História Together - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Saga Crepúsculo
Personagens Bella Swan, Jasper Hale
Exibições 42
Palavras 2.299
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Romance e Novela, Saga, Violência
Avisos: Insinuação de sexo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oiii como estão? Espero que bem!
Preciso dizer, quase tive um ataque cardíaco a minutos atrás, aqui estava eu pronta para postar, ai quando abro a pasta no note CADÊ o capítulo? Ai fui desesperada olhar o e-mail e nada, ai já estava entrando em desespero ai resolvi olhar o bloco de notas no celular e ACHEI \o/
Bom aqui vai o capítulo espero que gostem!!

Obrigada pelos comentários ;)

Capítulo 6 - Capítulo 6


 

Pov. Isabella.

Uma caverna, Jake nos leva para uma caverna na base do penhasco, hoje por ironia do destino, será o dia mais ensolarado que Forks já teve, então teremos que esperar até a noite para podermos fazer alguma coisa.

- Obrigada Jake. - agradeço.

Ele afirma.

- Sei que te devo uma explicação, mas vamos deixar para depois que matarmos Victória. - peço.

- Talvez eu esteja morto até lá. - fala.

- Não diga bobagem. - falo.

- Tenho que ir. - fala já se encaminhando para a saída da caverna.

- Jake. - ele me olha.

- Obrigada. - agradeço de novamente.

Ele afirma e logo sai.

- Eca, fedor de cachorro. - Lily resmunga.

Os outros riem.

 

Pov. Jasper.

O dia passou tediosamente de vagar, não podíamos fazer muita a coisa a não sei esperar.

Isabella tentava se manter focada para quando chegasse a hora, mas eu podia sentir sua tensão, aquilo era demais para ela.

Lidar com os amigos lobos e logo depois os Cullens, me mantenho sempre perto para ajudar caso necessário.

Os Cullens de volta a Forks isso realmente foi uma surpresa mesmo depois de tudo o que aconteceu.

- Finalmente. - Félix comemora o por do sol.

[...]

Encontramos alguns recém-criados em uma clareira, eles tinham acabado de matar alguns campistas, mata-los não foi difícil eles são muito previsíveis assim como todos os recém-criados.

Ver a fúria de Isabella ao matar os que a atacaram foi a coisa mais excitante que eu poderia ter visto.

Nos separamos para cobrir mais área, Isabella, Lily e eu ficamos juntos, os outros se espalharam.

- Jasper. - ouço assim que sinto a aproximação de Emmett.

Ele então surge entre as árvores, está feliz em me ver, mas ainda não é o Emmett de antes.

- O que faz aqui? - pergunto.

- Caçando. - explica.

- Como você está irmão? - pergunto.

- Tô indo, você faz muita falta, desde que foi embora tudo mudou sabe, Esme agora vive pelos cantos triste, Carlisle vive praticamente vinte e quatro horas no trabalho, aquela casa se tornou insuportável de se viver. - ele desabafa.

- Lamento que esteja passando por isso irmão. - sou sincero.

- Oi grandão. - Isabella fala se aproximando.

Emmett olha pra ela e depois para mim.

- Não vai me dar um abraço? - Isabella fala novamente então abaixa o capuz revelando seu rosto.

Emmett parece não acreditar no que está vendo, seus olhos se arregalam, a expressão de incredulidade toma conta do seu rosto.

Isabella sorri e em um rápido movimento ela o abraça, depois de se recuperar do choque Emmett devolve o abraço.

- Belinha. - fala todo feliz enquanto gira abraçado a Isabella.

- Já disse que isso é nome de animal. - ela resmunga depois de lhe dar um tapa no ombro.

[...]

Depois de explicar tudo o que aconteceu para Emmett ele parece mais conformado.

- Emm você não pode contar nada sobre mim aos Cullens, não quero que eles saibam, não agora pelo menos. - Isabella pede.

- Pode confiar. - ele fala empolgado.

O celular dele toca.

- É Alice. - fala.

- Atenda. - Isabella pede.

- Fala Alice. - ele atende

- Emmett onde você está? Não​ consigo mais te ver, não consigo mais ver o seu futuro, é como se você tivesse sumido. - ela fala

Emmett nos olha intrigado, olho para Lily, esse deve ser o poder da pestinha, Isabella parece concordar comigo.

- Estou caçando Alice, passei por alguns lobos a pouco deve ser por isso que você não consegue mais me ver. - Emmett fala.

Ele olha para Lily e ela parece levemente envergonha.

[...]

- Quando ouvimos sobre as mortes desconfiamos que seriam recém-criados, então Carlisle decidiu que seria bom voltar para ajudar caso necessário. - Emmett explica.

- Precisamos achar a vaca ruiva rápido, daqui a pouco os vampiros vão começar a duvidar dos Volturis. - Lily fala.

- Lily está certa. - Alec concorda.

