História To Love Ru: Minds Broken - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias To Love-Ru: Trouble
Personagens Haruna Sairenji, Lala Satalin Deviluke, Mea Kurosaki, Mikan Yuuki, Momo Velia Deviluke, Nana Asta Deviluke, Rito Yuuki
Visualizações 52
Palavras 2.249
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Comédia, Ecchi, Escolar, Esporte, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Harem, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sci-Fi, Shoujo (Romântico), Super Power
Avisos: Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Aew porra.

Desculpem a demora...

Capítulo 4 - Recuperação


Fanfic / Fanfiction To Love Ru: Minds Broken - Capítulo 4 - Recuperação

Narração: Autor

Logo após Yuuki Rito pular do lugar onde estava e rapidamente colocar a manopla em sua mão, um brilho estranho sai da manopla fortemente. Todos pensaram ser a auto-destruição que explodiria o corpo de Yuuki Rito em pedaços.

Lala clamou "RIIIITOOO!!!".

Momo gritou com todas suas forças "RITO-SAAAN" caindo de joelhos e socando o chão.

Mikan que estava de joelhos nada pode fazer além de chorar e gritar também fortemente um "RITOOO SEU IDIOTAA (RITOOO BAAKAAA)".

Nana chorava paralisada.

Yami nada pode fazer além de sussurrar baixo "Yuuki... Rito...".

Saruyama e Ren estavam paralisados também, porém nenhum dos dois chorava. Só não conseguiam acreditar.

Kotegawa desferiu um baixo "Yuuki-kun" enquanto uma fina cascata de lágrimas caiam involuntariamente.

Oshizu olhava aterrorizada a "morte" de Rito.

Tearju e Mikado também não se aguentaram e choraram.

Tuarkin apenas começou a rir, mesmo com dor não conseguia parar de pensar que seu plano havia sido terminado.

E detalhe, todas as garotas estavam chorando. Umas mais que outras, mas todas emitiam lágrimas.

Após a luz se dissipar, se via Yuuki Rito deitado no chão, inconsciente. Em sua mão direita, agora residia uma manopla dourada, que chegava até um pouco abaixo do pulso(semelhante a Manopla do Infinito da Marvel, imagem da capa. Só que sem esses espaços para as joias), ela não emitia mais brilho nenhum.

A cara de espanto de todos era notável. Ninguém acreditava no que via, ninguém cria no que havia acabado de acontecer. Mesmo Mikado com seu conhecimento sobre as UW não pode prever o que acontecera. Tuarkin sabia o que havia acontecido, porém não acreditava ainda.

-Im-Impossível!!! ISSO É IMPOSSÍVEL!!- Exclama Tuarkin totalmente abalado. Lala, Momo e Mikan correram para cima de Rito.

-Turakin! Explique o que acabara de acontecer.- Ryouko Mikado exige respostas vindas de Tuarkin.

-A-A manopla s-só poderia virar dele se... Não... Isso é impossível!- Fala Tuarkin olhando para o lado.

-Fale logo!

-Ou o coração dele é realmente puro, ou a força de vontade dele é extrema!- Diz Tuarkin.

- São as duas coisas!- Diz Mikado dando um chute na cara de Tuarkin que o faz desmaiar.- Anda. Vamos levá-lo lá para dentro. Eu tenho algumas coisas! Yami, por favor traga o Tuarkin.- Diz Mikado se dirigindo para dentro da casa enquanto Lala pega Rito com extremo cuidado e o leva, assim Yami também o faz com Tuarkin, só que com cuidado nenhum.

Lala coloca Rito em uma cama enquanto Yami joga Tuarkin no chão. Mikado pega sua bolsa, de dentro dela puxa uma espécie de pistola, ela usa essa pistola no leito de Tuarkin. A pistola solta uma gosma verde, Mikado passa ela pelo corte feito no peito de Tuarkin que rapidamente se regenera. Ela então pega uma algema frita de material alienígena com uma luz roxa e prende as mãos de Tuarkin.

