História TMNT magia - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias As Tartarugas Ninja
Personagens Donatello, Leonardo, Michelangelo, Raphael
Tags Tmnt
Visualizações 9
Palavras 3.876
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Famí­lia, Luta, Magia, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Bem depois de estudar um tanto, ficou com muita vontade de continuar a historia, embora eu tenha dito que iria lançar essa semana, minhas ideias falaram mais alto e acabei escrevendo mais esse capitulo.
Aproveitem a leitura ^^

Capítulo 5 - Lagrimas de sangue


Fanfic / Fanfiction TMNT magia - Capítulo 5 - Lagrimas de sangue

Mikey estava completamente negro, seu corpo antes verde grama estava agora completamente escurecido, seus olhos estavam totalmente negros tirando suas pupilas que estavam vermelho sangue em formato de fenda de cobra, no seus pescoço estava totalmente visível o colar vermelho com o cristal no meio, mais o cristal não estava opaco como antes, ele tinha uma luminosidade fantasmagórica.

Mikeyshadow: então mortais gostaram da surpresa? Acho que esta na hora deu testar esse corpo, e vcs vão ser perfeitos para o teste.

Raph: maldito o que vc fez com meu irmão?

Mikeyshadow: oh vc quer dizer essa aparência? Todos os meus receptáculos ficam com essa aparência ate começarem a se decompor. Diz isso sorrindo e mostrando os dentes em formato de serra.

Raph: vc vai se arrepender do que fez com meu irmão

Mikeyshadow: vc me diverte, mais esta na hora de vcs conhecerem o seu fim, pelas mãos do seu amado irmão, sejam gratos darei a vcs uma morte rápida, mais não indolora.

Mikeyshadow começou a correr, os três se assustaram com a velocidade, ele estava muito mais rápido que o mikey normal, tanto que eles mal conseguiram desviar das garras negras que apareceram nas mãos de mikey. Eles tentaram se afastar pra poderem se agrupar e atacar, mais novamente Mikeyshadow foi ataca-los dessa vez surgiram 4 tentáculos de sombra pelas costas de mikey e atacaram todos ao mesmo tempo em todas as direções. Eles conseguiram evitar que fossem perfurados mais não que fossem atingidos pelos tentáculos que voltavam.

Leo e Raph caíram pro lado direito em vários caixotes velhos que quebraram com o impacto, Donnie caiu do lado esquerdo em uma estrutura de vidro que rachou em mil pedaços.

Mikeyshadow: hahahaha, isso é fantástico, a muito tempo não tinha um hospedeiro tão forte e com tantas habilidades sobre-humanas, acho que deve ser o fato dele ser um mutante, agora hora de vc me contarem onde esta o livro tartarugas

Leo: ate parece que vamos te dizer shadowkami

Mikeyshadow abriu os olhos surpresos e andou em direção a Leonardo.

Mikeyshadow: hum... interessante, faz muitos séculos que não sou chamado desse jeito, pelo visto vcs andaram pesquisando, então vcs já sabem qual é o meu objetivo eu presumo.

Donnie aproveitou que o shadow estava de costas pra ele e estava focando em Leo e começou a se mover para um local melhor, evitando os fragmentos de vidro com dificuldade, seu braço e pernas tinham vários arranhões decorrentes do vidro, Raph não podia sair da vista do shadow porque ele estava muito prossimo do Leo, mais vendo Donnie se mover pelo canto de olho decidiu continuar distraindo-o antes que ele percebe-se Donnie.

Raph: deixe-me adivinhar, vc quer usar o poder do livro pra se libertar da sua prisão dimensional?

Mikeyshadow: bastante interessante a fato de saberem do poder do livro, de certa forma esse é um dos meus objetivos, mais não é tudo

Raph: é mesmo? Vc quer invadir essa dimensão novamente?

Leo sabia que eles não teriam muito tempo, eles não tinham certeza se o shadow sabia que o Donnie estava se movendo, provavelmente o ataque iria falhar, mais eles fizeram vários planos baseado no que perceberam e descobriram, enquanto um deles desse certo, eles não desistiriam. Donnie já estava quase no local do primeiro plano, faltava bem pouco.

Mikeyshadow: isso também é meu objetivo, mais não o único, agora essa conversa já foi o suficiente, me digam onde esta o livro ou iram sofrer.

