois do incidente, Rachel tinha se afastado dos antigos amigos. Com isso, se aproximou cada vez mais de Roy. Sentia falta de uma presença feminina, mas em sua cabeça só passava a segurança dos amigos. Já tinha pensado em se afastar de Roy também, mas diferentes dos outros, ele era insistente, e continuava a seguir Rachel por todos os lugares até ter o que ele queria.

Que no momento, era encontrar a bendita salvadora.

A convivência com Roy tinha virado rotina. O garoto mostrou ser totalmente diferente daquela casca de popular do colégio, mostrando um cara fofo, engraçado e amigo, principalmente. Ele sempre estava lá para Rachel, e os dois mantinham um relação boa para a garota já que os dois tinham seus segredos, e não precisavam dizer um para o outro para haver confiança.

As vezes doía, ver que os antigos amigos também tinha se afastado. Até o momento, não tinha conversado com nenhum deles, mas era possível notar que não sentavam mais juntos no recreio. Wally parecia cada vez mais estressado, as brincadeiras tinham acabado, até tinha arrumado uma briga na aula de educação física por causa de uma bola. Já Bárbara tinha jogado toda a tenção em estudos e pesquisas. Seu trabalho tinha se tornado um caos e as pesquisas sugavam a vida da garota, tinha se tornado no mínimo obsessiva. Kori parecia cada vez mais estranha, confusa, não exalava mais aquela alegria de sempre e o primeiro a alerta-la daquilo, estranhamente, foi Roy, que mesmo obsessivo pela sua salvadora ainda mantinha alguns sentimentos por Kori.

A verdade é que Rachel não sabia diferenciar os sentimentos verdadeiros de Roy. Conversando mais com o garoto, notou que tudo aquilo iniciou por uma causa simples. Roy tinha sido desafiado. Kori foi uma das poucas garotas que não tinha nenhum tipo de atração nem desejo em Roy, isso o deixava frustrado. Afinal, Roy não deixava de ser bonito e ter seu charme. Rachel sabia muito bem o motivo disso.

A verdade é que desde que Kori tinha chegado naquele planeta, ela só tinha olhos para Dick. A verdade que o mesmo queria apagar. Assim como Roy, os garotos sempre babaram por Kori, é assim em todas as galáxias, mas a personalidade individualista e reservada de Richard o impede de ser assim. De fato, era algo que agradava Rachel, Dick não era que nem o resto, ele era diferente, assim como ela. Não tinha interesse no comum.

Mas a verdade é que Dick é desconfiado. Assim como é desconfiado com Kori, é desconfiado com Rachel. Mas tinha uma certa rivalidade entre Rachel e Dick que a agrava. Já com Kori, era diferente, tinha um grande carinho por Kori, assim como todos os amigos, mas não conseguia desenvolver sentimentos. Assim como não conseguia desenvolver sentimentos para ninguém. Ainda mais com todas as desconfianças que rondavam sua cabeça. Dick sempre foi um pé atrás com todos, menos com Wally, uma pessoa totalmente verdadeira, e Bárbara, que conhecia desde sempre.

Rachel nem sabia por que naquelas duas semanas afastadas dos demais, fica divagando tanto sobre isso. Sempre que se encontrava em paz, vários pensamentos rondavam sua cabeça e todos envolviam o grupo de amizades que tinha estabelecido em tão pouco tempo.

Tocando nesse assunto, Rachel se recordou de quando andava pelos corredores com Roy, e esbarrou com Dick. Foi realmente assustador. Dick estava mais sombrio. Sim, era essa a palavra perfeita que resumia o garoto naqueles dias. O olhar tinha se tornado mais desconfiado que o normal, como se todos fossem inimigos e parecia buscar respostas. Tinha ódio, misturado com dor e amargura e desapontamento.

Uma qualidade adquirida com anos de meditação, que Rachel odiava, decifrar olhares. Ler almas apenas com uma troca de olhares era horrível, por que todos os sentimentos que aquela pessoa carregava, por um segundo, iriam para ele, sentia dor, sentia tristeza, e as vezes pensamentos alegres inconvenientes. Era como ler Roy, que mesmo carregando um sorriso presunçoso no rosto na maior parte do tempo, quando trocavam olhares podia sentir medo, confusão, intimidação e aceitação.

Rachel não fazia do tipo curiosa, mas sempre que sentia aquilo tudo, tinha desejo de conhecer a história de Roy Harper. Saber o que se esconde de toda aquela ficha de adolescente popular americano que ele carregava com tanto orgulho.:

-Vamos naquele parque de diversões novo ??_Roy perguntou entusiasmado.

