História TMNT-O Dia Das Crianças - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias As Tartarugas Ninja
Personagens Donatello, Leonardo, Michelangelo, Raphael
Tags As Tartarugas Ninjas, Tmnt
Exibições 52
Palavras 923
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Famí­lia

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Hello pessoal, aqui estou eu com um texto do dia das crianças, especial 12 de outubro, espero que gostem. Boa leitura

Capítulo 1 - 12 de outubro


Fanfic / Fanfiction TMNT-O Dia Das Crianças - Capítulo 1 - 12 de outubro

  Num lugar distante , na cidade de Nova York, dentro dos esgotos, havia quatro tartarugas mutantes de apenas dez anos de idade. Cada qual com uma personalidade completamente diferente. Uma delas usava uma bandana da cor azul , seus olhos eram cor de azul do oceano, era calmo e  muito responsável, raramente perdia a paciência , seu nome era Leonardo, com o apelido de Leo. Uma outra tartaruga usava a bandana da cor vermelho escuro, seus olhos eram cor de esmeraldas, simplesmente lindos, ele perdia a paciência muito fácil , principalmente quando zombavam dele, não gostava de receber ordens e não tem dó de bater nos outros, seu nome era Raphael, e seu apelido era Raph. Outra tartarugas não menos importante, era uma que usava uma bandana da cor roxa com seus olhos sendo castanhos meio avermelhados, ele era, e ainda é, muito inteligente, tecnicamente um cientista, com apenas dez anos ele sabe até equações de 1° grau, também era muito calmo e, seu nome era Donatello, com o apelido de Donnie. E, a ultima tartaruga , a caçula do grupo, era Michelangelo, sua bandana era laranja, seus olhos da cor azul, ele era extrovertido, muito fofinho e facilmente distraido e seu apelido era Mikey.
    Eles quatro moravam com seu pai adotivo Splinter, um rato mutante adulto.
   Era dia 12 de outubro, à tarde, todos os cinco estavam na sala assistindo a um noticiário que falava sobre o famoso "Dia das crianças".

–"Aqui é o repórter Greg Cipes , falando sobre o dia das crianças que tomou conta na cidade de Nova York. Todos os pais estão que nem loucos procurando presentes para darem aos seus filhos, os brinquedos nas lojas estão se esgotando. E você ... O que vai dar para o seus filhos ??"– Dizia o repórter do noticiário . Mas, esta reportagem chamou a atenção de uma daquelas tartarugas

–Papai... O que é o dia das crianças??– Perguntou a tartaruga mais nova, de bandana laranja.

–Meu filho... O dia das crianças é uma data na qual devemos comemorar em homenagem ás crianças no dia 12 de outubro, que é hoje – Respondeu Splinter olhando para seus filhos

–Nossa...isso deve ser muito legal. Não é mesmo caras??– Perguntou o Mikey com brilho em seus olhos.

–Deve ser mesmo Mikey– Respondeu o de bandana azul

–É verdade...Como deve ser comemorar o dia das crianças??–Perguntou Donatello

–Eu não faço a mínima idéia, nunca comemoramos este dia, e não é agora que vamos comemorar–Disse os olhos de esmeralda com sua tipica falta de paciência, o que lhe fazia parecer fofo. Neste momento Mestre Splinter se levanta e diz:

–Meus filhos, por favor, não comecem à brigar. Vamos fazer da seguinte forma, todos devem deitar aqui na sala, cada um com um travesseiro– Disse Splinter com seu tom de voz calma

–Mas... Por quê sensei??– Perguntou Donatello cheio de duvida

– Por favor meus filhos, sem perguntas. Apenas peguem os travesseiros e deitem–Disse Splinter deixando sem querer um sorriso escapar

–Hai sensei – Disseram todos os quatro. Eles foram para os seus quartos e pegaram um travesseiro. Retornaram à sala e, fizeram exatamente o que seu Mestre havia pedido.

–E agora sensei??– Perguntou os olhos de esmeralda.

–Agora vocês irão dormir –Respondeu seu Mestre

–Mas, para quê e, porque papai??– Perguntou o menorzinho de laranja

–Apenas durmam meus filhos –Disse Splinter sabiamente

–Sim sensei – Todos eles disseram. Demorou um pouco, mas o sono de todos felizmente chegou.

   Splinter havia preparado uma grande surpresa para seus filhos. Ele saiu do esconderijo e retornou apenas depois de muito,muito,muito,mas muito tempo.

~Quebra de tempo~19h

   Uma das tartarugas estava abrindo seus olhos, logo as outras três também se levantaram. Ao olharem cada um para seu lado,  e avistaram quatro pacotes embrulhados, pareciam ser pacotes de presente.

–Ei, o que é isso??–Perguntou o fofinho de laranja

–Mikey, isso deve ser pacotes embrulhados– Respondeu o Donatello

–Isso nós já sabemos Donnie–Disse o Raphael sem calma nenhuma

–Donnie...acho que ele quis dizer sobre o que tem dentro desses pacotes – Disse Leonardo pegando um pacote

–Ata...Será auê nós podemos abrir para ver o que tem dentro??– Perguntou o de bandana roxa

–Claro que podem meus filhos–Disse Splinter dando um leve sorriso– Feliz dia das crianças!!!–Ele disse antes mesmo das tartarugas abrirem os pacotes

–Obrigado papai–Todos se levantaram e deram um mega abraço em seu pai que logo retribuiu

–De nada meus filhos... Agora é melhor vocês abrirem logo os presentes –Disse Splinter

    Eles logo abriram aquelas caixa de presentes.
    Leonardo abre seu pacote (ou caixa) e encontra duas espadas com pontas afiadas. Eram duas Katanas:

– Nossa...Que legal–Disse Leonardo tentando usa-las em golpes de luta

   Donatello abre o dele e vê cinco livros da 8° série, das matérias fundamentais (português,matemática, história, geografia e ciências) dos quais ele sempre quis

–Nossa ... Eu sempre quis o da 8° série –Disse ele abrindo o livro de matemática

   Raphael abre o seu pacote e se encanta ao encontrar uma tartaruguinha filhote com uma coleira escrito "Spike"

–Que fofo...– Sussurrou olhando e acariciando  a tartaruguinha.

Michelangelo abriu o seu e encontra um Skate da cor laranja escrito "Turtles Brothers"

–Obrigada papai –Disse o laranja

–É pai, obrigado mesmo–Disse o azulado

–Verdade, valeu velho–Disse Raphael em formato de zoação

–Concordo, eu sempre quis estes livros para eu estudar melhor –Disse o Donatello dando um leve sorriso.

   Eles correm e dão outro lindo e belo abraço em seu pai. Esse foi o melhor dia das crianças que eles tiveram,bom...Embora tenha sido o primeiro, foi o melhor....



           FIM....





Notas Finais


Obrigada por lerem, espero que tenham gostado e... FELIZ DIA DAS CRIANÇAS...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...