- Você sabe que ela nunca mais vai te deixar esquecer que você concordou com ela né? - Demitri pergunta rindo da careta de Alec.

- Fique onde está. - falo ameaçador me virando em direção a recém-criada a alguns metros escondida entre as árvores.

Em segundos a garota está no chão se contorcendo e estamos a cercando.

- Qual seu nome? - Jane pergunta depois de parar de fazer a garota sentir dor.

- Bree. - ela responde assustada e ofegante.

Não importa quantas vezes veja aqui, sempre é assustador ver um vampiro daquele jeito.

- O que faz aqui? Porque estava nos espiando? - Isabella pergunta.

- Eu, eu estava procurando por um amigo, Diego ele saiu e não voltou. - fala e sinto seu medo.

- Onde está Victória? - pergunto.

- Quem? - ela devolve a pergunta.

- Não se faça de idiota garota, onde está a vadia ruiva da sua criadora? - Lily pergunta irritada.

A garota se encolhe mais um pouco, seus sentimentos são de medo e confusão.

- Quem te criou? - Pergunto.

- Riley, ele... ele disse que nossa criadora precisa de muitos. - ela explica.

- Pra que? - Alec pergunta.

Ele está estranhamente encantado pela garota.

- Ele não disse, só disse que quando chegar a hora ela nos encontrará. - ela o responde.

- Você vai nos levar até onde os outros estão. - Jane fala.

Sem muita alternativa a garota concorda.

- Eles podem não estar mais lá, Riley disse que nos moveríamos em breve, que o grande dia estava chegando. - ela fala.

- Para o seu bem acho bom que estejam lá. - Jane fala ameaçadora.

[...]

Uivos atravessam o ar, rosnados, som de briga, corremos rapidamente em direção aos sons, Alec segura a garota recém-criada pelo braço.

Os lobos estão lutando contra recém-criados, os Cullens estão juntos os ajudando, nunca vi um exército com tantos recém-criados juntos, por esses lados.

Emmett corre para ajudar Esme que estava cercada.

Sem pensar muito começo matar aqueles vampiros, eles são muitos previsíveis, partem para o ataque direto, são inexperiente.

Vejo Isabella arrancar a cabeça de um dos vampiros em um único golpe ela ri, em seguida ela corre para ajudar um dos lobos que estava sendo atacado por dois recéns, Isabella é uma força da natureza. Arranco a cabeça de um dos vampiros, busco por Lily e a vejo ao lado de Demitri, Lily desmembra um corpo, jogando os pedaços em uma pilha mais adiante, ela gargalha a pestinha é maluca.

Isabella arranca os braços de uma recém-criada e arremessa o resto do corpo que é abocanhado por um dos lobos.

Um vulto ruivo aparece entre as árvores, ela olha assustada para o massacre que está acontecendo.

- Victória. - Isabella grita chamando a atenção da ruiva.

Tudo ao redor parece parar no momento em que Isabella retira seu capuz se revelando, vejo o choque tomar conta dos Cullens, principalmente de Edward.

- Você me quer? Aqui estou, essa é a sua chance. - Isabella a desafia.

Victória rosna em sua direção, seu desejo por vingança a deixa cega, ela não entende que as chances de sair daqui com vida é zero.

- Maldita. - ela grita, um grito quase infantil.

Edward se move tentando se aproximar.

- Fique fora disso Cullen. - Isabella fala.

- Bella, isso é loucura ela vai te matar, não posso permitir isso. - ele fala.

Rosno em sua direção o advertindo, ele dá um passo atrás.

Isabella me olha e me dá uma piscada.

Victória aproveita esse segundo e salta em direção a Isabella que desvia rapidamente do ataque. Isabella se lança contra Victória, em um movimento rápido ela joga a ruiva contra a árvore mais próxima que se parte ao meio.

Victória se recupera rapidamente e logo está atacando Isabella novamente, ela lhe desfere golpes, mas Isabella é ágil e desvia e lhe acerta alguns, sei que ela pode acabar com aqui quando quiser, mas ela parece estar se divertindo.

Mais recém-criados chegam na clareira.

A luta que parecia ter fim em alguns minutos recomeça.

[...]

Olho para Isabella no momento em que ela salta sobre Victória que já está sem um braço, em um movimento rápido ela está sobre os ombros de Victória segurando sua cabeça, pronta para arraca-la.

- Sabe Victória, você poderia viver sua eternidade tranquilamente, mas você cometeu apenas um erro, atacou a minha cidade, criou esse bando de mal criados, atacou os meus amigos. - fala séria.

Um grito de dor ecoa, mas não é de Victória, um dos lobos foi atacado.

- Jake. - Isabella grita furiosa.

Em seguida a cabeça de Victória já não está mais presa a seu corpo, e Isabella está correndo em direção a Jacob, Alec e Lily terminam de desmembrar Victória.

Corro para o lado de Isabella, ela está abaixada ao lado de Jacob,

Carlisle já está o examinando.