Leo: NUNCA, AGORA DONNIE!!!

Nesse momento Donnie já teve acesso ao painel de controle da antiga empresa e já tinha feito as modificações necessárias, ele puxou a alavanca, em cima do shadow ficou concentrada as luzes fortíssimas. Shadow parecia que estava sofrendo por um momento, seus tentáculos e garras sumiram como fumaça, Leo e Raph já tinham colocado os óculos escuros de proteção, eles tinham que agir rápido, essa concentração de energia em luzes normais iriam queima-las, eles só teriam alguns segundos pra conseguir.

Raph jogou uma corrente que prendeu o corpo de mikeyshadow, enquanto Leo jogava os dardos tranquilizantes, os dardos atingiram em cheio o braço enquanto as luzes explodiam. Donnie já estava correndo pra onde mikey estava segurando o bastao elétrico.

Mikeyshadow: COMO VCS OUSAM!!! RELES MORTAIS IGNORANDO MEU PODER, EU SOU UM DEUS.

Com esse grito, apareceram os tentáculos e as garras novamente, juntamente com isso apareceu uma cauda longa cheio de espinhos terminando em algo semelhante a ponta de uma lança, apareceu também três chifres em cima da cabeça, em suas costas começou a aparecer duas longas asas. Ele bateu as asas para frente jogando Leo e Raph novamente na parede. Donnie que estava praticamente em cima dele, foi atingido no ar pela cauda, que cortou um pouco do seu braço.

Mikeyshadow: vcs pediram por isso mortais, agora vcs iram sofrer

Leo: se vc nos matar nunca saberá onde esta o livro

Mikeyshadow: eu não preciso que vc me conte, ele provavelmente esta no esconderijo

Leo olhou surpreso pro shadow

(Pensamento Leo) Como ele sabe do esconderijo?... a menos que...não pode ser, ele deve estar vendo as memorias do mikey, droga não pensamos nisso, não podemos deixar ele pegar o livro

Mikeyshadow: pela sua cara eu acertei, e mesmo que vc tente esconder eu tenho meios de acha-lo de qualquer forma, agora vcs vão pagar, começando por vc Leonardo.

Ele usou um tentáculo para agarrar a perna do Leo e joga-lo pro andar de cima, leo se chocou com pisos velhos de madeira ate conseguir se agarrar em uma corrente e se jogar pro lado, caindo em cima de velhos e mofados sacos de estofamento. Suas costelas e ombro estavam doendo, provavelmente ele fraturou alguma, mais ele não podia ficar parado, ele tinha que continuar chamando atenção pra ele, enquanto shadow estivesse focado nele seus irmãos estariam seguros e poderiam prosseguir com os outros planos. Ele não pretendia machucar o mikey mais precisaria tentar lutar de alguma forma com os malditos tentáculos.

Mikeyshadow estava voando e pousou a poucos metros de Leo, ele caminhou perto de Leo. Leo estava com ambas espadas em mão e preparado pro ataque que viria. Shadow começou a tremer e então Leo ouviu aquela voz familiar.

Mikeyshadow: leo me ajude por favor

Leo: mikey?

Mikeyshadow: sou eu leo, me ajude

Leo: MIKEY!

Leo correu pra frente de seu irmão, colocou uma das espadas de voltou e segurou o ombro tentando ver o rosto de Mikey que estava abaixado. Antes que Leo pudesse perceber seu erro na hora que ele levantou o rosto e só viu os olhos em fenda, ele foi agarrado pelos tentaculos.

Mikeyshadow: a culpa é sua Leo, vc me abandonou, estou morrendo e é tudo sua culpa, vc não salvou o sensei e agora também vai me perder.

Leo: NÃO, não vou deixar vc morrer, vou te salvar Mikey, acredite em mim

Mikeyshadow: acreditar em vc? Vc não me ouviu quando avisei do perigo, vc não voltou atrás quando disse pra voltarmos pro esconderijo, vc nunca me houve porque vc é o “líder”, mais adivinha só Leo, por culpa da sua liderança, todos vamos morrer, e vc é o único culpado. Foi um erro o sensei ter te escolhido.

Leo: não....eu.....eu....

