História Together and Apart - {Repostagem} - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Os Heróis do Olimpo, Percy Jackson & os Olimpianos
Personagens Annabeth Chase, Apollo, Calipso, Charles "Charlie" Beckendorf, Clarisse La Rue, Connor Stoll, Frank Zhang, Frederick Chase, Grover Underwood, Hades, Hazel Levesque, Hylla Ramírez-Arellano, Jason Grace, Luke Castellan, Nico di Angelo, Octavian, Percy Jackson, Personagens Originais, Piper Mclean, Poseidon, Rachel Elizabeth Dare, Reyna Avila Ramírez-Arellano, Sally Jackson, Silena Beauregard, Thalia Grace, Travis Stoll, Will Solace, Zeus, Zoë Nightshade
Tags Percabeth Lukabeth
Visualizações 35
Palavras 1.173
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Esporte, Festa, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


QUE COMECEM A ATIRAR AS PEDRAS, EU AGUENTO

Essas semanas nada contribuiu para o andamento da fic, foi bloqueio criativo aí acumulou trabalho da escola e virou uma bola de neve mas cá estou eu humildemente postando esse capítulo Percabeth que eu particulamente amei escrever.

Talvez, tenham muitos erros então me perdoem... hihi

Espero que gostem e boa leitura! ♡

Capítulo 6 - Invasão


Assim que eu cheguei em casa após o meu "encontro", me joguei em minha cama e permaneci ali por muito tempo pensando no que tinha acontecido. Não era a primeira vez em que eu havia beijado Percy, muito pelo contrário, mas desta vez foi diferente. Eu estava sóbria e meu Deus, eu estava gostando. Queria muito ter apreciado aquele momento por mais tempo, porém Rachel me chamou atenção. Por um momento, eu havia ficado chateada por não ter ido nos cumprimentar, mas logo Percy conseguiu fazer minha cabeça. Como sempre.

Quando percebi, estava com o maior sorriso no rosto ao lembrar dele. O que diabos está acontecendo comigo? Será que eu estou… Apaixonada?

Pensar nisso me fez rir mas logo parei e olhei para o teto, refletindo. Eu me sentia bem ao lado dele. Eu era mais feliz com ele e isso todos já perceberam.

Eu estava pensando em talvez dar um passo adiante em relação a isso, quando meu celular vibrou, indicando que havia recebido uma nova mensagem. Olhei para a tela e meu coração bateu mais rápido.

Cabeça de Alga: Ei loira!

Eu: Ei moreno!

Cabeça de Alga: Tava com sdds ;)

Eu: Nem lembrava de vc

Cabeça de Alga: Assim vc me machuca ;(

Eu: Brinks

Eu: I love you sz

Cabeça de Alga: Eu sei, mas tá tudo tranquilo aí?

Eu: Tirando a parte de que meus pais tão viajando e eu vou ter q cozinhar, tô tranquila. E ti?

Cabeça de Alga: Suave. Mas então, vc tá sozinha né????????????????

Eu: Sim… pq? Tá pensando em alguma coisa?

Cabeça de Alga: Slá, tava pensando em ir aí te beijar

Cabeça de Alga: Visitar**

Cabeça de Alga: Esse corretor maluco hehe

Eu: Aí eu podia te mostrar aquela coisa que prometi…

Cabeça de Alga: Opa, e como seria essa coisa?

Eu: Ah, tem renda e é vermelho…

Eu: É meio curtinho mas fica lindo no corpo…

Eu: … da minha girrafinha de pelúcia

Eu: Cara, vc tem que ver a gracinha que ela fica com esse vestidinho!!

Cabeça de Alga: Porra, Annabeth!

Cabeça de Alga: Tinha criado altas expectativas

Eu: Haha… sonha, Jackson

Assim larguei o celular e corri para tomar um banho bem demorado. Assim que sai, vesti um pijama soltinho e desci para tentar preparar algo descente para comer. E no fim, após muito pensar, decidi que iria fazer algo sofisticado porém bastante simples e rápido: macarrão instantâneo. Depois de 5 minutos já estava sentanda em meu sofá colocando minha série favorita em dia enquanto apreciava aquela bela iguaria.

Só pude ver o quão cansada eu estava quando acordei, assustada, com batidas insistentes em minha porta. Após lavar a louça na noite passada, subi imediatamente para fazer minha higiene noturna e depois, cai morta em minha cama.

