História TMNT magia - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias As Tartarugas Ninja
Personagens Donatello, Leonardo, Michelangelo, Raphael
Tags Tmnt
Visualizações 10
Palavras 1.949
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Famí­lia, Luta, Magia, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Bem agora as coisas vão esquentar, vou terminar esse capitulo com um gostinho de quero mais ^^
Mais não se preocupe vou fazer mais um capitulo, antes deu ter que começar a estudar T.T

Capítulo 3 - Sombra


Fanfic / Fanfiction TMNT magia - Capítulo 3 - Sombra

Casey e April tinham acabado de chegar no esconderijo, os rapazes estavam na sala vendo tv, mikey tinha saído do quarto e tinha se juntado com os irmãos, ambos os irmãos haviam dito que a culpa não era dele e que ficariam atentos a qualquer problema que surgisse.

April: oi pessoal temos novidades

Tartarugas: o que?

Casey: vamos sair em uma excursão da escola, em outra cidade algo do tipo “curtam o ambiente natural” ou coisa assim.

April: vai ser uma trilha numa floresta do outro estado, com acampamento, treinamento de sobrevivência e tudo que uma excursão pode oferecer ^^

Mikey: parece legal, quanto tempo vão ficar lá?

April: parece que é mais ou menos 1 semana, pode ser um pouco mais também, vai depender do clima do quanto andarmos etc

(Pensamento Donnie) NÃO ACREDITO NISSO, ELES VÃO FICAR OS DOIS SOZINHOS NO MEIO DO NADA, E NÃO POSSO FAZER NADA

Raph chegou perto de Donnie já prevendo onde estavam os pensamentos do irmão. Raph: Donnie eles não vão ficar sozinhos, o acampamento é cheio de estudantes, e eles não vão deixar os garotos e garotas juntas, vc sabe disso, então pare de pensar bobagens.

E deu um tapa na parte de trás da cabeça de Donnie.

(Pensamento Leo) Eles vão viajar... será que isso esta relacionado com o pressentimento de mikey? Será que algo ruim vai acontecer com ele?

Leo: quando vcs vão partir?

April: amanha de manha bem cedo

Casey: então por mais que eu queira sair com vcs em patrulha, temos que ir cedo pra casa, então vai ficar pra quando voltarmos

April: bem temos que ir gente, boa patrulha, vou trazer presentes pra vcs ^^

Mikey: comida ou coisas fofas seriam ótimas ^^

April: claro mikey, vou ver o que arrumo

Mikey: isso me lembra que tenho que fazer comida, boa viagem pessoal

April/Casey: valeu

April e Casey já estavam saindo do esconderijo quando Leo correu pra eles e os puxou pra longe da cozinha. Leo lançou um sinal pra Raph que foi na cozinha distrair o Mikey, Donnie se aproximou de Leo.

Leo: gente temos que avisa-los, tomem muito cuidado com essa viagem, pode ser que algo ruim aconteça

Casey: do que esta falando? A cidade é mais perigosa que uma trilha de floresta, o único problema que vamos ter vao ser com os insetos

Donnie: não é isso, Leo melhor contar tudo pra eles não?

Leo meneou a cabeça afirmando e contou tudo

April: então o mikey tem um tipo de habilidade espiritual que o faz ter pressentimentos sobre algo que vai acontecer?

Casey: é tipo a sensação da April?

Donnie: não exatamente, a sensação da April é baseada nos seus poderes telecineticos, ela capta a presença das pessoas no local e isso se transmite como forma daquelas sensações, acho que o de Mikey seria parecido só que em vez dele sentir a presença das pessoas ele sente a “energia”, acho que é algo assim, não é exatamente uma premonição mais diria que é algo bem próximo, pelo que ele me contou parece q ele acertou todas as vezes que teve esse pressentimento, e sempre aconteceu algo ruim. Parece que quanto mais prolongado é o tempo da sensação pior são as consequências e quanto mais recente for a sensação mais cedo é o evento.

April: porque vc diz isso?