Leo não conseguia pensar, tudo que o Mikey estava falando estava doendo fundo na sua alma, ele sabia no fundo de si que tudo que estava acontecendo era culpa dele, seu sensei morreu porque ele não foi um bom líder, seu irmãozinho estava sendo drenado ate a morte por um monstro de outra dimensão e era culpa dele por não te-lo ouvido, e mesmo com os outros planos que fizeram ele so via a morte pros seus outros dois irmãos.

Enquanto Leo estava abalado ele não percebeu que tinha soltado a espada e Mikeyshadow estava prestes a perfurar o seu casco com uma das garras. Antes dele conseguir perfura-lo Raph que tinha vindo ajudar o Leo, correu em fúria e jogou uma granada de luz, quando as sombras sumiram ele agarrou Mikeyshadow e se jogou em uma sala do lado, caindo no chão do primeiro andar em cima de Mikeyshadow. Raph levantou meio tonto e percebeu que Mikeyshadow estava imóvel.

Raph:Mikey? Mikey, fale comigo irmãozinho

Mikeyshadow: Raph?...

Raph: sou eu Mikey, vc esta são?

Mikeyshadow: agora entendi o seu plano Raph, vc queria me matar a fim de proteger o Leo

Raph? OQ???? EU NÃO QUERIA TE MATAR, ISSO FOI UM ACIDENTE

Mikeyshadow: um acidente? Ate parece eu sabia que era uma questão de tempo ate vc decidir vim me matar, e agora que estou possuído vc tem a desculpa perfeita para sair de inocente

Raph: do que vc esta falando mikey? Eu nunca quis te matar, nem quero, eu nunca vou fazer isso, eu vou protege-lo irmãozinho

Mikeyshadow: que bom trabalho vc esta fazendo Raph, vc me deixou ser possuído, e agora estou sendo drenado ate a morte, eu disse para vc que era perigoso, mais vc insistiu em vim só para poder bater em alguém.

Raph em choque não podia acreditar no que estava ouvindo, e mesmo assim aquilo era algo que ele estava se culpando o tempo todo.

Mikeyshadow: vc sempre quer bancar o durão, mais adivinhe Raph?! Vc é um covarde, que se esconde atrás dessa imaginei de fortão, vc sabe que vc só prejudica a equipe com seus surtos de raiva, sua indiferença comigo sempre me machucou, parece que nada do que eu digo é importante.

Raph: não...isso não é verdade eu ouço o que vc diz

Mikeyshadow: ouve mesmo?Então ouça isso, vc me ouviu quando disse que não era pra virmos aqui? Vc esta fugindo, embora vc joga toda a culpa pro Leo, vc é o mais culpado, VC ESTAVA LA QUANDO O DESTRUIDOR MATOU O SENSEI, e vc não fez NADA!!! Vc era o único de nos que estava la, mais o que vc fez? CULPOU O LEO SENDO QUE VC QUE É O CULPADO!!!

Raph não conseguia se mexer, ele ainda estava em cima de Mikey, mais parecia que ele não estava mais naquele lugar, nesse momento Mikeyshadow aproveitou e estava prestes a perfura-lo com a sua cauda quando Donnie veio correndo e puxou o irmão pra longe do ataque. Donnie encontrou Leo no andar de cima, mais o irmão parecia que estava ausente, Donnie teve que bater no rosto dele varias vezes ate ele olhar pra ele, mesmo Donnie perguntando o que aconteceu Leo não disse nada. Donnie puxou Leo pra baixo onde Raph tinha caído, quando chegou na sala ouviu um pouco da conversa dos dois, parecia estranho, Mikey tinha voltado pra si? Ele foi olhar o que estava acontecendo e tomou um susto, Raph estava prestes a ser perfurado pela cauda do Mikeyshadow. Sem pensar Donnie correu e se lançou pelo irmão evitando por pouco que a cauda o perfura-se. 

Donnie: Raph, RAPH, FALE COMIGO

Assim como Leo as palavras ditas pelo Mikey foram mais efetivas em paralisa-los que golpes físicos, de qualquer forma ele estava com poucas opções a maioria dos planos deles se resumiam a usar luz concentrada seja pelas granadas ou pela luz do prédio, para “apagar” as sombras temporariamente. Todos os três tinham varias granadas e armas de choque concentradas, mais agora parecia que ele não ia conseguir o apoio dos irmãos para distrair o shadow enquanto um deles atingia o cristal. Raph não estava reagindo então ele jogou Raph dentro de uma salinha e foi pra cima do shadow a fim de distrai-lo dos irmãos paralisados.