Logo após isso vai ver como está Yuuki Rito, ela confere seus batimentos cardíacos, eles estavam normais.

-A manopla. Vamos tira-la?- Pergunta Mikado.

-Talvez eu consiga tirar se voltarmos para casa.- Diz Lala limpando o rosto das lágrimas que haviam saído antes.

-Tudo bem. Então vamos voltar?- Pergunta ela, e então eles se prepararam para voltar novamente para Sainan.

Todos pegaram suas mochilas e malas, e pisaram no transportador, eles voltaram para o quarto de Lala e de suas irmãs, Momo e Nana.

-Por sorte, eu tenho um quarto exatamente para isso.- Disse Lala colocando sua mão na parede, a varredura de identificação fez abrir uma porta da parede, eles entraram lá e era semelhante a uma sala de hospital, porém também tinha ali do lado um computador e no canto da sala um tubo gigante com um líquido verde, aparentemente para se emergir o corpo.

Colocaram Rito deitado em uma cama e Lala começou a fazer o processo de liberação da manopla. Porém, Tearju se lembrou de algo importante.

- E se o que estiver mantendo ele vivo é a manopla? Digo, com aquele soco que ele levou, ele devia estar morto. Porém a manopla pode estar protegendo o corpo dele. Segundo as informações de dentro da EDEN, essa Universal Weapon tem a capacidade de armazenar energia e a liberar como o usuário bem entender. E se ela estiver armazenando energia para que ela mantenha ele vivo?- Indaga Tearju e a sala fica em silêncio.

O que ela falava era verdade, então, eles teriam de esperar Rito acordar para resolver isso.

---------------------------------------------------------

1 semana depois...

Depois daquele dia, todos foram para suas respectivas casas. Kotegawa foi para sua casa muito preocupada com o Yuuki Rito. Yami voltara para sua nave, e de lá só saira para visitar Yuuki Rito e Mikan. Ren e Saruyama também estavam preocupados com Rito. Mikado, Oshizu e Tearju voltaram para a mansão de Mikado, que estava preocupada com Rito, porém mais ainda, com as Universal Weapons.

Depois de Lala entregar Tuarkin, e relatar toda a situação a Zastin, Mikado resouvel pesquisar mais sobre essa questão das Armas Universais. No Internet Galáctica ela descobre que, aparentemente, 3 Universal Weapons são dadas como desaparecidas/sem portador, já 2, estão com portadores fixos a milênios. Das 3 que estão desaparecidas, uma é a Manopla(~do infinito~) que atualmente está em Rito, e que, ela deveria estar na Galáxia de Andrômeda. Ou seja, a Galáxia mais perto da Via Láctea(que fora conquistada pro Gid Lucione Deviluke). E, atualmente, essa galáxia foi conquistada por um cara que se inspirou na ideia de Gid e decidiu fazer a mesma coisa, porém na sua galáxia. A única exceção é que, este comandante da Galáxia de Andrômeda, ele possui uma UW.

Depois dessa longa 1 semana, Rito finalmente acorda. Neste momento, em sua casa estavam: Mikan, Lala, Momo, Nana e Yami. Rito acorda desnorteado.

Narração: Yuuki Rito

-O-Onde eu estou?- Pergunto baixo ao abrir os olhos.

A luz em cima de mim era muito forte, então eu coloquei minha mão esquerda um pouco acima dos olhos para fazer uma sombra até eu me acostumar com a luz forte do local. Quando minha visão foi começando a se acostumar, fui percebendo o local onde estava. Parecia um quarto de hospital, porém não muito convencional. Tinha um tubo gigante em um canto e do meu lado, um pouco afastado, havia um computador.

