História TLK - Life in the kingdom - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Rei Leão
Personagens Kiara, Kovu, Nala, Personagens Originais, Pumba, Rafiki, Simba, Timão, Vitani, Zazu, Zira
Tags Guarda Do Leão, Jansiri, Kiuli, Kopani, Kovara, Tlg, Tlk
Visualizações 436
Palavras 997
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Famí­lia, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Eu: 🚧🔧bora começar a reforma
- anos depois
Eu: Gente, n vo apaga as notas da reforma pro dois motivos
1° preguiça
2° ficou legal algumas
Mutano: ela tá indo mais pela a preguiça msm

Capítulo 1 - Cap 1 - O começo


Pov Kiara 

Finalmente havia acabado.

Eu odeio mais do que tudo as aulas do Zazu. Arg ele fala demais. Para que eu preciso saber sobre a história do reino? Sério, já não chega o que eu aprendo no colégio?  Eu só tenho quinze anos será que eles não vem isso? Meu pai sempre exagera nessa parte. 

Você deve está se perguntando o que está acontecendo aqui neste exato momento. Ok, se segura que a história é longa. E para você entender, temos que começar lá de trás.

História contra-tempo

...

Em 1840, enquanto ocorria a partilha da África, os alemães estavam disputando a Tanzânia com os franceses. Um deles teria conseguido tomar posse do país, se não fosse pelos nativos. Eles uniram forças com alguns europeus que não concordavam com o restante e travaram uma guerra contra os dois países. Os rebeldes acabaram vencendo. Tornando assim a antiga Tanzânia na gloriosa Ufalme Ardhi, mais conhecida como Terras do Reino.

Passamos muito tempo sem nenhum líder. Até que em 1930, o povo escolheu Mohatu como o rei, que não é nada mais nada menos que o meu tataravô. Vivemos no sistema monarca desde então. Com isso, você já deve imaginar que eu sou a herdeira do trono.

Hoje, nosso reino adotou um sistema de vida bem interessante. Somos completamente ligados a natureza. Não que não temos tecnologia nem nada, apenas adotamos um estilo de vida mais "natural". Por exemplo: quando uma criança nasce os pais plantam uma árvore, os altomoveis foram modificados para soltar menas fumaça no ar, a madeira usada nos móveis e etc é reflorestada, temos um dia no ano que não comemos carne de espécie alguma (nem peixe) que chamamos de Kupatana (dia da união), existem várias reservas naturais pelo reino, caçamos nossa carne, plantamos nosso próprio alimento e coisas desse tipo. Sabe aquele país perfeito? Então, o nosso é quase isso. 

Sobre as caçadas. Cada família tem seu grupo de caça, que é composto de um a dois homens e três ou mais mulheres, as crianças também vão junto com os pais para aprenderem a caçar. A chefe de caça é a manda chuva dos paranáue. Eu seria a chefe da minha família, isso se meu irmão não tivesse recusado o trono e eu me tornado a herdeira.

Agora que você entendeu podemos voltar a história.

...

Entrei em meu quarto e me joguei na cama. As vezes eu vejo essas garotas que sonham em ser rainha e fico com pena. Está certo que depois você pode mandar em todo mundo e tals, mas para mim não tem graça nenhuma. Ainda mais quando um mordomo fica te pertubador com conteúdos que não irão acrescentar nada em sua vida. Estava perdida em meus pensamentos, até que escuto alguém bater na porta do meu quarto.

- Entre.

Era minha mãe, Nala. Tem os cabelos loiros escuros cortados bem curtos, pele clara e olhos cor safira. Ela normalmente vem no meu quarto todas as noites antes de eu dormir desde que eu era pequena. No começo era quando eu tinha pesadelos ou quando eu não conseguia dormir. Acabou se tornando uma tradição ela vir aqui. 

- Então querida, como foi a aula? - Ela me perguntou 

- Irritante como sempre. - Respondi fazendo uma cara de tédio, que a fez rir. 

- Não exagere tanto, não é tão ruim assim - Disse minha mãe.

- Não só é horrível. Sério mãe, por que eu tenho que ser a nova rainha e ter todas essas aulas irritantes? 

- Você sabe que seu irmão tem um motivo para isso. 

- Mas ele deveria cumprir com suas responsabilidades, e não joga las para mim.

- E ficar o dia intero escutando o Zazu me atormentar? Não, estou satisfeito com a minha vida. - Disse meu irmão Kopa saindo da sacada e adentrando no quarto. Ele tem os cabelos e olhos castanhos claros, assim como eu, a diferença é que seus cabelos são lisos e caem nos ombros, enquanto os meus são bem longos e ondulados. - A proposito, a lua está linda hoje. 

- De onde você surgiu? - Perguntei a ele.

- Vim pegar o livro que eu te emprestei semana passada e até agora não me devolveu. - Disse ele mostrando o livro de capa vermelha, com uma tira dourada marcando as páginas.

- Desculpa, é que não dá pra ler com todas essas aulas que eu tenho - Fitei seus olhos castanhos.

- Quem mandou querer ser rainha? - Disse ele com um tom de deboche.

- Se você não tivesse recusado o trono eu não seria rainha. - Ele já está me tirando do sério.

- Ok, chega de reclamações. Boa noite maninha. - dise ele com um sorriso despreocupado, saindo do quarto.

- Boa noite - Respondi seca. Quando olhei para o lado, percebi que minha mãe me encarava - O que foi? 

- Vocês dois são piores que crianças. - Diz ela com com uma expressão seria.

 - Ele que começou - Falei virando o rosto para o lado fazendo biquinho.

- Tudo bem - disse ela rindo - Agora vai dormir que já está ficando tarde.

- Boa noite mãe.

- Durma bem - Ela me respondeu com um sorriso meigo nos lábios.

- Sonhe com pernilongos também - Falei  rindo.

 - Você anda passando tempo demais com o Timão e o Pumba - Disse ela saindo do quarto.

Esperei não ouvir mais os passos dela no corredor e tranquei a porta. Troquei de roupa rapidamente. Fiquei lendo um livro enquanto esperava. Escutei alguém na sacada.

- Vamos Ki, o Kopa já está esperando - Era meu irmão mais novo Kion, quer dizer não tão novo, ele tem a minha idade.

 Esse é o ruivinho da família. Acópia escrita do meu pai. Só muda que ele tem uma marca em forma de leão no braço esquerdo e é o único da casa que tem o corte masculino bem curto, diferente do meu pai e de Kopa, já que os dois tem cabelos compridos .

- É pra já - Digo me levantando e indo na sua direção.



Notas Finais


Cap america : quantos erros izzy
Mutano: mais analfabeta q eu
Kovu: eu n apareço nesse cap '-'
Tiu brabuleta : ngm se importa
Eu: já vi q essa reforma vai ser longa 😧


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...