-Você olha bem para minha cara, vê algum desejo de ir num parque de diversões ??_Arqueou a sobrancelha e aumentou o certo tom de nojo na voz._ Com você ainda por cima !

-Para de marra RaeRae !_ Abraçou os ombros da garota a puxando para perto.

-Você realmente não tem jeito com esses apelidos... não me toque por favor..._Ela pediu tentando fugir do aperto do ruivo, em vão.

-Estou louco para ir naquela montanha russa nova !

Foram andando com Roy ignorando os múrmuros e xingamento de Rachel.

(...)

-Wally West é a ultima vez que eu falo com você ! Saia desse quarto imediatamente !

-Mãe... me deixe em paz !_A voz embargada de sono reclamou.

-Meu bebê..

-Mãe não me chame assim !_A porta se abriu e a senhora West surgiu com um rosto numa expressão nada boa.

-Querido, faz dois dias que não vai ao colégio !

-Não estou com paciência..

-Aconteceu algo com seus amiguinhos... ? Faz um tempo que não vai na casa do seu amigo... Rick ??

-É Dick mãe..._O ruivo revirou os olhos._ Não aconteceu nada ...

-Então desça e coma pelo menos algo, não vou te forçar a ir pro colégio !_O ruivo suspirou dando a batalha por vencida e tirando os cobertores de sobre si.

Wally também não sabia por que continuava fugindo dos amigos que tinha feito. Dick estava cada vez mais diferente e isso assustava Wally, não conseguia manter uma conversa com Bárbara, e não tinha intimidade para tanto com Kori. A verdade é que Kori sempre se manteve de certa forma afastava, mantendo conversa só com quem interessava.

Não tinha falado nada com Bárbara desde a briga que tiveram. Ele ainda se sentia magoado, nem sabia o por que, o fato de Bárbara ainda manter sentimentos por Dick o incomodava profundamente. Depois de todo o incidente com as formulas, se sentia um verdadeiro ratinho de laboratório nas mãos da ruiva. Cada vez sentia mais fome, mais necessidade de se mover, mais necessidade de correr especificamente.

A necessidade era tanta que durante as madrugadas, fugia de casa e corria voltas e voltas por lugares vazios. Chegava em casa atacando a geladeira, com dor e cansaço, depois só buscava dormir até a nova madrugada e correr mais e mais. Uma rotina totalmente destrutiva. Levantou da cama com certa dificuldade, o corpo realmente doía, estendeu a mão para o frasco de dipirona, guardado na cômoda, pegando três daqueles remédios e os ingerindo ao seco. A dor era tanta que tinha se tornado totalmente dependente daquela droga.

Ergueu o corpo, sem se preocupar em se arrumar, molhou o rosto e o cabelo e desceu as escadas. O pai já tinha ido trabalhar, a mãe aproveitava para assistir seus programas culinários, totalmente desinteressantes para o ruivo. Sentiu a barriga roncar, parecia que a comida não parava em seu estomago, podia comer um bolo inteiro que logo já estaria com fome novamente. Foi até a geladeira buscando ingredientes para um sanduiche:

-Maionese, mostarda, tomates, alface... pão !_Revirou os olhos contando tudo que precisava.

-Interrompemos a programação normal para um aviso urgente !_ A atenção de Wally foi roubada para a televisão e por um momento a fome foi esquecida._ Foram detectados objetos não identificados no litoral de Jump City...

Na imagem da televisão apareceu uma filmagem, aparentemente ao vivo, do litoral de Jump City, onde bem sobre o mar, uma nave enorme e branca, sem janelas, de aparência oval ficava, totalmente imóvel. Wally franziu o cenho e se sentou no sofá:

-As autoridades tentaram estabelecer contato mas foi em vão... recomendamos que os moradores não se aproximem da praia, não sabemos se a intenção é positiva ou negativa !

-Oh... que curioso !_Senhora West soltou.

-Curioso?_ Wally estava indrédulo.

-Com certeza deve ser só algo construído pelo governo para chocar os americanos querido, não se choque, que nem aquele ataque por criaturas marinhas !_Riu incrédula._ Tudo organizado...

-Organizado mãe ??

Wally estava confuso, mas a única coisa que lhe veio em mente era, estava na hora de esquecer os problemas pessoais, e salva a cidade.  



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...