Donnie: baseando-se no que ele disse, vou usar o exemplo da sua falsa mãe na fazenda, ele me disse que sentiu ela na hora que iam abrir o porão, depois disso descobrimos a nave kraang e ai vc já sabe o que aconteceu. A sensação foi rápida e momentânea, logo o evento aconteceu rápido, e a única coisa ruim que aconteceu foi engolimos um monte de gosmas. No caso do sensei ele teve a sensação antes durante uns 4 a 5 dias e o resultado foi a morte do sensei.

Casey: então seja la o que for ocorrer vai ser muito ruim?

Donnie: sim, pelo tempo que ele esta sentindo sim, o problema é que não sabemos se vai ocorrer com nos ou com vcs então estejam preparados

Casey: nossa essa viagem vai ser radical

April: isso não é uma piada Casey, vamos tomar cuidado Donnie e vcs tomem cuidado tb

Leo: se alguma coisa acontecer nos avisem, e mandem a localização de vcs frequentemente para o caso de precisarmos ir atrás de vcs

April: entendido

Eles saíram do esconderijo e os irmãos foram pra cozinha.

Mikey: pronto pessoal a comida no caso o ramen esta pronto ^^

Raph/Donnie: valeu mikey

Leo: mikey vc ainda esta sentindo aquela sensação?

Mikey que estava sorrindo antes, apagou o sorriso e confirmou.

Leo: vc saberia me dizer se ela esta relacionada a nos ou a April e Casey?

Mikey tomou um choque, ele não tinha pensado que podia ter relação com eles, ele pensou por um momento.

Mikey: eu não tenho certeza Leo, mais eu senti essa sensação aqui

Donnie: hum... se pensarmos sobre as outras que ocorreram foram baseadas no local que vc sentiu ou nas pessoas que estavam no local, a maioria delas foi aqui no esconderijo, mais o problema é que eles estiveram aqui quando isso começou, então não podemos descartá-los ate sabermos mais.

 Mikey olhou pras mãos com uma cara triste, todos sabiam que ele estava se culpando por não poder ajudar mais.

Leo: não se preocupe mikey, os dois são bons lutadores e a April tem suas habilidades ninjas e telecineticas, eles estão avisados também e vão nos falar de tempos em tempos, e avisar se algo acontecer.

Mikey: bem... acho que esta bom, nos vamos patrulhar hoje de novo Leo?

Leo não gostava de ver essa cara triste do mikey, mais como eles não sabiam do que se tratava eles não podiam deixar de ir, podia ser algo que precisa-se deles.

Leo: desculpe mikey, mais temos que ir, pode ser que sejamos necessários

Raph se levantou e colocou um braço ao redor do ombro de mikey

Raph: tudo bem mikey, vamos estar juntos e mais atentos que o normal, vou ter certeza que nada de ruim aconteça

Raph sorriu e depois de um tempo mikey concordou e sorriu também

(Pensamento de Mikey) eu não sei o que vai acontecer, mais vou ter certeza que nada machuque vcs irmãos, não vou deixar que o que aconteceu com o sensei se repita e eu não faça nada.

Mikey: claro pessoal, vamos comer antes que esfrie.

Naquela noite saíram do esconderijo e foram patrulhar, estava tudo tranquilo, aparentemente nenhum problema. Pararam em um prédio do lado de um museu para descansar.

Donnie reparou que o irmão estava quieto, e estava parecendo meio pálido se aproximou dele e colocou a mao em sua testa.

Donnie: mikey vc esta bem? Esta pálido.

Leo e Raph se aproximaram e olharam pro irmãozinho

Mikey: o pressentimento esta pior gente, eu não quero ficar aqui, podemos ir embora?

Leo: bem parece que nada aconteceu eu acho que...

Raph: gente olhem, tem alguém entrando pela janela no museu

Os quatro viram quando uma figura encapuzada e de chapéu entrou pela janela dentro do museu, ele estava sozinho.

Leo: pelo visto teremos que dete-lo

Mikey: acho melhor não leo

Raph: tudo bem mikey, o cara esta sozinho, deve ser apenas um ladrão comum, vamos la batemos nele, deixamos pros policias e voltamos pro covil ok?

Mikey: tudo bem se for só isso, embora eu realmente preferiria ir embora agora

Donnie: vc quer ficar aqui e nos esperar? Não acho que devemos ter problemas ...