Meu corpo inteiro doía, então eu me lembrei: Aquele cara me deu um soco tão forte que quase me matou, espera aí, depois eu pulei naquela manopla que ia explodir e coloquei ela. E quando eu percebi, a manopla estava em minha mão direita, porém de um jeito diferenciado. Ela não era mais de cor prata, agora ela estava com uma cor dourada, e sem aqueles detalhes assustadores, ela estava bem mais simples. O que será que aconteceu. Eu estava analisando a manopla quando ouço a porta do quarto abrir rapidamente.

-Alguma coisa aconteceu! Será que o Rito tá bem...- Fala Lala desesperada entrando na sala, porém me vendo acordado, meio que sentado, e então lágrimas começam a sair de seus olhos. Logo após a Mikan entra pela porta e é a mesma reação. Em seguida Momo, Nana e por fim Yami. Todas começaram a chorar no exato momento em que me viram.- Você acordou!!- Falam elas em coro enquanto todas vem me abraçar. Eu ainda não sei o que aconteceu, e o porque que elas estão chorando, mas todas elas me abraçaram juntas.

-O-O que é isso? Porquê isso do nada?- Eu pergunto sem entender nada, logo após isso elas param de me abraçar e Lala começa a contar a história.

-Depois de você colocar a manopla...- E então ela é interrompida por Momo.

-Nos achamos que você tinha morrido, Rito-san...- Diz ela limpando o rosto que estava um pouco molhado e então Mikan continuou.

-Nos te trouxemos para casa e prendemos o cara...- Fala ela sendo interrompida por Nana.

-Mas você ficou 1 semana dormindo...- Ela também fora interrompida por Yami.

-E achamos que essa arma está te mantendo vivo.- Termina Yami, dando final a historia.

Eu raciocínio um pouco antes de chegar a uma conclusão.

-Então quer dizer, que se eu tirar a manopla eu vou morrer?- Pergunto para elas.

-Talvez.- Diz Momo olhando para baixo levemente.

-Mas ainda tem a chance de você sobreviver, pois você já acordou. Então isso significa que você já deve estar recuperado.- Diz Mikan sorrindo um pouco.

-Você quer tirar Rito?- Pergunta Nana para mim.

Eu olho para minha mão direita, coloco minha mão esquerda sobre a manopla e a puxo levemente. Porém ela não sai. Tento tirar com mais força, porém também não conseguia. Provavelmente eu era muito fraco para tal ato.

- Não consigo tirar!!- Falo tentando novamente.- Ta muito preso.

-Deixa eu ver Rito!- Diz Lala pegando na minha mão direita e puxando a manopla com sua força, mas também não conseguindo fazer nada.- Não se preocupe Rito. Nós vamos tira-la. Nem que a Yami-chan corte fora.- Ela fala empolgada como se fosse me acalmar.

---------------------------------------------------------

Depois de algumas horinhas, a Lala conseguiu reconfigurar a Manopla para ela se soltar de meu pulso e mão quando eu disser "Kai".

-Pronto Rito! Pode tirar!- Diz ela empolgada para ver se realmente funcionou. Só estávamos eu e ela na sala que parecia ser um hospital.

Eu olho para minha mão direita, a qual continua a manopla, eu fico imaginando, será que se eu me livrar dela vai ser mesmo melhor? Na batalha contra o cara que usou ela, eu não pude fazer nada, além de receber um ataque que quase me matou. Será que com o poder que vem junto desta relíquia, eu poderia protegê-las? Não apenas a Lala e suas irmãs, mas todas elas, todas as garotas...

Eu abro a palma de minha mão e falo:

- Kai!- E então a manopla abre revelando aos poucos minha mão e meu pulso, antes de ela cair no chão eu a pego, e ela volta a sua forma original sendo apenas uma manopla.

Quando Lala foi pegar a manopla para, talvez entregar para Deviluke, o qual faria um bom uso desta arma, eu decidi ser egoísta. Eu coloquei a manopla em minha mão de volta. Lala ficou confusa comminha decisão então eu pergunto para ela.

-Lala. Posso te pedir um favor?