(Pensamento Donnie) Vamos Donnie pense, pense, o Leo e Raph então inúteis agora, eu tenho cerca de 5 granadas de luz, eu não vou pode contar com a luz do prédio pq não vai dar tempo de arma-la, logo eu só tenho como opção as granadas. Se eu for direto pra cima dele eu vou ser atingido com certeza, como deveria lidar com asas, 4 tentáculos, uma cauda de escorpião e duas garras? Vejamos ele esta mais forte e rápido que o normal, mais como ele esta possuindo um corpo mortal ele não pode reagir muito mais rápido do q o corpo permite, bem acho que vou ter que usar um pouco de neurologia agora, hora de fazer uma armadilha.

Mikeyshadow estava procurando Donnie, ele tinha o perdido atrás de um monte de caixas, ele percebeu que pra facilitar o seu plano ele teria que se livrar da tartaruga roxa, já que ele era o único que estava se movendo, depois que ele elimina-se ele os outros dois que estavam abalados seriam fáceis de lidar. O sentido dele de percepção para localizar as tartarugas estava sendo prejudicado pelo seu novo hospedeiro, ele estava ficando fraco, mais ainda teimava em atrapalha-lo, mais era questão de tempo até ele domina-lo completamente e absorver a sua alma como fez com os outros hospedeiros. Já que ele não podia senti-lo seria que vê-lo ou ouvi-lo, ele ouviu um barulho no seu lado esquerdo, próximo das caixas, ele correu ate lá e viu uma sombra escondida atrás de uma caixa, ele não ia conseguir escapar, ele usou os 4 tentáculos para acertar a caixa ao mesmo tempo, a poeira levantou e ele não conseguia ver o que atingiu. Ele ouviu outro barulho em cima dele, e percebeu que as caixas amontoadas estavam caindo em cima dele, rapidamente ele usou suas asas para se proteger, mesmo ele aumentando as habilidades do usuário ele ainda poderia ser esmagado ou se machucar.

Depois de alguns segundos ele forçou suas asas, empurrando os escombros para longe dele, ele olhou para o lugar que tinha atingido antes, mais ele só atingiu um saco de areia, com raiva ele olhou ao redor em busca do insolente que o estava desafiando, ele viu uma sobra correndo no outro lado da sala e descendo as escadas, não tinha como errar agora, definitivamente era a tartaruga, correu ate o andar de baixo em alta velocidade e viu a tartaruga um pouco adiante na sua frente, ele não era rápido o bastante pra escapar da sua velocidade aprimorada.

Quando estava a poucos metros de desferir um ataque mortal usando seus tentáculos, ele foi puxado para cima rapidamente, olhou pra cima pra ver o que o prendia, e era uma corda, ele foi enganado por um truque arcaico desses, por um meres mortal, ele ia se arrepender disso, antes que ele tivesse tempo de usar qualquer uma de suas armas, a tartaruga usou a granada de luz, cancelando suas sombras. Argh maldita tartaruga, mais graças a audição aprimorada, mesmo que ele não estivesse vendo, ele ouviu o barulho vindo em sua direção, ele aproveitou e usou uma arma que a tartaruga devia ter esquecido.

Donnie teve que trabalhar rápido, ele não tinha muito tempo pra preparar as armadilhas antes que o sombra vinhe-se atrás dele, a primeira foi um sucesso, um truque simples de jogar uma lata na direção oposta que estava, enquanto ele estava indo pra lá Donnie aproveitou a chance pra ativar um balanço pendurado na direção das caixas, isso daria tempo pra ele preparar a outra armadilha que iria levar poucos segundo já que ele já havia preparado com antecedência. O balanço fez o seu trabalho e Donnie completou a armadilha no andar de baixo, depois ele voltou pro andar de cima rapidamente e esperou. Ele sabia que com a força aumentada do sombra aquelas caixas velhas e a maioria vazia não iria impedi-lo por muito tempo, ele também não queria machucar seu irmãozinho.