Pensando que as batidas passariam, me aconcheguei com meu cobertor e fechei os olhos novamente. Eu pensava que iria passar, mas depois as batidas voltaram ainda mais intensas. Desistindo, saltei da cama já com meu moletom de Hogwarts no corpo e meu bastão de basebol na mão.

Como em um filme de terror, a medida que eu ia descendo a escadas, os degraus rangiam. Meus passos no piso de madeira pareciam pesados. Parecia que quanto mais perto da porta eu chegava, mais gélido o chão ficava. Quando eu estava para olhar no olho-mágico, ouvi uma voz:

- Abre logo a porta, Chase.

- Quem é? - eu estava com medo. Muito medo. Medo demais.

- Seu príncipe encantado que veio te buscar em um cavalo branco, mas que será obrigado a arrombar a porta se a donzela não quiser abrir. - nesse momento eu ri. O que diabos o Jackson estava fazendo ali a essa hora?

Assim que destranquei a porta, Percy entrou desesperado.

- Annabeth, sabia que está fazendo frio lá fora? - ele disse me olhando enquanto fazia biquinho. O seu nariz vermelho confirmava o que estava dizendo. Quase senti pena dele. Quase.

- Bom, ninguém mandou vim a essa hora! - fiquei olhando enquanto ele se jogava em meu sofá sem dó nem piedade.

- É a tradição, não lembra? - Percy me questionou. Claro que eu não havia esquecido, só não tinham me avisado que voltaríamos a fazer coisas que fazíamos a uns 2 anos atrás. - Mas enfim, seus pais estão?

- Você sabe muito bem que não!

- Nosso bando está vindo aí - ele disse se sentando e sem porquê, simplesmente, abraçou minha cintura.

- O que está fazendo?

- Senti sua falta, pequena - eu fiquei sem reação. Primeiro, porque faziam séculos que ele não me chamava assim e segundo, porque ele disse que havia sentido minha falta. A minha falta. Percy sentiu minha falta. Meu Deus.

- E-eu também - ele sorriu e ergueu a cabeça, o que pode não ter sido boa ideia pois sentado, ele ficava da minha altura, o que consequentemente, fazia com que nossos lábios se aproximassem. Típica cena romântica de filmes.

E seguindo esse clichê de filme adolescente, íamos nos beijar até que o celular de Percy tocou. Aproveitei isso para me desvencilhar de seus braços enquanto ele lia a mensagem que havia chegado.

- Jason e Piper estão chegando - ele bufou, guardando o celular.

- Quer comer alguma coisa enquanto espera? - pergunto e ele logo nega com a cabeça. - Certo, então eu vou para o meu quarto e quando eles chegarem, me chama.

- Certo - ele se jogou no sofá com um sorrisinho estranho no rosto. Tentei não focar em seu abdômen extremamente definido que ficou a mostra quando sua camiseta subiu e sai correndo para meu quarto. Agradeci novamente por Jason ter nos "atrapalhado" porque ninguém é obrigado a beijar uma garota com bafo ás 4:00 horas da madrugada. Sai do banheiro de cara lavada e hálito fresco.

Voltei para meu recanto dos sonhos e estava quase pegando no sono quando senti mãos frias- e quando digo frias, quero dizer muito frias - envolverem minha pele.

- Percy, o que está fazendo aqui?

- Lá estava ventando muito e eu acabei ficando com frio então porque não vim deitar com a menina que eu gosto, não é?

- Espera, o que disse? - me virei boquiaberta com a sua confissão.

- Eu disse que estava com frio.

- Não isso, aquela outra coisa! - eu sabia que ele estava fazendo aquilo para me provocar, mas queria mesmo ouvi-lo dizer novamente.

- Que você é a menina que eu gosto? - ele perguntou e eu afirmei. - Desculpe, não era isso que queria dizer.

- Não? - toda minha emoção foi embora e eu posso jurar que ouvi meu coração craquelando naquele momento.

- Eu quis dizer que você é a menina que eu amo! - dito isso, ele me beijou. Foi o beijo mais estranho e mais fofo do mundo. Não pude deixar de sorrir.

- Ata - me virei e tive que morder o cobertor para que eu não começasse a ter uma crise de risos e fizesse com que ele repensasse sobre gostar de mim.

- Não vai me dizer nada?

- Bons sonhos, Jackson - mesmo não o vendo, percebi que estava sorrindo.

- Bons sonhos, Chase - ele colou seu corpo no meu e foi assim que eu tive a melhor madrugada da minha vida.


Notas Finais


Beijocas


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...