História Todos Amam, Yugyeom - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, JR, Mark, Youngjae, Yugyeom
Tags Markgyeom, Pepigyeom, Yaoi, Yugbam, Yugbum, Yugson
Exibições 138
Palavras 1.039
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Fluffy, Lemon, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Gravidez Masculina (MPreg), Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Self Inserction, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Boa Leitura

Capítulo 3 - Doce


Fanfic / Fanfiction Todos Amam, Yugyeom - Capítulo 3 - Doce

Jong Suk

Estava procurando pela a casa do Yugyeom, até que achei um dos meninos entrando numa casa de dois andares. Esperei ali até avistar um menino que parecia ser do colegial.

– Ei! Poderia levar isso até aquela casa, por favor?

–  Claro, pra quem eu entrego? –  ele sorriu.

–  Kim Yugyeom

–  Tudo bem. –  sorriu saindo.

Ele bateu campainha e quem abriu foi o próprio Yugyeom ele sorriu e se curvou fechando a porta, sorri e voltei para a loja

Normal

A tarde estava ocorrendo bem de verdade, estávamos na sala vendo um filme de romance gay e os meninos estavam rindo de algumas cenas, Bambam e Jackson estavam chorando, Jinyoung e Mark brigavam por espaço no sofá, Jaebum e Youngjae estava dos meus lados. Youngjae estava deitado no meu colo e a cabeça de Jaebum estava em cima da minha .

A campainha tocou e eles resmugaram eu me levantei e fui abrir, era um garoto que tinha a minha idade ele me entregou um urso e com o urso tinha um doce e um bilhete.

                     "Me desculpa por ter          esbarrando em voce..
                                 Jong Suk "

Sorri com o ato dele e fechei a porta me curvando, caminhei até a cozinha pondo o urso em cima do balcão e indo pegar uma colher para poder comer o doce.

– Meu Baby oque é isso? – Jaebum veio atrás de mim e me abraçou.

–  Me deram isso de presentes de desculpas, não se preocupe

– Não estou preocupado, somente com dúvidas. – ele franziu o cenho

– Suas não seriam ciúmes?

– Não possuo ciúmes, Baby – ele mordeu o meu pescoço e eu arrepiei.

– Aham... Vamos voltar para a sala

Voltamos e ficamos assistindo até que uma cena quente no filme, fiquei corando muito mais forte do que as cortinas da casa.

Eles me olharam e eu tentei ao máximo não olha-los nos olhos, desviei o olhar da tela por um momento e vi que Jackson já se encontrava no meu colo rebolando.

– O-oque é i-isso..

– Queremos nosso, Baby – Jaebum sussurrou contra a minha pele

– H-hoje?

– Sim... aliás você estará voltando a escola e ficaremos sozinhos aqui dentro. – Jinyoung veio engatinhando até o meu rosto.

–  Vocês querem meu corpo hoje mesmo?

–  Queremos então, trate de ficar quieto! – Jinyoung bateu no meu abdômen.

– Nee

Jaebum tomou-me nos braços e me levou até o segundo andar, entrou no quarto de hóspedes e já que a cama era enorme caberia todos eles ali mesmo.

Estava com um sorriso envergonhado quando senti os olhares deles em mim, meus olhos se fecharam quando senti os lábios de Jaebum no meu pescoço, depois os lábios de Bambam nos meus mamilos.

Jackson estava em cima do meu membro rígido e rebolava, Jinyoung brincava com os meus lábios e Mark estava mordendo minha barriga me fazendo soltar gemidos abafados.

– Porque não me fodem logo?!

– Calma Baby, estamos apenas lhe dando um pouco de prazer e depois iremos torturar-te. – Jaebum sussurrou no meu ouvido

Fiquei calado a voz grave dele roçando contra meu ouvido me fazendo surtar. Ouvi a minha calça e os botões de minha camisa serem puxados e senti meus lábios se torcerem, Jackson tomou o meu membro em sua boca e fez movimentos lentos.

– Aah, Jackson..

– Nosso bebê já está se derramando de prazer? – Jinyoung veio até os meus meus ouvidos sussurrando e mordendo o meu lóbulo.

– APENAS AGEM LOGO COM ISSO, NÃO AGUENTOU MAS!!

senti o membro de Bambam passar sobre o meu abdômen e senti Jaebum subir em cima de mim, colocou seu "pequeno" pênis na minha boca e ficou fazendo movimentos de masturbação com as mãos e movimentos leves.

Meu corpo estava mole, estava sentindo que estava chegando ao meu ápice. Já tinha vazado vários jatos dos meus sêmen na boca do Jackson, ele veio subindo quando senti a porra do Jaebum no meu rosto, tratei de lamber os lábios. Era um gosto doce e um pouco salgado, apenas sorri e Jackson beijou os meus lábios.

Meu gosto misturado com o de Jaebum era viciante e me fazia encher de energia, fui virando para ficar de quatro e senti o lubrificante em minha entrada, era um gel frio e me fazia apenas arrepiar. Meus lábios ficaram secos precisava de algo entre eles ou até mesmo algo grosso, vi Mark ficar na minha frente e pôr seu membro na minha boca.

Sentia apenas uma dor que já estava acostumado a sentir, Jaebum e Jinyoung estava colocado ao mesmo tempo os seus membros na minha entrada, estava cansando mas tinha a onde me apoiar. Lambia a glande rosinha do Mark, fazia movimentos de vai-e-vem com a boca logo ele forçou minha cabeça em seu membro.

Estava sendo preenchido de prazer e eles estavam acabando comigo, Mark estava chegando e sentia que os meninos também. Eles sabiam dos meus pontos doces, estava chegando e minha visão começou a ficar turva, senti todos liberarem seus sêmen em mim, não sabia se sorria ou me engasgava com a quantidade de gozo que saía do membro de Mark.

– Nosso Baby está animado. – Youngjae sorriu

– A... agora é a vez de Bam,Jack e Jae

– Vamos! – Bambam sorriu animado e eu me sentei em cima do colo do Jackson e do Bambam.

Comecei a calvagar em ambos os dois membros e já me arrancava gemidos, Jae veio e pois seus membro em minha boca.

– Sem usar os dentes, amor – Youngjae bateu em meu rosto me fazendo gemer e ir mais fundo.

Estava ficando difícil de me movimentar e muito menos continuar com àquilo, logo todos estavam vindo de novo, era algo esplêndido, estava cansando de mais para conseguir me manter em pé ou qualquer outra coisa.

– Você foi bem, Baby –  Ele sorriu e me deixou corado

O único que me chama de Baby é o Jaebum então foi ele que disse isso. Olhei ao redor e minha visão estava se escurecendo, minhas pálpebras se fecharam por muito cansaço, ouvi risadinhas deles e sorri, quem diria que um simples filme e doce poderia mexer tanto assim com eles


Notas Finais


Eeeh
Desculpar os erros
Yugyeom- ssi ! Você quase me matou de tanto corar pra escrever isso


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...