---------------------------------------------------------

-Prontinho Rito. Mas porque você quis fazer isso?- Pergunta ela confusa.

-Depois você vai saber o motivo.- Falo me levantando e indo para meu quarto. Porém, eu percebo que não estou cheirando bem, eu não tomei banho durante 1 semana, então é meio óbvio que eu estaria com meu cheiro.

Quando eu estava saindo do banho escutei um barulho alto se aproximando, parecia um barulho de avião porém um pouco diferenciado.

-Ritooo! Vem aqui fora!- Me chama Mikan de fora da casa.

Eu saio de casa e estão Mikan, Momo e Nana olhando pra cima, eu olho também e vejo que uma nave espacial se aproxima.

Quando ela chega mais perto, Lala sai de casa com suas asas anti-gravitacionais e começa a voar em direção ao que parecia ser uma plataforma que saia de baixo da nave.

-Papai!!-Ela grita voando.

-O-O pai da Lala?- Pergunto surpreso ao velo pular da plataforma e parar em minha frente. Ele já estava totalmente restaurado desde a briga com Nemesis. Ele era um pouco mais alto que Lala aproximadamente uns 10 centímetros.

-Yuuki Rito! Já faz um tempo.- Diz ele pulando da plataforma.

-Chichi-ue! O que faz aqui?- Pergunta Nana confusa.

-Eu soube que Yuuki Rito tem posse de um artefato bem poderoso. Vamos conversar sobre isso lá dentro.- Falou ele passando sobre nós e entrando em casa.

Depois que todos nos sentamos ele começou a falar.

-Então, Yuuki Rito, onde está a manopla?- Pergunta Gid aparentemente curioso.- Já que não está em sua mão. - Fala ele e Momo, Nana e Mikan olham para minha mão. Yami já havia ido embora.

- Eu pedi pra Lala fazer algumas modificações. Eu sabia que teria de remove-la para entregar ao senhor porém, eu não pude me desfazer dela. - Digo me levantando e me aproximando dele, mostrando meu pulso, que continha uma espécie de pulseira dourada, mais para um relógio de ouro sem o relógio, e com uma espécie de luz de led em cima, e um botão em baixo. Aquilo era a manopla, eu havia pedido para Lala refazer a manopla para poder parecer mais uma pulseira, assim eu não me desfazeria dela e poderia andar sem aquele peso e aquele pedaço gigante e estranho de metal. Em baixo da pulseira tem um botão, que se eu aperta-lo a manopla volta a ocupar toda a minha mão e meu pulso. Em cima tem uma espécie de luz de led afundada, provavelmente para mostrar quando a manopla está funcionando, já que Lala me disse que ela poderia funcionar mesmo em forma de pulseira.

-Você quer... Ficar com ela?- Fala ele analisando a pulseira/manopla.

- Exatamente. Quando aquele cara usou ela contra mim e as outras, eu percebi que, eu sou extremamente fraco. Eu quase morri, então eu gostaria de ficar com ela para poder me fortalecer... Assim eu espero poder proteger suas filhas... E outras pessoas...- Falo pensando em todos que poderiam estar em perigo só por estarem perto de mim. Especialmente as garotas, como eu sou o futuro noivo da filha do comandante da Galáxia muitos querem minha vida, e se eu não puder me proteger e proteger a Lala não serei ninguém.

-Primeiro você me pede para não deixar Nemesis morrer, agora você me pede para continuar com um dos itens mais poderosos do universo. Garoto, eu sabia que você tinha coragem, mas não sabia que sua burrice era maior ainda. Você sabe que agora muitos inimigos poderosos virão atrás de você, e agora eles tem ainda mais motivos...- Fala ele frustrado e se levantando.

-M-Mas...- Eu tento falar porém sou interrompido.

- E é por isso que eu vou treina-lo para saber usar isso...- Ele fala do nada deixando todos presentes confusos e surpresos. 


Notas Finais


Valew por acompanharem mais um capítulo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...