Mikey: NÃO!!!... eu prefiro ir com vcs

Leo: então vamos, e se lembrem tomem cuidado, qualquer sinal de perigo vamos embora, entenderam?

Todos confirmaram e foram ate o museu, entraram pela mesma janela quebrada que o cara passou, estava tudo escuro tirando algumas luzes de emergência ligadas, eles vasculharam cada canto do museu, parecia tudo normal e aparentemente não estava faltando nenhuma peça. Faltava apenas uma ala do museu que ficava no ultimo andar, eles tiraram suas armas e entraram sorrateiramente.

La no final da sala em frente a pequena mesa coberta de vidro estava o homem com capuz e chapéu. Sem se virar ele disse:

????Ora só, que interessante, não imaginei que iria receber companhia de seres tão estranhos

(Pensamento Leo)Como diabos ele sabe que estamos aqui? Nos não fizemos nenhuma som, será que ele é um mutante?

Leo: quem é vc? O que quer? Como sabia que estávamos aqui?

????Bem, bem, bem, já que eu vejo que vcs vão me entreter bem essa noite eu direi, podem me chamar de Lord Sombra, o que eu quero esta aqui e eu sinto vcs reles mortais.

Raph: reles mortais, vc vai ver o que um reles mortal vai fazer com vc

Leo: raph não

Raph saiu correndo e pulando com seus sais a mostra pra atingir o homem que continuava de costas, o homem se virou em grande velocidade e o chutou para o lado antes dele conseguir perfura-lo com suas armas. Os três correram pra cima do homem e começaram a tentar atingi-lo.

Parecia que o homem sempre estava a frente deles, Leo veio da direita, Donnie da esquerda ele desviou de ambos e os chutou para longe. Mikey aproveitando a distração do homem usou kunais pra acertar o homem e o prendeu com a kusarigama. O chapéu do homem caiu e ele se virou, a pequena iluminação que tinha no local mostrou o rosto do homem e Mikey esbugalhou os olhos com uma visão de horror.

O homem parecia que estava em decomposição, seu rosto estava deformado e tinha uma estranha marca em seu pescoço, parecia com duas linhas vermelhas unidas no meio por um cristal vermelho que estava bem opaco. Ele arrebentou a corrente e correu prestes a agarrar o pescoço de Mikey quando Rafael deu um chute o derrubando pro lado e caindo as estatuas da sala junto com ele.

Raph: Mikey vc esta bem?

Mikey: sim Rafa, foi bem perto

Leo e Donnie se juntaram aos dois e ficaram com as armas em punho, o homem saiu debaixo dos escombros e algo caiu no chão. Os quatro olharam pra baixo e começaram a gritar, o que havia caído ela o braço do homem e estava em decomposição, o homem se virou e começou a andar na direção deles.

Sombra: vcs realmente estão me dando alguns problemas, eu não queria usar isso já que esse corpo já esta no limite, mais já que parece que tenho novos candidatos não tem problema.

Antes que eles pudessem fazer qualquer coisa, eles foram agarrados e levantados no ar, sua armas caíram no chão. Eles não entendiam o que estava acontecendo, o homem estava ainda a uns 2h de distancia e parecia que não havia feito nada.

Sombra: parece que estão confusos, deixe-me mostra-los o que estou fazendo

Ele trouxe as tartarugas pra perto da luz pra que pudessem ver, eles estavam presos pelo que parecia ser sombras, todas vinham do homem que continuava cada vez mais semelhante com um morto.

Leo: o que vc vai fazer conosco? Vai nos matar?

Sombra: bem “eu” não vou mata-los mais não se preocupe vcs vão morrer, mais antes disso eu devo obter meu novo “reservorio”

Raph: reservorio?

Sombra: isso mesmo, acontece que pra achar um candidato ideal é muito difícil no mundo de hoje, mais felizemente vcs todos são bons candidatos, mais um entre vcs é o melhor de todo, um espécime que não vejo a bastante tempo...

Donnie: de quem vc esta falando?

Sombra andou lentamente ate ficar na frente da tartaruga escolhida.

Sombra: fique feliz, vc vai ser meu próximo reservorio

Sombra sorriu malignamente com seu rosto igual de um cadáver, com os pedaços caindo no chão.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...