- Preciso por de volta para o lugar, a cicatrização já está começando. - ele fala tocando o lado direito do corpo de Jacob.

- Vamos levá-lo. - Sam fala se aproximando com os outros lobos.

- Alec. - Isabella chama.

Alec em instantes está ao seu lado.

- Use seu poder nele, tire seus sentidos. - ela pede.

- Não. - Paul rosna.

- Ele está sofrendo, ele está com dor. - Isabella rosna em direção a ele.

- Sam. - resolvo interferir antes que Isabella mate o lobo - Isso pode ajudar ele. - explico.

Sam parece pensar, mas os gritos de dor de Jacob o faz agir rápido e ele afirma, Alec então usa seus poderes em Jacob.

Como a entrada dos vampiros não é permitida na aldeia, Jacob é levado para a casa dos Cullens.

[...]

- Será que pode me explicar o que está acontecendo? - Edward pede.

- Não sou eu que devo explicar, e você só terá a explicação se ela quiser. - sou firme.

Me mantendo do lado de fora da sala onde Carlisle cuida de Jake, Isabella e Sam estão do lado de dentro.

Jane, Demitri, Lily, Félix e Alec permanecem na sala.

Pouco tempo depois a porta se abre e Carlisle e Sam saem.

- Ele ficará bem, só precisa descansar. - Carlisle explica.

- Logo levaremos ele para a aldeia. - Sam fala.

- Jake assim como vocês são bem vindos para ficar o tempo que precisar.

Sam assente, Isabella sai do quarto em seguida e vem direto para meus braços, a aperto forte inalo seu cheiro.

O olhar incrédulo de Alice está sobre nós, a ignoro completamente.

[...]

- Bella temos que conversar. - Edward fala.

- Não temos nada o que conversar. - fala.

- Alguém pode explicar o que está acontecendo? Como Bella virou uma vampira e porque está com os Volturis? - Rosalie fala.

O silêncio toma conta do ambiente, eles só saberão tudo o que aconteceu se Isabella decidir contar, o que parece que não vai acontecer.

- Bella, você não precisa ficar com eles, você sempre será bem vinda a família, você é da família. - Carlisle fala.

- A única família a que pertenço é bem diferente Carlisle. - ela fala e ele assente sem saber o que fazer.

- Isa. - Jane a chama e ela olha. - Seu pai. - fala jogando o celular para ela.

-Papá, sim já resolvemos, estamos todos bem, logo voltamos. - ela fala sorridente.

Sinto os olhos de Alice sobre mim, mas a ignoro Isabella encerra a ligação.

- O que vamos fazer com ela? - Lily pergunta apontando para Bree que conversar com Alec.

- Acho que vamos ganhar mais um membro. - Falo e Lily faz uma carona.

- Vai deixar de ser a caçula pestinha. - Demitri fala bagunçando seu cabelo.

- Perdeu a noção do perigo mesmo hem general. - ela retruca.

Demitri lhe dá um sorriso zombeteiro.

- Jane acho que você ganhou uma cunhada. - Lily irrita a loirinha.

- Lily é melhor você parar enquanto dá. - a advirto.

- Está bem Major. - fala rindo.

- O dia já vai clarear, podem ficar a vontade. - Esme fala.

- Obrigada, partiremos a noite. - Isabella fala.

 

Pov. Isabella.

Se tem alguém que não conhece o termo me deixe em paz esse alguém é Edward, ele não me deixa um minuto se quer em paz, sempre me rondando, sempre querendo conversar e eu o ignoro o máximo que eu posso.

- O que existe entre você e Jasper? - Alice pergunta se materializando em minha frente.

- Isso não é da sua conta. - falo.

- Claro que é ele é meu marido. - grita.

- Ex, ele é seu ex marido, e que eu saiba você não estava nem um pouco preocupada com ele enquanto ia pra cama com Edward. - falo.

Vejo a incredulidade em seus olhos.

- Ele, ele te contou. - fala quase em um sussurro.

- Sim, ele me contou, mas não se preocupe eu não fiquei com raiva, vocês dois se merecem, espero que sejam felizes. - falo já saindo de perto dela.

Jasper está na sala olhando através da parede de vidro, faltam poucas horas para anoitecer.

- Major. - falo enquanto o abraço por trás.

Sinto seu corpo relaxar.

- Princesa. - seu tom é extremamente sexy.

- Preciso fazer uma coisa antes de irmos. - falo.

- Imaginei que faria isso, irei com você. - fala.

Ele me puxa para ficar de frente com ele, ele me abraça e fica fazendo carinho em meus cabelos.

[...]

Charlie está na cozinha com Sue, os dois cozinham, fico feliz em saber que ele está seguindo em frente.

- Precisamos ir. - Jasper fala.

- Adeus Charlie. - sussurro e logo estamos indo embora.


Notas Finais


O que acharam? Me contem ;) até o próximo se Deus quiser!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...