Como ele havia previsto, sombra destruiu as caixas, agora ele tinha que correr pro andar de baixo, ele sabia que o sombra iria vê-lo descendo, ele correu o mais rápido que podia e pulou a armadilha, como ele imaginava o sombra foi pego pela corda, de acordo com princípios de transmissão de sinais nervosos, a pessoa tem que equilibrar seu senso de equilíbrio primeiro a fim de poder observar o fator nesse caso a corda, que o esta afetando e depois de receber os estímulos visuais ele vai passar por um processamento mental a fim de analisar qual é a melhor ação a ser tomada nesse caso e depois reagir, isso leva vários segundos, tempo suficiente para eu jogar a granada e correr pra atingi-lo enquanto esta sem suas sombras.

(Pensamento Donnie) Isso, o plano foi um sucesso e eu fiz sozinho, agora só preciso atingi-lo enquanto esta desarmado....mais o que diabos...isso é....O NUNCHACO DE MIKEY!!! ESQUECI DELE.

Donnie foi atingido em cheio no meio do abdômen pelo nunchaco de Mikey, e caiu se chocando com a pilastra e derrubando vários itens pelo caminho. Ele não esperava que o sombra usa-se a arma de Mikey, mais ele devia ter previsto como ele estava com o corpo de Mikey ele conseguiria usar a arma dele, todo o seu corpo doía, ele devia ter fraturado umas 4 costelas no processo, ele não conseguia se mover ele percebeu que tinha perdido o seu bastão elétrico na queda, estava a 1,5m longe dele, ele tinha que pega-lo, quando tentava se virar de lado pra ir se arrastando pro bastao ele foi pisado e pressionado no chão, ele olhou pra cima e la estava o sombra sorrindo e preparando para o perfurar com suas laminas de sombra.

Mikeyshadow: vc tentou tartaruga mais esse é o seu fim, não se preocupe logo logo seus irmãos vão se juntar a vc, e vou cuidar do seu irmãozinho ate ele não me servir mais.

Raph/Leo: MIKEYYYYYYYYYYYY NÃOOOOOOOOOO....

Donnie sabia que as pessoas diziam que quando vc estava prestes a morrer, parecia que vc via as coisas em câmera lenta, pois era o que ele estava vendo agora, ele percebeu os dois irmãos na escada olhando pra eles assustados, acho que o enorme barulho das coisas quebrando tirou eles do estado que estavam, infelizmente eles não podia chegar por aquele caminho pq a pilastra que me choquei estava bloqueando o caminho, eles teriam que achar outro caminho, mais não daria tempo de me salvar.

Eu olhei pro rosto do sombra, um sorriso triunfante enquanto sua cauda com ponta de lança descia rapidamente pro seu coração, a poucos centímetros de atingi-lo a lamina milagrosamente parou. Olhei novamente pro rosto do sombra mais agora ele estava gritando e cobrindo o rosto com as mãos, ele começou a andar pra trás, meus irmãos estavam tentando tirar os objetos do caminho pra chegar ate nos.

***O que estava acontecendo na mente do Mikey

Mikey estava preso em sua mente, parecia como milhares de correntes negras o prendendo, ele não sabia quanto tempo tinha passado mais se sentia cada vez mais fraco, o sombra continuava atormentando sua mente e drenando sua força. Ele via o que estava acontecendo pelos seus olhos ou pelos olhos do sombra, estava aterrorizado que seu corpo estivesse sendo usado pra causar sofrimento em seus irmãos.

No momento que o sombra começou a falar aquilo pro Leo e o Rafa ele só podia olhar em desespero enquanto seus irmãos ficavam pálidos e perdiam seu espirito de luta, ele queria dizer-lhe que era mentira, que ele não acreditava nisso, mais sua voz não saia e ele não conseguia impedi-lo. Toda vez que o sombra estava prestes a atingir um de seus irmãos, ele respirava aliviado já que outro vinha para salva-lo a tempo.

Só que dessa vez não tinha ninguém para salvar o Donnie, seus irmãos não conseguiam entrar na sala, tinha vários escombros impedindo a passagem deles, Donnie estava muito machucado, tinha vários hematomas roxos pelo corpo, seus braços e pernas estavam cheios de cortes pelo vidro, e o corte que ele havia feito mais cedo, Donnie colocou uma bandagem em volta mais dava pra ver uma mancha vermelha no pano branco, ele parecia que estava sentindo muita dor, eu vi ele tentando se virar pra pegar o bastao dele, mais o sombra o pisou forte, pelo som que ouvi parecia q estava quebrando as costelas do Donnie.

O sombra tinha levantado a cauda para perfurar o Donnie, eu vi em seus olhos a tristeza e dor que o preenchia, eu não conseguiria aguentar se mata-se qualquer um de meus irmãos, principalmente o Donnie, ele é o meu oposto, mesmo sendo diferentes nos completamos, sempre posso contar com ele em qualquer momento, ele sempre foi o mais paciente com minhas idiotices, além do Leo, mais o Donnie era diferente, eu me lembro quando ele veio ate mim e disse que não era minha culpa pelo que aconteceu com o sensei, seus olhos castanhos me olharam com aquela compreensão e aquele sorriso gentil dele, único, aquele sorriso que mostrava o espaço entre os dentes que eu amava. Eu não podia permiti-lo continuar com aquilo, era hora deu usar o resto das minhas forças pra impedi-los eu sabia que meus irmãos iriam me salvar, e mesmo se não conseguissem eu preferia ir do que machuca-los.

Mikey: NÃO, eu não vou deixar vc matar o meu irmão nem que pra isso eu tenha que morrer, vc já machucou eles o suficiente.

Sombra: Vc de novo, não sabe quando desistir, vc já esta fraco, desista, vou tornar o fim deles fácil

Mikey: NÃOOOO, ESSE CORPO É MEU, SAIA DELE

Sombra: vc realmente acha que isso...

Mikey: SAIAAAAAAAAAAAAA

Usando a força que restava ele concentrou o suficiente para quebrar as correntes que o aprisionavam, Mikey não percebeu mais ele estava envolto em uma luz laranja brilhante.O sombra não acreditava no que estava vendo, um reles mortal estava quebrando suas sombras e estava emanando uma energia antiga que ele não via desde a época que foi banido, o que diabos era essa tartaruga?

***Voltando para o tempo presente

Mikey: eu nunca vou matar os meus irmãos, NUNCA!!!

Donnie se levantou fraco, colocando uma mão na barriga

(Pensamento Donnie) Sera que é possível? Sera que é o verdadeiro Mikey ou sera mais um truque do sombra? Não não, o sombra não iria parar do nada um ataque dele, e ele disse que nunca iria matar um irmão, isso é algo que o Mikey sempre disse

Donnie:Mikey?

Mikey:Donnie

Mikey tirou as mãos dos olhos, os olhos ainda estavam negros mais as pupilas estavam azuis celeste, não mais o vermelho sangue, ele estava derramando lagrimas de sangue

Mikey: Donnie, Leo, Raph me desculpem, eu não queria machuca-los, nada do que eu disse era verdade é tudo mentira eu juro

Donnie se levantando com dificuldade e andando pra pegar o bastao no chão, cada movimento fazia um protesto de dor no corpo mais ele tinha que continuar

Mikey: Donnie porfavor eu assumi o controle mais não por muito tempo, termine com isso

Donnie: Mikey eu...eu... se eu fizer isso vc...

Mikey deu um pequeno sorriso, enquanto as lagrimas continuavam a cair

Mikey: esta tudo bem Donnie, seja la o que acontecer não é sua culpa nem nenhum de vcs, eu amo vcs eu...argh ele esta voltando, Donnie porfavor faça

Donnie: me desculpe Mikey

Donnie estava chorando, mais ele sabia que tinha que fazer, ele preparou a arma na potencia máxima e mirou.

Mikey: amo vc Donnie

Donnie: amo vc também irmãozinho

Raph e Leo correram pra outro caminho que estivesse aberto, demorou pra chegar la eles só viram uma luz forte e um grito, depois disso o silencio, quando chegaram la viram que Donnie estava segurando Mikey no colo e chorando, não podia ser Mikey estava...


Notas Finais


Proximo capitulo nessa semana, sem dia determinado, a não ser que tenha outra vontade louca de escrever.
Deixei com um gostinho de quero mais ^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...